Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Pintura e Desenho de Isabel Baraona em exposição no Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo, de janeiro a março de 2022

Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo, Évora

Caminhar e desenhar: oráculos e ladainhas, de Isabel Baraona

 

MNFMC_Isabel_Baraona_convite.png

Exposição patente de 22 de janeiro a 13 de março de 2022

 

O Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo (MNFMC), em Évora, pré-inaugura institucionalmente na próxima sexta-feira, dia 21 de janeiro, às 16:30, a exposição Caminhar e Desenhar: oráculos e ladainhas, de Isabel Baraona. A inauguração geral será no dia 22 de janeiro, às 15:30. A mostra fica patente ao público de 22 de janeiro a 13 de março de 2022.

A Virgem do Paraíso pertencente ao Museu de Arte Sacra da Sé de Évora é um dos motes desta exposição temporária de Pintura e Desenho. Trata-se de uma Nossa Senhora com o Menino do séc. XIV que se abre em retábulo, revelando vários momentos da vida da Virgem. É uma escultura de vulto em marfim, do séc. XIV, atribuída às oficinas de Paris, que reza a lenda terá sido oferecida por dois anjos a Isabel Afonso, vizinha do Convento do Paraíso.

As diversas Virgens que se podem contemplar no MNFMC também entretiveram o olhar da artista plástica, o seu pensamento e as suas mãos. É um tema pelo qual Isabel Baraona se tem interessado, dada a sua ligação ao feminino e ao sagrado, e que nesta mostra se expressa de modo visceral através de um conjunto de painéis de amplo formato, cerca de seis desenhos de dimensão média, a par de desenhos de pequena dimensão nas vitrinas.

Isabel Baraona licenciou-se em Pintura em La Cambre (Bélgica), doutorou-se em Artes Visuais e Intermedia na Universitat Politècnica de València (Espanha) e fez um pós-doutoramento na Université de Rennes 2.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.