Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Inauguração da Exposição "No Percurso do Abstrato" de Fernanda Ferreira I Sexta-feira, 5 abr, 21h I Galeria de Arte da Imargem

Exposição "No Percurso do Abstrato" de Fernanda Ferreira
Inauguração sexta-feira, 5 abr, às 21h
Galeria de Arte Imargem
Patente até 23 abr 2019
 

Imagem1.png

 

HORÁRIO: SEGUNDAS 17H-20H QUARTAS 9H30-13H 14H-17H

 

A Arte é um importante recurso de experimentação e aproveitando a natureza como inspiração, depois de alguma reflexão, optei por uma nova forma de me exprimir na tela, aplicando texturas, materiais diversos, abrindo caminho à transformação e criatividade, libertando-me de dúvidas e preconceitos que nos limitam à livre apreciação de cada trabalho.                                                                                                                                                                                                                                                                               E é assim que a Arte se projeta e novos caminhos surgem.

(Fernanda Ferreira)

 

APOIO CÂMARA MUNICIPAL DE ALMADA

Alex Page apresentam "Your Disorder" por várias Fnacs

Os Alex Page apresentam o seu álbum de estreia "Your Disorder" em várias Fnac's da grande Lisboa, sendo esta uma excelente oportunidade para se privar um pouco com a banda e se ficar a conhecer melhor todo o conceito por trás desta obra lançada a 11 de Janeiro deste ano.  

Alex Page Fnac 2019.png

"Your Disorder" conta com as participações de João Peste (Pop Dell'Arte),  Sofia Lisboa (Silence 4) , Tiago Flores (Corvos)Pedro Madeira (Alcoolémia)Victor de Sousa (actor), entre outros,  e é um trabalho conceptual que conjuga fortes influências pop com a música alternativa. Mais do que apenas música, esta obra faz-nos viajar por estados emocionais de "desordem" comuns a todos nós, num ou noutro momento da nossas vidas.  

Alex Page - Your Disorder (artwork).jpg

 

 
Este álbum foi gravado por José Pedro no Japestúdios, com produção de Cláudio Pinto e masterizado em Nova Iorque por Andy VanDette. Edição a cabo de Nebula Records, com a chancela da Sons da Frente.  

27 de Março - Dia Mundial do Teatro no TMJB

image002.jpg

 

Maria João Abreu em Fenda, com texto e encenação de Rodrigo Francisco

 

 

27 de Março – Dia Mundial do Teatro no TMJB

 

 

A Companhia de Teatro de Almada volta associar-se às comemorações do Dia Mundial de Teatro, que este ano contarão com a presença em Almada de Sua Excelência o Presidente da República, Professor Marcelo Rebelo de Sousa. Antes do espectáculo da noite será lida a Mensagem do Dia Mundial do Teatro, emitida pelo Instituto Internacional do Teatro.

 

 

Programa

 

19h: Lançamento do quarto catálogo da exposição CTA: 40 anos em Almada; bem como do quinto volume da colecção O Sentido dos Mestres, intitulado Narrativas do corpo, referente ao curso que Olga Roriz realizou na última edição do Festival de Almada.

 

21h: Apresentação do espectáculo Fenda, com texto e encenação de Rodrigo Francisco.

 

(Os bilhetes para o espectáculo Fenda serão distribuídos a partir das 18h, na bilheteira do TMJB.)

 

 

 

 

Ficha Artística

 

Texto e encenação de Rodrigo Francisco

 

Intérpretes Adriana Melo, Carlos Fartura, Diogo DóriaJoão Farraia, João Tempera, Maria João AbreuMina Andala e Pedro Walter
Cenografia Jean-Guy Lecat
Figurinos José António Tenente
Luz Guilherme Frazão
Som Miguel Laureano

 

 

TEATRO MUNICIPAL JOAQUIM BENITE | SALA PRINCIPAL | M/14

 

Inauguração da Exposição "Sobreposições" de Conceição Silva I Sexta-feira, 15 mar, 21h I Galeria de Arte da Imargem

 

 
EXPOSIÇÃO "SOBREPOSIÇÕES" de Conceição Silva
Inauguração Sexta-feira, 15 mar, 21h
Galeria de Arte da Imargem
Patente até 2 de abril

Expo Conceição Silva.jpg

 

Horário: segundas 17h-20h quartas 9h30-13h 14h-17h

 

À descoberta e a ideia da congregação de vários elementos e materiais de forma a criar algo inteiramente inovatório, surgiu a resposta a uma nova expressão plástica. A partir desse momento as ideias deixaram de ficar espartilhadas aos elementos convencionais e alcançaram a liberdade total e sem limites, onde tudo é válido consoante a imaginação.

Conceição Silva

 

APOIO CÂMARA MUNICIPAL DE ALMADA

 

Inauguração da Exposição "Sobreposições" de Conceição Silva I Sexta-feira, 15 mar, 21h I Galeria de Arte da Imargem

EXPOSIÇÃO "SOBREPOSIÇÕES" de Conceição Silva
Inauguração Sexta-feira, 15 mar, 21h
Galeria de Arte da Imargem
Patente até 2 de abril

Horário: segundas 17h-20h quartas 9h30-13h 14h-17h

Expo Conceição Silva.jpg

 

À descoberta e a ideia da congregação de vários elementos e materiais de forma a criar algo inteiramente inovatório, surgiu a resposta a uma nova expressão plástica. A partir desse momento as ideias deixaram de ficar espartilhadas aos elementos convencionais e alcançaram a liberdade total e sem limites, onde tudo é válido consoante a imaginação.

Conceição Silva

 

APOIO CÂMARA MUNICIPAL DE ALMADA

 

Inauguração da Exposição "Perdidos e achados" de Carlos Ribeiro I Sexta, 22 fev, às 21:00 I Galeria de Arte da Imargem

 
Exposição "Perdidos e achados" 
de Carlos Ribeiro
Inauguração sexta-feira, 22 fev, 21h
 Galeria de Arte Imargem
 Patente até 12 mar 2019

dois quadrados ver2 _ CarlosRibeiro email.jpg

 

HORÁRIO: SEGUNDAS 17:00-20:00 QUARTAS 9:30-13:00 14:00-20:00
 
Perdidos e Achados resulta da relação que estabeleço com o espaço da cidade que é para mim, em muitas circunstâncias, uma paleta de cores, um estaleiro de materiais, um reportório de formas. Esta prática de respingador, aquele que vasculha no que é deixado para trás, coloca-me frequentemente na posição de etnólogo, que recolhe e regista a presença de objetos que resultam da atividade humana, independentemente de para mim, valerem mais, à partida, neste jogo de acaso e imponderável, pelas suas qualidades formais ou pela circunstância “feliz” do “acaso” que os traz até mim. Neste processo de filiação dada, sobre o qual não pretendo possuir qualquer controlo, brotam narrativas que resultam das estórias que os objetos inevitavelmente consigo carregam, e que, inevitavelmente também, veiculam para quem os observa. 
 
 
 
Apoio Câmara Municipal de Almada
 
____________________________________
GALERIA DE ARTE IMARGEM
Rua Torcato José Clavine nº19 Piso 03 2800-710 ALMADA
21 273 12 72    imargem.arte@gmail.com    
 

12ª Festa do Cinema Italiano em abril com retrospetiva de Nanni Moretti

7dd46844-8c95-4e7f-b4b7-aec09f41ec3f.png

 

A 12ª Festa do Cinema Italiano realiza-se de 5 a 14 de abril, em Lisboa, no Cinema São Jorge, nos Cinemas UCI El Corte Inglés e na Cinemateca Portuguesa - Museu do Cinema, e noutras cidades portuguesas, nomeadamente, Almada (5 a 10 de abril), Coimbra (9 a 11 de abril), Porto (10 a 14 de abril), Setúbal (11 a 14 de abril), entre outras a anunciar em breve.

Este ano, o festival dedica uma retrospetiva exaustiva a Nanni Moretti. Uma oportunidade para ver em sala grandes sucessos estreados nos cinemas nacionais mas também obras inéditas, nomeadamente curtas-metragens e documentários do realizador romano.

580d0a5e-ae62-40a2-b5e4-0d807b4e4b06.jpg

Subtil, irónico, controverso, provocador e premiado, Nanni Moretti é, provavelmente, o realizador italiano que mais se destacou internacionalmente nos últimos trinta anos. Autor muito amado, conseguiu com o seu inconfundível estilo retratar o próprio país e a sociedade à sua volta de forma inteligente e nunca banal.

A Festa do Cinema Italiano é organizada pela Associação Il Sorpasso, com o apoio da Embaixada de Itália, do Instituto Italiano de Cultura de Lisboa, da Câmara Municipal de Lisboa e da EGEAC.

Exposição "De todos os meus sonhos" de Maria João Ferreira I Sexta-feira, 11 jan, 21h I Galeria de Arte da Imargem

 
       Exposição "De todos os meus sonhos" de Maria João Ferreira
Sexta-feira, 11 jan, 21h
 Galeria de Arte Imargem
 Patente até 29 de jan

HORÁRIO:SEGUNDAS 17:00 - 20:00 QUARTAS 9:30 - 13:00 14:00 - 17:00  

MariaJoaoFerreira Detodososmeussonhos.jpg

 

Se pensarmos em sonhos, se sonharmos ousar, se recuarmos na memória, toda a lógica desaparece e a única certeza é a ausência. A ausência de um passado, nas ruínas do presente e no silêncio do futuro.

Suspensos entre esta e a outra vida, numa passagem constante em busca do que somos e do que são os outros para nós. Eterno devir entre o que temos e o que queremos, quando na verdade tudo o que resta é o azul à nossa volta.

 

APOIO CÂMARA MUNICIPAL DE ALMADA

_______________________________________________________

GALERIA DE ARTE IMARGEM

Rua Torcato José Clavine nº19 Piso 03 2800-710 ALMADA

21 273 12 72  I  imargem.arte@gmail.com  I  www.imargem82.wordpress.com

 

 

 

FIM-DE-SEMANA | Domingo há concerto infantil gratuito no Almada Forum

Concertos Infantis.jpg

 

 

09 DEZEMBRO | DOMINGO | 11H30 | FLORESTA MÁGICA DE NATAL | PISO 0 ALMADA FORUM

 

É já no domingo, dia 9 de Dezembro, às 11h30 que o Almada Forum, centro gerido pela Multi Portugal, recebe As Canções da Maria. Este será o penúltimo de 5 concertos gratuitos que acontecem na Floresta Mágica de Natal do Almada Forum até 16 de Dezembro.

 

Maria de Vasconcelos promete encantar miúdos e graúdos, trazendo ao palco da Floresta Mágica um reportório com algumas das canções favoritas dos mais novos. Um momento que levará famílias inteiras a viver o espírito da época natalícia ao som de clássicos que perduram na memória de todos.

 

Uma vez mais, depois do concerto, a Floresta Mágica de Natal abre novamente as suas portas para momentos de enorme diversão: com um fantástico carrossel, um comboio de natal, realidade virtual e a visita do velhinho das barbas brancas até dia 24 de Dezembro. Inspirada na aventura anual do Gui, o espaço convida a uma aventura pela floresta, ao sabor do verdadeiro espírito natalício.

AGENDA

- Concertos Natal Almada Forum –

Todos os domingos, às 11h30 na Praça da Natureza, Piso 0

Dia 9 Dezembro | As Canções da Maria

Dia 16 Dezembro | Gui e os Gomas

 

ZÉ MANEL TAXISTA, UMA COMÉDIA COM BRILHANTINA - Digressão 2019

ZÉ MANEL TAXISTA, UMA COMÉDIA COM BRILHANTINA

Digressão 2019

ZMT_digressão.jpg

 

ZÉ MANEL TAXISTA, UMA COMÉDIA COM BRILHANTINA celebra os 20 anos de existência de uma das personagens mais emblemáticas e acarinhadas de Maria Rueff. Na Lisboa de hoje, como noutras cidades de Portugal, Zé Manel, taxista, pai de família e adepto ferrenho do Benfica, já não reconhece os cantos-à-casa da "sua" cidade e anda arreliado. Entre turistas, tuk-tuks e alojamentos locais, Zé Manel despista-se... naturalmente!

 

Convento São Francisco (Coimbra) – 19 Janeiro

Teatro das Figuras (Faro) – 26 Janeiro

Centro Cultural de Tábua – 31 Jan a 2 Fevereiro

Coliseu Porto Ageas – 8 e 9 Fevereiro

Teatro Municipal Joaquim Benite (Almada) – 15 a 17 Fevereiro

CAE Figueira da Foz – 23 Fevereiro

Fórum Braga – 9 Março

 

Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=gERxH78uWI0

 

Com Maria Rueff, FF, Rafael Barreto, Ruben Madureira, Sissi Martins e Filipe Rico, Marta Mota, Sara Martins, Tiago Coelho Participação Especial João Maria Pinto Agradecimentos Io Apoloni, Ludmila Gubernaciuc Banda André Galvão (baixo/guitarra), Artur Guimarães (teclado), Tom Neiva (bateria/percussão) Texto Maria João Cruz, Filipe Homem Fonseca, Mário Botequilha, Rui Cardoso Martins Encenação António Pires Direcção Musical e Sonoplastia Artur Guimarães Cenografia Luísa Pacheco

 

Figurinos Dino Alves Coreografia Paula Careto Desenho de Luz Paulo Sabino Programação de Luz Vasco Silva Make-Up Paula Carmo Cabelos Nuno Souto

 

Ilustração Ricardo Galvão Fotografia e Conteúdos WEB Renato Arroyo Direcção de Cena e Assist. Figurinos Margarida Sales Assist. Cenografia Luísa Gago Prof. Patinagem Diogo

 

Augusto Assist. Encenação João Maria Música Artur Guimarães, Fernando Tordo, Herman José, João Gil, Jorge Palma, Manuel Paulo, Paulo de Carvalho, Sérgio Godinho, Xutos & Pontapés 

 

Produção UAU 

M/12

 

Diz a Imprensa:

 

“Entre ‘alfinetadas’ assertivas e muito amor ao seu Benfica, Zé Manel Taxista tornou-se uma das personagens mais marcantes de Maria Rueff. Logo ela, igualmente criada num bairro típico de Lisboa e também observadora atenta e crítica da realidade que a  rodeia. Talvez por isso, os taxistas da cidade a tratem por colega quando a atriz lhes bebe a inspiração no banco de trás.”, Vanessa Fidalgo, Correio da Manhã, Nov 2018

 

“Zé Manel Taxista é Maria Rueff, tem agora vinte anos, mas é o mesmo desde o início, só que a Lisboa de hoje é agora outra e no palco vai lá estar tudo deste boneco, que por vezes até se confunde com a própria Maria Rueff.”, José Carlos Barreto, TSF, Out 2018

 

“O boneco mais famoso da atriz nasceu no bairro da Graça, quando ela era criança e observava os tipos lisboetas mais genuínos. Há duas décadas, de repente, o boneco despontou num programa de Herman José e agora está de volta aos palcos através do musical “Zé Manel Taxista, Uma Comédia com Brilhantina”.,Bruno Horta, Observador, Out 2018

 

“O protagonista é um dos personagens mais populares de Maria Rueff, o taxista de bigode, fungadelas e brilhantina que adora falar do seu Benfica e não perde uma oportunidade de discorrer sobre o que o impacienta, dos turistas invasores aos enxames de tuk-tuks.”, Jornal Público, Set 2018

 

“Com patinagem, música ao vivo e textos humorísticos de Maria João Cruz, Filipe Homem Fonseca, Mário Botequilha e Rui Cardoso Martins, Zé Manel Taxista - Uma Comédia com Brilhantina marca o regresso de Maria Rueff ao seu boneco benfiquista, 20 anos depois de o ter criado.”, Rita Bertrand, Sábado, Set 2018

 

“Maria Rueff e a sua interpretação do carismático Zé Manel Taxista estreia-se esta quinta, 27, no Casino Lisboa para celebrar, pela primeira vez em palco, os 20 anos da existência desta personagem criada originalmente para televisão e rádio.”André Moreira, Visão, Set 2018

 

 “Brilhantina no cabelo, óculos escuros, um bigode farfalhudo e comentários engraçados sobre futebol. Zé Manel Taxista é uma das personagens mais icónicas (e antigas) de Maria Rueff — foi criada há 20 anos — e chega ao teatro.”, Ricardo Farinha, NIT, Set 2018

 

“Apareceu pela primeira vez no Herman SIC e nunca mais os taxistas e os benfiquistas nos pareceram os mesmos. É provavelmente a personagem mais icónica de Maria Rueff, que leva agora a palco o seu Zé Manel, taxista, pai de família e adepto ferrenho do Benfica.”, Miguel Branco, Time Out, Set 2018