Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Parceria de programação entre a 16ª edição da MONSTRA e a 10ª FESTA DO CINEMA ITALIANO

Waterwalls.png

 

 

A Itália é o país convidado da próxima edição da MONSTRA, que acontece em Lisboa, entre 16 e 26 de março. A programação do Festival homenageia a produção cinematográfica italiana clássica e contemporânea, numa colaboração com a 10ª FESTA DO CINEMA ITALIANO e o Instituto Italiano de Cultura de Lisboa.

Esta parceria de programação entre festivais acontece também na 10ª FESTA DO CINEMA ITALIANO, com a MONSTRA a programar a secção Piccolini deste ano da FCI, numa colaboração assinalável entre eventos da mesma área.

Diversos realizadores, músicos, curadores e autores italianos vêm a Lisboa, tais como Bruno Bozzetto, Luca Raffaelli, Andrea Martignoni, Enzo D'Alò, Giannalberto Bendazzi e Cosimo Miorelli, entre muitos outros.

Na abertura do Festival, a 16 de março, é apresentada uma retrospetiva de Gianluigi Toccafondo, autor do cartaz do Festival nesta edição de 2017, e um excerto da obra mais aclamada do realizador Bruno Bozzetto, "Allegro Non Troppo", inspirada no clássico "Fantasia" de Walt Disney, que vai estar presente na cerimónia. Bozzetto é homenageado pela MONSTRA, com uma retrospetiva da sua obra, num conjunto de 16 curtas-metragens e três longas. "Mister Tao", "Grasshoppers","Mr.Rossi’s Dreams" ou "West&Soda" serão algumas das suas obras de referência exibidas. No programa DokAnim, "Bozzetto Non Tropo", documentário animado de Marco Bonfati, recupera o mundo deste autor, dando-nos a conhecer o seu trabalho e o seu quotidiano.

As restantes retrospetivas dedicadas a Itália focam ainda as obras de Julia Gromskaya e Simone Massi, bem como duas longas de Enzo D'Alò. Este último apresenta o seu mais recente filme no Festival, "Pinocchio", de 2012, inserido num programa que recupera diversas versões desta narrativa clássica, em exibição na Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema.

O programa Animação Italiana Contemporânea apresenta-nos três sessões curadas por Andrea Martignoni, que traçam uma visão geral do estado da arte. Luca Raffaelli é o curador de Animação Italiana Hoje, programa que se debruça sobre a necessidade de inovar através das potencialidades da curta de animação. Já na História da Animação, curado por Giannalberto Bendazzi, recupera clássicos da animação Italiana.

Ainda no âmbito da parceria de programação estabelecida com a 10ª FESTA DO CINEMA ITALIANO, é exibida a longa-metragem "East End", obra de 2014 da autoria de Giuseppe Squilacci e Luca Scanferla.

Nas atividades paralelas da MONSTRA, destaque para quatro exposições focadas na produção do país convidado. "Fotogramma Per Fotogramma", exposição curada por Paola Bristot, estará patente na Sociedade Nacional de Belas Artes de 14 de março a 15 de abril, enquanto que no Cinema São Jorge e também na SNBA, serão expostas trabalhos de Bruno Bozzetto, Simone Massi e Julia Gromskaya, e Enzo D'Alò, de 16 de março a 15 de abril. Estas exposições percorrerão ambos os Festivais, abrindo com a MONSTRA, a 16 de março e encerrando com a conclusão da 10ª FESTA DO CINEMA ITALIANO, a 15 de abril.

Andrea Martignoni, Enzo D’Alò, Giannalberto Bendazzi serão também responsáveis por vários workshops e masterclasses durante esta MONSTRA.

A 16ª edição da MONSTRA - Festival de Animação de Lisboa, decorre entre 16 e 26 de março no Cinema São Jorge, Cinema Ideal, Cinema City de Alvalade e Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema e a 10ª FESTA DO CINEMA ITALIANO decorre de 5 a 13 de abril, simultaneamente, em Lisboa (Cinema São Jorge, UCI El Corte Inglés e Cinemateca Portuguesa - Museu do Cinema), Porto (Teatro Rivoli e UCI Arrábida 20), Coimbra (Teatro Académico Gil Vicente), Almada (Fórum Municipal Romeu Correia) e Setúbal (Cinema Charlôt).