Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

"Palavras na nossa terra" - Ruy Belo | Biblioteca Municipal de Pinhal Novo - 25 de novembro

“Palavras na nossa terra”

Tertúlia poética reúne na Biblioteca Municipal de Pinhal Novo para homenagear Ruy Belo

 

No dia 25 de novembro, às 21 horas, a sala de leitura da Biblioteca Municipal de Pinhal Novo é palco de um encontro para debater a vida e obra de Ruy Belo. A iniciativa decorre no âmbito do projeto “Palavras na nossa terra” e tem participação livre.

Nascido em 1933, Ruy Belo teve uma vida curta (faleceu em 1978) mas profícua, deixando um vasto legado em diversas áreas. Licenciado em Filologia Românica e em Direito pela Universidade de Lisboa e Doutorado em Direito Canónico pela Universidade de S. Tomás de Aquino, em Roma, o escritor foi professor do ensino secundário, leitor de Português na Universidade de Madrid e bolseiro de investigação da Fundação Calouste Gulbenkian. Trabalhou como tradutor de francês, passou, também, pela imprensa, como chefe de redação da revista Rumo, foi diretor literário de uma editora e passou, ainda, pela administração pública, enquanto adjunto do Diretor do Serviço de Escolha de Livros do Ministério da Educação Nacional.

Foi com “Aquele Grande Rio Eufrates” (1961) e “O Problema da Habitação” (1962) que deu início à sua obra poética, bastante influenciada pelos movimentos neorrealista e surrealista. Interrogações acerca da vida e da morte, entre a religião e a metafísica, sempre em busca da identidade do ser, marcam a sua obra, onde há lugar, também, para uma visão interventiva e de compromisso, em relação à realidade social da época e à luta por um mundo melhor.