Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

POESIA NO MUSEU 2017 - Miguel Tamen, 18 de Janeiro | Entrada Livre | MUSEU NACIONAL DA MÚSICA

poesia no museu geral certo.jpg

 

PROGRAMA DO V CICLO POESIA NO MUSEU (2017)


18 de Janeiro - Miguel Tamen - João de Deus
22 de Fevereiro - Carla Quevedo - Sweeney Todd
15 Março - António Feijó - Orpheu e Presença
5 de Abril - Frederico Lourenço - São Paulo, poeta
3 de Maio - João R. Figueiredo - António Bôtto

17 de Maio - José Carlos Araújo - Plínio-o-Moço e a Poesia
7 de Junho - Gustavo Rubim - Camilo Pessanha

 

 

Poesia no Museu é um ciclo de conferências sobre poetas ou assuntos relacionados com poesia que vai já no seu quinto ano. 

 

 

1ª Sessão: 18 de Janeiro, pelas 19h | Entrada Livre

 

MIGUEL TAMEN sobre JOÃO DE DEUS 

 

Miguel Tamen é Director do Programa de Teoria da Literatura na FLUL e Professor Catedrático. PhD University of Minnesota.
Estudou na Universidade de Lisboa (L, 1982; M, 1985; Agregação, 1995) e na University of Minnesota (D, 1989). É também membro do Departamento de Literaturas Românicas da primeira destas universidades. Foi, entre 2000 e 2014, professor visitante na University of Chicago, e ainda senior fellow no Stanford Humanities Center (2003/4) e no National Humanities Center (2010/11). Os seus interesses incluem filosofia e literatura. Escreveu seis livros, entre os quais Friends of Interpretable Objects (2001) e What Art Is Like, In Constant Reference to the Alice Books (2012). É colunista regular na revista Common Knowledge e colunista semanal no jornal Observador.

 

Sinopse da Sessão: 'João de Deus (1830-1896) foi o primeiro de uma longa linhagem de poetas portugueses a quem se poderia aplicar o título, em Portugal inexistente, de Poeta Laureado. Está, como os herdeiros desse título, sepultado no Panteão Nacional. Foi autor de uma Cartilha que representou para várias gerações a ideia de literacia. Fragmentos dessa cartilha e de poemas seus são ainda lembrados, às vezes de forma truncada. Irá ser tratado como poeta por mérito próprio: serão lidos vários poemas seus que mostram esse mérito.' Miguel Tamen