Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

POESIA NO MUSEU 2016: última sessão

Quarta, 15 de Junho, pelas 19h, ‪#‎EntradaLivre‬

POESIA NO MUSEU

 

A próxima e última conferência do Ciclo POESIA NO MUSEU 2016 será conduzida pela professora Clara Rowland sobre o poeta

 

CICLO%20POESIA%2015%20JUNHO.jpg

 

Carlos Drummond de Andrade. O ciclo regressa em 2017!

 

Sinopse da sessão:
A partir de um verso de “Cantiga de Enganar” – o mundo não vale o mundo – procuraremos nesta sessão estabelecer uma ligação, através da leitura de seis ou sete poemas, pouco e muito conhecidos, de Carlos Drummond de Andrade, entre a repetição de palavras e a possibilidade de se descrever a poesia como um modo de fazer mundos. Clara Rowland

 

Clara Rowland é professora auxiliar no Departamento de Literaturas Românicas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e investigadora do Centro de Estudos Comparatistas da mesma instituição. Desenvolve o seu trabalho nas áreas da literatura brasileira, da literatura comparada e dos estudos interartes. O seu livro A Forma do Meio: Livro e Narração na Obra de João Guimarães Rosa foi publicado pela Editora da UNICAMP em 2011. Coordena, no Centro de Estudos Comparatistas, o projecto de investigação Falso Movimento – estudos sobre escrita e cinema.

 

 

A Poesia no Museu é um ciclo organizado pelo Museu da Música e comissariado por Helena Miranda e Sebastião Belfort Cerqueira que vai já no seu quarto ano. Consiste em várias conferências, habitualmente ilustradas com leitura de poemas, sobre poetas ou assuntos relacionados com poesia. Na edição de 2016 contámos com seis conferencistas: Miguel Tamen, João Figueiredo, Maria Filomena Molder, António Feijó, Pedro Madeira e Clara Rowland. As sessões, apresentadas por Sebastião Belfort Cerqueira, duram aproximadamente 60 minutos e decorrem no Museu da Música às quartas-feiras, sempre às 19:00 h, com entrada livre.