Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Lu Mourelle , artista plástica brasileira faz exposição na mostra Outras Terras em Cascais

image003.jpg

 

Atualmente residindo em Lisboa, a brasileira Lu Mourelle, nem bem chegou do Salon D’Art Contemporain – Paris 2020, onde expôs suas obras no Parc Des Exposition –  e já inaugura neste sábado, 8, a partir das 18 horas, em seu espaço ‘Lu Mourelle Art Gallery’, na Cidadela Art District, em Cascais, a mostra ‘Outras Terras’, ao lado dos artistas Bogdan Dide, da Ucrânia, e de Claus Von Oertzen, da Alemanha. A exposição ficará patente até 03 de março. 

Lu chegou a Portugal incentivada pelo vice-presidente da Sociedade Nacional de Belas Artes, Jaime Silva, que a conheceu depois de visitar uma exposição da artista em Lisboa em 2017. “Portugal foi uma grande surpresa e um presente, um m país acolhedor, belo.  Pintar sob a luz de Portugal é um diferencial”, comenta a artista.

A obra da artista  é fruto de sua bagagem emocional, que desde a infância alterna residência entre o Brasil e a Europa. Acostumada desde cedo a integrar sociedades diversas, Mourelle dedicou-se ao mundo da moda antes de abraçar completamente as Artes Plásticas. Dos estudos de pintura e dessa experiência de vida nasce à representação de mulheres diferenciadas e ricas em personalidade e emoção. Personagens de beleza atípica e contemporânea que em traços essenciais e cores bem marcadas transmite sua inventividade.

‘Madames’, sua série mais recente que faz parte da mostra,  traz rostos femininos que estimulam o poder de interpretação do público. São feições e olhares inquietantes, curiosos e muitas vezes de natureza ambígua. Assim, Lu deseja estimular a compreensão de belezas exóticas e atípicas, mas contemporâneas. “A beleza é algo que depende do referencial de cada um e por isso voltamos às experiências particulares, minhas e do público que contempla as obras. As Madames tocam cada um de maneira diferente: apesar de não serem trabalhos baseados no realismo, transmitem sentimentos verdadeiros”, diz Lu, que teve uma agenda intensa em 2019: apresentou obras em Paris, Lyon e Toulouse, em França; Stuttgart e Wiesbaden, na Alemanha; Luxemburgo e São Paulo.

Um pouco mais sobre Lu Mourelle

A artista plástica brasileira, Lu Mourelle, nasceu em Campinas, interior de São Paulo, mas atualmente reside em Portugal, onde tem seu próprio espaço “Lu Mourelle Art Galery”, na Cidadela Art District, em Cascais.

Membro da Sociedade Nacional de Belas Artes de Lisboa, Lu Mourelle contabiliza exposições em países da América do Sul, França, Alemanha, Luxemburgo, Portugal, Espanha e Áustria. No ano passado participou como artista convidada da Bienal de Florença 2019, onde todas as obras foram adquiridas por colecionadores dos Estados Unidos, Canadá e Irlanda.

Lu Mourelle é bacharel em Comunicação Social, com especialização em Publicidade e Propaganda; com MBA em Marketing, área em que atuou na maior parte do tempo em sua carreira corporativa, sempre relacionada ao mundo na moda.

Lu continua sua pesquisa para formular composições de cor aliadas aos traços originais e semblantes múltiplos. Suas obras partem da desconstrução para fortalecer rostos e olhares carregados de expressão, com cabelos, maquiagem e figurinos que chamam atenção pela inovação em formas, cores e texturas. São figuras idealizadas e subjetivas, que transformam a experiência do público na contemplação do feminino. 

www.lumourelle.com

Serviço:
Exposição: Lu Mourelle, na mostra “Outras Terras”
Datas: de 08 de feveireiro a 03 de março de 2020
Local: Lu Mourelle Art Gallery’, na Cidadela Art District - Av. Dom Carlos I, 2750-310/ Cascais
Tel: +351 918518446
Dias e horários de visitação: das 11h às 19h, todos os dias, exceto segunda-feira
Entrada livre.

TOUR IBÉRICA - DOCTOR ULI

A banda Doctor Uli é originária de São Paulo, no Brasil, e hoje espalham os seus ritmos pelo Mundo.
Se tecnologia e Jazz não eram “compatíveis” os Doctor Uli vieram revolucionar este género musical, deixando o seu toque especial em todos os temas. O uso de efeitos nos instrumentos, aliado aos timbres criaram a identidade própria da banda.

 

Para promoverem o novo single e os restantes projetos, os Doctor Uli vão estar em tour entre os dias 9 e 14 de outubro de 2019, por Portugal e Espanha.

 

Os Doctor Uli vão estar, no dia 9 de outubro, às 23h30, no Tokyo Lisboa e no dia 10 de outubro, às 21h30 no Cascais Jazz Club. 

Em Espanha, a banda atuará no dia 11 de outubro às 19h no Tempo Club, em Madrid e no dia 14 de outubro, às 21h, no La Boveda del Albergue, em Saragoça.

 

Concerto solidário de Cuca Roseta em Cascais. Vai faltar?

 

 

O primeiro “Concerto pela Paz” em Portugal a favor da Scholas Occurrentes, fundação mundial sem fins lucrativos apoiada e fundada pelo Papa Francisco, realiza-se dia 27 de setembro nos jardins do Sheraton Cascais Resort, unindo a voz de Cuca Roseta aos acordes clássicos da OCCO – Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras.

Sol da Guia: o anfiteatro da Casa da Guia que reúne músicos portugueses e brasileiros.

crédito_CiçaAzevedo.jpeg

 

 

 O Sol da Guia, espaço que abre de terça a domingo (exceto em dias de chuva), das 14h às 22h, apresenta concertos de músicos portugueses e brasileiros, que vão do rock à bossa nova, além de DJs convidados. 

  Os concertos começam às 19h, mas antes disso é possível experimentar um dos drinks assinados pelo mixologista premiado Filipe Brasil, a exemplo do ´caramelinho`, uma receita de vodka, maracujá e caramelo que sabe bem com um dos sunsets mais giros de Cascais. Na hora dos petiscos, a dica é pedir o pão de queijo importado do Brasil ou o hambúrguer vegano de ervilha com cebola crocante e molho especial, um dos favoritos da casa.  

         A programação musical pode ser encontrada nas páginas das redes sociais do evento e atende a todos os gostos:

ü  Às terças, o Sol da Guia Talents traz músicos convidados nacionais e internacionais;

ü  Às quartas, é a vez do dueto Bemquerê Lab com interpretações de música brasileira e soul music, uma espécie de laboratório do repertório autoral do CD que será gravado em breve: https://www.youtube.com/watch?v=9Tx9YpSJOxY

ü  Às quintas, a agenda inclui concertos de música brasileira e bossa nova ao título de Brazilian Sounds. Nesta semana, 12.09, o cantor Felipe Fontenelle sobe ao palco: https://youtu.be/W4qxXBaT_c8 (single Deus também sorri em parceria com Antônio Ladeira);

ü  Às sextas-feiras, a festa We love Sunsets conta com os DJs Levy Gasparian, Jeco Thompson e convidados ao som de indie, tropical house entre outros;

ü  Aos sábados, a organização aposta no Secret Garden - nome que faz jus à localização do bar em meio ao bosque - com bandas de rock e pop rock;

ü  Aos domingos, às 17h - um pouco mais cedo -  a festa Bossa Music aquece os corações à beira-mar com concertos de bossa nova, como o do cantor brasileiro Bernardo Lobo (filho do compositor Edu Lobo) que se apresentou em uma das edições: https://www.youtube.com/watch?v=Gp0O8ji9J_U

Para os que buscam mais conforto, é possível reservar os lounges privativos que garantem os melhores lugares para assistir aos concertos e dar uma espreitada na vista.

Local: Casa da Guia - Av. Nossa Senhora do Cabo, 101, Cascais, 2750-234, Portugal.

Entrada: Gratuita.

Cuca Roseta e Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras unem-se para concerto solidário

BANDA KALUNGA PROJECT APRESENTA EP FISÍCO "MUXIMA"+ SHOWCASE FNAC 6 e 8 de setembro

image008.jpg

 

Kalunga Project que apresentou recentemente o EP físico "Muxima", que significa coração em kimbundo (uma língua falada em Angola), o primeiro trabalho que apresentam, em conjunto, e conta com diversos temas, todos interpretados de uma forma única, criativa e original.

 

E para apresentar este trabalho ao público a banda vai estar no próximo dia 6 de setembo na Fnac de Cascais pelas 21h00 seguindo-se da Fnac UBBO (Dolce Vita Tejo) no dia 8 de setembro a partir das 18h00. 

A banda utiliza como símbolo deste projeto um Ovo, que representa a criação, o nascimento e a transformação, uma nova forma de vida.

Juntamente ao lançamento do EP vem também o single "Monami", um clássico da música Angolana. Tema de Lurdes Van Dunen e que significa "Meu Filho". Relembra a dor de uma mãe que perde os seus filhos, onde a força, a musicalidade e os instrumentos tradicionais como a Dikanza, transmitem este lamento e sofrimento ao ouvido e coração de quem o ouve e sente.

 

O EP físico "Muxima" e o 2º single "Monami" foram lançados hoje, 4 de julho, e estão também disponíveis em todas as plataformas digitais.

 

 

Passatempo RITMOS FESTIVAL 2019

O Blog Cultura de Borla tem bilhetes para o RITMOS FESTIVAL 2019 a decorrer este sábado dia 31 de Agosto no Parque Palmela em Cascais aos primeiros leitores que de 5 em 5 participações:

 

- enviem um mail para culturadeborla@sapo.pt com a frase "Eu quero ir ao RITMOS FESTIVAL 2019 com o Cultura de Borla" com nome, CC e nº de telefone.

Só é aceite uma resposta válida por endereço de e-mail e por concorrente pelo que não adianta enviar mais do um e-mail.

Excepto em casos de força maior que deverão ser atempadamente comunicados através do email culturadeborla@sapo.pt, contamos que os participantes aproveitem os bilhetes que ganharam, portanto concorra apenas se tem a certeza que pode estar presente.

a716292c-be61-11e9-bf03-06551cb39bc6.jpg

Linda Martini e Zanibar Aliens são as novas confirmações do Festival Ritmos em Cascais

Já estão à venda os bilhetes para o festival que marca o regresso dos Primitive Reason aos palcos. 

No próximo dia 31 de agosto, o Parque Palmela, em Cascais, recebe seis horas de música de bandas portuguesas, com as mais recentes confirmações de Linda Martini e Zanibar Aliens, nomes que se juntam a Primitive Reason, num cartaz com uma banda ainda por revelar.

A partir das 18h e até à meia-noite, todos os caminhos vão dar ao Parque Palmela, para uma festa de ?boa música e boa vibe? com a atuação de bandas 100% nacionais. Além da música, haverá também muita animação, food trucks e várias atividades entre os concertos.

Bandas confirmadas:

Linda Martini é o mais recente nome a juntar-se ao cartaz do Festival Ritmos. A banda, que irá atuar no Parque Palmela, é conhecida por canções icónicas como ?Amor Combate? e ?Cem Metros Sereia?, sendo por muitos considerada com uma das mais importantes bandas rock da sua geração. Linda Martini em concerto podem ser Rock e Fado, Fugazi e Variações, Fela Kuti e Afrobeat, Tim Maia e Funk, sem nunca soarem a outra coisa que não eles.

Zanibar Aliens vai também atuar no dia 31 de agosto em Cascais. A banda de Lisboa remete-nos para a essência do rock e nomes como The Doors, Led Zeppelin ou Black Sabbath são certamente uma inspiração.

Primitive Reason foi o primeiro nome confirmado para o festival. Depois de um interregno de dois anos, a banda portuguesa regressa aos palcos neste festival de verão, onde irá tocar alguns dos grandes hits como ?Seven Fingered Friend? e ?Hipócrita?, brindando o público com uma sonoridade que cruza vários estilos, como rock, ska, funke, reggae, entre outros.

Os bilhetes para o festival já estão disponíveis no site e aplicação da Fever, e podem ser adquiridos pelo valor de 10 euros (bilhete normal) ou 14 euros (bilhete com direito a duas cervejas e um copo reutilizável que poderá ser usado durante todo o evento).

O Festival Ritmos é um Fever ORIGINAL, os eventos próprios da Fever, uma das maiores aplicações de entretenimento que já é um sucesso em Lisboa e está presente em cidades como Londres, Nova Iorque, Madrid ou Paris.

 

 

Sessão de Abertura do Festival de Terra com a participação da OCCO

b2ebf92d-eadf-4a4e-8d85-521837b3d8c0.jpg

 


Quarta, 19 de Junho, 21h
Casa das Histórias Paula Rego
(Av. de República, 300, Cascais)
 

Sessão de Abertura do II Festival da Terra que terá lugar no auditório da Casa das Histórias Paula Rego, na próxima quarta-feira, dia 19 de Junho, às 21h.

A Sessão terá início com um concerto pela OCCO (Orquesta de Câmara de Cascais-Oeiras), dirigida pelo Maestro Nikolay Lalov, no qual serão interpretadas obras de Vivaldi, Sousa Carvalho, Schubert, Tchaikovsky e Mozart. Segue-se um Recital de Poesia e a apresentação do programa deste II Festival da Terra. Ainda na sessão, prometemos desvendar o «Segredo do Conde» de Castro Guimarães».

A entrada nesta Sessão de Abertura é gratuita,

OUT//FEST 2019 TRAZ NOVAMENTE MÚSICA E FESTA A CASCAIS

A 4ª edição do Electronic sun festival dá o arranque para mais um verão de boa música e muita animação nos dias 25 e 26 de Maio no Parque Marechal Carmona em Cascais

image002.jpg

 

Após três edições de grande sucesso, o festival Out Fest regressa ao Parque Marechal Carmona, em Cascais, nos dias 25 e 26 de Maio de 2019, para mais um fim-de-semana descontraído que combina a melhor música, com as mais refrescantes sidras.

O OUT///FEST 2019 é organizado pela NCS em parceria com a Câmara Municipal de Cascais e com o apoio da SOMERSBY. Este ano, o festival está ainda associado a duas das mais prestigiadas produtoras do país no que diz respeito à música eletrónica: A Fuse e a Bloop. No sábado, a música terá a assinatura da Bloop, enquanto o Domingo será exclusivo da Fuse.

Para além de uma área exclusivamente dedicada às crianças, onde se mantém os insufláveis, o evento faz-se completar com a presença de vários nomes reconhecidos, distribuídos pelo palco principal e secundário. A zona dedicada à Street Food é ainda uma paragem obrigatória para os apreciadores de uma boa refeição.

O palco principal preserva o mesmo formato dos anos anteriores, onde o estilo musical vai desde a linha soul à eletrónica, progredindo consoante o horário. O palco secundário, próximo da zona das crianças, adota um estilo mais groovie e funky, num formato “silent garden” até às 20h. 

A 25 de maio, primeiro dia do festival, destacam-se no palco principal, nomes como dOP - uma banda que utiliza a música eletrónica de dança para apresentar um Live Act eloquente e carismático; Simian Mobile Disco - uma dupla inglesa autora do single de sucesso “The county”; Diana Oliveira - dj que integra um dos projetos mais interessantes do “underground” nacional; Elless & Benn; Cruz; Magazino, entre outros. No mesmo dia, no palco secundário, as atenções vão para Afonso; Señor Pelota; e Cumbadélica - um projeto que junta culturas e pessoas de diferentes regiões do mundo, onde o cosmos e a magia se dissolvem com a música.

O segundo dia de festival, 26 de maio, destaca no palco principal Guti - um artista argentino que vive a dar outro significado ao Jazz e ao Rock nas suas atuações; MANDY - uma dupla berlinense de sucesso de música eletrónica; Analog Music Project - um espetáculo que utiliza instrumentos musicais elétricos antigos; Zé Salvador; Gilvaia; entre outros nomes do mundo da música eletrónica. No mesmo dia, no palco secundário, o protagonismo é de Sonidera; John Player Special; e ainda Mojo & Rosso Discos, uma dupla que desarma corações, com temas sedutores de soul, funk, disco e hip-hop. 

Para prolongar os dias de dinâmica musical, o festival introduz ainda uma novidade: duas festas, ao final de tarde, na quinta e sexta-feira antecedentes ao evento principal, das 17h às 22h, com entrada gratuita. Enquanto que na quinta-feira o foco destina-se a um showcase da Bloop, nas Piscinas Oceânicas do Tamariz, na sexta-feira as atenções centram-se num showcase da Fuse, no Anfiteatro da Casa da Guia.

O bilhete diário custa 15,00€ e o passe para os dois dias 25,00€.

Para mais informações consulte o site do festival em outfest.pt.

Alex Page apresentam "Your Disorder" por várias Fnacs

Os Alex Page apresentam o seu álbum de estreia "Your Disorder" em várias Fnac's da grande Lisboa, sendo esta uma excelente oportunidade para se privar um pouco com a banda e se ficar a conhecer melhor todo o conceito por trás desta obra lançada a 11 de Janeiro deste ano.  

Alex Page Fnac 2019.png

"Your Disorder" conta com as participações de João Peste (Pop Dell'Arte),  Sofia Lisboa (Silence 4) , Tiago Flores (Corvos)Pedro Madeira (Alcoolémia)Victor de Sousa (actor), entre outros,  e é um trabalho conceptual que conjuga fortes influências pop com a música alternativa. Mais do que apenas música, esta obra faz-nos viajar por estados emocionais de "desordem" comuns a todos nós, num ou noutro momento da nossas vidas.  

Alex Page - Your Disorder (artwork).jpg

 

 
Este álbum foi gravado por José Pedro no Japestúdios, com produção de Cláudio Pinto e masterizado em Nova Iorque por Andy VanDette. Edição a cabo de Nebula Records, com a chancela da Sons da Frente.