Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Tatanka vai dar concerto em nome próprio esta sexta-feira em Cascais

Tatanka.jpg

O espetáculo, que tem entrada livre, acontece dia 4 de novembro, às 19h30, e está integrado no CascaiShopping Music Fest.

 

O CascaiShopping Music Fest recebe um concerto de Tatanka, em nome próprio, esta sexta-feira, 4 de novembro, às 19h30. O espetáculo do vocalista dos “The Black Mamba” é de entrada livre acontece no Cascais Kitchen, no Piso 1, do CascaiShopping.

 

Vimos convidar os meios de comunicação social a estarem presentes esta sexta-feira, às 19h30, no CascaiShopping. O artista está disponível para entrevistas.

 

O evento composto por um ciclo de concertos intimistas com artistas do panorama musical português contou também com Beatriz Rosário, Fausto, Tainá e Bárbara Tinoco. Saiba mais informações em https://www.cascaishopping.pt.

The Oitavos inaugura exposição "Shoot Love" da escultora Mariana Gillot

Exposição Shoot Love.jpg

O hotel The Oitavos inaugura, a 16 de outubro, a exposição “Shoot Love”, da escultora Mariana Gillot, com curadoria de Ana Cristina Baptista. O lobby do hotel terá patente, até dia 11 de novembro, obras de arte que apelam ao coração e à expressão das emoções, sob todas as formas.

 

“Vivemos tempos extremamente conturbados, carregados de muitas formas de violência, de agressividade e de austeridade. O tempo foge e parece não esperar por ninguém, deixando-nos quase dormentes, anestesiados e de alguma forma conformados. Nesta época de tantas impotências e algumas amnésias sociais é importante lembrar o ser humano, do quanto amor tem para dar.  É um convite a todos nós para a consciencialização da observação do mundo e de tudo o que se passa nele abrindo a oportunidade a pequenos gestos, que podem fazer a diferença em “campos de guerra”. Singelos gestos que começam em nós próprios e terminam nos outros”, refere a escultora.

 

A ligação do The Oitavos com a arte e os artistas faz parte do DNA do hotel: de design contemporâneo, o foi desenhado e concebido pelo artista e arquiteto português José Amaral Anahory. Com decoração simples e elegante, que integra diversas obras de arte, os hóspedes encontram nas áreas comuns, e nos quartos do hotel, várias pinturas e esculturas contemporâneas de artistas portugueses. Os candeeiros icónicos em cerâmica, nos quartos, são da autoria da artista Rosa Anahory e as enormes esculturas de figuras femininas que se encontram à entrada do hotel, na rotunda para o Clubhouse e na entrada do QM Health Club, são também da autoria do arquitecto do edifício.

Cascais recebe festival de música com Bárbara Tinoco e Tatanka

Cascais recebe festival de música com Bárbara Tinoco e Tatanka

A terceira edição do CascaiShopping Music Fest arranca na sexta-feira, 14 de outubro, e conta também com artistas emergentes.

 

image003.jpg

Esta sexta-feira, 14 de outubro, arranca a terceira edição do CascaiShopping Music Fest, o evento de concertos intimistas que junta nomes reconhecidos do panorama musical português e artistas emergentes num único palco. Até 4 de novembro, está marcado um concerto diferente todas as sextas-feiras, ao final da tarde, de entrada livre. O cartaz inclui nomes como Bárbara Tinoco e Tatanka.

 

É no Cascais Kitchen, o popular mercado gastronómico do Centro, que os visitantes do CascaiShopping e fãs dos artistas vão ter a oportunidade de assistir aos cinco concertos num ambiente descontraído e intimista, fazendo deste festival uma experiência única. A edição deste ano inclui uma intérprete de língua gestual em todos os concertos, tornando o evento ainda mais inclusivo.

 

A programação começa no dia 14 de outubro com as atuações de dois jovens talentos: Fausto Vasconcellos, que chamou a atenção no “The Voice Portugal”, transmitido na RTP1, na edição de 2016; e Beatriz Rosário, de 22 anos, que lançou o seu primeiro single em 2021 e atuou recentemente nos festivais MEO Sudoeste e MEO Marés Vivas. A presença de ambos no CascaiShopping Music Fest resulta da Open Call, a convocatória cultural lançada pelos centros comerciais geridos pela Sonae Sierra, em abril, para apoiar o setor. Os concertos começam às 18h30 e 19h30, respetivamente.

 

Na sexta-feira seguinte, 21 de outubro, é a vez de Tainá subir ao palco. A artista brasileira, que no seu disco de estreia, editado em 2019, começou a construir um legado musical e lírico capaz de unir os dois lados do Atlântico, tem concerto marcado para as 19h30.

 

O terceiro dia do festival, 28 de outubro, é protagonizado por Bárbara Tinoco, às 19h30, que conta com vários singles de sucesso como “Antes Dela Dizer que Sim” e “Sei Lá”. Aos 23 anos, é uma artista reconhecida no panorama musical nacional e, recentemente, fez parte do júri do “The Voice Portugal Kids”.

 

O CascaiShopping Music Fest termina no dia 4 de novembro, no mesmo horário, com uma atuação pouco habitual de Tatanka, que se apresentará em nome próprio. O vocalista dos The Black Mamba, que representaram Portugal no Festival Eurovisão da Canção, em 2021, promete um momento musical inesquecível.

 

Para Carla Bonito, diretora do CascaiShopping, “é para o Centro motivo de muita alegria receber este evento pela terceira vez, já que não só reforça a posição do CascaiShopping enquanto promotor de cultura, assim como espaço que proporciona experiências e emoções que vão muito além da compra. Queremos continuar a ser palco de momentos únicos para quem nos visita e o CascaiShopping Music Fest faz, sem dúvida, parte desse caminho.”

 

Imagens do cartaz e dos artistas disponíveis para download neste link.

 

Programação:

Fausto Vasconcellos – 14 de outubro, às 18h30

Beatriz Rosário – 14 de outubro, às 19h30

Tainá – 21 de outubro, às 19h30

Bárbara Tinoco – 28 de outubro, às 19h30

Tatanka – 4 de novembro, às 19h30

Local: Cascais, CascaiShopping, Cascais Kitchen, Piso 1

Entrada: livre

Bárbara Tinoco em concerto gratuito em Cascais esta sexta-feira

Acontece dia 28 de outubro, às 19h30, e está integrado no CascaiShopping Music Fest.

BárbaraTinoco.jpg

O CascaiShopping Music Fest recebe Bárbara Tinoco esta sexta-feira, dia 28 de outubro, às 19h30, para um concerto de entrada livre. O espetáculo acontece no Cascais Kitchen, no Piso 1, do CascaiShopping. Durante todo o concerto está presente uma intérprete de linguagem gestual.

 

O evento composto por um ciclo de concertos intimistas de variados estilos musicais termina na próxima sexta-feira, dia 4 de novembro, com a atuação de Tatanka. Saiba mais informações em https://www.cascaishopping.pt.

Cascais recebe concerto gratuito de Tainá

Tainá.jpg

Acontece dia 21 de outubro, às 19h30, e está integrado no CascaiShopping Music Fest.

 

O CascaiShopping Music Fest recebe Tainá esta sexta-feira, dia 21 de outubro, às 19h30, para um concerto de entrada livre. O espetáculo acontece no Cascais Kitchen, no Piso 1, do CascaiShopping.

 

O evento composto por um ciclo de concertos intimistas com artistas emergentes do panorama musical português conta ainda com o espetáculo de Bárbara Tinoco, marcado para o dia 28 de outubro e termina com Tatanka, no dia 4 de novembro. Saiba mais informações em https://www.cascaishopping.pt.

 

 

Festas do Mar vão ter Casinha Joyeux

  • 25, 26, 27 e 28 (5ª a domingo) das 12h à 01h
  • 29, 30 e 31 (2ª, 3ª e 4ª feira) das 12h às 22h
  • 1, 2, 3 e 4 (5ª a domingo) das 12h à 01h

The Oitavos recebe exposição inspirada no mar da artista Michele Silva

Pintura a óleo_Michele Silva.JPG

O hotel de cinco estrelas The Oitavos recebe, a partir de 23 de junho, a
exposição "Seascapes" da artista luso-americana Michele Silva. Patente no
lobby do hotel até ao dia 17 de julho, a exposição reúne vários quadros
pintados a óleo inspirados na relação da artista com o mar.

 

"Há alguns anos, tive uma aventura. Era um dia de Inverno chuvoso e fresco,
e ainda ninguém estava na água. A minha amiga, uma instrutora de surf,
tinha-me convidado para me juntar a ela, e chegou à praia com um fato de
mergulho e uma prancha de reserva para mim. O primeiro desafio era meter o
meu corpo dentro daquele fato de mergulho. O segundo era a própria prancha,
que também era pesada para mim. Fomos para a água e sentadas em cima da
prancha de surf, as ondas passaram por cima de mim. Chegou o momento em que
as minhas pernas balançaram e eu fiquei de pé. Sucesso! Segundos depois, o
oceano engoliu-me. Com essa experiência, o mar ganhou uma outra perspectiva,
o ponto de vista do surfista. "Seascapes" é uma exposição de algumas das
pinturas a óleo que tenho feito desde esse dia, inspirada pelo meu novo
respeito, admiração e um pouco de medo do oceano, que sempre me inspirou a
pintar", explica Michele Silva.

 

Localizado a poucos quilómetros da praia do Guincho, o hotel The Oitavos tem
uma forte ligação com o mar e o surf, desde a sua origem. O hotel reúne as
condições perfeitas para a prática desta modalidade, com amplos espaços
interiores convenientes para o material usado pelos surfistas e com uma
forte omnipresença do mar que se avista de quase todos os lados do hotel.

 

De design contemporâneo, o The Oitavos foi desenhado e concebido pelo
artista e arquiteto português José Amaral Anahory. A relação com a arte é
notória a quem visita o hotel: a decoração simples e elegante é
complementada por diversas obras de arte, que conferem vida e personalidade
aos ambientes. Em todos os quartos existem também pinturas contemporâneas de
artistas portugueses.

 

Artistas plásticos unidos contra a fome em exposição solidária no Casino Estoril

REFOOD-Cascais-ExpoSolidaria-LUX_stories_1080x1920

Com o apoio da Galeria de Arte, o Casino Estoril acolhe, de 19 a 22 de Maio, uma exposição solidária intitulada “Dar a Mão com Arte”. Esta mostra colectiva reúne um conjunto de obras de 22 artistas plásticos, nas modalidades de pintura e escultura, que poderão ser adquiridas por preços muito apelativos. A receita das vendas das obras revertem parcialmente para o núcleo de Cascais da Refood. Com entrada gratuita, a não perder, das 17h00 às 23h00.

 

“Dar a Mão com Arte” distingue-se pelos contributos dos artistas Add Fuel (Diogo Machado), Aida Sousa Dias, Alfredo Luz, Antonieta Roque Gameiro, Branislav Mihajlovic, Carlos Ramos, Cristina Rocha Leiria, David Levy Lima, Diogo Navarro, Filipa Oliveira Antunes, Filipe Curado, Gustavo Fernandes, João Feijó, João Puig, Mariola Landowska, Nuno Sousa Mendes, Paul Mathieu, Paulo Ossião, Pedro Castanheira, Rogério Timóteo, Rui Carruço e Silvia Correia.

 

A receita das obras vendidas será dividida entre os artistas plásticos e o núcleo de Cascais da Refood, que apoia, actualmente, 86 famílias a quem garante uma refeição diária, num total de 216 beneficiados.

 

Refood é uma organização fundada em Portugal em 2011 por Hunter Halder com o objetivo de combater o desperdício alimentar. O lema desta organização, com núcleos espalhados pelo país, é "aproveitar para alimentar", criando uma ponte humana que liga quem tem uma sobra diária a quem tem uma necessidade diária. Mais informações em https://www.re-food.org/pt.

 

Distinguido com o certificado “Clean & Safe” do Turismo de Portugal, o Casino Estoril abre às 15h00 e encerra às 03h00. O acesso é livre, sendo que a partir das 22 horas, é para maiores de 14 anos, e maiores de 10 anos acompanhados pelos pais. Nas áreas de Jogo é para maiores de 18 anos.

Conferência -Deuses egípcios 5: Hórus e Hathor

descarregar (5).jpg

Recordatório
CONFERÊNCIA

| DEUSES EGÍPCIOS
HÓRUS E HATHOR|

por JOSÉ CARLOS FERNÁNDEZ


CONFERÊNCIA - 17 março de 2022 às 19.30H



Ciclo de Conferências: «DEUSES EGÍPCIOS»

«Hórus é, juntamente com Ísis e Osíris, o deus mais importante do Egipto, até ao ponto dos Faraós governarem em seu nome. E quando um Faraó morria e começava a reinar o seguinte, fazia-se a cerimónia de passagem do Ka de Hórus, para que pudesse exercer o seu governo com lagalidade e justiça, sendo o representante de Deus na terra de Kem. É também símbolo da luz solar, do III Logos - no contexto da cosmovisão neoplatónica - do Herói Interior ou Eu superior (Manas), filho do Eu Divino (Osíris). Hathor, para além de, no Egipto, ser uma das formas predilectas da Grande Mãe e o Grande Amparo, era , por outro lado, a Deusa da Beleza e do Amor, semelhante deste modo à Afrodite grega. Também o Grande Espaço que nutre a vida das estrelas e das almas de tudo o que vive, com o seu "leite celeste" como Grande Vaca Cósmica. Como matéria primordial era também a rebelde ao Número e à Ordem, pois era a infinitude que deveria ser presa na Rede de Thot para que os Números estabeleçam as primeiras formas da Existência, tal como descreve o filósofo Plotino no seu Tratado sobre os Números (na Sexta Enéada, Sexto Tratado), e um logo etcétra que trataremos, resumidamente nesta conferência.» (José Carlos Fernández)

CICLO DE CONFERÊNCIAS SOBRE OS DEUSES EGÍPCIOS

«A religião egípcia é de grande beleza e profundos significados. Frutos das Escolas de Mistérios, os seus símbolos velam ensinamentos sobre a Natureza, a Alma e a Vida, que mantêm toda a actualidade nos nossos dias. Certamente que o conhecemos não será praticamente nada em comparação com o que aprendia o mais humilde dos discípulos ou fiel destes cultos. No entanto, podemos conhecer algumas coisas por analogia com outros simbolismos, pelos próprios textos egípcios e sobretudo pelo esforço dos filósofos gregos e das escolas neoplatónicas, e inclusivamente por certas tradições herméticas conservadas até aos nossos dias. Por exemplo: "Ísis sem Véu" de H. P. Blavatsky (1831-1891), pelos livros e conferências do Professor Jorge Ángel Livraga (1930-1991) e outros autores como Schwaller Lubicz (1887-1961).
Isto permite-nos não só penetrarmos na beleza dos seus mitos e símbolos, mas também extrair ensinamentos através da sua Filosofia e cosmovisão. Analisaremos também em cada um destes Deuses, os seus nomes, hieroglifos e epítetos, uma vez que em diferentes chaves cada um tem significados muito diferentes e complementares.» (José Carlos Fernández)
Sessões às 19h30:

1 - Ísis (24/9/2019)
2 - Osíris (12/11/2019)
3 - Sekhmet (21/01/2019)
4 - Ptah (03/03/2020)
5 - Hórus e Hathor
6 - Amon e Mut
7 - Kepher e Jepet
8 - Thot e Seshat
9 - Hapi e Maat
10 - Seth e Selkit
11 - Bes e Neith
12 - Anúbis e Neftis
13 - Montu e Mau (Bastek)
14 - Shu e Nuth

 



INSCRIÇÕES ABERTAS 
Entrada Livre
com Inscrição no formulário:

https://bit.ly/Deuses_egipcios_H%C3%B3rus_Hathor


Local:
Evento Presencial
Sede da Nova Acrópole

Casa da Malta, rua dos Lagares da Quinta, Oeiras

(entrada em frente ao número 15)


Orador do evento:
Conferência por José Carlos Fernández
Escritor, investigador e Director Nacional da Nova Acrópole

 

 

Exposição TERRA DE SONHOS de CRISTINA GARCÍA RODERO | Amadora

Amadora

image002 (1).jpg

De 11 de março a 5 de abril de 2022

Com a colaboração da Câmara Municipal da Amadora

 

TERRA DE SONHOS

CRISTINA GARCÍA RODERO

 

Amadora recebe a exposição de fotografia "Terra de Sonhos" que mostra a singularidade e a assimetria do mundo rural da Índia. Através das fotografias realizadas pela fotógrafa Cristina García Rodero, a exposição pretende dar voz às mulheres das comunidades rurais de Anantapur (Andhra Pradesh) e destacar o seu poder na transformação das suas comunidades. Cristina García Rodero soube entrar neste mundo, fundir-se na alegria e no sofrimento daqueles que encobrem, com cor e graciosidade, o claro-escuro (chiaroscuro) da sua própria existência.

 

A exposição "Terra de Sonhos", organizada pela Fundação ”la Caixa”, em colaboração com o BPI e a Câmara Municipal da Amadora, é composta por 40 fotografias e faz parte do programa "Arte na rua", através do qual a Fundação ”la Caixa” pretende aproximar a arte às pessoas fora do contexto habitual dos museus e das salas de exposições.

 

image004.png

 

Terra de Sonhos. Cristina García Rodero.

Lugar: Praça Dr. José Vieira de Carvalho

Datas:De 11 de fevereiro a 4 de março de 2022.

Organização e produção: exposição organizada pela Fundação ”la Caixa”, em colaboração com o BPI e a Câmara Municipal da Maia.

Fotografias e curadoria: Cristina García Rodero.

Assessor: Josep Giralt.

 


@FundlaCaixaPT

#Artenarua

#TerradeSonhosFundlaCaixaBPI

 

A presidente da Câmara Municipal da Amadora, Carla Maria Tavares; o curador da Fundação ”la Caixa” e presidente honorário do BPI, Artur Santos Silva, e o assessor da exposição, Josep Giralt, apresentam hoje a exposição "Terra de Sonhos. Cristina García Rodero", uma exibição fotográfica que reflete a vida quotidiana dos habitantes de Anantapur, no Estado de Andhra Pradesh, uma das zonas mais pobres da Índia, onde vivem as comunidades mais desfavorecidas e vulneráveis do país.

 

Sendo a cultura e a arte ferramentas essenciais para promover o desenvolvimento dos cidadãos, a Fundação ”la Caixa” procura contribuir para a sensibilização do público através do acesso a conteúdos artísticos, designadamente nas exposições itinerantes que organiza.  

Em particular, com o seu programa "Arte na rua", a Fundação ”la Caixa” procura transformar o espaço público num museu ao ar livre e levar ao público o trabalho de artistas de renome internacional, desta forma, contribuindo para democratizar o acesso à arte.

 

Cristina García Rodero foi convidada a documentar as condições de vida das comunidades de Anantapur, na Índia.  Durante um mês e meio, García Rodero visitou hospitais, centros de acolhimento de mulheres vítimas de violência, oficinas, escolas e casas, realizando fotografias que dão voz a pessoas que são, muitas vezes, esquecidas: crianças, pessoas com deficiência e, especialmente, mulheres. Mães, camponesas, costureiras, noivas de diferentes religiões, professoras, enfermeiras e estudantes têm um papel de destaque neste projeto, pois representam um dos principais motores na transformação das comunidades de Anantapur.

 

A exposição entra no mais sensível e mágico do mundo feminino e na força e capacidade de superação das mulheres em Anantapur. Persistente e excessiva, Cristina García Rodero soube entrar neste mundo e fundir-se na alegria e no sofrimento daqueles que encobrem, com cor e graciosidade, o claro-escuro (chiaroscuro) da sua existência.

 

O resultado deste projeto são 40 fotografias: uma seleção de imagens representativas das comunidades rurais da Índia, que cativam pela sua qualidade de composição e de vivência.

 

Através do seu trabalho, García Rodero propõe-nos uma forma particular de ver a Índia, um mundo complexo e fragmentado. Cada fotografia constrói um código visual coerente e, sobretudo, transcendente. A imagem que se transforma em arte.

 

 

Programa “Arte na Rua”

O programa "Arte na rua" iniciou-se em Espanha em 2006 e, desde então, tem dado a conhecer ao público artistas de referência da modernidade, como Auguste Rodin ou Henry Moore, assim como artistas contemporâneos, como Manolo Valdés, Igor Mitoraj ou, mais recentemente, o fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado.

 

É neste quadro que a Fundação ”la Caixa”, em conjunto com o BPI e com a Câmara Municipal da Maia, apresenta a exposição "Terra de Sonhos" que, depois de Beja, Cascais, , Santarém e Braga, chega agora à Maia.

 

Cristina García Rodero, uma revolução no paradigma do olhar

Cristina García Rodero é uma figura da fotografia mundial, tanto pela sua personalidade, como pelo impacto nacional e internacional do seu trabalho. Nascida em Puertollano (Ciudad Real) em 1949, licenciou-se em Belas Artes pela Universidad Complutense de Madrid. Foi a primeira espanhola a ser admitida na prestigiada agência de fotojornalismo Magnum. De entre a sua vasta obra, destaca-se a "España oculta", que faz parte da Coleção ”la Caixa” de Arte Contemporânea.

 

Recebeu inúmeros prémios, incluindo o "World Press Photo" em 1993, o "National Photography Award" em 1996, o "FotoPres la Caixa" em 1997, o "PhotoEspaña" em 2000, o Prémio Godó de Fotojornalismo em 2000, as medalhas de ouro do Mérito em Belas Artes, em 2005 e em Castilla-La Mancha em 2016 e, recentemente, o prémio "PhotoEspaña", em 2017. É a primeira fotógrafa espanhola a ter um museu próprio, na sua cidade natal.