Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Documentário Lusitanian Ghosts - Artes à Vila

04fd58d0-3221-419d-9625-19a640c3f604.jpg

 

 

A Lusitanian Music Publishing apresenta a estreia do documentário “Lusitanian Ghosts”, do jovem realizador André Miranda, no dia 27 de Junho, às 17h, no Festival Artes à Vila, na vila da Batalha.
 
Num país milenar com raízes etno-musicais que ultrapassam os séculos, instrumentos cordofones quase esquecidos pelo mundo, com nomes tão apaixonantes quanto as suas variadas afinações: a Amarantina, Beiroa, Toeira, Braguesa, Terceira ou Campaniça.   
 
Alguns novos luthiers estão a voltar a fabricar estes instrumentos quase extintos, e Neil Leyton, cantautor de rock n roll Luso-Canadiano, funda os Lusitanian Ghosts: um colectivo de artistas dedicado à experimentação e integração destes cordofones na gravação de um novo álbum inédito, casando o rock n roll internacional com os cordofones Lusófonos. O disco foi gravado nos estúdios Canoa, com produção de Ricardo Ferreira (Blim Records) e editado pela Lusitanian.
 
O documentário, realizado por André Miranda e com banda sonora dos compositores Ricardo Ferreira e Rui Ribeiro, começa por acompanhar o “making of” da gravação do disco nos estúdios Canoa, antes de cruzar o país à procura destes velhos instrumentos. O filme apresenta entrevistas a músicos e musicólogos ligados a estes instrumentos e visita ainda as fábricas e armazéns da APC Instruments em Braga.
 
O filme vai revelando, desde o estúdio, à estrada e às histórias, a riqueza inegável das tradições musicais portuguesas menos conhecidas, e as sonoridades incríveis que os seus cordofones oferecem, seja quando tocados nas formas tradicionais ou integrados num projecto de folk-rock experimental, como os Lusitanian Ghosts.
 
Melómanos, fãs de cantautores, singer-songwriters e rock n roll à la Rolling Stones (sobretudo na fase dos 1960's com Brian Jones), The Waterboys ou os sons mais alternativos de exploradores sónicos como Sonic Youth, Nick Cave & the Bad Seeds e outros irão conhecer uma velha-nova faceta da música portuguesa actual, enquanto que apresentamos um Portugal inovador, e a sua música actual a novos públicos internacionais.
 
O filme encerra com uma performance, ao vivo em estúdio, de um dos temas mais emblemáticos do conceito artístico de Lusitanian Ghosts: “Let it Soar”.
 
Data: 27 de Junho
Horário: 17h / 19h
Local: Galeria Municipal da Batalha
Duração: 69min.

37º Festival Música em Leiria "revela" Danças Ocultas na Batalha

Concertinas reconhecidas internacionalmente, apresentam-se em palco no dia 6 de abril

Fotografia_Danças Ocultas_.png

 

O grupo Danças Ocultas acaba de ser revelado pela organização da 37ª edição do Festival Música em Leiria (FML) como protagonista do grande espetáculo que terá lugar no auditório da Batalha, no dia 6 de abril de 2019. Filipe Cal, Artur Fernandes, Francisco Miguel e Filipe Ricardo compõem este quarteto de concertinas internacionalmente aclamado, que irá apresentar um espetáculo baseado no seu recém-editado disco “Dentro Desse Mar”, que teve na origem uma colaboração com Jaques Morelenbaum, Carminho, Zélia Duncan e Dora Morelenbaum.

 

Sucedendo o anterior trabalho “Amplitude”, este concerto vem apresentar “Dentro Desse Mar” e «será baseado essencialmente no novo repertório, embora não nos escusemos a revisitar alguns momentos anteriores da nossa obra», explica Artur Fernandes, que acrescenta que «será mostrado um novo som, uma série de novas obras e uma nova atitude com uma abordagem mais contemporânea e urbana e daí a colaboração com o Jaques Morelenbaum, que deu uma lufada de ar fresco ao nosso som com arranjos com muitas percussões e cordas, com a participação de algumas lendas da música brasileira».

 

Mosteiro da Batalha: Conferência internacional reune mais de 60 investigadores em Estudos Medievais

Congresso Batalha.jpg

 

Mais de 60 investigadores em Estudos Medievais reúnem-se em Conferência Internacional no Mosteiro da Batalha

 

Dias 21, 22 e 23 de setembro de 2017

 

 

O Mosteiro da Batalha acolhe de 21 a 23 de setembro uma conferência internacional intitulada “Loci Sepulcralis – Panteões e outros espaços de memória e sepultamento na Idade Média” que traz a Portugal os mais destacados investigadores mundiais nesta área.

Intitulado no original Loci Sepulcrali -- Pantheons and Other Places of Memory and Burial in the Middle Ages, trata-se de um encontro de caráter científico dedicado ao tema dos panteões medievais, que contará com mais de 60 oradores nacionais e estrangeiros. 

Ao longo de três dias de trabalho serão também abordados aspetos relacionados com a problemática dos lugares de sepultura e memória, como por exemplo as questões da sua construção, ornamentação e usos sociais. Pela abrangência das questões em análise, a Conferência destina-se também a estudantes, profissionais do setor do turismo e público em geral.

O evento, que se insere na programação das Jornadas Europeias do Património 2017, é uma organização conjunta do Instituto de Estudos Medievais da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (FCSH/UNL),  Mosteiro da Batalha/DGPC e Município da Batalha.

Programa disponível aqui.

Estreia "A ABÓBADA NÃO CAIU, A ABÓBADA NÃO CAIRÁ!" - MOSTEIRO DA BATALHA

A ABÓBADA NÃO CAIU, A ABÓBADA NÃO CAIRÁ!, de Tobias Monteiro
Com: Ana Bustorff, Ciro Cesarano, Fabio Gorgolini, Fernando Luís, Inês Nogueira, João Bandeira, João Craveiro, Margarida Gonçalves, Paulo Duarte Ribeiro e Leirena Teatro: Hugo Inácio | Rita Soares | Frédéric da Cruz Pires | Sofia Neves | Bárbara Soares
Mosteiro da Batalha | 14, 15, 16 e 17 de Agosto, às 19h30 | Bilheteira: €5 | €7,50 | €10