Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Segunda fase de CASULOS arranca nas Caldas da Rainha

Segunda fase de CASULOS arranca nas Caldas da Rainha

O projeto da Direção Regional de Cultura do Centro oferece à comunidade 25 ações de mediação cultural até março de 2022

 

CASULOS integra duas exposições e três residências artísticas, com 25 ações de mediação cultural. A primeira exposição, que serve de ponto de partida e de base de reflexão para todo o projeto, “CASULOS. José Malhoa, Dado e Carolein Smit” foi inaugurada a 20 de maio, no Museu José Malhoa, e conta já com 7710 visitantes.

Setembro é o mês de arranque da segunda fase do programa promovido pela Direção Regional de Cultura do Centro, a de início das residências artísticas no território. Estas residências têm na sua génese várias dinâmicas de integração da comunidade no processo criativo e na concretização dos projetos artísticos finais. Nas Caldas da Rainha e em Figueiró dos Vinhos, entre setembro de 2021 e março de 2022, teatro, dança, música, fotografia e vídeo serão as principais disciplinas artísticas exploradas.

 

TEATRO E ARTE BRUTA é a primeira ação deste calendário e decorre nas instalações do Museu José Malhoa, permitindo o contacto do público com todas as atividades. Partindo da exposição patente no Museu José Malhoa, explorando o diálogo entre o teatro e as obras de Malhoa, Dado e Carolein Smit, esta ação integra uma residência artística da companhia profissional do Teatro da Pessoa, entre 7 de setembro e 7 de janeiro, visitas comentadas à exposição e oficinas de expressão dramática com séniores das Caldas da Rainha, entre 7 e 19 de setembro, e um laboratório teatral para dois grupos, um que compreende jovens entre os 6 e os 12 anos e outro entre os 13 e os 18 anos, entre 25 de setembro e 31 de outubro. Os jovens que integrarem o laboratório teatral farão parte do elenco dos espetáculos finais, a par com a companhia profissional, previstos para 8 e 9 de janeiro nas Caldas da Rainha e 20 de março de 2022 em Figueiró dos Vinhos. O laboratório teatral decorre todos os sábados e domingos, entre as 10 e as 12h30, para os mais novos, e entre as 15 e as 17h30, para os mais velhos, as inscrições para esta atividade estão abertas e podem ser feitas através do email mjosemalhoa@drcc.gov.pt.

A residência artística da companhia profissional e as visitas e oficinas de expressão dramática já arrancaram e decorrem entre as 10 e as 12h30 e as 14h e as 16h30, no espaço expositivo do Museu José Malhoa, podendo ser observadas pelo público e pela imprensa.

 

DANÇA CONTEMPORÂNEA EM CONTEXTO EXPOSITIVO será uma viagem às histórias de Malhoa, Dado e Carolein Smit e às memórias individuais de cada um dos participantes nesta ação. Romulus Neagu é o coreógrafo que desenvolverá o processo criativo a par com comunidades de migrantes e retornados da região das Caldas da Rainha e de Figueiró dos Vinhos. Esta ação conta com 12 oficinas de expressão coreográfica e performativa, entre outubro de 2021 e março de 2022, nas Caldas da Rainha e em Figueiró dos Vinhos, que serão trabalhadas em simultâneo num projeto audiovisual e documental. As inscrições abrirão brevemente e serão anunciadas nas páginas web da Direção Regional de Cultura do Centro.

 

ARTES PERFORMATIVAS E EXPERIMENTAÇÃO MUSICAL – um laboratório de criação, o desenvolvimento de cenários tácteis e a conceção de concertos performativos serão os três grandes pilares desta ação desenvolvida criativamente pelo Coletivo DEMO. O Coletivo estará em residência nas Caldas da Rainha e em Figueiró dos Vinhos, entre outubro e novembro, onde convidará as comunidades locais de cegos e pessoas com baixa visão para assistir a ensaios e visitas tácteis.  Os figurinos e cenários serão desenvolvidos em parceria com os alunos da Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha. As inscrições abrirão brevemente e serão anunciadas nas páginas web da Direção Regional de Cultura do Centro.

 

Os espetáculos finais, resultantes do processo criativo de cada uma das atividades, serão realizados entre 8 e 9 de janeiro, nas Caldas da Rainha, e entre 18 e 20 de março em Figueiró dos Vinhos.

 

CASULOS é um programa multidisciplinar, proposto pela Direção Regional de Cultura do Centro, que passa pelos municípios das Caldas da Rainha e de Figueiró dos Vinhos. Este é o resultado de um protocolo de colaboração celebrado entre a Direção Regional de Cultura do Centro e o Instituto Português do Desporto e da Juventude, no âmbito da operacionalização do Orçamento Participativo Jovem Portugal 2018, com vista à execução do projeto vencedor, na área da Inovação Cultural, “Teatro da Pessoa – Partilha e Intervenção Cultural".

 

20 de maio | Secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural inaugura "CASULOS. José Malhoa, Dado e Carolein Smit."

“CASULOS. José Malhoa, Dado e Carolein Smit” abre no Museu José Malhoa

 

Quinta-feira, 20 de maio, pelas 15 horas

 

A Exposição CASULOS. José Malhoa, Dado e Carolein Smit. abre a 20 de maio, no Museu José Malhoa, nas Caldas da Rainha. A cerimónia de inauguração será presidida pela Senhora Secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural, Arquiteta Ângela Ferreira.

A inauguração desta exposição está integrada no Dia Internacional dos Museus, cujo tema, este ano, é “O Futuro dos Museus: Recuperar e reimaginar”. O conceito que está na génese de CASULOS. José Malhoa, Dado e Carolein Smit.  é o movimento de encerramento e libertação, aquele que é experienciado pelo artista durante o processo de criação, mas também aquele que foi experienciado pela população mundial no último ano. O encerramento que o mundo viveu obrigou a cultura a reinventar-se, obrigou as instituições a repensarem, reimaginarem e recuperarem os Museus, numa estratégia de fortalecimento para ultrapassar desafios futuros. É partindo dessa estratégia que a Direção Regional de Cultura do Centro propõe esta exposição, e o programa multidisciplinar onde a mesma se insere, procurando trazer novos públicos à cultura, novas formas de observação e fruição da arte, criando experiências impactantes em todos aqueles que a visitarem de 20 de maio a 9 de janeiro de 2022.

 

Espiral em digressão por Braga, Porto, Caldas da Rainha e Palmela

51099749_1566509590118120_6221657000414019584_n.pn

 

Esta semana, o trio feminino Espiral levará a música celta a diversos pontos do país, apresentando temas tradicionais da Irlanda, Escócia, Bretanha e Galiza, a par com novos arranjos de composições próprias, em espectáculos dirigidos a todas as idades.

A primeira apresentação será já no dia 21, pelas 21h30, no Salão Nobre da Universidade do Minho (Braga), no âmbito da V Semana Cultural Convergências Portugal - Galiza, com entrada livre. No dia 22, a associação cultural Casa Bô (Porto), acolherá o trio pelas 22 horas, que dinamizará um baile de danças europeias, com diversos ritmos tradicionais como a valsa, mazurka, círculo circassiano, andro, chotiça, chapelloise e bourrée, entre outros. Este mesmo reportório de baile voltará a ser apresentado no dia 23, pelas 17 horas, no Museu José Malhoa (Caldas da Rainha) e dia 24, pelas 16 horas, na Biblioteca Municipal de Palmela.

O trio é constituído por Anne Clément (flautas de bisel, tin whistle e gaita-de-foles galega), Emiliana Silva (violino) e Sara Louraço Vidal (harpa celta, guitarra acústica e voz). Mais informação em www.sonsvadios.pt/espiral.

 

NOITE E DIA um espetáculo de Joana Cotrim e Rita Morais 30 Novembro / 21:30 / Centro Cultural e Congressos das Caldas da Rainha

NOITE E DIA

170a3900-830b-456e-bfa6-6945bfe1039d.jpg

 


um espetáculo de Joana Cotrim e Rita Morais

30 Novembro / 21:30 / Centro Cultural e Congressos das Caldas da Rainha

Concepção e Interpretação Joana Cotrim, Rita Morais
Apoio Dramatúrgico Peter Vandenbempt
Desenho de luz e operação do espetáculo Carolina Caramelo 
Produção Rita Morais
Apoio à circulação de espetáculos: Fundação GDA 

Residências, apresentações e apoios wpPianofabriek, Projeto T3/ESMAE, Montignacht/Monty, Atelier Real, Teatro de Ferro/FIMP, wpZimmer, Companhia Olga Roriz, Asas de Palco, TEUC, 23Milhas.
Agradecimentos Inês Lemos, Jorge Madeira, João Fontes, Maria Helena Morais


Noite e Dia parte do universo do cabaret e do entretenimento, nomeadamente do ponto de vista do público, enquanto lugar de suspensão temporária do mundo exterior e da identidade de cada um, para investigar os limites dessa suspensão e a possível revelação que daí advém.  
--

"Senhores e Senhoras, Mesdames et Messieurs, Ladies and Gentlemen!
Boa noite, bonsoir, good evening!
Bem vindos!
Estão bem?
Claro que estão!
Gostávamos de pedir-vos uma coisa.
Gostávamos de pedir vos que deixassem os vossos problemas lá fora!
Esqueçam a guerra,  
a fome, esqueçam o medo.
Esqueçam as contas para pagar!
A vossa vida é decepcionante? Esqueçam isso!
Aqui a vida é bela!
As meninas são belas!
A orquestra é bela!
O palco é belo!
As luzes são belas!
As coxas são belas!
As pernas são belas!
As maminhas são belas!
E vocês são belos!
Bem vindos, bienvenue, welcome!
Lá fora é Inverno, mas aqui está tanto calor...
Aqui a realidade é um sonho,
há lugar para todos,
todos têm acesso a tudo.
As possibilidades são ilimitadas,
as proibições inexistentes.
Vamos rir,
vamos chorar,
lágrimas grandes e brilhantes vão cair neste palco.
A nossa miséria vai tornar as vossas vidas mais felizes.
Escolham uma personalidade. Sejam quem quiserem.
Sejam felizes!"

 

Exposição de pintura e escultura de Jorge Rebelo e de Clara Ribeiro no dia 08 de março

No dia 08 de março, o dia da mulher, inaugura a exposição “A IDEIA, A CRIAÇÃO E A FORMA”, uma  exposição de um pintor e de uma escultora cuja  harmonia artística  nos ajuda a interpretar os sonhos e o subconsciente, matérias primas que os Surrealistas, com os quais os artistas se identificam,  procuram explorar.  O Jorge Rebelo é um pintor artístico e de publicidade, cuja categoria profissional é “Mestre” e a Clara Ribeiro é uma amante da escultura, galerista de arte e de afectos,  mas cuja profissão está ligada à àrea comercial de uma empresa.

 

A exposição inaugura a partir das 18:00h e estará patente até o dia 20 de abril, de segunda à sexta, das 9:00 h às 13:00h e das 14:00h às 18:00h.  No dia da exposição contaremos com a participação especial da banda musical “Os Maranus”.

 

Jorge Rebelo:

 

Nasceu em 1952,  em Lisboa. Após alguns anos de liceu ingressou na Escola de Artes Decorativas António Arroio, frequentando até ao 4º. ano o curso de Pintura Artística e Decorativa, trabalhando em simultâneo durante onze anos  no atelier de pintura Augusto Bertholo, em Lisboa. No ano de 1977, concorre para a secção de Pintura Artística e Publicidade da C.C.F. de Lisboa. Ao fim de nove anos com a categoria de Mestre, foi chefiar a Secção de Arte e Publicidade durante mais vinte anos.  Ao longo dos quarenta anos de profissão, aprendeu, coordenou, e ensinou várias técnicas de pintura com vários tipos de materiais. Teve aprendizagem para ajudar a impulsionar a serigrafia, ainda muito primária nos anos 70 e 80. Executou muitas pinturas de grandes dimensões, tais como: cenários, stands, restauros de obras de arte, arte sacra, dourar, pratear, decoração, todo o tipo de pintura de publicidade e artística, etc.

Nos dias que correm,  dedica-se exclusivamente à pintura de quadros a óleo e a acrílico com fortes tendências para as  correntes “realista e surrealista.“

 

Clara Ribeiro:

 

Nasceu em 1970, em Sobrena, Concelho de Cadaval.

Curso de Artes Plásticas/Escultura, na Escola Superior de Arte e Design - Caldas da Rainha.

 

“Da mesma forma,  Clara Ribeiro é cúmplice, e na rigidez da pedra esculpe montes e vales, uns e outros paisagem base e suporte a aldeias suspensas, isoladas e surgidas de sopros de “tempestade” envolvendo de uma forma mágica todas as árvores.

Apesar da “frieza” da pedra, a artista leva-nos a sentir harmonia e aconchego, mesmo de   casas    isoladas, envolvidas por árvores numa simbiose notória. Conseguem assim, levar-nos à cumplicidade das árvores com as aldeias, das casas com os habitantes e dos habitantes com a terra “

Maria de Lourdes Marin / Maio 2004

BALBA | TOUR

BALBA – NOVAS DATAS PARA “QUE LA FÊTE COMMENCE! TOUR”

 

image015.png

 

BALBA – NOVAS DATAS PARA “QUE LA FÊTE COMMENCE! TOUR”

 

 

Rock, festa e uma boa dose de loucura e talento. É assim que se cria a equação que melhor define os Balba. A banda brasileira estreou-se perante o público nacional com o single “I am The Party” e depois de anunciar a primeira data da digressão nacional vê agora confirmados mais concertos para a sua estreia nos palcos portugueses!

 

No dia 27 de Setembro a estreia será no Tokyo, em Lisboa. Agora contam-se também passagem pelas Caldas da Rainha (A062, no dia 28/09), Porto (Fabrica dos Ofícios, 29/09) e Leiria (Texas, 30/09). O trio carioca, que caminha na dura estrada do rock com o seu indie rock dançante e que privilegia a língua inglesa, vê assim completa a “Que La Fête Commence! Tour”, realizada em conjunto com a Music For All.

Conheçam o primeiro local e data confirmado para a digressão:

27.09 | Tokyo, Lisboa, 23h30, 5€

28.09 | A062, Caldas da Rainha, 21h30, 4€

29.09 | Fábrica dos Ofícios, Porto, 23h, Entrada Livre,

30.09 | Texas, Leiria, 23h30, 4€

 

Rock, festa e uma boa dose de loucura e talento. É assim que se cria a equação que melhor define os Balba. A banda brasileira estreou-se perante o público nacional com o single “I am The Party” e depois de anunciar a primeira data da digressão nacional vê agora confirmados mais concertos para a sua estreia nos palcos portugueses!

 

No dia 27 de Setembro a estreia será no Tokyo, em Lisboa. Agora contam-se também passagem pelas Caldas da Rainha (A062, no dia 28/09), Porto (Fabrica dos Ofícios, 29/09) e Leiria (Texas, 30/09). O trio carioca, que caminha na dura estrada do rock com o seu indie rock dançante e que privilegia a língua inglesa, vê assim completa a “Que La Fête Commence! Tour”, realizada em conjunto com a Music For All.

Conheçam o primeiro local e data confirmado para a digressão:

27.09 | Tokyo, Lisboa, 23h30, 5€

28.09 | A062, Caldas da Rainha, 21h30, 4€

29.09 | Fábrica dos Ofícios, Porto, 23h, Entrada Livre,

30.09 | Texas, Leiria, 23h30, 4€

NATAL DAS CRIANÇAS

image001.jpg

 

A cidade das Caldas da Rainha está pronta para tornar o Natal dos mais pequenos ainda mais mágico e divertido. De 19 de Novembro a 6 de Janeiro contar histórias e viver sonhos, está apenas à distância de uma visita ao Centro-Oeste de Portugal.

 A Casa do Pai Natal será um dos palcos centrais da cidade. O barrigudo de barbas brancas estará sempre acompanhado dos duendes e das renas, convidando todas as crianças a participarem nas mais diversas atividades: pinturas faciais, balões, música, dança e contos infantis.

Este ano, toda a família poderá também andar no Comboio Mágico de Natal, que irá percorrer e animar diversas ruas na cidade através de um trajeto que levará a descobrir as ruas históricas e os monumentos emblemáticos.

Acontece ainda a 2ª edição do Festival de Street Food, considerado um dos melhores do país em 2015, com comida do mundo, degustações, showcookings e tudo o que os pais precisam para resistir a um dia cheio de energia dos mais novos.

A este brilho e cores dos milhares de luzes led das Iluminações de Natal que transformam a cidade num verdadeiro cenário natalício de sonho, não poderia faltar a magia da grande Árvore de Natal, a maior do país, com cerca de 40 metros de altura e 20 metros de diâmetro, instalada na Praça 25 de Abril. Serão mais de 5km iluminados, contemplando 45 artérias.

Les Saint Armand: Tomem nota da tour que propõe desatar o “Nó”

600px_e5829e9354b433737425.jpg

 

A primeira data de apresentação de "Nó" aconteceu no dia 5 de Novembro no Passos Manuel, no Porto. Les Saint Armand vão agora levar o disco a outros locais

 

Tomem nota da tour que propõe desatar o “Nó”:
19 Novembro - Texas Bar, Leiria (Festival Termómetro)
30 Novembro - Café Paraíso, Tomar
2 Dezembro - Clube Café, Sertã
3 Dezembro - Teatro da Rainha, Caldas da Rainha
7 Dezembro - Club de Vila Real
8 Dezembro - Club 11, Vila Pouca de Aguiar
9 Dezembro - Auditório Municipal de Freixo de Espada à Cinta
17 Dezembro - Pelle, Braga
22 Dezembro - Bar Porta 93, Viana do Castelo
23 Dezembro - CRU . Espaço Cultural, Famalicão
29 Dezembro - Maus Hábitos, Porto

367px_e5829fa14a7f98787524.jpg

 

Les Saint Armand têm nome francês, mas cantam em português. Falam de amor e da vontade. Da razão e da loucura. Assim celebram a vida. A sua música tem um carácter próprio já marcado por quase dez anos de existência. Em constante mutação e maturação, lançaram o disco de estreia, “Nó”, no dia 5 de Novembro.


Les Sant Armand no facebook
Ouvir "Nó" bandcamp 

"Allo Allo"

image004.jpg

 

De Jeremy Lloyd e David Croft, com encenação de Paulo Sousa Costa e João Didelet, adaptação de João Didelet e tradução de Dina Rocha

Com o excelente elenco: João Didelet, Elsa Galvão, Melânia Gomes, Filipe Crawford, Suzana Borges, Samuel Alves, José Henrique Neto, Pedro Pernas, Luís Pacheco, Mara Prates.

“Ouçam com muito cuidado, só vou dizer isto uma vez” - Frase mais repetida na versão teatral de «’ALLO ‘ALLO!», a clássica comédia televisiva de culto.

Baseada na série televisiva britânica que registou sete temporadas de tremendo sucesso, esta comédia onde não há sossego relata as aventuras de René, o infeliz proprietário de um café, em plena França ocupada.

Pode agora ver em palco todos os seus personagens favoritos, incluindo Edith, a mulher de René, com a sua desafinadíssima voz, o major-general Von Klinkerhoffen e Herr Flick, o oficial da Gestapo!

Em França, durante a Segunda Guerra Mundial, René Artois é o dono de um café por onde circulam diariamente elementos da Resistência, agentes da Gestapo, oficiais alemães e prisioneiros de guerra em fuga, desconhecendo todos a presença e a verdadeira identidade uns dos outros, para enorme exaspero de René.

Ele e a mulher esconderam um retrato de valor incalculável “The Fallen Madona” (with the big boobies) do pintor holandês Van Klomp, roubado pelos nazis, dentro de uma salsicha, na adega deles, onde também estão escondidos dois aviadores britânicos, à espera que a Resistência os consiga repatriar.

Os contactos com Londres através do aparelho de rádio disfarçado como catatua aumentam os embaraços sucessivamente vividos pelo intrépido dono do café junto dos seus fregueses. Notícias de que o Fuhrer se prepara para visitar a vila levam a que o café comece a ser frequentado por embusteiros mascarados de Hitler. E entretanto René tem de usar toda a esperteza possível para ir mantendo a salvo o seu café – e a sua vida.

 

Sintra -1 de Outubro 21h30- Centro Cultural Olga Cadaval

Porto - 7 de Outubro a 23 de Outubro- Sextas e Sábados às 21h30 e Domingo às 18h00. – Teatro Sá da Bandeira

Duração : +-120 minutos

Idade: m/16 anos

EXIT invade montras do centro histórico das Caldas

A primeira exposição de cerâmica da MOLDA 2016 sai à rua a partir de 4 de junho

A primeira exposição de cerâmica da MOLDA 2016 vai levar trabalhos desenvolvidos por antigos estudantes da Escola Superior de Artes e Design do Politécnico de Leiria (ESAD.CR/IPLeiria) às montras do centro histórico das Caldas da Rainha. A partir de dia 4 de junho, a EXIT, uma exposição original, poderá ser vista nas montras das lojas Hélia-Arte Floral, Foto Franco, Monteiro Decoração, Ourivesaria André Nogueira, Exclusive Boutique, Zelu, Formen, Mirene, Mary Poppy, Mercearia Pena, Electrolider, Vogal e Begónia-Florista.

Na inauguração da EXIT, a partir das 17h00, e com início na Hélia - Arte Floral, na Rua Dr. Leonel Sotto Mayor, estarão presentes representantes da Câmara Municipal das Caldas da Rainha, da ACCCRO – Associação Comercial dos Concelhos de Caldas da Rainha e Óbidos, e da ESAD.CR/IPLeiria, assim como os autores dos trabalhos expostos. A EXIT conta com curadoria de Fernando Carradas, docente do curso de Design de Produto - Cerâmica e Vidro da ESAD.CR/IPLeiria.

A bienal MOLDA é organizada pela Escola Superior de Artes e Design do Politécnico de Leiria ESAD.CR/IPLeiria, e integra o programa Caldas da Rainha Cidade Cerâmica. Esta primeira edição pretende celebrar e valorizar as múltiplas vertentes da atividade cerâmica da cidade, e prolonga-se até ao mês de dezembro, estando prevista a realização de mais de 30 eventos, entre exposições, roteiros, ateliês, conferências e workshops.