Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Palmela homenageia José Saramago em ano de centenário

 

Centenário José Saramago.jpg

Ao longo de 2022, o Município de Palmela, através da Rede de Bibliotecas Públicas, promove as Comemorações do Centenário do Nascimento de José Saramago, que pretendem homenagear o Nobel da Literatura.

O programa teve início com a participação de Palmela no Concurso Nacional de Leitura, em fevereiro e março, a iniciativa “Uma Ligação, Uma Poesia”, que assinalou o Dia Mundial da Poesia (21 de março), a III edição do Concurso Literário “De que é feito o teu Coração” e a iniciativa “Um Livro para um Novo Leitor”, em abril.

Até 3 de dezembro, as Bibliotecas Municipais de Palmela e Pinhal Novo são palco de “Leitura em Voz Alta” de textos de José Saramago.

Em outubro, o Auditório Municipal de Pinhal Novo - Rui Guerreiro vai receber a Exposição Comemorativa do Centenário do Nascimento de José Saramago “Voltar aos Passos que Foram Dados” (1 a 31) e a exibição do documentário “José e Pilar” (dia 4).

Várias/os escritoras/es e especialistas vão reunir-se a 4 novembro, na Biblioteca Municipal de Palmela, num Encontro em Mesa Redonda. 

Destaque também para a peça de teatro “Quem se chama José Saramago”, uma coprodução Teatro das Beiras e Karlik Danza-teatro, a 12 de novembro, e para o espetáculo de dança “Ensaio sobre a Cegueira”, pela Companhia de Dança Contemporânea de Évora, a 18 de novembro, ambos no Cine-Teatro S. João, em Palmela.

O programa integra ainda as atividades para as/os mais novas/os “Sons de Almofadas” e “Hora do Conto - Famílias”, a decorrer ao longo do ano.

O centenário de José Saramago assinala-se a 16 de novembro de 2022. Autor de mais de 40 títulos, nasceu em 1922, na aldeia de Azinhaga. Em 1947, publicou o primeiro livro, “Terra do Pecado”. Seis anos depois, em 1953, terminou o romance “Claraboia”, publicado apenas após a sua morte. No final dos anos 50, tornou-se responsável pela produção na Editorial Estúdios Cor, função que conjugou com a de tradutor, a partir de 1955, e de crítico literário. Regressou à escrita em 1966, com “Os Poemas Possíveis”.

Em 1971, assumiu funções de editorialista no Diário de Lisboa e, em abril de 1975, foi nomeado diretor-adjunto do Diário de Notícias. No princípio de 1976, instalou-se no Lavre para documentar o seu projeto de escrever sobre os camponeses sem terra. Assim nasceu o romance “Levantado do Chão” e o modo de narrar que caracteriza a sua ficção novelesca.

José Saramago recebeu o Prémio Camões em 1995 e o Prémio Nobel de Literatura em 1998. Os seus livros estão publicados em mais de 60 países de todo o mundo e traduzidos em mais de 40 idiomas.

Mais informações sobre o programa comemorativo: 212 336 632 ou bibliotecas@cm-palmela.pt.

 

Programa

 

Ao longo do ano

Sons de Almofadas

Atividades para famílias, baseadas em obras de Saramago para a infância

 

Ao longo do ano

Hora do Conto - Famílias

 

Fevereiro e março

Concurso Nacional de Leitura

Baseado em textos de José Saramago

 

21 março

Dia Mundial da Poesia - Uma Ligação, Uma Poesia

Leituras ao telefone de poemas de José Saramago

 

Abril | Rede de Bibliotecas Públicas do Município de Palmela

Um Livro para um Novo Leitor

Oferta de um livro de José Saramago às/aos primeiras/os leitoras/es que se inscreveram na Rede

 

Abril

III edição do Concurso Literário “De que é feito o teu Coração”

 

14 maio a 3 dezembro | 16h00 | Bibliotecas Municipais de Palmela e Pinhal Novo

Leitura em Voz Alta

De textos de José Saramago

 

1 a 31 outubro | Foyer do Auditório Municipal de Pinhal Novo - Rui Guerreiro

Voltar aos Passos que Foram Dados

Exposição Comemorativa do Centenário do Nascimento de José Saramago

Apoio: Fundação José Saramago

 

4 outubro | 21h30 | Auditório Municipal de Pinhal Novo - Rui Guerreiro

Exibição do documentário “José e Pilar”

Retrato do autor em processo de criação e do casal empenhado em mudar o mundo.

 

4 novembro | 17h00 | Biblioteca Municipal de Palmela

Encontro em Mesa Redonda

Com a participação de escritoras/es e especialistas em José Saramago com obras publicadas, para falar sobre o autor homenageado, sob diversos aspetos do homem e da obra: Miguel Real, Filomena Oliveira, Anabela Mota Ribeiro, António José Borges e Conceição Coelho.

 

12 novembro | 21h30 | Cine-Teatro S. João, Palmela

Quem se chama José Saramago

Coprodução Teatro das Beiras e Karlik Danza-teatro

Direção: Cristina D. Silveira

Duração: 70 min. (sem intervalo)

Destinatários: M/14

Org.: Câmara Municipal de Palmela

 

18 novembro | 21h30 | Cine-Teatro S. João, Palmela

Ensaio sobre a Cegueira

Pela Companhia de Dança Contemporânea de Évora

Criação, direção e coreografia: Nélia Pinheiro

Duração: 60 min. (sem intervalo)

Destinatários: M/6

Org.: Câmara Municipal de Palmela