Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Replay Otelo | A partir de W. Shakespeare | Companhia Casa Cheia

42c6edb7-215e-457d-a396-8161c2b17ccf.png

 

 

REPLAY OTELO

a partir de W. Shakespeare

 
Replay Otelo é sobre um gajo que não gosta de outro gajo porque é preto, por isso, mata-o.

Gonçalo Botelho
13, 14, 15 e 16 de Fevereiro às 22H
17 de Fevereiro às 17H
Teatro da Comuna
 

FICHA ARTÍSTICA
DIRECÇÃO Gonçalo Botelho
INTERPRETAÇÃO Beatriz Teodósio, Catarina Rabaça, Francisco Pereira de Almeida, Gonçalo Botelho, Miguel Mateus, Pedro Moldão, Rebeca Duarte e Rogério Vale
MÚSICA Pedro Moldão e Miguel Galamba
ESPAÇO CÉNICO E FIGURINOS Gonçalo Botelho e Miguel Mateus
ASSISTÊNCIA Gonçalo Egito
DESIGN Inês N. Sousa
PRODUÇÃO Casa Cheia
 
ESTRUTURA FINANCIADA POR Câmara Municipal de Odivelas | APOIOS União das Juntas de Freguesia da Pontinha e Famões, Teatro da Comuna, Câmara Municipal de Lisboa, Polo Cultural Gaivotas | Boavista
RESERVAS
geralcasacheia@gmail.com | 913258404 | 932844230
SOBRE O ESPECTÁCULO E A ADAPTAÇÃO
Replay Otelo é um espectáculo em 4K.
A cena vive fora do palco e o espectador ocupa o seu lugar fora da plateia comum. Ele entra, ela sai, ele levanta-se e senta-se, sobe e desce escadas, interage - que ele disso gosta muito -, bebe um copo de vinho, que fica sempre bem numa coisa moderna, ele dança com ele e com ela, pode não ser politicamente correcto ou incorrecto e pode reagir... sim, porque não queremos que fique de fora. Não! Queremos que ele esteja lá e faça parte da acção, assim como uma espécie de estágio não remunerado, para ganhar a experiência - até porque os cachês dos actores estão incomportáveis e com eles não sei se seria melhor.
Fala-se de racismo e de xenofobia, do ser estrangeiro e do “ser de cá e daqui”, das fronteiras e dos armários, do ser mulher num mundo de homens, ou um homem no mundo de mulheres... enfim. Não negamos nada nem ninguém, queremos falar de tudo, do hoje, do ontem e do futuro, da tecnologia, da alta definição!
Definimos tudo. O tempo, o espaço, conseguimos quase tocar no personagem no écran... no palco. Ficamos com aquela vontade de espremer a borbulha infectada que está em erupção na cara do jovem actor. MAS, se não gostar do que está a ver, pode mudar de canal. Faz zapping, escolhe o programa e se quiser ir até á cozinha para ir buscar uma cerveja para acompanhar as pipocas também pode. Carrega no stop que a acção pára para o menino ir fazer chichi. Chegou atrasado ao teatro? Não faz mal! Replay Otelo tem uma box que lhe permite voltar atrás e ver até sete dias antes. Ele é home-cinema, home-theatre e não tem fidelização!
 
BREVE DESCRIÇÃO DA COMPANHIA
A Companhia Casa Cheia nasceu no verão de 2015 em Odivelas. O seu local de nascimento surgiu de uma tentativa de descentralização artística para as periferias de Lisboa. Desde o seu inicio que a Casa Cheia tem trabalhado com a Câmara Munincipal de Odivelas e com a Junta da Pontinha e Famões, de modo a permitir uma culturalização da população do concelho. Em paralelo com este trabalho para a comunidade, a companhia tem criado os seus espectáculos para o público geral contando já com 5 espectáculos sob a direcção de Miguel Mateus, trabalhando autores como Sófocles, Heiner Muller, John Kolvenbach, J. W. Goethe entre outros, procurando o paralelismo contemporâneo com textos clássicos. 
 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.