Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Passatempo ORIENTE-SE - Festival de Teatro

O Blog Cultura de Borla em parceria com o TEATRO CONTRASENSO tem bilhetes duplos para  A MANSÃO  no TACCO – Teatro Amador do Círculo Católico de Operários para o dia 13 de outubro aos primeiros leitores que de 5 em 5 participações:

- enviem um mail para culturadeborla@sapo.pt com a frase "Eu quero ver A MANSÃO com o Cultura de Borla" com nome, BI e nº de telefone.

 

ATENÇÃO

Só é aceite uma resposta válida por endereço de e-mail e por concorrente pelo que não adianta enviar mais do um e-mail.

Excepto em casos de força maior que deverão ser atempadamente comunicados através do email culturadeborla@sapo.pt, contamos que os participantes aproveitem os bilhetes que ganharam, portanto concorra apenas se tem a certeza que pode estar presente.

Reservamo-nos o direito de excluir de futuros passatempos todos os que não procederem desta forma.

39986153_2069486946637113_8148229662674255872_n.jp

 

 

ORIENTE-SE – Festival de Teatro | 6 de Outubro a 3 de Novembro

 

Comédia no segundo dia

do ORIENTE-SE – Festival de Teatro Amador

 

 

A Mansão

13 de Outubro | 21h30

TACCO – Teatro Amador do Círculo Católico de Operários

Vila do Conde

 

“A Mansão” é a segunda peça a ser apresentada no ORIENTE-SE – Festival de Teatro Amador, no dia 13 de Outubro, às 21h30, no Auditório Fernando Pessa. O TACCO – Teatro Amador do Círculo Católico de Operários, de Vila do Conde, traz a Lisboa uma comédia de autoria do brasileiro André Domicciano que promete contagiar com gargalhadas o público do Festival.

O ORIENTE-SE teve início no dia 6 de Outubro e prolonga-se até 3 de Novembro, acolhendo cinco grupos oriundos de várias zonas do País. O anfitrião deste Festival é o Teatro Contra-Senso, grupo de teatro amador, sediado em Marvila.

O actor Marcantonio del Carlo é o Padrinho da segunda edição do ORIENTE-SE.

 

A MANSÃO

 

Olívia de Gusmão, uma viúva rica e influente, pretende casar rapidamente a sua única filha. Entretanto, a sua meia irmã, o seu advogado, o casal de criados metediços e o pretendente vigarista pretendem meter a mão na sua fortuna. Mas não será assim tão fácil. Há contornos inesperados que tornam esta história uma grande confusão.

“A Mansão”, escrita pelo actor e dramaturgo brasileiro André Domicciano, é uma comédia cheia de peripécias e de personagens hilariantes.

 

90 min. | M/12

 

 

Historial do Teatro Amador do Círculo Católico de Operários

 

O TACCO – Teatro Amador do Círculo Católico de Operários – é uma pedra basilar nas actividades do Círculo Católico de Operários (CCO), uma associação cultural centenária de Vila do Conde. A tradição do teatro amador no CCO é certamente das mais antigas em Portugal. A primeira referência ao teatro do CCO surge em 1909, com o Grupo Dramático, dirigido durante muitos anos por José Maria Pereira Sobrinho, pai de José Régio. Em 2011, o TACCO renasce com uma nova força e apresentando-se um pouco por todo o país. Em 2016, lançou o festival de teatro amador FesTacco, que tem levado a Vila do Conde o melhor que se faz nesta área, em Portugal.

 

Ficha técnica e artística

Texto: André Domicciano | Encenação: Afonso Carvalho | Interpretação: Helena Santos, Bárbara José, António Ramalho, Vítor Rebelo, Carolina Flores Lopes, Ana Almeida, Afonso Carvalho, Luís Almeida, Paula Ramos, Afonso Ferreira, Domingos Almeida | Luz e Som: Óscar Silva | Cenografia: Domingos Almeida | Figurinos e Caracterização: Daniela Carvalho | Adereços: TACCO | Fotografia: João Brites

 

ORIENTE-SE – Festival de Teatro Amador

Sábados | 6 de Outubro a 3 de Novembro

Auditório Fernando Pessa

Rua Ferreira de Castro

1900-697 Lisboa

 

Metro: Bela Vista

Autocarros: 755, 794

Coordenadas GPS: N 38.7504466 W -9.1202096

 

Bilhetes: 3€ | Grátis até aos 3 anos

Não é permitida a entrada após o início do espectáculo.

 

Reservas

E-mail: reservas@contrasenso.com

SMS: 96 245 11 19 - 91 521 80 02

 

 

PROGRAMA

ORIENTE-SE – Festival de Teatro Amador

 

6 de Outubro | 21h30

Lusíadas?

TAP – Teatro Amador de Pombal

Pombal

 

13 de Outubro | 21h30

A Mansão

TACCO – Teatro Amador do Círculo Católico de Operários

Vila do Conde

 

20 de Outubro | 21h30

Morrer Devagar

Teatro Vitrine

Fafe

 

27 de Outubro | 21h30

A Repartição

Teatro Coelima

Guimarães

 

3 de Novembro | 21h30

OPUS

Ajidanha

Idanha-a-Nova