Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

"Palavras na nossa terra" | Encontro de poesia recorda David Mourão-Ferreira - 23 de fevereiro, Biblioteca Municipal de Pinhal Novo

Encontro de poesia recorda David Mourão-Ferreira

 

Uma homenagem ao poeta e escritor David Mourão-Ferreira, que inclui declamação de poesia, realiza-se no dia 23 de fevereiro, às 21h00, na Biblioteca Municipal de Pinhal Novo.

A iniciativa “Palavras na Nossa Terra – Encontros de Poesia”, promovida desde 2015 pela Câmara Municipal de Palmela, convida o público a conhecer a vida e obra daquele que é considerado como o “poeta do amor e da sensualidade”.

Poeta, romancista, novelista, contista, dramaturgo, mas também ensaísta, cronista, tradutor, crítico literário e professor. David Mourão-Ferreira, nascido a 24 de fevereiro de 1927, em Lisboa, licenciou-se em Filologia Românica em Lisboa, onde chegou a ser professor catedrático. Entre 1976 e 1979, foi secretário de Estado da Cultura e diretor do diário A Capital.

A sua aventura da poesia começa com a publicação do livro “A Secreta Viagem”, celebração ainda adolescente do corpo, do erotismo e do amor. Seguiram-se poemas e contos, como “Cancioneiro de Natal”, “As Quatro Estações”, “Os Amantes” e “Matura Idade”, entre muitos outros traduzidos e aclamados.

Avesso a movimentos ou a correntes, tem em José Régio, Almeida Garrett, Octávio Paz e T. S. Eliot figuras de inspiração e referência na sua formação clássica. Até à publicação de “Um Amor Feliz”, romance tardio, aos 59 anos, David Mourão-Ferreira encontra o fado e leva para a voz de Amália os seus poemas. Foi autor de alguns programas de televisão, de que se destacam "Imagens da Poesia Europeia", para a RTP.

David Mourão-Ferreira morreu aos 69 anos, vítima de cancro.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.