Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

"Fitinhas" chega ao MAR Shopping Algarve

Iniciativa realiza-se no primeiro sábado de cada mês, de setembro a dezembro

 

image005.png

 

O “Fitinhas” estende-se agora ao MAR Shopping Algarve. Crianças entre os três e os 12 anos poderão assistir a alguns dos maiores sucessos de animação do último ano.

 

Esta é uma iniciativa de sucesso que tem lugar há mais de uma década no MAR Shopping Matosinhos e com a qual as crianças da região do Algarve poderão agora contar também. No primeiro sábado de cada mês conta com o cinema infantil gratuito que o MAR Shopping Agarve te proporciona. Sucessos de animação não faltarão, como é costume. As sessões são destinadas a crianças dos três aos 12 anos e acompanhantes (máximo de dois adultos) e têm início às 10h30.

 

A ação “Fitinhas - Sessões Grátis de Cinema Infantil” é realizada pelo Centro Comercial MAR Shopping Algarve em parceria com os Cinemas NOS. Os 450 bilhetes disponíveis podem ser levantados no Balcão de Informações do MAR Shopping Algarve (piso 0), de 2ª a 6ª feira, no horário de funcionamento do centro comercial, sempre na semana anterior à sessão.

 

A próxima sessão regressa à tela, no sábado 1 de outubro com a história do “Meu Querido Monstro” – Cansada de viver sob as ordens e proibições do pai, a rebelde princesa Barbara foge do palácio. Ela cai nas mãos de Buka, o monstruoso bandido da floresta, e vira-lhe a vida completamente do avesso. Barbara tenta ditar as suas próprias regras na floresta nativa dele, mas sendo uma criatura selvagem, Buka começa a odiá-la por isso. Porém, como todos sabemos, a linha que divide o ódio do amor pode ser muito ténue...

 

A sessão de 5 de novembro estreia no “Fitinhas” “Um Susto de Família 2”. A família Wishbone debate-se com as suas várias imperfeições. O filho, Max é o mais baixo do oitavo ano, o maior caixa de óculos e... digamos que não é muito dado ao desporto. A filha, Fay, sente que todos os amigos têm algum talento menos ela. A mãe tenta ajudar os filhos, mas os seus conselhos são ignorados. E depois há o pai, Frank, cuja felicidade com o novo emprego é arruinada por ver a família à sua volta tão infeliz. Portanto, é boa notícia o casamento da bruxa Baba Yaga e do mordomo corcunda Renfield, que se tornaram parte da família Wishbone como avós substitutos. O que não é boa notícia é quando, segundos antes de dizerem o sim, os dois pombinhos são raptados pela jovem estilosa Mila Starr. Vem descobrir como acaba este casamento!

 

“O último filme desta nova temporada do “Fitinhas” poderá ser visto a 3 de dezembro. Em “Buzz Lightyear” descobrimos a história da origem de Buzz Lightyear - o herói que inspirou o brinquedo - e acompanha o lendário Space Ranger numa aventura intergaláctica enquanto tenta regressar a casa, através do espaço e do tempo.”

 

O regulamento de acesso às sessões gratuitas de cinema infantil “Fitinhas” do MAR Shopping Algarve pode ser consultado no Balcão de Informações, piso 0, e no website do próprio shopping.

 

Cinema em família? Os bilhetes ficam por conta do MAR Shopping Algarve.

Museu do Oriente apresenta "Rita" :: Ópera-filme de Gaetano Donizetti :: Gratuito

Ópera-filme Rita (2)-min.jpg

 

O Museu do Oriente apresenta a ópera-filme “Rita”, co-escrita pelo renomado compositor italiano Gaetano Donizetti e pelo aclamado dramaturgo belga Gustave Vaëz, no dia 30 de Setembro, às 19.00. A entrada é gratuita.

 

“Rita” é uma ópera cómica em um acto, centrada na história de uma estalajadeira, Rita, que pensa que o seu marido, Gasparo, faleceu num naufrágio. Decide, então, recompôr-se e começar uma nova vida com seu segundo marido Peppe. Surpreendentemente, Gasparo volta para casa e luta com Peppe para reconquistar a sua esposa. Tanto Gasparo, quanto Peppe, parecem lutar afincadamente por Rita, mas na verdade estão a enganar-se um ao outro num jogo que ambos, na verdade, querem perder.

 

Esta versão de “Rita” foi filmada em Hong Kong, no edifício histórico Haw Par Mansion, com o desempenho vibrante dos cantores a conferir-lhe um carácter singular.

 

A entrada é gratuita, mediante o levantamento do bilhete no próprio dia, no Museu do Oriente.

 

Ópera-filme “Rita” de Gaetano Donizetti (2021)

30 Setembro

19.00

Auditório do Museu do Oriente

Duração: 58’ sem intervalo

Público-alvo: M/ 12 anos

Gratuito

 

"CAFÉ COM FILMES" REGRESSA AO TEATRO-CINE DE TORRES VEDRAS

 

descarregar (4).jpg

Depois de uma pausa durante os meses de julho e agosto, o ciclo "Café com Filmes" está de volta ao Teatro-Cine de Torres Vedras, exibindo filmes que contribuem para a formação de olhares sobre o mundo, a sociedade, a descodificação da linguagem e a criação de novos públicos.

O Professor Bachmann e a sua Turma abre a programação deste segundo semestre a 29 de setembro. Um documentário alemão sobre a integração de estudantes estrangeiros na cidade de Stadtallendorf que arrecadou um Urso de Prata no Festival de Cinema de Berlim e o Prémio Golden Firebird e Melhor Documentário no Festival Internacional de Cinema de Hong Kong.

De Sérgio Tréfaut chega Paraíso, para assistir no dia 13 de outubro. O filme começou por ser um “mergulho na memória” do realizador, que nasceu no Brasil e deixou o país quando era adolescente, voltando ali após quatro décadas de ausência.

O cinema de animação chega com o filme Flee - A Fuga, a 27 de outubro. Um documentário premiado que empurra os limites do género, retratando a experiência de um refugiado através de uma animação, para apresentar um livro de memórias comoventes.

A Estrada é o filme do aclamado Federico Fellini que será exibido a 24 de novembro. Gelsomina é vendida pela mãe a um saltimbanco forte e bruto que a leva para trabalhar na sua vida de estrada, dando-lhe um número burlesco. Quando este encontra um velho rival, a fúria do homem musculado é provocada até ao ponto de rutura.

O ciclo apresenta Drive My Car a 15 de dezembro, na primeira de duas sessões deste mês. O premiado filme do japonês Ryûsuke Hamaguchi arrecadou o Óscar de Melhor Filme Internacional e os prémios BAFTA de Melhor Filme Estrangeiro nas categorias de Melhor Realização e Melhor Argumento Adaptado. 

Segue-se uma sessão especial de "Filminhos Infantis" marcada para o dia 18 de dezembro, domingo, às 16h00, com uma sessão de curtas-metragens para toda a família.

O ciclo "Café com Filmes" é produzido pela Câmara Municipal de Torres Vedras em parceria com o Académico de Torres Vedras. Os filmes são exibidos à quinta-feira, às 21h00, sempre com entrada gratuita.

 
Agenda

29 setembro 2022 | quinta

O Professor Bachmann e a sua Turma

Café com Filmes

 

O professor Dieter Bachmann oferece aos seus alunos a chave para o sentimento de pertença...

Saber Mais

 

13 outubro 2022 | quinta

Paraíso

Café com Filmes

 

Paraíso é o retrato de um país que se apaga e uma homenagem à beleza de uma geração dizimada.

Saber Mais

 

27 outubro 2022 | quinta

Flee - A Fuga

Café com Filmes

 

Um documentário feito na primeira pessoa, em jeito de entrevista, FLEE – A FUGA empurra os limites do género retratando a experiência de um refugiado através de uma animação.

Saber Mais

 

24 novembro 2022 | quinta

A Estrada

Café com Filmes

 

A fúria de um homem musculado é provocada até ao ponto de rutura. Um clássico de Fellini a não perder!

Saber Mais

 

15 dezembro 2022 | quinta

Drive My Car

Café com Filmes

 

No carro em que se desloca, conduzido pela discreta jovem Misaki, Kafuku confronta-se com o passado e o mistério sobre a sua mulher, Oto, que morrera subitamente levando um segredo com ela.

Saber Mais

 

18 dezembro 2022 | domingo

Filminhos Infantis

Café com Filmes

 

Sessão de curtas metragens para toda a família.

Saber Mais

CINEMA GRÁTIS INFANTIL REGRESSA AO ALEGRO MONTIJO

cinema infantil cartaz.jpg

Pipocas, lugares, ação! Há bons motivos para gostar da rentrée: de 4 a 25 de setembro, regressa ao Alegro Montijo a 4ª edição das “Sessões de Cinema Infantil” dedicada aos mini fãs do grande ecrã!

 

A cada domingo, às 11h, irá decorrer uma sessão de cinema gratuita, numa parceria com os Cinemas NOS. Entre cachorros adorados, aventuras de capa e espadas, histórias de um jovem herói lebre e o ouriço azul mais conhecido, cabem todos nos fins de semanas cinéfilos do Alegro Montijo. As sessões são gratuitas para as crianças e os adultos acompanhantes.


São 4 domingos, com 4 filmes de animação, na Sala 5 dos Cinemas NOS, sempre às 11h00:

  • 04 setembro: Patrulha Pata – O Filme
  • 11 setembro: D’Artacão e os 3 Moscãoteiros
  • 18 setembro: Galilebre e o Templo Perdido
  • 25 setembro: Sonic 2


Para rir e até, largar uma lágrima de emoção, com estes filmes para miúdos e graúdos, basta passar pelo Balcão de Apoio ao Cliente do Alegro Montijo de quarta-feira a domingo, entre as 10h às 23h, na semana que antecede a sessão pretendida, e reservar lugar. A sala tem a lotação máxima de 177 pessoas.


Cada pessoa pode fazer a reserva para 1 adulto e, no máximo, 2 crianças, entre os 3 e os 12 anos de idade.  No momento da marcação, são entregues vouchers que dão acesso ao filme. Depois, só precisam de os apresentar nos cinemas à hora marcada e aproveitar uma manhã bem passada em família.


Apontem na agenda e comecem a programar as aventuras de setembro no Alegro Montijo!

 

Não dispensa a consulta obrigatória doregulamento.

 

Mais informações aqui: https://bit.ly/AlegroMontijoCinemaInfantilGratuito

 

Embaixada de Itália dedica fim de semana a Lina Wertmüller

A primeira mulher a concorrer aos Óscares de melhor realização

Poster Mimì Metallurgico ferito nell’onore (Fer

No âmbito do ciclo de cinema CIAO LINA!, o filme Ferido na Honra será disponibilizado em streaming gratuito entre 16 e 18 de setembro

 

Entre 16 e 18 de setembro, a Embaixada de Itália em Lisboa vai dar a conhecer o cinema de Lina Wertmüller, realizadora italiana falecida em 2021, com 93 anos, através de streaming gratuito do filme Ferido na Honra. Vencedora do Óscar honorário em 2019, Wertmüller foi a primeira mulher a concorrer aos Óscares de melhor realização, em 1977, com três nomeações para o filme Pasqualino das Sete Beldades. A iniciativa encerra o ciclo de cinema CIAO LINA!, que a Embaixada de Itália em Lisboa dedicou durante o mês de setembro à realizadora Lina Wertmüller, ao longo de quatro noites de cinema ao ar livre no magnífico cenário do pátio do Palácio Pombeiro, sede da Residência de Itália, edifício conhecido pelo precioso património azulejar que adorna os espaços exteriores.

 

Os filmes escolhidos para prestar homenagem à realizadora italiana foram Ferido na Honra (1972), Filme de Amor e Anarquia (1973), Os Inactivos (1963) e Pasqualino das Sete Beldades (1975). Para alargar a iniciativa a um público mais vasto, a Embaixada de Itália disponibilizará, assim, e através de streaming gratuito, o filme que abriu o ciclo. Mimì Metallurgico ferito nell’onore (Ferido na Honra) estará disponível na plataforma Vimeo durante 72 horas, desde a meia-noite de sexta-feira, 16 de setembro, até às 23:59 de domingo, 18 de setembro, com legendas em português.

 

Nomeado para a Palma de Ouro no Festival de Cannes, em 1972, o filme relata as aventuras de Carmelo, conhecido como Mimì, um mineiro siciliano despedido pelas suas ideias políticas e obrigado a emigrar para Turim, onde encontra trabalho como operário numa fábrica. Promovido a metalúrgico, junta-se ao sindicato e ao PCI e apaixona-se pela camarada Fiore, enquanto na Sicília a sua mulher Rosalia o trai e engravida, desencadeando uma sequência de vinganças e delitos de honra. Com as metamorfoses apenas aparentes de Mimì, a realizadora encena uma poderosa sátira de costumes em que a comédia italiana é reinterpretada em chave política, num filme transbordante de efeitos e invenções que definem o peculiar estilo grotesco de Wertmüller, potenciado pelas intensas interpretações da dupla de atores “fetiche” da realizadora: Giancarlo Giannini e Mariangela Melato.

 

"Ao longo de um século de cinema e história italiana, sempre atenta à dimensão social da arte e às lutas pela emancipação da mulher, com um olhar satírico e irreverente muito peculiar, Wertmüller assinou frescos memoráveis de um país que através dos seus filmes aprendeu a olhar para si próprio pela lente da ironia", afirmou o embaixador da Itália em Portugal, Carlo Formosa, na apresentação da iniciativa.

Embaixada de Itália celebra Lina Wertmüller com streaming gratuito de Ferido na Honra

Data: De 16 a 18 de setembro

Filme: Mimì Metallurgico ferito nell’onore (Ferido na Honra)

Poster Mimì Metallurgico ferito nell’onore (Fer

 

 

A Embaixada de Itália em Lisboa continua a homenagem à realizadora italiana Lina Wertmüller (1928-2021), a primeira mulher a ser nomeada para o Óscar de melhor realização, com a disponibilização do filme Mimì Metallurgico ferito nell’onore  Ferido na Honra (1972) através de streaming gratuito, na plataforma Vimeo. A partir de sexta-feira, 16 de setembro, e até às 23h59 de domingo, 18 de setembro, será possível assistir a uma das obras de maior sucesso da realizadora – tendo o filme sido nomeado para a Palma de Ouro no Festival de Cannes, em 1972 –, com legendas em português.

 

A iniciativa, que visa dar a conhecer o cinema irónico e grotesco de Lina Wertmüller a um público mais alargado, insere-se no ciclo de cinema CIAO LINA!, que a Embaixada de Itália em Lisboa dedicou durante o mês de setembro à realizadora. Neste âmbito, o pátio do Palácio Pombeiro, sede da Residência de Itália, edifício conhecido pelo precioso património azulejar que adorna os espaços exteriores, recebeu quatro sessões de cinema ao ar livre em que foram exibidos os filmes Ferido na Honra, Filme de Amor e Anarquia (1973), Os Inactivos (1963) e Pasqualino das Sete Beldades (1975).

 

15 de setembro de 2022

Grândola acolhe ECP - Encontro da Canção de Protesto, de 16 a 18 de setembro

Cartaz_Programa2022-Concertos.png

 

A edição deste ano do ECP reúne sessões testemunhais, de cinema documental e canto livre, colóquios, exposições e concertos, e é dedicado à Canção de Protesto na Ditadura Brasileira e na Era de Bolsonaro, à Canção de Protesto em Portugal no Abraço Europeu e à relação entre Música e Conflito.

O Encontro começa no dia 16 com a abertura da exposição Cantigas do Fogo e da Guerra”, produzida pelo Observatório da Canção de Protesto, dedicada à associação entre música e conflito, seguindo-se um concerto intitulado A História Musical Ditadura Brasileira, produzido pelo Instituto Memória Musical Brasileira especificamente para o Observatório da Canção de Protesto, e um espetáculo musical protagonizado pelo grupo italiano de combat folk designado Modena City Ramblers.

O sábado (17 de Setembro) será uma vez mais dedicado a sessões de testemunho e de cinema documental, terminando com uma sessão canto livre — espetáculo musical anualmente concebido pelo Observatório da Canção de Protesto — em que irão participar Dominique Grange e Jacques Tardi, Maria del Mar Bonet e Borja Penalba, Marina Rossell e Zeca Medeiros com a convidada Filipa Pais.

No dia 18 de Setembro, a Biblioteca e Arquivo do município de Grândola acolhe o colóquio Música & Conflito, com as participações de Mário Vieira de Carvalho, Rui Vieira Nery, Salwa Castelo- Branco e Nuno Pacheco, seguindo dois espetáculos sobre esta temática: o primeiro, da Casa da Achada, sobre a crise da habitação; o segundo, de Kateryna Àvdysh, dedicado à interpretação de canções próprias e populares ucranianas.

O Encontro da Canção de Protesto, com realização anual, resulta da atividade do Observatório da Canção de Protesto — organismo constituído pelo Município de Grândola, entidade promotora, a Associação José Afonso, a Sociedade Musical Fraternidade Operária Grandolense, e os institutos da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa nomeados Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM), Instituto de Etnomusicologia – Centro de Estudos em Música e Dança (INET-md), e Instituto de História Contemporânea (IHC).

 

“Monstrinha à Solta”: sessão de curtas da MONSTRA no Auditório de Pinhal Novo

00Monstrinha à Solta.jpg

 

A “Monstrinha à Solta” está de volta ao Auditório Municipal de Pinhal Novo - Rui Guerreiro no dia 18 de setembro, às 16h00. Junte a família e passe uma tarde animada com esta sessão de curtas-metragens da MONSTRA - Festival de Animação de Lisboa.

Movimento, cor, histórias, narrativas, texturas, sensações e emoções são alguns

dos ingredientes das nove curtas-metragens, para maiores de 6 anos e com uma duração total de 47 minutos. São filmes que convidam ao riso, à emoção e ao pensamento.

Organizada pela Câmara Municipal de Palmela, a sessão tem entrada gratuita, mediante levantamento de bilhete (a bilheteira abre 1h30 antes do início).

 

Curtas-metragens

 

O Meu Amigo Tigre

Realização: Tatiana Kiselva

Ano: 2021

País: Rússia

Duração: 7 min.

Língua: sem diálogos

Sinopse: Uma menina e um Tigre andam de bicicleta por uma cidade perfumada pela primavera para comprar pãezinhos frescos. Eles são melhores amigos, a crescer e brincar juntos, até que, um dia, um deles passa a achar a cidade pequena demais.

 

Ensaio da Orquestra

Realização: Tatiana Okruzhnova

Ano: 2021

País: Rússia

Duração: 7 min.

Língua: sem diálogos

Sinopse: O músico está atrasado para a Filarmónica. Não há ninguém com quem possa deixar a sua fi­lha… Entretanto, a orquestra já tinha começado o ensaio.

 

Quem Leva a Trela?

Realização: Stepan Koval

Ano: 2021

País: Ucrânia

Duração: 4 min.

Língua: português (dobrado)

Sinopse: Um cão-salsicha puxa o seu dono para a frente, forçando a trela, apesar de todos os obstáculos que encontra pelo caminho. O cão pensa que carrega não o seu mestre, mas sim algo enorme e pesado.

 

Retrospetiva 2020

Realização: Rosa Beiroa, Alita Serra e Tomfoolery

Ano: 2021

País: Reino Unido

Duração: 5 min.

Língua: português (dobrado)

Sinopse: “Retrospetiva 2020” é uma história para dormir de esperança e otimismo. Num futuro pós-pandémico, um irmão mais velho lê um conto para o seu curioso irmão mais novo.

 

O Dominó do Macaco

Realização: Ulf Grenzer

Ano: 2021

País: Alemanha

Duração: 4 min.

Língua: português (dobrado)

Sinopse: Um macaco está nostálgico sobre a sua vida na selva. No Jardim Zoológico, este conhece um gerente e a sua fi­lha, que adora animais. Uma cadeia de acasos muda para sempre a sua vida na jaula.

 

Cabeça Perdida

Realização: Isabelle Favez

Ano: 2021

País: Suíça

Duração: 7 min.

Língua: sem diálogos

Sinopse: Certo dia, Louise, o crocodilo, espirra e, acidentalmente, o seu cérebro salta para fora. Para piorar, este foge! De repente, realizar as mais simples tarefas torna-se difícil para Louise e nada parece funcionar.

 

O Pequeno-almoço do Caracol

Realização: Eugeniy Fadeyev

Ano: 2021

País: Rússia

Duração: 7 min.

Língua: sem diálogos

Sinopse: Num mundo em que as histórias estão a perder o seu valor, a cidade perdeu os seus contornos, não há estradas e não restam ruas para serem descobertas, apenas artefactos que já não desempenham qualquer função - e os seus únicos habitantes são caracóis.

 

Cobertor Esquisito

Realização: Kolja Saksida

Ano: 2019

País: Eslovénia

Duração: 3 min.

Língua: sem diálogos

Sinopse: É Halloween e Koyaa está a dormir, enfi­ado num cobertor quente. À noite, as capas inquietas começam-se a mexer e, do nada, Koyaa está a voar por aí! Só a sua perspicácia pode tirá-lo desta confusão.

 

Gatração

Realização: Valiantsina Tsedzik e Anastasia Rodionova

Ano: 2021

País: Rússia

Duração: 3 min.

Língua: sem diálogos

Sinopse: Uma vez, um gatinho preto hiperativo é trazido para a casa onde vive o gato branco. Eles são muito diferentes e, ao início, não conseguem conviver em paz. No entanto, o acaso leva-os a tornarem-se amigos.

Grândola acolhe ECP - Encontro da Canção de Protesto, de 16 a 18 de setembro

Cartaz_Programa2022-Concertos.png

 

A edição deste ano do ECP reúne sessões testemunhais, de cinema documental e canto livre, colóquios, exposições e concertos, e é dedicado à Canção de Protesto na Ditadura Brasileira e na Era de Bolsonaro, à Canção de Protesto em Portugal no Abraço Europeu e à relação entre Música e Conflito.

O Encontro começa no dia 16 com a abertura da exposição Cantigas do Fogo e da Guerra”, produzida pelo Observatório da Canção de Protesto, dedicada à associação entre música e conflito, seguindo-se um concerto intitulado A História Musical Ditadura Brasileira, produzido pelo Instituto Memória Musical Brasileira especificamente para o Observatório da Canção de Protesto, e um espetáculo musical protagonizado pelo grupo italiano de combat folk designado Modena City Ramblers.

O sábado (17 de Setembro) será uma vez mais dedicado a sessões de testemunho e de cinema documental, terminando com uma sessão canto livre — espetáculo musical anualmente concebido pelo Observatório da Canção de Protesto — em que irão participar Dominique Grange e Jacques Tardi, Maria del Mar Bonet e Borja Penalba, Marina Rossell e Zeca Medeiros com a convidada Filipa Pais.

No dia 18 de Setembro, a Biblioteca e Arquivo do município de Grândola acolhe o colóquio Música & Conflito, com as participações de Mário Vieira de Carvalho, Rui Vieira Nery, Salwa Castelo- Branco e Nuno Pacheco, seguindo dois espetáculos sobre esta temática: o primeiro, da Casa da Achada, sobre a crise da habitação; o segundo, de Kateryna Àvdysh, dedicado à interpretação de canções próprias e populares ucranianas.

O Encontro da Canção de Protesto, com realização anual, resulta da atividade do Observatório da Canção de Protesto — organismo constituído pelo Município de Grândola, entidade promotora, a Associação José Afonso, a Sociedade Musical Fraternidade Operária Grandolense, e os institutos da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa nomeados Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM), Instituto de Etnomusicologia – Centro de Estudos em Música e Dança (INET-md), e Instituto de História Contemporânea (IHC).

 

Lisboa na Rua: entre o romance e a fantasia

descarregar (4).jpg

 

 

A Passarola

descarregar (5).jpg

Largo José Saramago (Campo das Cebolas)
3 de setembro | 21h30 | Entrada livre

 

Era uma vez um Rei que fez a promessa de levantar um convento em Mafra. Era uma vez a gente que construiu esse convento. Era uma vez um soldado maneta e uma mulher que tinha poderes. Era uma vez um padre que queria voar e morreu doido. Era uma vez.”


 
A Passarola é uma adaptação teatral livre, baseada no romance Memorial do Convento, criada pelo Trigo Limpo teatro ACERT. Um espetáculo de rua comunitário com a participação de atores voluntários, além do elenco da companhia teatral, que nos transporta para a narrativa de José Saramago, antecipando o seu centenário que se assinala em novembro. 

Com dramaturgia de Pompeu José e Raquel Costa, este espetáculo terá lugar no próximo dia 3, sábado, pelas 21h30 no palco perfeito: o Largo José Saramago
 
 

À fantasia...

descarregar (6).jpg

O Fauno das Montanhas

Museu de Lisboa - Palácio Pimenta
3 de setembro | 21h00 | Entrada gratuita*

 
Os jardins do Museu de Lisboa - Palácio Pimenta transformam-se em sala de cinema ao ar livre este sábado para a exibição daquele que poderá ser o primeiro filme fantástico português e um dos poucos rodados na Madeira: “O Fauno das Montanhas”, realizado em 1926 por Manuel Luís Vieira, será acompanhado com música ao vivo pela Orquestra Metropolitana de Lisboa. 

Este cineconcerto é uma  homenagem a uma das figuras incontornáveis do cinema mudo português, nos 70 anos da morte do realizador e diretor de fotografia, e integra o Warm-up do festival MOTELX.

*Sujeito à lotação do espaço. Levantamento de bilhetes na bilheteira do Museu, no próprio dia, a partir das 15h00 (limite de 2 por pessoa)
 
 

Cinema no Estendal

2 e 3 de setembro
Lavadouro Público do Lumiar
20h30


FESTIVAL ITINERANTE DE CURTAS METRAGENS PARA AS RUAS

Entrada gratuita, sujeita à lotação do espaço
 
 

Dançar a Cidade

4 de setembro
Jardim do Palácio Galveias
17h00

DANÇAS TRIBAIS AFRICANAS



Entrada gratuita, sujeita à lotação do espaço