Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

SANDRO NORTON MÚSICO DE JAZZ INAUGURA MEGA ACADEMIA DE MÚSICA EM MATOSINHOS - Setembro 2021

image007.jpg

 

É já esta 6ªfeira, 1 Outubro, no Dia da Música, que o reputado músico de jazz internacional Sandro Norton, abre as portas do Atlantic Music Performance Institute, em Matosinhos.

 

Aulas de música, coaching e uma carreira na indústria musical são as premissas da Atlantic Music Performance Institute (AMPI) que pretende criar e formar uma nova e inédita comunidade artística em Portugal.

 

Esta super academia, que pertence à Academy of Music & Sound, rede de faculdades de música do Reino Unido, irá dar certificação internacional a todos os alunos da escola portuguesa.

 

Com 5 andares, 1.000m2, 10 salas de aula totalmente equipas com todos os instrumentos, estúdios de gravação e auditórios até 130 lugares de ocupação, tem como principal missão treinar os alunos ao mais alto nível técnico e prepará-los para o mundo da música!

 

No corpo docente, estão os maiores nomes da música internacional, em termos de formação e uma programação especial. Rui Reininho, Mário Barreiros ou a cantora Maria João, são alguns dos professores nacionais.

 

A Atlantic Music Performance Institute assume-se, assim, como um dos maiores arrojados projetos de formação de músicos, em Portugal, com o objetivo de dar todas as ferramentas para que os seus alunos, consigam integrar projetos em todo o mundo.

 

 

Inauguração Atlantic Music Performance Insitute

1 Outubro às 15h

Morada: Rua do Godinho, 429 - Matosinhos

 


Biografia Sandro Norton:

 

Sandro Norton é um guitarrista multifacetado com aprofundados estudos em guitarra e detentor de uma técnica ímpar: a guitarra percussiva. Natural do Porto, o jovem guitarrista cedo partiu para Londres para estudar. Mike Outram, Shaun Baxter, Ian Scott (Beach Boys), Phillip Mead (George Crumb), Dave Cliff (Lee Konitz), Eddie Harvey (Ella Fitzgerald) são apenas alguns dos nomes com quem Sandro se cruzou no seu percurso académico.

Em Londres, atuou em vários locais como o “Cavern” em Liverpool, “Jazz Café” em Cambden Town, Ronnie´s Scott, “100Club” em Oxford Street e “Borderline” no Soho. A música levou-o também à Noruega, Suécia, Espanha e Holanda como solista e membro de pequenas ensembles.Trabalhou na National Youth Orchestra (NYJO) e construiu parcerias musicais com Pip Williams, Mike Outram, Xenopoulos Vasilis, Ian Anderson, Mathias Gwin, Bias, Dyce, Brown Jocelyn e Kahiali Haifa.

Regressou a terras lusas em 2007 e lidera até aos dias de hoje, uma série de projectos de jazz com um conceituado painel de músicos portugueses.

O seu álbum de estreia “Flying High… At The Heart Of It” editado em 2014 é produzido e dirigido pelo próprio em conjunto com o músico Jorge Fernando. Já na carreira deste primeiro cd, Sandro Norton abriu para Randy Brecker no Festival de Jazz de Matosinhos. “Quatro Mestres” é o espetáculo que o guitarrista divide com Carlos Barretto, Alexandre Frazão e Filipe Raposo.

Sandro já tocou para mais de 50 mil pessoas em duas ocasiões: com Jethro Tull e com Jojo Watz no Ashton Court Festival, em Bristol.

Juntamente com o Octeto esgotou a Sala 2 da Casa da Música, no âmbito do Ciclo Jazz – Novos Valores do Jazz. A peça central deste concerto foi o seu primeiro cd “Flying High… At The Heart Of It”.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.