Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Palmela integra Mural 18: municípios da AML unidos no apoio à cultura

Mural 18.jpg

 

Palmela integra o Mural 18, evento cultural em rede, com o lema "muralizados no apoio à cultura", que resulta de uma candidatura apresentada pela AML - Área Metropolitana de Lisboa e pelos seus 18 municípios, no âmbito do Programa Operacional Regional de Lisboa 2020. O projeto foi apresentado publicamente hoje, 7 de janeiro, no Teatro São Luiz, em Lisboa, dia em que foi também lançada a plataforma cultural www.mural18.pt.

A programação arranca no dia 15 de janeiro e vai decorrer, sobretudo, durante o primeiro semestre de 2021, com vários eventos culturais em todos os municípios da AML, em diferentes áreas artísticas (música, teatro, dança, artes de rua, entre outras). São exemplos festivais de teatro, ciclos de concertos, concurso de DJ, jazz nos miradouros, dança contemporânea, encontro de escritores, conferências, pintura de murais ou exposições. As iniciativas vão realizar-se, prioritariamente, ao ar livre e em espaços que valorizem o património cultural e paisagístico do território, contemplando, sempre que possível, ações de itinerância.

Em Palmela, este mês, haverá já duas iniciativas integradas no Mural 18: o espetáculo Syrah a Solo - Ciclo Syrah, pela DançArte, dia 15, às 21h00, no Cine-Teatro S. João, e os Ciclos Música Santiago, nos dias 17, 24 e 31, às 17h00, na Igreja de Santiago (Castelo de Palmela). Fique atenta/o à divulgação da restante programação em breve, nos canais digitais do Município (wwww.cm-palmela.pt, Facebook e Instagram Palmela Município) e em www.mural18.pt.

O Mural 18, que terá uma comparticipação financeira do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional de 1,5 milhões de euros, pretende unir agentes culturais, municípios e cidadãs/ãos em defesa da comunidade artística e do património cultural, imaterial e material.

Esta iniciativa, que é lançada numa altura especialmente delicada para todo o setor cultural, resulta da vontade clara da AML e dos seus 18 municípios de criar uma programação que sublinhe a importância da cultura na vida das comunidades e que seja uma marca clara de apoio a quem faz da cultura a sua vida e a sua forma de subsistência.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.