Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Pendença sem mercê de querer beber sem ter o quê em cena no Teatro Municipal Joaquim Benite

image001 (2).jpg

 

image002 (2).jpg

 

Pendença sem mercê de querer beber sem ter o quê, a partir de Anrique da Mota e de Gil Vicente, e de composições anónimas d’0 cancioneiro popular português, com encenação de Miguel Sopas, estará em cena na sala experimental do Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada, nos dias 18 e 19 de Março, Sexta-feira e Sábado, às 21h30. O espectáculo é uma produção do Teatro Língua.

 

A poesia menor de Anrique da Mota, a sua Lamentação do clérigo e o Pranto de Maria Parda, de Gil Vicente, são os textos que dão forma às três jornadas que compõem este espectáculo, através do qual se pretende explorar a temática do vinho e da sua carência como metáfora da crise e da pobreza material e espiritual. No entanto, para além do contributo dos dois autores que há muito disputam a paternidade do teatro português, outros textos serão resgatados do nosso universo literário quinhentista, a fim de completar o trajecto por um universo poético e dramático pouco trabalhado nos palcos nacionais. Por outro lado, a encenação aposta em linguagens cénicas próximas do teatro físico, do gesto e das máscaras, pondo em relevo o trabalho do actor e a antiguidade do conceito de “jogo teatral”.

 

Miguel Sopas é actor, encenador e professor. Iniciou o seu percurso artístico em 1998, no Teatro Amador de Pombal, tendo concluído posteriormente um bacharelato e uma licenciatura em Teatro, na Escola Superior de Teatro e Cinema, e uma pós-graduação em Filosofia. Como actor, já trabalhou com encenadores como Rogério de Carvalho, Graeme Pulleyn, Ana Tamen e Claudio Hochman. Como encenador, já levou à cena o Pranto de Maria Parda, de Gil Vicente, Diógenes, de Pablo Albo, e Guerras do Alecrim e Manjerona, de António José da Silva.

 

 

 

FICHA ARTÍSTICA

 

 

Intérpretes Ana Teresa Santos, José Mateus, José Redondo, Luís Moreira, Pedro Filipe Mendes e Miguel Sopas (voz off)

 

Assistência de encenação Alice Medeiros

 

Apoio dramatúrgico Fernando Villas-Boas

Apoio vocal Luís Moreira

Cenografia Ana Limpinho

Figurinos e caracterização Sílvia Lousada

Adereços Stéphane Alberto

Desenho de luz Alexandre Costa

Sonoplastia Carlos Nascimento

Produção executiva Inês Pereira

 

TMJB | SALA EXPERIMENTAL | M/12 18 e 19 MAR | SEX e SÁB às 21H30 PREÇO: 5€ a 10€

RESERVAS: +351 212 739 360 COMPRAR: http://cta.bilheteiraonline.pt/

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.