Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Programação Cultural Abril

Programação Cultural

Abril

 

 

ARTES PERFORMATIVAS: Música, Dança e Teatro

 

 

7 abril / 15h00

AURPIL – Lavradio

Concerto da Primavera - Coro B Voice e Coro Mini TAB

Público-alvo: familiar

Promotor: Coro dos Trabalhadores das Autarquias do Barreiro

 

 

29 abril / 15h00 - 20h00

CDIR 31 de Janeiro "Os Celtas"

Comemorações do Dia Mundial da Dança

Organização: Clube Dramático Instrução e Recreio 31 de Janeiro "Os Celtas"

                              

29 abril (Dia Mundial da Dança)/ 16h00

que revelam a genialidade dos seus criadores – compositores e coreógrafos – perpetuando o seu legado.

 

 

ARTES VISUAIS: Exposições e Cinema

 

De terça a sábado, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00

Espaço Memória

Exposição permanente ‘Barreiro, Memória e Futuro”

Um convite para conhecer a História do território do Barreiro e das suas gentes.

Público em geral

Visitas Guiadas mediante marcação para o número 21 206 81 85. Entrada livre.

Espaço Memória da Câmara Municipal do Barreiro | Rua 17, nº 10 | Parque Empresarial do Barreiro

2830-571 Barreiro

 

13 abril a 20 maio

Inauguração no dia 13 de abril às 18h00

Auditório Municipal Augusto Cabrita

Exposição de artes visuais de alunos da Escola Secundária de Casquilhos

Evocação do centenário da publicação da revista

PORTUGAL FUTURISTA 1917-2017

A revista “Portugal Futurista”, cujo número único foi publicado em novembro de 1917, pretendia ser a voz do autodesignado Futurismo português.

A este grupo pertenciam os “artistas e poetas futuristas” do grupo de Orpheu, Almada Negreiros, Amadeo de Souza-Cardoso, Santa-Rita Pintor, Fernando Pessoa, Mário de Sá-Carneiro e Raul Leal, entre outros, que participaram na revista com poemas e textos críticos.

Para além deles, a revista apresentava também colaborações de individualidades proeminentes do Futurismo internacional, tais como Marinetti, Boccioni, Apollinaire e Blaise Cendrars, entre outros.

Após a sua distribuição nas bancas em Lisboa, todos os exemplares da revista foram apreendidos pela polícia a pretexto da “linguagem despejada” utilizada por Almada Negreiros no texto “Saltimbancos”.

Para além de textos de crítica artística e literária, a revista incluía seis obras plásticas de Santa Rita Pintor e Amadeo de Souza-Cardoso reproduzidas a preto e branco.

Para evocar o centenário da publicação de “Portugal Futurista”, alunos de artes visuais da Esc. Sec. de Casquilhos recriam estas obras nos seus materiais originais, enquadrando-as noutras obras significativas dos “futuristas” portugueses que marcaram aquela época do Modernismo nacional.

Público-alvo: Geral

Entrada Livre

Organização: Câmara Municipal do Barreiro

 

Até 20 maio

Auditório Municipal Augusto Cabrita

“Histórias cruzadas com palavras” | Exposição de ilustração e pintura de Evelina Oliveira

cartaz A4.jpg

 

A Ilustrações de Evelina Oliveira contém toda uma carga performativa que as liga indissoluvelmente a uma ideia de movimento, ação, conflito e materialização de forças invisíveis; são uma criação individual, mas existem para ser apreciadas por todos. Nelas lemos sentimentos e emoções de todo o tipo que nos devolvem imagens de nós próprios, quer enquanto seres individuais e únicos, quer enquanto sociedade que partilha um património mental, espiritual e material comum.

Evelina mostra-nos nesta exposição uma obra cheia de viagens por outros mundos e com uma enorme capacidade de efabulação. O resultado está ao alcance dos nossos olhos, das nossas mãos e da nossa sensibilidade. Refiro-me às maravilhosas metáforas visuais a que a artista nos tem acostumado, mas também à enorme versatilidade que caracteriza essas metáforas e que é transversal a toda a sua obra. Evelina Oliveira desenha, pinta, corta, cola, inventa texturas.... e também entra, com um domínio perfeito, no universo do tridimensional, quer na construção das personagens, quer na sua execução artística, e o exemplo disso é esta exposição, que nos faz entrar em mundos mágicos e abraçar a natureza das coisas que estão para além do que os nossos olhos vêm.

Público-alvo: Geral

Entrada Livre

Organização: Câmara Municipal do Barreiro

 

Até 20 maio

Auditório Municipal Augusto Cabrita

ACIMA DO CHÃO – do underground ao primeiro piso | Exposição artes plásticas da ADAO

Existem lugares que ganham a sua identidade através do que se passa por dentro, pelas múltiplas alternativas que se vão pensando e desenvolvendo nos seus movimentos. É o chão que sustenta todos os diferentes caminhos que por lá se cruzam. Da panóplia de hipóteses que nascem da ADAO, são muitas aquelas que nos transportam para outros universos, que nos interrogam e que falam por si.

Esta exposição parte de uma ideia de querer acoplar as diferentes visões dos artistas da associação; aqueles que ocupam as suas paredes, o chão e teto e que fazem pensar quem por lá passa. Pela abrangência de expressões distintas, criam-se sempre novas relações com o espaço, novas perguntas respondidas pelas diferentes linguagens, criam-se diálogos, eliminam-se preconceitos, nascem ideias.

A ADAO tornou-se um polo underground criativo, que se projeta muito para além da cidade que a acolhe, o Barreiro. Todos os artistas presentes nesta exposição são, em primeira instância, chaves do desenvolvimento artístico da associação. Mesmo assim, a ADAO alberga muitos mais artistas, para além dos aqui representados, sendo esta exposição apenas uma parte de um todo que é criado todos os dias. É com prazer que transporta o seu espírito para o primeiro piso do AMAC e que, num formato mais convencional, ocupa as suas paredes e chão.

Público-alvo: Geral

Entrada Livre

Organização: Câmara Municipal do Barreiro

 

De 20 de abril a 4 de maio

Cooperativa Cultural Popular Barreirense

Exposição dos Lenços da Liberdade | Exposição de lenços bordados

Mostra de bordados regionais realizados por alunos da UTIB, sob a coordenação da Formadora Brázia Monteiro, sobre a temática da liberdade.

Público-alvo: Geral

Entrada Livre

Organização: Câmara Municipal do Barreiro

 

CONHECIMENTO: Visitas, encontros, lançamentos de livros, debates e formações

 

 

7 e 8 abril / 10h30 - 12h30 e 14h30 - 16h30

Dia Nacional dos Moinhos

Moinho de Vento Nascente de Alburrica, aberto para visitas

Inscrição gratuita

Posto de Turismo
Terminal Rodo-Ferro-Fluvial do Barreiro (loja nº 10)
Tel. 21 206 82 87
E-mail: postodeturismo@cm-barreiro.pt

Horário: 3ª a sábado, das 9h30 às 13h00 e das 14h30 às 18h00

 

7 abril / 15h30

Espaço Memória

Lançamento da coleção de pacotes de açúcar ‘Moinhos do Barreiro’, com imagens emblemáticas do Património Moageiro.

Dia Nacional dos Moinhos

População em geral

Entrada Gratuita

Espaço Memória da Câmara Municipal do Barreiro | Rua 17, nº 10 | Parque Empresarial do Barreiro

2830-571 Barreiro

 

14 de abril / 15h00

Auditório Municipal Augusto Cabrita

Comemoração do Aniversário do CORUTIB

O Grupo Coral da Universidade da Terceira Idade do Barreiro “CORUTIB” é um projeto, criado pela Câmara Municipal do Barreiro em 4 de abril de 2003, sob a direção da Maestrina Olga Panchenko. Para comemorar a efeméride realiza um concerto com a participação de vários grupos convidados.

Público-alvo: Geral

Duração: 90 m

Entrada Livre

Organização: Câmara Municipal do Barreiro

 

15 abril / 10h00 - 18h00

CDIR 31 de Janeiro "Os Celtas”

Baile da Primavera

Danças e desfile de roupas/acessórios alusivos à Primavera

Com a colaboração da Universidade da Terceira Idade do Barreiro (UTIB)

 

23 abril / 21h00

Biblioteca Municipal do Barreiro

“À Conversa com…Bruno Vieira Amaral”

Este “encontro” visa assinalar o Dia Internacional do Livro e dos Direitos de Autor

Público-alvo: geral | Entrada Livre

Organização: Câmara Municipal do Barreiro

 

30 abril / 15h00

Capela do Convento da Madre de Deus da Verderena

Tertúlia ao Encontro de … “Música de Intervenção”

Esta tertúlia, que consta de um conjunto de cerca de 12 encontros anuais, conta com o convidado José António Batata.

Público em geral

Entrada Livre

Organização: Câmara Municipal do Barreiro e grupo de alunos da UTIB

 

PARA OS MAIS NOVOS

 

07 abril/ 11h00

Biblioteca Municipal do Barreiro

Biblioteca Júnior

Histórias Vivas na Biblioteca pelo Arteviva “O Velho Moinho”

Uma fábula subordinada ao tema dos Moinhos com o objetivo de comemorar o Dia dos Moinhos

Duração: cerca de 1 hora

Público-alvo – crianças dos 3 aos 8 anos | Entrada livre sujeita à lotação da sala

Criação e Interpretação: Arteviva - Companhia de Teatro do Barreiro

Organização: Câmara Municipal do Barreiro

 

14 abril / 10h00

Biblioteca Municipal do Barreiro

Biblioteca Júnior

Ateliê de construção de “Caixinhas de cartão”

Animador: João Gomes

Público–alvo: famílias com crianças a partir dos 5 anos

Limite: 10 crianças e um adulto

Inscrições - 212068659

Organização: Câmara Municipal do Barreiro

 

21 abril / 11h00

Biblioteca Municipal do Barreiro

Biblioteca Júnior

Animação da leitura com a atriz Madalena Marques, “Greve”, de Catarina Sobral

Animação da Leitura com de ateliê de escrita e filosofia

O que é uma greve? Como é uma greve? Como nasce a greve? Somos nós que fazemos a greve ou a greve faz-se sozinha? Vamos lá colocar os pontos nos is e pôr o raciocínio na linha!

Criação e Interpretação: Madalena Garnier Marques

Duração: cerca de 1h30m

Público – alvo: famílias com crianças a partir dos 3 anos

Limite: 15 crianças e família

Inscrições – 212068659

Organização: Câmara Municipal do Barreiro

 

 

 

23 abril a 30 maio

Biblioteca Professor José Esteves e Espaço Entregerações – Convento de Madre de Deus da Verderena

Mostra “Educação no Estado Novo”

Exposição de livros, cadernos, malas e outros artigos escolares da época, usados em todas as escolas do País e que chamam a atenção para muitos pormenores daqueles anos.

Publico em geral

Entrada Livre

Organização: Câmara Municipal do Barreiro

 

28 abril / 11h00

Biblioteca Municipal do Barreiro

Biblioteca Júnior

Espetáculo de marionetas com António Rebocho “Histórias do 25 de Abril”

Criação e Interpretação: Maurício Rebocho

Duração: cerca de 1 hora

Público-alvo – infantil

Entrada livre sujeita à lotação da sala

Organização: Câmara Municipal do Barreiro

 

28 abril / 15h00

Espaço Memória

A Contar é que a gente se entende! com Leonor Tenreiro

No mundo das histórias, tudo é possível! Os animais falam, as princesas tropeçam, os sapos transformam-se em príncipes e os reis têm dores de dentes. Há meninas que conseguem voar e meninos que não tiram os pés do chão; há palácios feitos de areia e florestas cobertas de açúcar; há bruxas boazinhas e rainhas com cara de poucos amigos...

Público-alvo: M/3 anos

Duração: 45m

Ingressos: Gratuito

Organização: Câmara Municipal do Barreiro

 

 

 

 

CMB

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.