Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

"Palavras na nossa terra" - Florbela Espanca | 24 de fevereiro - Biblioteca Municipal de Pinhal Novo

“Palavras na nossa terra”

Projeto de promoção da poesia presta homenagem a Florbela Espanca

 

image004.jpg

 

No dia 24 de fevereiro, às 21 horas, a sala de leitura da Biblioteca Municipal de Pinhal Novo recebe um novo encontro promovido pela Câmara Municipal de Palmela, no âmbito do projeto “Palavras na nossa terra”, que tem incentivado a leitura e produção poética. A poetisa em destaque neste mês será Florbela Espanca.

Nascida em 1894, em Vila Viçosa, Florbela Espanca viveu uma vida curta e trágica, marcada pela doença e pela inquietação. A profunda sensibilidade com que abordou, nos seus poemas, temas como a tristeza, o amor e a morte, revelou-se precocemente, tendo escrito os primeiros versos que lhe são conhecidos ainda na infância. Conciliou a sua atividade poética com o jornalismo, o ensino de português e, mais tarde, a frequência do curso na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, feito raro na época para uma mulher. “Livro de Mágoas”, a sua primeira obra, foi editada em 1919. “Livro de Soror Saudade”, “Charneca em Flor” ou “As Máscaras do Destino” são mais algumas das obras de referência da sua bibliografia. Faleceu no dia em que completava 36 anos, em sequência da terceira tentativa de suicídio.

A participação dos serões de poesia na Biblioteca Municipal de Pinhal Novo é livre e aberta a todas as pessoas que gostem de ouvir, escrever, ler ou dizer poesia.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.