Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Reviva espaços emblemáticos da história do Cinema | Num local improvável…perto de si | 16 . 17 . 18 de Novembro 2017 | Lisboa | Fundação INATEL

Reviva espaços emblemáticos da história do Cinema

Num local improvável…perto de si

 

image002.jpg

 

16 . 17 . 18 de Novembro 2017 | Lisboa

 

Fundação INATEL

 

Na 2ª edição do Salão Piolho, continuamos a homenagear alguns dos espaços que tanta importância tiveram na animação cultural da cidade de Lisboa no início do século XX.

 

Nas antigas instalações de um palácio ou em grandes salões de festa, o cinema disseminou-se como nunca. Mas os tempos áureos terminaram e esta iniciativa é uma forma de reavivar a memória coletiva da cidade.

 

Com a exibição de clássicos do cinema internacional, deixamo-nos levar pela imaginação, esquecendo o presente.

 

PROGRAMA

 

Dia 16 Novembro - 5ª feira

18hEstação de Comboios do Cais do Sodré | Átrio |  Entrada livre

 

Curtas de Charles Chaplin e Lumière | Filme-Concerto com Catherine Morisseau

 

De Charles Chaplin

“Easy Street - Charlot na Rua da Paz”

1917 | EUA | 24 min.| Mudo c/ legendas em português

Charlot conhece Edna num centro de ajuda social do seu bairro. Para impressioná-la, aceita ocupar o posto de polícia que supervisiona a Easy Street, na verdade, um local perigoso sem lei.

 

“The immigrant – Charlot, o Imigrante”

1917 | EUA | 30 min.| Mudo c/ legendas em português

Charlot e Edna viajam a bordo de um navio para os Estados Unidos, em busca de uma vida melhor. Porém, ao chegarem, percebem os maus tratos a que os imigrantes estão sujeitos.

 

“The Cure – Charlot nas termas”

1917 | EUA | 24 min. | Mudo c/ legendas em português

Charlot ingressa num centro termal para tratar o seu alcoolismo mas rapidamente lança o caos ao mesmo tempo que tenta conquistar o coração de uma mulher.

 

Dos Irmãos Lumière

“Boxeurs en tonneaux » /  « Laveuses sur la rivière » / « Charcuterie mécanique » / « Bataille de neige »/ « Panorama des rives du Nil » / « Concours de boules » /  « Vues japonaises (repas en famille) » / « Le squelette joyeux »

 

Sobre Catherine Morisseau…

Pianista e compositora parisiense residente em Lisboa, Catherine é formada no Conservatório de Bagneux e na École Normale de Musique de Paris. Além de intérprete, é a composição que privilegia desenvolvendo projetos que conjugam várias linhas estéticas e sonoridades. Adicionalmente acompanha filmes mudos com composições da sua autoria sendo pianista residente da Cinemateca Portuguesa.

 

Dia 17 Novembro - 6ª feira

18h30Rocio Palace / Ordem dos Advogados

 

“M – Matou!” de Fritz Lang

1931 | Alemanha | 110 min. | Com: Peter Lorre, Ellen Widmann, Inge Landgut

No dia 31 de Maio de 1931, estreava em Berlim “Matou!”. Um ano antes, decorria à detenção de Peter Kürten, o verdadeiro criminoso que inspirou o filme. “M” é, para muitos, a primeira longa-metragem que apresenta um assassino em série. Para outros, foi um alerta da ascensão nazi. Mas este é também um dos melhores retratos do homem acossado pelos seus demónios e por uma sociedade marginal que se une para combater quem põe em perigo o seu delicado equilíbrio.

 

Sessão seguida de debate com oradores das diferentes profissões judiciárias

 

Sobre o Rocio Palace

Instalado no Palácio da Regaleira, o Rocio Palace abriu a 28 de Junho 1910 no 2º andar mas teve uma duração breve fechando portas 4 anos depois. Mais do que cinema, recebeu também atividades na área do teatro e do espetáculo de variedades. Atualmente nele está instalada a Ordem dos Advogados, mais concretamente o magnífico Salão Nobre desta entidade.

 

22h00 – A Voz do Operário (bar) / A Voz do Operário – Sociedade de Instrução e Beneficência

 

“Plan 9 from outer space - A Morte veio do espaço” de Ed Wood

1959 | EUA | 79 min. | Com: Bela Lugosi, Tor Johnson, Maila Nurmi

“Plan 9 From Outer Space” é um filme trash do diretor Ed Wood, filmado em poucas semanas EM 1956, conhecido como um dos “melhores” piores filmes de sempre. Chegou aos cinemas americanos apenas em 1959. Este clássico de culto relata a impiedosa tentativa dos extraterrestres salvarem a humanidade, impedindo-a de construir uma bomba capaz de acabar com o Universo. Para isso, decidem recrutar um exército de mortos-vivos e atacar as principais capitais do mundo…

 

Abertura de portas a partir das 21h15 com serviço de bar e refeições leves

 

Sobre a Voz do Operário

Com instalações para exibição de cinema que vinham desde 1917, o Salão de Festas da Sociedade de Instrução e Beneficência “A Voz do Operário” sofre alterações profundas em 1931 resultando num amplo salão com uma lotação de 858 lugares sentados. Em 1933 é instalado no salão uma aparelhagem para a projeção sonora.

 

Dia 18 de Novembro – sábado

15h30  – Salão Central / Cinemateca Júnior

 

“O Garoto de Chaplin” de Charles Chaplin |Filme-Concerto

1921 | EUA | 60 min.| Com: Carles Chaplin, Edna Purviance, Jackie Coogan | Mudo c/ legendas em português

Ao sair do Hospital de Caridade com o seu recém-nascido nos braços, uma mulher sem meios deposita a criança dentro de um carro que vê estacionado e foge com o intuito de se suicidar. Mas o carro é roubado e depois de várias peripécias, um vagabundo fica com ele. Cinco anos depois, criou-se uma forte relação entre ambos. Mas a vida da mãe da criança deu uma volta e esta é agora uma rica cantora de ópera que tenta por todos os meios reencontrar o seu bebé perdido. Até que um dia, se cruzam na rua…

 

Sessão seguida de atividades de artes plásticas para famílias inspiradas no filme

 

Sobre o Salão Central

A 18 de Abril de 1908 foi inaugurado o Salão Central, propriedade de Raúl Lopes Freire. Na época, e uma vez que a sala tinha sido construída no local da antiga capela, era uma das salas mais luxuosas de Lisboa. O palácio acolhia na altura outra sala, o Salão Foz, inaugurada em 1907 situado na Calçada da Glória.Em 1926 o Salão Central foi encerrado para obras, tendo reaberto em 1928 como Central Cinema. A sala de cinema do Palácio Foz foi o primeiro local a acolher a Cinemateca Portuguesa em 1958. Em 2007 foi inaugurada a Cinemateca Júnior, o serviço educativo da Cinemateca.

 

 

21h45 – Cinema Promotora / Sociedade Promotora de Educação Popular

 

“Nosferatu” de F. W. Murnau | Filme-Concerto

1922 | Alemanha | 94 min. | Com: Max Schreck, Greta Schroder, Gustav Von Wangenheim | Mudo c/ legendas em português

Hutter, um agente imobiliário, viaja até os Montes Cárpatos para vender um castelo cujo proprietário é o excêntrico Conde Graf Orlock, que na verdade é um vampiro que, buscando poder, muda-se para Alemanha, espalhando o terror na região. Curiosamente quem pode reverter esta situação é Ellen, a esposa de Hutter. Trata-se de uma adaptação ilegal do romance “Drácula”, de Bram Stoker processada por violação de direitos autorais. A justiça ordenou a destruição das cópias do filme, mas algumas delas, permaneceram guardadas e estão hoje disponíveis em versões restauradas.

 

Sobre o Cinema Promotora

Com o intuito de criar receita para as atividades, a Sociedade Promotora de Educação Popular instala na sua sede, um antigo Palácio do séc. XVI, um salão de cinema que começa a funcionar a partir de 1912. Com o aumento da população de Alcântara era bastante numerosa e por forma a fixar e ampliar o seu público, é aprovada a construção de uma nova sala que é inaugurada em Dezembro de 1930. Encerrou apenas em 1989 mas a Sociedade continua a sua missão na área da Educação.

 

As sessões de dia 18 de Novembro serão terão acompanhamento musical ao vivo por Nuno Costa e Óscar Graça

O projeto “Filme-Concerto” de Nuno Costa e Óscar Graça nasce da paixão pelo cinema e pela composição musical que estes dois artistas partilham. Desenvolvendo inúmeros projetos musicais desde 2005, têm colaborado com vários realizadores e produtores do meio audiovisual e multimédia. Este projeto tem como objetivo não apenas o de tentar modernizar ou atualizar, mas antes, o de reavivar filmes basilares na história do cinema.

 

 

Preços

Geral: 2€ / Associados INATEL: gratuito

Sessão no Salão Central:

Geral: 3,20€ / Associados INATEL: gratuito (nº de bilhetes limitados com compra até às 15h da sessão) / Júniores (até 16 anos): 1,10€ / Outros descontos p/ estudantes, reformados, amigos da cinemateca, etc..

 

. Nos locais dos espetáculos, os bilhetes podem ser adquiridos no próprio dia 1h antes da sessão, exceto nas sessões de entrada livre e no Salão Central.

. Cada cartão de associado permite a aquisição de dois bilhetes: um para o seu portador (com apresentação do cartão de associado e identificação) e outro para acompanhante.

 

Moradas

Estação de Comboios do Cais do Sodré – Praça do Duque de Terceira

Ordem dos Advogados – Largo de S. Domingos, 14, 1º

A Voz do Operário – Rua da Voz do Operário, 13

Cinemateca Júnior – Praça dos Restauradores

Sociedade Promotora de Educação Popular - Largo das Fontainhas, 19

 

Fundação INATEL – Departamento de Cultura

Calçada de Sant’Ana 180 – 210 027 148 / cultura@inatel.pt / www.inatel.pt

 

Todas as sessões sujeitas à lotação do espaço

 

Organização

Fundação INATEL

 

Apoios

Infraestruturas de Portugal

Cinemateca Portuguesa

Ordem dos Advogados

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.