Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Taça da Casa-Museu Medeiros e Almeida integra Exposição Silver Caesars: A Renaissance Mystery

Conjunto Aldobrandini Tazze reunido ao fim de 150 anos

 

TAÇA DA CASA-MUSEU MEDEIROS E ALMEIDA INTEGRA

EXPOSIÇÃO SILVER CAESARS: A RENAISSANCE MYSTERY

 

A taça Aldobrandini, propriedade da Casa-Museu Medeiros e Almeida, é uma das peças que integra a Silver Caesars: A Renaissance Mystery, uma exposição temporária dedicada ao conjunto extraordinário de 12 taças de pé em prata dourada, conhecidas coletivamente como Aldobrandini Tazze, que, ao fim de mais de 150 anos, volta a estar novamente reunido.

 

Patente no Waddesdon Manor, nos arredores de Londres, até ao próximo dia 22 de julho, a Silver Caesars: A Renaissance Mystery conta toda a história — e seus contornos misteriosos — destas 12 taças, desde a sua encomenda, no Séc. XVI, até à viagem para Inglaterra no Séc. XIX e a posterior dispersão do conjunto, desmontado e remontado erroneamente, num leilão em 1861. Toda a narrativa histórica é apresentada através de uma seleção de trabalhos, moedas, medalhas antigas, gravuras, livros e pinturas renascentistas.

image004.png

Com origem na obra de Suetónio, escrita no ano 121, conta a história dos 12 primeiros imperadores romanos, de Júlio César a Domiciano. Originalmente cada taça, de 30 centímetros, é composta pela figura de um governante, um pé e um prato raso com quatro cenas da vida do imperador que encabeça a peça. Devido à separação das peças, a taça da Casa-Museu Medeiros e Almeida foi adquirida com um prato raso que contem quatro cenas da vida do imperador romano Calígula e a figura que encima a peça representa o imperador Galba.

 

Esta exposição temporária oferece a rara oportunidade de apreciar algumas das obras mais refinadas e enigmáticas da Ourivesaria quinhentista, tendo suscitado inúmeros estudos e entusiasmo junto de historiadores, investigadores e dos seus colecionadores. As peças que se encontravam dispersas, em museus e coleções privadas, estão agora corretamente postas na sua condição original.

 

 

A inauguração da exposição no Waddesdon Manor no dia 18 de abril, nos arredores de Londres, esteve patente no The Metropolitan Museum of Art, em Nova Iorque, de dezembro de 2017 a março de 2018.

 

A Silver Caesars: A Renaissance Mystery é comissariada por Julia Siemon, investigadora associada do departamento de Escultura Europeia e Artes Decorativas do Metropolitan Museum of Art de Nova Iorque e co-comissariada por Wolfram Koeppe do mesmo departamento.

 

Na Casa-Museu Medeiros e Almeida pode conhecer peças de uma eclética coleção de artes decorativas, que inclui mais de 2.000 obras de arte, distribuídas ao longo de 27 salas, que se destacam pelo seu valor histórico.

 

Morada e horário Casa-Museu Medeiros e Almeida
Rua Rosa Araújo, 41 – Lisboa
Tel. (+351) 213 547 892
www.casa-museumedeirosealmeida.pt
De 2.ª feira a sábado das 10h00 às 17h00
Encerra aos domingos

Preço: 5 euros por pessoa (entrada gratuita até aos 18 anos).

Entrada gratuita ao sábado de manhã (das 10h00 às 13h00).

18 Abr 2018 – 22 Jul 2018

Waddesdon Manor em Londres

Silver Caesars: A Renaissance Mystery

https://waddesdon.org.uk/whats-on/spencer-house-lecture-silver-caesars-renaissance-mystery-dr-julia-siemon/

Preço: £12

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.