Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Regressa ao Porto a mostra de cinema que nos faz pensar a Europa

transferir (22).jpg

 


A Europa 61 - Semana do Cinema Europeu está de regresso à cidade do Porto. Entre 23 e 29 de Setembro, a segunda edição da mostra de cinema europeu ocupará as salas do Cinema Trindade. Uma seleção de 13 filmes, oriundos de 13 países distintos, pretende refletir não só as preocupações imediatas de uma Europa em contexto pandémico, mas também todas as suas transformações de base, sejam políticas, económicas ou sociais. 

 

transferir (23).jpg

 



Em 2019, a primeira edição da Europa 61 partia da questão “existimos verdadeiramente enquanto europeus?”. Dois anos e uma pandemia depois, a interrogação mantém-se oportuna. No continente, muitas coisas estão diferentes, mas nada de essencial mudou. Se, por um lado, a ideia de uma Europa aberta e progressista nos oferece oportunidades, encontros e descobertas, aumentam, por outro lado, as crispações e os conflitos sociais, muitas vezes associados a uma crescente narrativa de estranheza perante o outro. Enfrentamos os mesmos desafios económicos, as sucessivas questões relacionadas com a imigração e a diversidade cultural, a gentrificação provocada pela migração interna, a falta de perspetivas que impera dentro da população mais jovem, ou a evidente dificuldade em debater os traumas de um passado histórico ainda recente. Temas que, de uma forma ou de outra, estão presentes em muitos dos 13 filmes selecionados para o  programa deste ano, com a curadoria de Carlos Nogueira. 

Do realizador espanhol Jonás Trueba, “A Virgem de Agosto” marca a abertura da mostra, no dia 23 de Setembro, às 21:30. A obra, que integrou a lista de 10 Melhores Filmes de 2020 para a Cahiers du Cinéma e foi nomeado para Melhor Filme Estrangeiro nos Césars do mesmo ano, é um filme-diário íntimo sobre uma mulher em busca de revelações, que se deixa levar pelos encontros e reencontros que uma cidade como Madrid - aqui filmada por Trueba com uma clara devoção - lhe proporciona. Na sessão de encerramento, às 21:30 do dia 29 de setembro, será exibido “Não Voltará a Nevar”, da dupla polaca Małgorzata Szumowska e Michał Englert. Tendo passado por diversos festivais europeus como Veneza e Sevilha, o filme explora alguns medos e fantasmas da Europa atual, confrontando-nos com a iminência de um apocalipse que, graças à imaginação, fantasia e humor com que os realizadores polvilham o filme, acaba por nunca chegar. Que assim seja. 

A II Semana de Cinema Europeu é organizada pela Representação da Comissão Europeia em Portugal, pela EUNIC-Portugal, rede constituída pelos institutos nacionais de cultura e por algumas embaixadas da União Europeia, e pela Embaixada Britânica em Lisboa. 

A mostra decorre entre 23 e 29 de setembro de 2021, no Cinema Trindade, no Porto. Serão exibidos filmes de 13 países diferentes - Alemanha, Áustria, Bélgica, Chéquia, Espanha, França, Hungria, Índia (país convidado), Irlanda, Itália, Luxemburgo, Polónia, Reino Unido. Todas as sessões têm entrada gratuita mediante o levantamento de bilhete.


PROGRAMA

A ESTREIA, DE ALEJANDRO FERNÁNDEZ ALMENDRAS 
Chéquia, 2019, ficção, 93’

A RAPOSA NA TOCA, DE ARMAN T. RIAHI
Áustria, 2020, ficção, 103’

A SOMBRA DA VIOLÊNCIA, DE NICK ROWLAND
Irlanda, 2019, ficção, 100’

A VIRGEM DE AGOSTO, DE JONÁS TRUEBA
Espanha, 2019, ficção, 125’

AS COISAS QUE DIZEMOS, AS COISAS QUE FAZEMOS, DE EMMANUEL MOURET
França, 2020, ficção, 122’

CAMARADA DRAKULICH, DE MÁRK BODZSÁR
Hungria, 2019, ficção, 95’

CONTOS DO RIO, DE JULIE SCHROELL
Luxemburgo, 2020, documentário, 82’

GHOST TROPIC, DE BAS DEVOS
Bélgica, 2019, ficção, 85’

ISCO, DE MARK JENKIN
Reino Unido, 2019, ficção, 89’

NÃO VOLTARÁ A NEVAR, DE MAŁGORZATA SZUMOWSKA E MICHAŁ ENGLERT
Polónia, 2020, ficção, 113’

NASIR, DE ARUN KARTHICK
Índia, 2020, ficção, 85’

SOLE, DE CARLO SIRONI
Itália, 2019, ficção, 102’

UM ANO DE VOLUNTARIADO, DE ULRICH KÖHLER E HENNER WINCKLER
Alemanha, 2019, ficção, 86’

transferir (24).jpg

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.