Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

"OS SILÊNCIOS DAS PALAVRAS” APRESENTADO EM LOULÉ

Cartaz Idália Farinho.jpg

É apresentado no próximo dia 8 de junho, pelas 15h00, na Biblioteca Municipal de Loulé, o livro “Os Silêncios das Palavras”, da autoria de Idália Farinho Custódio.

“Os Silêncios das Palavras” é um livro de poesia constituído por uma pequena seleção de poemas de “Palavras Simples”, “Seriam Flores se não fossem Rosas” e “Inéditos”. Poesia que frequenta dois mundos: o que é o envolvente, o exterior, e o que é o envolvido, o eu, o sujeito absoluto da interioridade - Natureza, Ser.

Idália Farinho Custódio nasceu em Loulé, em 1938. É licenciada em Filologia Românica pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Foi professora do Ensino Secundário e Básico (segundo e terceiro ciclos) e professora Cooperante e Acompanhante da E S E, da Universidade do Algarve.

A sua obra é distribuída por poesia, literatura infantojuvenil e literatura oral. É nesta área o seu maior trabalho, “Património Oral do Concelho de Loulé”, em coautoria com Maria Aliete Farinho Galhoz e Isabel Cardigos. Recentemente, publicou “Sabes, Mãe?”, uma narrativa que é um “Hino à Vida”.

“Palavras Simples” e “Seriam Flores se não fossem Rosas” fazem parte da sua obra poética. Na literatura infantojuvenil, entre vários títulos, merecem destaque “A Viagem da Parker 51”, “As Mãos do meu Irmão”, “Até à Estrela do Mar” e “Põe as Palavras na Lua”.

A apresentação estará a cargo da diretora municipal, Dália Paulo.