Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Shair inaugura primeira exposição do ano com 35 artistas emergentes

Sétima exposição do projeto shair inaugura no próximo dia 17 de janeiro

*Mostra é composta por 69 trabalhos de 35 artistas emergentes

*Fernanda Fragateiro destacou parte das obras

 

7ª%20exposição%20shair.png

 

A sétima exposição coletiva do projeto shair abre ao público no próximo dia 17 de janeiro, pelas 15h00, com 69 obras, assinadas por 35 artistas emergentes, distribuídas pelas categorias de desenho e ilustração, fotografia, pintura e escultura. Esta é mais uma etapa do projeto que tem ajudado a revelar os novos talentos do mundo artístico nacional e que, pela sua inovação, se tem assumido como uma plataforma privilegiada de divulgação das artes junto do grande público.

 

O júri convidado para destacar algumas obras para esta exposição, em exibição na galeria emergentes dst (Rua do Raio, 175, Braga),foi Fernanda Fragateiro, artista plástica, cujas intervenções arquitetónicas e de escultura primam por presença em espaços inesperados. Este é mais um nome incontornável do meio artístico português, que se junta ao leque de conceituadas personalidades que antecipam o potencial dos artistas inscritos na plataforma shair.

 

A arte contemporânea é a linha mestra desta 7.ª exposição, com uma variedade de trabalhos absolutamente representativos da corrente artística. Caixas de luz, instalações e esculturas dinâmicas concedem à exibição uma singularidade mais demarcada face às edições anteriores.

 

O projeto shair consiste numa plataforma de compra e venda de arte, criada com o intuito de auxiliar os artistas em início de percurso profissional. Periodicamente é feita uma seleção dos trabalhos mais votados pelos utilizadores da plataforma, assim como das obras

destacadas por um júri convidado, para ficarem disponíveis para leilão no website. A esses trabalhos é dada prioridade para integrarem as exposições realizadas pelo projeto.