Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Outubro Maior - Mês das Pessoas Idosas no concelho de Palmela | Teatro

Cultura e animação no Outubro Maior

Teatro em destaque na programação para as pessoas idosas

 

Ao longo do mês de outubro, e a propósito do Dia Internacional das Pessoas Idosas, a Câmara Municipal de Palmela e vários parceiros locais promovem mais uma edição do Outubro Maior – Mês das Pessoas Idosas. A animação cultural, a educação/criatividade ao longo da vida, o exercício físico e a saúde são algumas das principais áreas a explorar, ao longo do mês, num programa vasto, que reforça Palmela como Município de Todas as Idades, Território de Convivência.

Este ano, o teatro ocupa um lugar importante nas comemorações, com três espetáculos a subirem ao palco em vários pontos do concelho, já nos primeiros dias do mês: o teatro de revista com o grupo da ARPI, “Refúgio” pelo Teatro Sem Dono e “Que avó inconveniente” pelo TELA.

 

 

Dia 1 - 21h30 | ARPI - Associação de Reformados Pensionistas e Idosos de Pinhal Novo

“ARPI SEMPRE EM FESTA” | TEATRO DE REVISTA

Inf./ Insc.: 212366606 |deis.geral@cm-palmela.pt

Org.: ARPI - Associação de Reformados Pensionistas e Idosos de Pinhal Novo

Apoio: Câmara Municipal de Palmela

 

Dia 2 - 16h00 | Cine-teatro S. João, Palmela

Dia 8 – 21h30 | Centro Comunitário Águas de Moura

“REFUGIO”

«Refúgio é a história de um homem perdido dentro de si. As lembranças são muitas e os sonhos não realizados também. A frustração e a revolta que sente para com a própria vida fazem-no refugiar-se dentro de casa, da sua perturbada mente. Entre a ironia, a alegria e a tristeza só uma bebida pura é que o ajuda a viver entre o paraíso e o inferno. Um refúgio é um lugar para onde se pode fugir. No meio de uma sala, ao pé de uma janela, no interior da nossa mente. É um lugar que nem a nossa voz nos incomoda; é como estar fechado num baú de lembranças da qual não saímos nem o queremos fazer. Um baú sem pessoas, vozes, barulho. Será sempre o meu, o vosso, o nosso pequeno paraíso».

Inf./ Insc.: 212366606 | deis.geral@cm-palmela.pt

Org.: Teatro Sem Dono

Apoio: Câmara Municipal de Palmela

 

Dia 9 – 16h00 | Cine-teatro S. João, Palmela

“QUE AVÓ INCONVENIENTE”

Adaptado do texto de Romaryo Barbosa

«No seu título original “Vovó é um barato”, e é mesmo, tanto inconveniente como “um barato”. Faz-nos rir com a sua linguagem ousada e a sua personalidade vincada de quem não quer perder o seu bem mais precioso: a sua querida netinha, que criou como filha. Querida netinha, que falando assim parece uma menininha. Mas não é de todo, já chegou aos 40 e só quer prosseguir com a sua vida. Mas esta avó, que tem tudo controlado, ou quase, é uma pedra no sapato da neta em relação a questões amorosas. Avó que em tempos foi mulher fogosa, continua de certa forma, a sê-lo, pelo menos em sonhos e desejos! É doida por novelas, sendo elas a sua companhia na ausência da neta. Esta avó vai encantar desde o início da peça e, apesar das suas trapalhadas, vamos torcer para que consiga levar a sua avante até ao final.»

M/16 anos

Entrada: 3€

Org: TELA (Teatro Estranhamente Louco e Absurdo)

Apoio: Câmara Municipal de Palmela

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.