Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Sintra promove II Ciclo de Órgão

A Câmara Municipal de Sintra organiza o II Ciclo de Órgão, sob o mote “Os Sons do Divino”, nas Igrejas de São Martinho, em Sintra, e de Nossa Senhora da Misericórdia, em Belas, de 28 de abril a 14 de maio, sempre com entrada gratuita.

Este ano, além da Igreja de São Martinho, em pleno centro histórico da Vila de Sintra, que possui um dos órgãos históricos mais importantes a nível nacional por se considerar ser este um dos primeiros exemplares construídos pelo organeiro Joaquim António Peres Fontanes, datado de 1776, o este ciclo dará a conhecer mais um importante órgão do concelho, o órgão Filipe da Cunha, de 1744, que se encontra na Igreja de Nossa Senhora da Misericórdia, em Belas.

Esta iniciativa pretende levar o público a redescobrir os sons de Sintra nos finais de setecentos, ao mesmo tempo que valoriza e dá a conhecer o património cultural do concelho e promove a descentralização de eventos culturais.

Neste II Ciclo participam importantes músicos nacionais que interpretam um programa pensado para cada um dos locais, por forma a evidenciar as melhores características de cada instrumento.

O concerto de abertura acontece na Igreja de São Martinho no dia 28 de abril, pelas 21h00 e o órgão desta igreja será o único instrumento em destaque. O programa deste concerto será maioritariamente preenchido com obras de compositores portugueses e italianos dos séculos XVII e XVIII, com interpretação de um dos principais organistas portugueses da atualidade, Rui Paiva.

Sob o tema "Herança" realiza-se no dia 30 de abril, pelas 18h00, na Igreja de São Martinho, o concerto onde serão apresentados alguns dos grandes mestres do polifonismo nacional, como Morago ou Cardoso, e alguns compositores menos conhecidos como Miguel Amaral ou Vaz Rego.

No dia 5 de maio, às 21h00, a Igreja de Nossa Senhora da Misericórdia, em Belas, recebe o concerto "Maria Quam Pulchra Es - Música Mariana seiscentista do Norte de Itália" constituído inteiramente por música de evocação mariana e escrita por grandes mestres deste período como Monteverdi, Gabrieli, Cavalli ou Frescobaldi.

"De Salzburgo a Lisboa" propõe um itinerário musical passando pela Áustria, Alemanha, Itália, Espanha e Portugal e que apresenta obras de grandes mestres compositores de cada um destes países, no dia 12 de maio, às 21h00, na Igreja de São Martinho.

No dia 14 de maio, pelas 18h00, no concerto de encerramento deste Ciclo, o órgão da Igreja de São Martinho estará em destaque como instrumento solista. O virtuosismo exigido pelas obras irá realçar todas as potencialidades tímbricas do histórico órgão Fontanes. Desde o estilo barroco de Seixas e Händel, passando pelo transitório C. P. E. Bach e pelo galante Christian Bach, o Ciclo termina em ambiente festivo tendo como solista o organista sintrense Sérgio Silva.

Mais informações AQUI.

www.facebook.com/camaradesintra
www.twitter.com/camaradesintra