Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Próximos concertos Ciclo Mundos em Lisboa | James “Blood” Ulmer ,dia 15 julho e Ester Rada, dia 21 julho | Teatro da Trindade INATEL | Fundação INATEL e Festival Músicas do Mundo de Sines

image001 (2).jpg

 

A Fundação INATEL e a Câmara Municipal de Sines, através do FMM Sines - Festival Músicas do Mundo, iniciaram no dia 30 de junho uma parceria para divulgação de alguma da melhor música que se faz atualmente no mundo. O objetivo é gerar sinergias e oferecer ao público de todo o país uma oferta musical aberta, universalista e sintonizada com o nosso tempo.

 

No âmbito do Ciclo Mundos, serão apresentados vários concertos em palcos da fundação INATEL, nomeadamente, no Teatro da Trindade INATEL.

 

O primeiro evento, realizou-se no passado dia 30 de junho, num concerto duplo no Teatro da Trindade INATEL: Den Sorte Skole (Dinamarca) e Ana Tijoux (Chile).

 

Seguem-se neste mês, James “Blood” Ulmer (EUA), no dia 15 de julho, e Ester Rada (Israel / Etiópia), no dia 21 de julho, também no Teatro da Trindade INATEL.

 

Agosto é de Canzoniere Grecanico Salentino no dia 4, Jambinai no dia 11, Ballaké Sissoko & Vincent Ségal no dia 18 e Songhoy Blues no dia 25.

 

Despedimo-nos do verão, em setembro, com Kayhan Kalhor & Toumani Diabaté no dia 8, MetáMetá no dia 15.

image002 (2).jpg

 

CICLO MUNDOS INVADE LISBOA

 

António Chainho, Gisela João, Júlio Isidro, Carlos Alberto Moniz, Sebastião Antunes e Ana Tijoux no início do ciclo

 

Ana Tijoux na Gala de Apresentação do Ciclo Mundos no Parque de Jogos 1º de Maio INATEL

 

 

Talvez o maior medo do ser humano seja a sua maior motivação para fazer acontecer.

 

A Fundação INATEL volta a dar força, espaço e lugar à música tradicional portuguesa, mas desta vez abre também caminho à world music. O Ciclo Mundos dá o mote para a 18ª edição do Festival Músicas do Mundo com apresentação oficial no Parque de Jogos 1º de Maio e concertos no Teatro da Trindade INATEL. 

 

Foi ao pôr-do-sol, num ambiente intimista, tradicional e alentejano, que a Fundação INATEL e a Câmara Municipal de Sines iniciaram o Ciclo Mundos.

Um final de tarde ao som de vozes e guitarras portuguesas e com inesperadas, mas gratificantes, surpresas. 

 

Gisela João e Ana Tijoux juntaram-se a António Chainho, Sebastião Antunes e ao Grupo Coral Alentejano. Quando ninguém esperava a fadista Gisela João acompanhou a guitarra de Chainho, e Ana Tijoux fez o aquecimento do concerto com um tema inédito acompanhada apenas de uma guitarra. Foi a certeza de que o Ciclo Mundos faz sentido; foi sublime, de ficar num tempo e espaço único e intransponível. 

 

Francisco Madelino, Presidente da Fundação INATEL; Nuno Mascarenhas, Presidente da Câmara Municipal de Sines, e Carlos Seixas, diretor criativo do Festival Músicas do Mundo, deram, uma vez mais, a conhecer o propósito desta união entre entidades e revelaram, pela primeira vez, o vídeo oficial da 18ª edição do festival de Sines. 

 

Depois do pôr-do-sol, a noite começou com a eletrónica dos dinamarqueses Den Sorte Skole, mas foi com Ana Tijoux que o Teatro da Trindade INATEL ganhou uma nova dimensão. Durante uma hora e meia o público viajou até à cultura chilena, foram «Antipatriacas», gritaram e dançaram «Liberdad» e nem Ana Tijoux «Saca la Voz» a quem se deixou levar pela música dela. 

 

Os próximos concertos Ciclo Mundos já estão agendados para os dias 15 e 21 de julho, com James Bloom Ulmer e Ester Rada no Teatro da Trindade INATEL. Agosto conta com Canzoniere Grecanico Salentino, no dia 4 de agosto; Jambinai dia 11, Sissoko Segal dia 18 e Songhoy Blues no dia 25 agosto. 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.