Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Mostra Nacional de Jovens Criadores

 

 

Data: 1 a 3 de dezembro (de quinta-feira a sábado)

Hora: a partir das 14h00

Local:Fórum Municipal Romeu Correia e Centro Cultural e Juvenil de Santo Amaro (Almada)

 

Entrada livre

 

Mais de 100 obras de jovens artistas vão estar em exposição na Mostra Nacional de Jovens Criadores (MNJC), que se realiza de 1 a 3 de dezembro, no Fórum Municipal Romeu Correia e no Centro Cultural e Juvenil de Santo Amaro, em Almada.

 

iniciativa do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) terá masterclasses e visitas guiadas temáticas à exposição.

 

Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Correia, estará na inauguração, no dia 1 de dezembro, pelas 14h30, e a Ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes, marcará presença a 3 de dezembro, pelas 17h30.

 

As obras estarão expostas ao longo dos três dias nos dois polos culturais, sendo que para as categorias Cinema, Dança, Gastronomia, Humor, Literatura, Moda, Música e Teatro, haverá momentos específicos de apresentação, performances e concertos, onde os artistas irão mostrar os seus trabalhos.

 

Os vencedores de cada área artística serão revelados durante a gala, no dia 3 de dezembro pelas 18h30, que será reservada aos criadores, convidados e à comunicação social.

 

O festival encerra com um concerto do músico Filipe Sambado.

 

A MNJC é o mais importante e alargado programa de estímulo à criação por jovens artistas em Portugal desde 1997. Esta edição é organizada, pela primeira vez, pelo Gerador, plataforma portuguesa independente de jornalismo, cultura e educação,numa parceria com a Câmara Municipal de Almada.

 

Em baixo, encontra o programa completo da Mostra Nacional de Jovens Criadores, que também pode ser consultado no site do Gerador: https://gerador.eu/mostra-nacional-de-jovens-criadores/

 

Em anexo, enviamos o comunicado de imprensa com mais informações.

 

 

Para mais informações, contacte:

Rita Porto – rita.porto@f5c.pt – 963 224 587

 

 

Programa Mostra Nacional de Jovens Criadores

 

Em permanência 

Local: Fórum Municipal Romeu Correia e Centro Cultural e Juvenil de Santo Amaro 

 

Exposição das obras selecionadas nas áreas de Arte Digital, Arte Urbana, Cerâmica, Escultura, Fotografia, Ilustração e Pintura.

 

1 dezembro 

 

Local: Fórum Municipal Romeu Correia 

14h30

Inauguração 

 

15h30

Masterclass de Financiamento de Estruturas e Projetos Culturais 

Nota: Limitado a 20 pessoas, entrada por ordem de chegada ao local

 

16h30

Mostra Dança

 

18h00

Café Literário

 

21h00

Mostra de Cinema 

 

2 dezembro 

 

Local: Fórum Municipal Romeu Correia 

14h30

Masterclass de Criatividade na Gestão

Nota: Limitado a 20 pessoas, entrada por ordem de chegada ao local

 

15h30

Mostra de Humor 

 

16h30

Masterclass de Sustentabilidade no Audiovisual 

Nota: Limitado a 20 pessoas, entrada por ordem de chegada ao local

 

21h00
Mostra de Teatro

 

Local: Centro Cultural e Juvenil de Santo Amaro 

18h00

Desfile de Moda 

 

3 dezembro

 

Local: Centro Cultural e Juvenil de Santo Amaro 

14h00

Mostra de Gastronomia 

 

Local: Fórum Municipal Romeu Correia 

15h00

Mostra de Música 

 

16h30

Visitas Guiadas Temáticas

 

18h30

Gala de Entrega de Prémios

 

21h00

Concerto de Filipe Sambado 

Mais de 100 obras em exposição na Mostra Nacional de Jovens Criadores

 

Vencedores serão anunciados no dia 3 de dezembro. A Ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares e o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto estarão presentes nesta edição, organizada pelo Gerador, que termina com um concerto de Filipe Sambado.
A entrada é livre.

 

 

Mais de 100 obras de jovens criadores vão estar em exposição na Mostra Nacional de Jovens Criadores (MNJC), que se realiza de 1 a 3 de dezembro, no Fórum Municipal Romeu Correia e no Centro Cultural e Juvenil de Santo Amaro, em Almada, com entrada livre e gratuita.

 

A iniciativa do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) terá masterclasses e visitas guiadas temáticas à exposição e irá contar no dia 1 de dezembro, para a inauguração, com o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Correia, pelas 14h30 e no dia 3 de dezembro pelas 16h30 com a presença da Ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes.

 

As obras estarão expostas ao longo dos três dias nos dois polos culturais, sendo que para as áreas artísticas de Cinema, Dança, Gastronomia, Literatura, Moda, Música e Teatro haverá momentos específicos de apresentação, performances e concertos, onde os artistas irão mostrar os seus trabalhos.

 

Na gala, no dia 3 de dezembro, que está reservada aos criadores, convidados e à comunicação social, serão revelados os vencedores de cada área artística.

 

Os galardoados irão receber um prémio no valor de 1.000 euros, terão uma entrevista publicada na plataforma do Gerador, 50% de desconto num curso à escolha da Academia Gerador durante um ano, a oferta de uma assinatura como Sócio Gerador e um Cartão Jovem.

 

O festival encerra com um concerto do músico Filipe Sambado.

 

A edição de 2022 da Mostra Nacional de Jovens Criadores é organizada, pela primeira vez, pelo Gerador, numa parceria com a Câmara Municipal de Almada. A plataforma portuguesa independente de jornalismo, cultura e educação trouxe várias novidades, como a transformação deste evento num festival de três dias, a introdução de cinco novas dimensões artísticas (Arte Digital, Arte Urbana, Cerâmica, Humor e Gastronomia) e a organização da exposição por temas curatoriais.

 

“Os visitantes são levados numa viagem pelas vicissitudes do tempo de uma geração. Começam pelas obras agregadas ao tema ‘Intimidades’, onde são exploradas as relações com o próprio e com os outros, passando depois para os trabalhos ligados ao tópico ‘Fragilidades’, que revelam um olhar crítico sobre o contexto atual. As obras que questionam o passado e o presente, através da reinvenção, encontram-se na temática da ‘Metamorfose’, seguindo-se aquelas que falam de ‘Futuros’. A exposição termina dando a possibilidade aos visitantes de verem alguns ‘Recomeços’”, explica Tiago Sigorelho, presidente do Gerador.

 

A MNJC é o mais importante e alargado programa de estímulo à criação por jovens artistas em Portugal desde 1997. Arte Digital, Arte Urbana, Cerâmica, Cinema, Dança, Escultura, Fotografia, Gastronomia, Humor, Ilustração, Literatura, Moda, Música, Pintura e Teatro são as áreas artísticas abrangidas por esta iniciativa.

 

“A Mostra Nacional de Jovens Criadores é um projeto que, ao longo de 25 anos, tem dado a conhecer alguns dos mais notáveis autores da Cultura em Portugal. Prometemos continuar a promover o trabalho de criadores que irão dar que falar no futuro”, afirma Selene Martinho, Vice-Presidente do IPDJ.

                                                          

A artista plástica Joana Vasconcelos, os escritores Valter Hugo Mãe e Gonçalo M. Tavares, os estilistas António Tenente e Maria Gambina e o compositor Manuel Durão são alguns autores que venceram edições anteriores.

 

 

Consulte o programa, saiba quem são os artistas selecionados e outros pormenores do evento em: https://gerador.eu/mostra-nacional-de-jovens-criadores/

Trafaria Bluegrass - Onde o Tejo se Faz ao Mar. 1.º Festival Internacional de Música Bluegrass.

Trafaria Bluegrass_Cartaz'.jpg

O Trafaria Bluegrass - Onde o Tejo se Faz ao Mar é um festival de música BLUEGRASS, música tradicional dos Estados Unidos, que ocorre ao longo de 3 dias, entre 9 e 11 de Setembro, na simpática vila da Trafaria, concelho de Almada. 
 
 Sendo o primeiro festival do género a acontecer em Portugal, com o objetivo de divulgar um estilo de música pouco conhecido no país, o evento, de Entrada Gratuita, conta com cinco bandas vindas da Bélgica, Inglaterra, Suécia, Noruega e Portugal que irão atuar em diversos espaços da vila, e ainda com muitas atividades paralelas.
 
A organização está a cabo dos Recreios Desportivos da Trafaria e do artista André Dal e tem o apoio das autarquias Câmara Municipal de Almada e Junta da União das Freguesias de Caparica e Trafaria, e de diversas entidades locais e internacionais e conta ainda com a Antena 1 como Media Partner.
 

Trafaria Bluegrass_Programa'.jpg

Programa de Concertos
 
O palco principal, denominado Palco Trafaria, acolhe os concertos principais, que ocorrem na sexta-feira e sábado a partir das 21 horas. Os palcos secundários incluem uma segunda atuação de todas as bandas presentes no festival e encontram-se espalhados pela vila. Os concertos neste palcos, que incluem os palcos Presídio, SRMT, Casino, Igreja e Poço Novo, ocorrem da parte da tarde na sexta-feira e sábado e da parte da manhã de Domingo.
 
Ainda previstos para as manhãs de sábado e domingo, no Palco Casino, estão os workshops de instrumentos típicos da música Bluegrass como são o banjo, bandolim, guitarra, violino e dobro. Este workshops, igualmente gratuitos, são abertos a todos os que queiram participar, quer tenham ou não um instrumento.
 
Sendo estes festivais tipicamente comunitários e de cariz ambiental, estão ainda previstas para este fim de semana atividades que incluem passeios, visitas guiadas à vila, jogos tradicionais, oficinas de construção, animações de rua, gastronomia e momentos musicais espontâneos entre músicos locais e artistas convidados.
 
O programa completo está disponível em Trafaria Bluegrass - Festival Internacional de Música.

Dia 13 - "Tierras del Sud", no Fórum Romeu Correia


Banner.jpg

 
 
Tierras del Sud, de Laida Azkona Goñi e Txalo Toloza-Fernández, de 13 a 17 no Fórum Municipal Romeu Correia
 

DIA 13

 

Tierras del Sud, no Fórum Romeu Correia

 

Na quarta-feira, às 15h, na Casa da Cerca, continua o curso de formação dirigido por José Manuel Castanheira, no âmbito do Sentido dos Mestres. Às 18h, há o Colóquio na Esplanada da Escola D. António da Costa com Dorothée Munyanesa, encenadora de Mailles, com moderação de Emília Costa. Um pouco mais tarde, às 20h, há música no mesmo local com os Active Mess (entrada livre). Às 21h30, há quatro espectáculos: Se eu fosse Nina, no TMJB; Eu sou a minha própria mulher, no Teatro-Estúdio António Assunção; A coragem da minha mãe, na Incrível Almadense; e Tierras del Sud, no Fórum Romeu Correia.

 

“Apesar de menos de 5% da população viver na Patagónia, a região ocupa quase metade do território nacional e canaliza a maior parte das reservas de água potável e energia hidroeléctrica – e 80% do petróleo e gás natural da Argentina.” (The New York Times)
O que liga o industrial italiano Luciano Benetton à pequena comunidade mapuche dos Curiñanco-Nahuelquir? O que liga o presidente de Argentina Mauricio Macri a Sylvester Stallone? As respostas a estas perguntas poderemos encontrá-las nas fronteiras meridionais da América, na região mais despovoada da Argentina, entre grandes lagos cristalinos e enormes picos nevados. Entre os Andes e o Atlântico. Em Puelmapu, o território ancestral do povo mapuche. Teatro documental, sobre a barbárie que representam as novas formas de colonialismo, sobre o que significa o progresso e o que realmente fizeram os homens que inventaram um país europeu do outro lado do Atlântico, violentando os territórios e os seus habitantes. Em cena, poderemos assistir à transformação de um palco de teatro num pedaço da actual Patagónia, numa revisitação da história do nascimento e expansão do Estado argentino e da sua relação com os grandes capitais estrangeiros.
Movendo-se entre Barcelona, Pamplona ou o Deserto de Atacama, Azkona&Toloza é uma dupla de artistas com experiência em novas dramaturgias e ligações a companhias e artistas sul-americanos.

 

Tierras del Sud (Fórum Municipal Romeu Correia, 13, 16 e 17 de Julho, quarta, às 21h30, sábado e domingo, às 15h)

 

De Laida Azkona Goñi e Txalo Toloza-Fernández

 

Dramaturgia, encenação
e interpretação
Azkona Goñi
Txalo Toloza-Fernández

Vozes
Sergio Alessandria
Agustina Basso
Conrado Parodi
Gerardo Ghioldi
Daniel Osovnikar
Sebastián Seifert
Rosalía Zanón
Marcela Imazio

Assistência de encenação
Raquel Cors

Banda sonora original
e desenho de som
Juan Cristóbal Saavedra

Desenho de luz
Ana Rovira

Técnico de luz em digressão
Conrado Parodi

Desenho audiovisual
MiPrimerDrop

Cenografia
Juliana Acevedo
MiPrimerDrop

Produção
Helena Febres

 

Antic Teatre, Festival TNT (França e Chile)
Co-produção:Azkona&Toloza


Língua
Português e castelhano
Legendado em português

Duração
1h30m

Classificação
M/12

 

Mais informações em ctalmada.pt
 

César Belda e Ángel Ruiz em Miguel Molina al desnudo, de Ángel Ruiz, encenação de Félix Estaire, pela companhia Lazona (Madrid, Espanha)

miguel_molina_desnudo_escena_09 copyright Javier N

Dia 10

 

Homenagem a José Manuel Castanheira e Espectáculo de Honra 2022

 

No dia 10, domingo, o Festival abre às 15h, no Teatro-Estúdio António Assunção, com a peça Eu sou a minha própria mulher, de Doug Wright, com encenação de Carlos Avilez, para o Teatro Experimental de Cascais. A peça tem uma segunda sessão às 21h30. Às 16h, no Teatro Municipal Joaquim Benite, é apresentado Selvagem. Às 18h, no Palco da Esplanada, é o regresso da programação para crianças na rubrica Eu também vou ao Festival. O espectáculo chama-se Milho por peixe e é de entrada livre. No mesmo palco, às 20h30, há Música na Esplanada com os Jacarandá, também de entrada livre. Às 22h, no Palco Grande, é homenageado José Manuel Castanheira e logo de seguida é apresentado o Espectáculo de Honra deste ano: Miguel de Molina al desnudo.

 

O mítico génio do flamenco Miguel de Molina (1908-1993) é provavelmente a melhor emanação que Espanha produziu dessa mistura tão sugestiva que resulta da união da vanguarda com a tradição. Em tudo o que fazia, Molina punha paixão, convocando outros génios para o seu redor, artistas como ele dotados da imaginação e do atrevimento que fizeram de Molina um estandarte da liberdade criadora e individual. Em cena apenas acompanhado por um pianista, o cantante e bailaor confessa: “Sempre fui objecto de perseguição, utilizado pelos perdedores e resgatado pelos vencedores como um despojo de guerra.” Perseguido pela Espanha de Franco, viu-se enredado numa onda de calúnias cuja finalidade era denegri-lo, em razão, também, da sua homossexualidade – que Molina aliás nunca renegou, numa atitude de grande arrojo perante as convenções do seu tempo. Uma biografia em forma de recital, contada por um verdadeiro alter-ego de Molina: o actor Ángel Ruiz. Um espectáculo íntimo, mas com a força telúrica do desassombro.
“Abordámos este trabalho tendo em mente a ideia de levar para a cena uma personagem observada a partir de múltiplos pontos de vista – da dimensão pessoal à dimensão profissional, percorrendo a sua vida e o seu legado como um espelho no qual podemos ver-nos reflectidos”. (Félix Estaire)

 

Miguel Molina al desnudo (Palco Grande, Escola D. António da Costa, dia 10, domingo, às 16h)

 

De Ángel Ruiz

Encenação de Félix Estaire

 

Interpretação
Ángel Ruiz

Pianista
César Belda

Direcção musical
César Belda

Coreografía
Mona Martínez

Figurinos
Guadalupe Valero

Iluminação
Juanjo Llorens

Direcção de produção
Miguel Cuerdo

 

LAZONA (Madrid, Espanha)
Apoio: Embaixada de Espanha em Lisboa


Língua
Castelhano
Legendado em português

Duração
1h30m

Classificação
M/12

 

Mais informações em ctalmada.pt 

Teatro Extremo || Sementes_ Mostra_Internacional_Artes_para_Pequeno_Público_destaques_1º_fim_de_semana

descarregar (1).jpg

27ª edição do Festival Sementesestá a chegar.20 de maio a 5 junhoem Almada, Barreiro, Loures, Montemor-o-Novo, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal. 
 
Teatro, música, dança, circo, palhaços, ópera, marionetas, artes de rua, oficinas de expressões artísticas e exposição de artes plásticas. 


Neste primeiro fim-de-semana, 20 a 22 maio, fazem parte da programação dois espetáculos premiados “Mininu” de Fernando Mota (Lisboa, Loulé) com o prémio nacional da crítica 2004 e prémio de melhor espetáculo no Festival Avignon 2005 (ADAMI - prémio do público), no dia 21 de maio às 11h e 16h no Teatro-Estúdio António Assunção, Almada; “Nube, Nube”da companhia Periferia Teatro (Espanha)  Prémio Drac D’Or para melhor espetáculo infantil/familiar, da Feira de Titeres de Lérida 2021, Prémio de melhor espetáculo pelo júri infantil do 33º Festitíteres Alicante 2020 e Prémio de melhor espetáculo de títeres e objetos FETEN 2020 no dia 22 de maio às 11h e 16h no Teatro-Estúdio António Assunção, Almada

Toda a programação em https://www.teatroextremo.com/sementes-programacao/

CLÃ anunciam nova digressão de clubes - DÁ O QUE TEM

descarregar.jpg

Esta primavera os Clã tomam de assalto os clubes! 
No ano em que fazem 30 anos de carreira, um retorno ao ponto de partida para procurar novos caminhos e inspiração para o futuro. DÁ O QUE TEM são os Clã ao vivo, cara a cara, a experimentarem à tua frente, francos e sem filtros. Uma digressão única num momento único da vida da banda. A não perder!
Em menos de duas semanas, a banda passará por oito emblemáticas salas, espalhadas pelo país, com direito a uma visita a Espanha.
 A digressão conta com o apoio da Antena 3.
O primeiro concerto tem lugar no dia 26 de Abril, no Muscibox, em Lisboa, no dia seguinte a banda toca no Cine Incrível (Almada), no dia 28 no Salão Brazil (Coimbra), a 29 no Stereogun (Leiria) e a 30 no Carmo 81 (Viseu). Após uma pausa de 3 dias, a banda regressa à estrada a 4 de Maio para tocar no GrETUA (Aveiro), no Maus Hábitos (Porto) no dia 5, terminando a 6 de Maio em Vigo, no La Fábrica de Chocolate Club.
Esta digressão especial nasce da vontade dos Clã de reencontrar a atmosfera vibrante e eléctrica dos clubes e a forte proximidade com um público cúmplice e exigente. Uma série de concertos informais e de palco aberto ao imprevisto onde não vão faltar os temas de “Véspera “(último álbum da banda), canções que habitualmente não fazem parte do repertório ao vivo dos Clã, novas versões, entre outras surpresas. 
DÁ O QUE TEM marca o arranque da celebração dos 30 anos dos Clã. Uma festa que se prolongará ao longo do ano com mais novidades a anunciar em breve. 

CLÃ  - TOUR "DÁ O QUE TEM"

 

BILHETES
26/04 - Muscibox, Lisboa 
https://musicbox.seetickets.com/event/cla-02260422-/musicbox/2297238 
27/04 - Cine Incrível, Almanda
Bilhetes à venda no local. Reservas: 965 210 300
28/04 - Salão Brazil, Coimbra
https://www.bol.pt/Comprar/Bilhetes/107419-cla-jazz_ao_centro_clube/Sessoes
29/04 - Stereogun, Leiria
https://ticketline.sapo.pt/evento/cla-da-o-que-tem-62493
30/04 - Carmo 81, Viseu
Bilhetes à venda no local.
04/05 - GrETUA, Aveiro
https://ticketline.sapo.pt/evento/cla-da-o-que-tem-62499
05/05 - Maus Hábitos, Porto
À venda na Bol. Bilheteira abre ao longo do dia de hoje.
06/05 - La Fábrica de Chocolate Club, Vigo
Bilheteira electrónica abre ao longo do dia de hoje.

SAÚDE E EDUCAÇÃO | Piaget promove reflexão sobre saúde mental dos portugueses

00ct-promocao-saude-mental-comunidade.jpg

A saúde mental dos portugueses estará em debate no próximo dia 2 de março numa conferência organizada pelo Instituto Piaget. Com o tema “Promoção da Saúde Mental na Comunidade – Contributos da Psicologia Clínica”, o evento realiza-se no Auditório do Campus de Almada do Piaget, a partir das 14 horas.

 

A conferência serve de mote à inauguração oficial da Clínica Piaget instalada naquele Campus, uma infraestrutura de saúde vocacionada para a área da Psicologia, que se destina a servir tanto a comunidade académica como a população em geral, em condições muito acessíveis.

 

A conferência, que antecede o ato formal de inauguração da Clínica, pretende ser um momento de reflexão sobre a importância de um serviço de atendimento aberto à comunidade, tendo em vista a promoção da saúde mental dos cidadãos. Isto numa fase da nossa vida coletiva ainda muito afetada pelo atual contexto pandémico.

 

Para debater o tema estarão, como oradores convidados, Ana Lage Ferreira, da Ordem dos Psicólogos Portugueses; Telma Almeida, da Alertamente – Associação Nacional para a Saúde Mental; Pedro Ferreira, da Santa Casa da Misericórdia de Almada; e Sandra Roberto, doutorada em Psicologia Clínica e da Saúde e docente no Instituto Piaget de Almada.

 

A participação na conferência é gratuita, mas carece de inscrição prévia, a qual deverá ser feita online no site do Instituto Piaget, através do link https://ipiaget.org/conferencia-sobre-promocao-da-saude-mental-no-campus-de-almada/

 

A Clínica Piaget de Almada, cuja inauguração oficial contará com a presença da representante da direção nacional da Ordem dos Psicólogos Portugueses, dispõe de consultas de Psicologia Clínica, Avaliação Psicológica e Orientação Vocacional. O espaço funciona aos dias de semana entre as 14h00 e as 20h00 e aos sábados das 10h00 às 14h00, com preços especiais em função da missão social a que o Instituto Piaget pretende dar corpo com esta iniciativa.