Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

“Palavras na Nossa Terra” - Município recorda obra de Antero de Quental

Auditório Municipal de Pinhal Novo.JPG

 

A poesia de Antero de Quental vai ser evocada na tertúlia “Palavras na Nossa Terra” de fevereiro, marcada para dia 22, às 21h00, na Biblioteca Municipal de Pinhal Novo.

Antero de Quental (1842-1891), poeta e pensador do século XIX, foi uma lenda em Coimbra. Conhecido como mestre do soneto e defensor da modernidade, o escritor fez parte de uma das mais ricas gerações de intelectuais portugueses. Desde cedo, começou a escrever sonetos, influenciado por Alexandre Herculano. As heranças literárias da família fidalga de São Miguel, onde nasceu, em especial, do avô, que também era poeta e íntimo de Bocage, também influenciaram a sua escrita. Antero de Quental é autor de obras poéticas como “Raios de Extinta  Luz” e “Odes Modernas” e também de vários ensaios filosóficos.

A participação nestes encontros de poesia, que decorrem uma vez por mês, na Biblioteca Municipal de Pinhal Novo, é livre e aberta a todas as pessoas que gostem de ouvir, escrever, ler ou declamar poesia.