Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Pintura de Maria Lina Ambrósio para apreciar no Auditório de Pinhal Novo

Exposição.jpg

Até 30 de novembro, visite a Exposição de Pintura “Mãos que falam, mãos que criam”, de Maria Lina Ramos Ambrósio, patente no Auditório Municipal de Pinhal Novo - Rui Guerreiro, com entrada gratuita.

O trabalho da artista é marcado pela sua visão interior, que depois transporta para a tela, através da sua sensibilidade, tendo a natureza como fonte principal de inspiração.

Maria Lina Ramos Ambrósio nasceu em Lisboa, a 21 de março de 1947. Licenciou-se em Pintura na Escola de Belas Artes, em Lisboa. Viveu vários anos em Benguela, Angola, onde foi Professora.

De volta a Portugal, após a independência em 1979, foi convidada a trabalhar em Lisboa como Desenhadora, no Departamento de Projetos Hídricos da empresa Hidroprojecto. Fixou residência em Cascais, em 1981. Voltou à atividade docente em 1987, em várias escolas da área de Lisboa, e reformou-se em 2012.

Desde sempre pintou quadros a óleo, utilizando e explorando uma grande diversidade de técnicas. Produziu várias obras utilizando acrílico, pastel, materiais reciclados e vitral. Já realizou várias exposições individuais e participou em mostras coletivas, tanto em Portugal como em Benguela.

Organizada pela Câmara Municipal de Palmela, a Exposição pode ser visitada de terça a sexta-feira, das 10h00 às 19h00, e aos sábados, das 14h00 às 19h00 (encerra aos feriados).