Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

QUARENTENA_40 anos do Teatro O Bando

O Teatro O Bando comemora 40 anos. Palmela é um território de QUARENTENA.
De 1 a 26 de Outubro, de Quarta a Domingo às 20h, tem início uma viagem clandestina a um lugar onde não se pode voltar.
A tripulação é composta por 40 personagens que, saídas de outros espectáculos que fazem parte dos 40 anos do Bando, levam na bagagem as palavras de 40 escritores de língua portuguesa.

Estamos há um ano a preparar QUARENTENA. No dia 15 de Outubro de 2013 reunimos pela primei ra vez as 40 personagens em Vale dos Barris, Palmela. No dia 24 de Abril, os personagens ocuparam a TSF reinvindicando o direito à palavra; entre Maio e Julho, realizámos 6 concertos encenados em vários munícipios, levando 3 actores e 16 músicos à Moita, ao Montijo, a Almada, a Alcanena, a Alcobaça e a Palmela; em Junho convidámos mais de 200 crianças a preencher a cidade do Seixal, participando no grande evento a que chamámos IR E VIR ABRIL ABRIR.
Todas estas experiências culminam agora em Outubro, mês do nosso aniversário. De 1 a 26 de Outubro nos dias assinalados, os espectadores recebem um mapa que os levará a vários locais na vila de Palmela. Aí acompanharão as histórias destes personagens revoltados com o silêncio da realidade. De autocarro serão transportados até um lugar onde não se pode voltar. Ao longo de cerca de três horas, ouvirão histórias de personagens revoltados e apaziguados, resistentes e desistentes, deslumbrados e indiferentes. Para que conheçam todos os personagens, terão de visitar esta ilha de utopia duas vezes, num dia par, ou dia pessimista, e num dia ímpar, ou dia optimista. Porque há sempre mais que uma possibilidade. E porque alguns dias a luz é mais forte que a sombra e noutros dias a noite impõe-se à claridade.  

Garantimos que ao fim de 3 horas desta experiência partilhada, com 24 actores e 16 músicos, os espectadores serão devolvidos à realidade contaminada.

projecto QUARENTENA | filme NENHURES
Em paralelo com os ensaios para o espectáculo teatral estão a decorrer até dia 13 de Setembro em Vale dos Barris, as filmagens da longa-metragem NENHURES. A realização é de Amauri Tangará e de João Brites, numa co-produç� �o do Teatro O Bando com a Companhia de Artes do Brasil (Matogrosso). Na narrativa cinematográfica os personagens coexistem, por diferentes razões, num lugar onde os sonhos são reais e a vida não. A ficção dos personagens sobrepõe-se na tela à realidade dos actores.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.