Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Seixal celebra Dia Mundial da Dança com Lucidez, pela Companhia de Dança Contemporânea de Évora

Espetáculo de dança no próximo dia 3 de maio, no Auditório Municipal

image001 (4).png

A Companhia de Dança Contemporânea de Évora apresenta, no próximo dia 3 de maio (sexta-feira), no Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixal, o espetáculo Lucidez, coreografado por Nélia Pinheiro, no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Dança e dos 50 Anos do 25 de Abril de 1974. Com música de Gonçalo Almeida Andrade e figurinos de José António Tenente, Lucidez foi desenvolvido com o apoio da Fundação José Saramago, no contexto das comemorações do centenário do nascimento do escritor, fruto de um processo coletivo desenvolvido entre a coreógrafa e o elenco de bailarinos, em torno da exploração do tema do livro «Ensaio Sobre a Lucidez», de José Saramago.

 

Paulo Silva, presidente da Câmara Municipal do Seixal, refere que «a dança, enquanto forma artística de expressão das emoções humanas, pode ser arrebatadora, sobretudo se tiver por base os grandes temas intemporais da humanidade. Acredito que esta será uma oportunidade única e inspiradora para apreciar a correlação existente entre uma grande obra literária e a sua transposição para o palco».

 

«Ensaio sobre a Lucidez» encontra paralelo em «Ensaio sobre a Cegueira», ambos livros com uma clara intenção alegórica, personagens em comum e um olhar crítico sobre a sociedade contemporânea. Nesta obra, José Saramago visa as instituições do poder político, lembrando as fragilidades da democracia e a possibilidade de formas degeneradas da mesma, em que sobressaem linhas de ação e pensamento de cariz autoritário ou ditatorial.

 

A entrada no espetáculo é gratuita, mas sujeita a reserva antecipada através do preenchimento do formulário online, em cm-seixal.pt.