Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Palmela comemora Dia Internacional das Cidades Educadoras

Dia Cidades Educadoras.jpg

“Cultura, fonte de criação, aprendizagem e liberdade” é o lema da edição 2023 das comemorações do Dia Internacional das Cidades Educadoras (30 de novembro). O Município de Palmela, membro da Associação Internacional das Cidades Educadoras, volta a assinalar este dia, em articulação com o Dia Internacional dos Direitos Humanos (10 de dezembro) e no âmbito da Operação Integrada Local Poceirão e Marateca.

Em novembro e dezembro, o programa apresenta várias propostas, que inspiram à reflexão/ação em torno da centralidade da Educação, para além dos muros da escola, consolidando que uma “Educação com sentido é ir no sentido de todos!”. Realça a diversidade cultural, uma cultura inclusiva, as novas aprendizagens e sinergias, num contexto desafiante, pautado pelos 50 anos da conquista de Abril de 1974 e o caminho contínuo da democracia.

A 30 de novembro, destaque para a leitura pública da “Carta das Cidades Educadoras”, em parceria com os Agrupamentos de Escolas, uma leitura criativa, em diferentes línguas, nas escolas e outros locais. Das 11h00 às 12h00 e das 14h00 às 15h30, esta iniciativa decorre, igualmente, no espaço exterior da Biblioteca Municipal de Palmela, com a participação das/os alunas/os da EB Joaquim José de Carvalho e da população sénior.

No mesmo dia, destaque também para a iniciativa Frases na Rua “Educação com sentido é ir no sentido de todos!”, de divulgação de cartazes nos canais digitais, equipamentos municipais e junto da rede de parceiros do Conselho Local de Ação Social de Palmela, para reafirmar a Educação como direito universal e ao longo da vida, chave do diálogo e liberdade, motor da transformação social e do desenvolvimento sustentável. 

Com inauguração prevista a 11 de dezembro e facilitação a cargo da FOme - Associação Cultural, vão realizar-se as atividades Pintura de Frases 3D “Educação com sentido é ir no sentido de todos!”, nas Instituições Particulares de Solidariedade Social da União das Freguesias de Poceirão e Marateca, e Mural Participativo “Colorir é Florescer”, na EB de Águas de Moura, com dinamização pela artista Mafalda Gonçalves.

A iniciativa “Brindar Abril”, realizada a 9 de novembro, na Filipe Palhoça Vinhos, em Poceirão, dirigida à população 60+ anos, integrou também estas comemorações e privilegiou a poesia e a música, a evocar Abril, com as participações de Alexandrina Pereira, poetisa, de Conceição Silva, cantora, intérprete e instrumentista, e dos músicos Filipe Martins e Luis Barrigas, a par da visita guiada a este espaço emblemático da cultura vitivinícola do concelho.

As comemorações enquadram-se no Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 4 - Educação de Qualidade, no Projeto Educativo Local e na Carta das Cidades Educadoras.