Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

RIA FORMOSA TRANSFORMADA EM GALERIA DE ARTE

33a1c5fa-d8d5-43bb-8e0a-a611a5906b81.jpg

 

Retratos na Ria é uma exposição onde fotografias são libertadas na paisagem natural das margens da Ria Formosa. Um convite ao conhecimento da Ria e dos seus Cais através de uma exposição inusitada de 12 fotografias que apelam à descoberta das múltiplas margens da Ria Formosa. Os Cais de Faro, Olhão, Fuseta, Santa Luzia e Tavira e os das ilhas de Faro, Deserta, Farol, Culatra, Armona, Fuseta e Tavira acolhem esta exposição de 01 Março a 30 Abril 2017.

Jorge Jubilot é um dos mais criativos fotógrafos algarvios da actualidade. A sua marca é a inspiração da paisagem para imagens únicas onde transparece a essência e a alma algarvia. Em colaboração com a banda OrBlua, produziu uma colecção fotográfica intitulada Retratos Cinéticos, editada em formato híbrido Livro/CD. Essa colecção é agora exibida na exposição Retratos na Ria

Produzida pela Fungo Azul, com curadoria de Carlos Norton, está inserida no Programa 365 Algarve, como forma de estimular o gosto pela arte e atrair olhares para a beleza natural e artística da exposição.

Em cada cais, uma imagem, uma peça que convida a desfrutar da Ria e a deixarem-se viajar pelas águas tranquilas para descobrir o conjunto das 12 fotografias. Uma forma peculiar de libertar a arte, tornando‐a simplesmente acessível a passageiros e visitantes através dos barcos carreira dos cais da Ria e de contextualizar as fotografias na expressão visual do cenário natural dos Retratos na Ria.

Retratos da Ria
De 01 Março a 30 Abril 2017
Cais de Faro, Olhão, Fuseta, Santa Luzia e Tavira e os das ilhas de Faro, Deserta, Farol, Culatra, Armona, Fuseta e Tavira