Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Quem é quem em Simone, O Musical

Teatro Tivoli BBVA | Até 5 Novembro
Coliseu Porto | 10 e 11 Novembro
CAE Figueira da Foz | 17 e 18 Novembro

596_2700_1.jpg

 

Simone participa no musical que canta a sua vida e carreira. Um desafio para todos, um sucesso com provas dadas. Elegante, traça também um perfil da sociedade portuguesa das últimas décadas. 
Conheça o elenco e suas personagens.
#SimoneOMusical está em cena até Novembro! Esperamos por si!

 

SIMONE DE OLIVEIRA

 Chamo-me Simone e canto cantigas. Com esta frase resumo o que sou, o que é a minha carreira e vida, o que é Simone, O Musical. Agradeço a toda a equipa por este espectáculo, tão elegante e cuidado. A todos os que lhe dão vida, actores e cantores, presto a minha homenagem ao seu talento e à energia que colocam em cada apresentação. Agradeço ao público que nos aplaude, que nos acarinha. Quanto a mim, chamo-me Simone e canto cantigas. Na vida e no palco.

 

FF

 

Em Simone, o Musical começo por ser um admirador que a esperou em Santa Apolónia aquando da sua chegada da Eurovisão. Depois sou Henrique Mendes e vivo, em minutos, uma 'paixão proibida' que durou 7 anos. Por fim, aquele que a desafiou a cantar com a sua 'nova' voz, o Carlos do Carmo. Personagens reais e antagónicas cujo ponto convergente é inevitavelmente, até para mim, a nossa adorada Simone.

 

JOSÉ RAPOSO

 Estou a amar fazer parte da vida da nossa Simone, interpretando Varela Silva, Ary dos Santos e um travesti que a "imita". Neste projecto, realizamo-nos enquanto artistas e seres humanos, pois participamos numa homenagem a alguém que faz parte do nosso imaginário - ao seu lado! E isto é privilégio único! Participe nesta viagem fabulosa que é Simone, O Musical!

 

MARIA JOÃO ABREU

 

Em Simone, O Musical sou a Suzana, a assistente de camarim da Simone (a própria), a amiga, a confidente, a que começa por contar a sua história. Mas, também sou a Simone de meia idade, a que é retratada no teatro, nas cantigas e na sua relação com o actor Varela Silva. Confuso? Venha assistir ao espectáculo completo!

 

MARTA ANDRINO

 Sou uma das admiradoras que esperou Simone no seu regresso a Portugal após o Festival Eurovisão da Canção, em Madrid,  em 1969. Sou também uma mulher que surge para contar um momento menos feliz da sua vida e, ainda, uma colega dos tempos em que Simone fez muito teatro. Cantamos juntos a "Desfolhada", "Degrau em Degrau", "Apenas o Meu Povo”, entre tantos outros temas que marcaram a história da música em Portugal.

 

PEDRO PERNAS

 

Além de dar a palavra a David Mourão Ferreira, um dos poetas que escreveu para Simone, sou neste musical o que sou na vida: um grande admirador desta Grande Senhora. Seja um alentejano que a vem esperar a Santa Apolónia, seja uma “bicha” que a tem como ícone, no palco vivo as imensuráveis emoções que a sua força me provoca! Que privilégio é para mim estar neste grupo maravilhoso, liderado por uma Senhora maravilhosa. Tenho a certeza que para todos vós será um privilégio e um desfrute participar em tudo isto sentados na plateia. 

 

 

RUBEN MADUREIRA

 

Percorro a vida da nossa Simone dividindo-me em múltiplas personagens. Primeiro, o Mateus, um admirador nortenho que a espera em Santa Apolónia, na sua inesquecível chegada após a participação no festival em Madrid. Depois, no Cesário, um gay super fã que se cruza com ela aquando da sua perda de voz. Sou ainda o jovem poeta Ary dos Santos, que lhe canta a saudade que ecoará entre os dois através do intemporal poema "Sete Letras". Por fim, tenho o privilégio de partilhar a especial "Cocaína", olhos nos olhos, com Simone. É emocionante para mim poder fazer parte da grandeza desta viagem de emoções. Não percam!!

 

 

SALVADOR NERY

 

Uma das minhas personagens personifica o povo que se revoltou contra a posição que Simone tomou em relação aos filhos e ao ex-marido. Se a minha personagem falasse diria: Faço-me valer pelos bons valores da família e da disciplina. Jamais aceitarei que me digam que "Quem faz um filho fá-lo por gosto". Quem o diz não tem qualquer respeito pela ordem e pelo papel da mulher na sociedade. Não estou a falar alto, não. Aponto o dedo directamente para a vergonha que é a Simone de Oliveira. Esta artista que representou Portugal no estrangeiro enquanto afirmava que as mulheres são umas devassas. Uma mãe de filhos... Não há direito! A mulher devia estar calada. Se puder acabar com ela, fá-lo-ei. Precisamos de ordem!

 

SISSI MARTINS

 

Quem faz um filho fá-lo por gosto!! A frase que moveu montanhas de sentimentos nesta Simone! A jovem que aceitou dizer as palavras dos poetas que outros não arriscariam! Fazer a Simone é entrar num vulcão e sair sempre a sorrir!! A Susana é um alter-ego da Simone, acompanha-a ao longo da vida e é pelos seus olhos que as memórias de uma Simone renascem para viver a história desta mulher por quem a Susana tem o maior amor, quase de mãe, irmã, de amiga!

 

SORAIA TAVARES

 

Faço várias personagens que passaram por esta história. Mas vou destacar a bisavó Trindade de Simone de Oliveira. A Simone tem origens africanas e para mim é um privilégio, e uma responsabilidade, enorme poder interpretar esse momento, ainda por cima com a própria biografada em palco. Convido-vos a vir conhecer esta história, que para além de forte é muito inspiradora. 

 

 

 

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.