Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Saturnia anuncia novo álbum e concerto de apresentação em Maio

02c283d1-863d-4744-8c89-235f15a2e2f5.jpg

586b8e55-c073-447b-82a8-8b757765e73c.jpg

 

 

 

 

Saturnia anuncia novo álbum e
concerto de apresentação em Maio

The Seance Tapes é o novo álbum de Saturnia. Uma viagem pelos 6 ábuns anteriores, revisitados pelo seu criador, o conceituado músico e produtor Luís Simões. A apresentação deste novo trabalho está marcada para 5 de Maio, no Musicbox, em Lisboa. Com raras aparicões ao vivo, e um processo criativo desde sempre envolto em secretismo, este concerto de Saturnia é um dos imperdíveis de 2018!

 

O novo álbum – editado mais uma vez pela alemã Elektrohasch – é um convite a uma viagem à música de transe semi improvisacional de Saturnia, dominada por camadas de órgão, sintetizador, guitarra e sitar que tecem ambientes calmos, efeitos hipnóticos e melodias esvoaçantes em torno de grooves fundamentais, tudo encimado pela voz suave de Luís Simões.

The Seance Tapes representa uma nova abordagem sonora, numa espécie de “disco ao vivo no estúdio” – um híbrido entre um "best of" e um álbum ao vivo, gravado organicamente em formato power trio. Deixando para trás as influências electrónicas iniciais, o actual som está muito mais no espírito de bandas do fim dos anos 60/início dos anos 70 de space- rock-psicadélico, proto-progressivo; com assumidos piscares de olho a artistas como Pulsar, Pink Floyd, Hawkwind, Can, King Crimson, Tangerine Dream e por vezes até toques de Ravi Shankar.

Saturnia é criação do multi-instrumentista e produtor Luís Simões, na guitarra, sitar indiano, theremin, gongo, bass pedals, orgão, sintetizador, piano eléctrico, mellotron e voz.

É o arquétipo de one-man band de estúdio que desenvolve o seu trabalho criativo essencialmente sozinho, de uma forma reclusiva, apenas partilhando a sua estética com convidados selecionados, como Daevid Allen (Gong), Nik Turner (Hawkwind) e Stefan Koglek (Colour Haze). Já ao vivo, a presença mais assídua nas raras aparições de Saturnia foi a de Francisco Rebelo, dos Orelha Negra.

Melómano incontrolável e eclético, Simões alia o seu ethos musical à urgência da partilha estética como motor para a sua incessante criação. Neste processo, tocou e gravou com artistas como The Gift, Cool Hipnoise, More República Masónica, Ritual Tejo, Lulu Blind, Ena Pá 2000, The Firstborn, Nigga Poison, 31 ou Plastica.

Há ainda que destacar o seu papel nos Blasted Mechanism; sob a égide de Zymon, o músico participou no processo criativo dos últimos quinze anos da banda, tendo saído este ano por divergências criativas; e nos Shrine, uma das bandas lendárias da primeira vaga do thrash metal nacional, sempre evocada ao lado dos sacrossantos Thormentor.

É esta partilha estética que também marca presença no dia 5 de Maio, na apresentação do LP The Seance Tapes, num concerto que vai contar com a participação de músicos notáveis que nos vão conduzir por uma selecção de repertório extraído da história dos 6 álbuns de Saturnia.

 
 

CONCERTO DE APRESENTAÇÃO DO NOVO ÁLBUM

LOCAL: MusicBox
R. Nova do Carvalho 24, 1200-014 Lisboa

ENTRADA: 8 euros

Bilhetes à venda na Bilheteira da Sala e em www.bol.pt

Link directo de compra: https://bol.pt/Comprar/Bilhetes/60287-saturnia-musicbox/

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.