Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

“Portugal Sou Eu” volta a apoiar o cinema português

 

O “Portugal Sou Eu” volta a apoiar o cinema português e o que de melhor se faz em Portugal nas artes cinematográficas, marcando presença, pelo terceiro ano, na cerimónia de entrega dos Prémios Sophia, que se realiza no dia 22 de março, no CCB, sob a responsabilidade da Academia Portuguesa de Cinema.

A produção cinematográfica nacional tem estado no seu melhor, fazendo com que esta parceria entre o “Portugal Sou Eu” e a Academia Portuguesa de Cinema – não só através dos Prémios Sophia mas também noutras atividades da Academia – contribua para o alargamento da divulgação do programa, dando a conhecer a qualidade e a inovação dos produtos e serviços com o Selo.

Sob o lema “Acreditar em Portugal começa comigo”, o “Portugal Sou Eu” criou um mural (www.portugalsoueu.pt) onde todos os portugueses podem “postar” uma fotografia e “dar a cara pelo nosso País”.

No âmbito desta iniciativa, durante a cerimónia dos Prémios Sophia, o “Portugal Sou Eu” vai desafiar as figuras públicas presentes a “dar a cara” pelo programa, com a colocação da sua imagem no mural, participando, assim, num movimento que é de todos e para todos os portugueses.

São já várias as figuras públicas de diversos quadrantes da sociedade portuguesa que aceitaram o convite do Ministério da Economia para serem Embaixadoras do projeto. Através dos seus testemunhos e da presença em eventos, os 18 Embaixadores do “Portugal Sou Eu” (Carlos Coelho, Carolina Piteira, Cláudia Vieira, Cristina Ferreira, Cuca Roseta, D.A.M.A, Fátima Lopes, Fernanda Freitas, Fernando Gomes, Henrique Sá Pessoa, Júlio Isidro, Júlio Magalhães, Justa Nobre, Luís Buchinho, Luís Onofre, Nelson Évora, Rosa Mota e Vítor Sobral) têm contribuído, através da participação em ações diversas, para sensibilizar e divulgar a iniciativa por todo o país.

Sobre o “Portugal Sou Eu”

O programa “Portugal Sou Eu” foi lançado em Dezembro de 2012 pelo Governo de Portugal  para melhorar a competitividade das empresas portuguesas, promover o equilíbrio da balança comercial, combater o desemprego e contribuir para o crescimento sustentado da economia.

No portal www.portugalsoueu.pt estão registadas mais de 1.500 empresas nacionais, cujos produtos ou serviços estão em processo de qualificação.

O Selo “Portugal Sou Eu” é atribuído aos produtos e serviços com base em critérios de incorporação nacional, marcas e patentes, emprego nacional e valor acrescentado para o país.

O programa valoriza, através do Selo, produtos, serviços e artesanato. Já a atribuição do Estatuto “Estabelecimento Aderente Portugal Sou Eu” destina-se  às empresas do comércio, restauração e afins que comercializam produtos “Portugal Sou Eu”. O “Selo” e o “Estatuto Estabelecimento Aderente” são uma mais-valia competitiva, uma vez que identificam a produção nacional, estimulam o reconhecimento e a valorização dos produtos e dos serviços de origem portuguesa e permitem aos consumidores fazerem uma escolha informada.

O “Portugal Sou Eu” tem financiamento do programa Compete 2020 e é gerido por um Órgão Operacional formado pela Associação Empresarial de Portugal (AEP), Associação Industrial Portuguesa-Câmara de Comércio e Indústria (AIP-CCI), Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP), Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED), Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) e pelo IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, IP, a quem compete coordenar este mesmo órgão.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.