Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Rita Blanco preside júri do Mobile Film Festival

Arranca hoje a primeira edição do Mobile Film Festival em Portugal, o projeto que pretende tornar o cinema mais acessível. O vencedor do concurso receberá um prémio de 5 mil euros para a produção do seu próprio filme.

Mobile Film Festiva_banner PR.jpg

 

 14 anos depois do seu arranque, chega finalmente a Portugal o Mobile Film Festival, pela mão do BNP Paribas enquanto patrocinador oficial. Um concurso internacional que pretende fomentar o interesse pelo cinema junto do público. Aliando a cultura à inovação, a organização desenhou o concurso a partir de uma regra simples: 1 filme, 1 minuto, 1 dispositivo móvel. A acompanhar o desenvolvimento desta primeira edição nacional e a selecionar os vídeos finalistas estará o júri presidido pela atriz Rita Blanco.

“É com muito orgulho que presido o júri desta primeira edição do Mobile Film Festival em Portugal. Estou curiosa e expectante para conhecer a criatividade dos participantes face a este desafio de 1 minuto, e de ver como nos conquistam com as suas ideias apenas em 60 segundos, incluindo créditos! Estou segura de que nos vão passar pelas mãos excelentes propostas de realizadores cheios de talento”, comenta Rita Blanco.

O Mobile Film Festival tem feito um caminho de crescimento na defesa da igualdade e da descoberta, através do apoio e incentivo à 7ª Arte. Procurando acrescentar valor à criatividade dos amantes do cinema, o concurso permite contar uma história num minuto. O concurso é 100% digital desde a sua criação, desenvolvendo-se de forma curta, divertida e de fácil visualização em qualquer formato: telemóvel, tablet, computador, TV e cinema. Na última edição, o Mobile Film Festival recebeu mais de 1000 filmes, provenientes de 88 países, que alcançaram 17 milhões de visualizações.

A participação neste concurso é gratuita e aberta a todos os residentes em Portugal, respeitando o objetivo de romper com os obstáculos económicos para o acesso ao cinema. O prémio de 5 mil euros permitirá ao vencedor investir na produção de um filme seu.

Para Luciana Peres, Diretora de Comunicação do BNP Paribas, patrocinador oficial do concurso em Portugal, e membro do júri do concurso, “a inovação e a criatividade são valores partilhados pelo cinema e pelo BNP Paribas e que têm levado a que, ao longo dos últimos anos, os dois tenham criado uma relação próxima. Fazia sentido que o BNP Paribas estivesse com o Mobile Film Festival em Portugal desde o primeiro minuto e que apoiasse a primeira edição nacional do concurso que fomenta estes dois valores junto do público.”

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.