Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Cine-Concerto de Marcelo dos Reis sobre "A Fonte dos Amores"

transferir (59).jpg

 

Em função das anunciadas condições meteorológicas, alertamos que o Cineconcerto de Marcelo Dos Reis acompanhado das imagens d"A Fontes dos Amores", de Roger Lion, terá lugar dentro das portas da Casa do Cinema de Coimbra.

Considerando a mudança do contexto e querendo que o evento seja o mais universal possível mantemos o desconto de 25% atribuído a todas as compras antecipadasO preçário normal fixa-se nos 7,5€.

O preço reduzido, acessível aos sócios do Festival Caminhos Cinema PortuguêsCentro de Estudos CinematográficosFILA K CINECLUBE, Comunidade da Universidade de Coimbra, estudantes, séniores e membros de entidades parceiras, fixa-se a 3,75€.

Não querendo deixar ninguém de fora, lançamos na página da Casa do Cinema de Coimbra um passatempo. Os primeiros cinco comentários que identifiquem locais presentes na "película" de 1924 ganham uma entrada dupla.

Boa sorte!

ENCONTROS MÁGICOS | Há magia nas ruas de Coimbra

transferir (25).jpg

 

21 a 25 de Setembro de 2021

O maior e mais antigo festival de magia que se realiza em Portugal (desde 1992), exclusivamente dedicado ao público em geral, volta a acontecer como habitualmente na terceira semana de Setembro, contando este ano com 15 artistas de 8 países de 4 continentes!

 
Entre 21 e 25 de Setembro, mágicos de países como ArgentinaBrasilEspanhaEstados Unidos da AméricaInglaterraIsraelPeru e Portugal, realizam dezenas de espectáculos que acontecem diariamente em vários locais da cidade de Coimbra.

 
O Festival Internacional de Magia de Coimbra divide-se por três linhas de acção: programação de rua com espectáculos gratuitos, Escola de Magia, igualmente gratuitas, e as Galas Internacionais de Magia que decorrem no Grande Auditório do Convento São Francisco.
 
As companhias e artistas convidados da 25ª Edição dos ENCONTROS MÁGICOS são: Arkadio & Solange (Espanha), Bruno (Peru), Civi Civiac (Espanha), Dan Marques (Brasil), Danny Cole & Stacey (Estados Unidos da América), Francisco Mousinho (Portugal), James More (Inglaterra), Joaquin Matas (Espanha), Julito Rapado (Espanha), Lautaro (Espanha), Lioz Shem Tav (Israel), Luis de Matos (Portugal), Mago Daba (Argentina), Paulino Gil (Espanha), Peter Wardell (Inglaterra) e Solange (Portugal).
 
As oitenta representações acontecerão em espaços como a Antiga Igreja do Convento São Francisco, o Antigo Colégio das Artes, os Claustros do Museu Machado Castro, o Colégio da Graça, o Jardim da Casa da Escrita, o Jardim do Restaurante do Convento São Francisco, os Jardins do Mosteiro Santa Clara, o Parque Verde, a Praça 8 de Maio e a Praça das Bandeiras do Convento São Francisco.

Em função do contexto pandémico em que a esta edição acontece, à semelhança da anterior, todos os locais foram escolhidos e adaptados por forma a cumprir todas as orientações determinadas pela DGS, em articulação com a sua Autoridade Regional. Assim, e apesar dos espectáculos acontecerem no espaço público, serão delimitados por forma a ter controle sobre a lotação e garantir o distanciamento previsto e necessário. Como sempre, os espectáculos são gratuitos mas mantém-se a obrigatoriedade de reserva prévia de lugar através da plataforma Ticketline.

 

Saúde Mental - CCI promove Ciclo de Debates

image003 (3).jpg

Saúde Mental - CCI promove Ciclo de Debates

 

O Centro Comunitário de Inserção (CCI), equipamento da Cáritas Diocesana de Coimbra, está a promover um Ciclo de Debates sobre a problemática "Saúde Mental", um tema da atualidade com o qual as técnicas deste Centro trabalham diariamente e para o qual procuram a melhor forma de dar uma resposta adequada. Através desta conferência convidam a sociedade civil, entidades e instituições que queiram saber mais sobre o assunto, para participarem e discutir o tema na sessão, numa perspetiva de partilha de experiências.

 

O 2º Debate deste Ciclo é no dia 17 de setembro, às 14h00, em formato presencial no Anfiteatro  da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.

 

O tema escolhido é uma realidade com a qual o CCI se confronta na sua atuação diária, sendo que atualmente as situações agravaram com a pandemia. É necessário arranjar estratégias que permitam acompanhar as pessoas que recorrem a este e outros Centros e que muitas vezes não sabem que têm problemas de saúde mental. Os problemas de saúde mental mais frequentes estão muitas vezes relacionados com demências, perturbações psicóticas, dependência de álcool e/ou drogas, depressão, ansiedade ou até mesmo o stress. Este é um problema que pode afetar qualquer pessoa e sobre a qual ainda existe algum preconceito incutido na sociedade. As pessoas que sofrem de problemas relacionados com a saúde mental são muitas vezes excluídas ou incompreendidas pela sociedade e com este Ciclo de Debates, o Centro Comunitário de Inserção pretende desmistificar alguns falsos conceitos sobre a doença mental e traçar soluções futuras para o tratamento e acompanhamento das pessoas que sofrem com algum tipo de doença mental.

 

O evento é gratuito e os participantes obterão certificado de participação. As inscrições são obrigatórias e podem ser feitas por email – ccinsercao@caritascoimbra.pt – até ao dia 16 de setembro, com limite de 60 vagas.

 

O programa do evento pode ser consultado em https://caritascoimbra.pt/wp-content/uploads/2021/09/Ciclo-de-Debates-CCI-Saude-Mental-Programa.pdf

 

Novo Inquilino na Casa do Cinema de Coimbra & Cinema Fora de Portas

Setembro na Casa do Cinema de Coimbra

O mês de Setembro tradicionalmente é um mês de retoma da actividade, trazendo consigo várias novidades. Na Casa do Cinema de Coimbra não é diferente. Depois de no quente mês de Agosto termos revisitado alguns dos clássicos do cinema de horror, apresentamos em Setembro um mês pleno de diversidade e ofertas cinematográficas entre a exibição, com um novo inquilino na Casa: a Nitrato Filmes e a realização do 1.º Ciclo “Cinema Fora de Portas”, até à formação conhecendo “As Mulheres fazem Cinema!” de Mark Cousins e o curso de verão “Montagem e Autoria” orientado por Miguel Mira, com palestras de Afonso Cruz, José Filipe Costa e Jerónimo Rocha. As novidades continuam com os cine-concertos que abrem caminho para a 3.ª mostra Programa!Ação.

Assim, iremos promover durante o mês de setembro sessões de terça a sábado sempre às 21h30. Bilhetes a partir de 3€, com condições privilegiadas para os nossos associados.

---

O acesso às sessões de cinema promovidas no contexto da “Casa do Cinema de Coimbra” são acessíveis a todos os públicos, podendo-se adquirir ingressos individuais a 4€, passe de 10 sessões a 20€ ou o passe mensal por 30€. Estão previstos preços reduzidos para membros de entidades parceiras, estudantes, desempregados, cineclubistas, seniores, grupos ≥ 10, profissionais do espetáculo. 

Os Sócios de cada entidade promotora têm entrada livre nas suas sessões. Os Associados da Caminhos do Cinema Português que pagam quota anual têm livre-trânsito em todo o programa.

--

O programa de Setembro cruza vários ciclos importantes para o aprofundamento da cinefilia. O ciclo mais duradouro é apresentado pel’ “As Mulheres que fazem Cinema” de Mark Cousins que nos dá a ver o importante trabalho das mulheres para a construção da linguagem cinematográfica através de mais de 1000 referências de trabalhos de realizadoras dos cinco continentes. Para ver nos dias 08, 10, 22, 24, 29 de Setembro, 01, 06, 08, 13, 15, 20, 22, 27, e 29 de Outubro às 18h00. 



Olhando de forma continuada à formação de públicos, promovemos ainda o curso de verão “Montagem e Autoria” de 14 a 17 Setembro, na Sala 6 da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Neste conjunto de actividades coordenado por Miguel Mira, serão apresentadas técnicas e perspectivas de como a montagem é uma ferramenta expressiva da linguagem e se articula através da associação de ideias, descrições e elementos. Assim é possível apresentar ao leitor ou ao espectador de uma obra um conjunto de sensações e intuições sobre o que lhe é dado a ver. O curso além de uma oficina prática de montagem, traz-nos 3 palestras sobre o tema do curso na perspectiva de Afonso Cruz, autor literário, José Filipe Costa, realizador e Jerónimo Rocha, realizador e montador. Clique aqui para mais informações.



Paralelo a este curso promovemos o ciclo retrospectivo da obra de montagem de João Braz com a exibição de 4 filmes: “Terra Franca”, de Leonor Teles; “O Dia do Meu Casamento”, de Anabela Moreira e João Canijo; “Fantasia Lusitana” de João Canijo; e, “O Filme do Desassossego”, de João Botelho. João Braz estará presente na sessão deste último filme, no dia 24 de Setembro. 



A aprendizagem e gosto pelo cinema faz-se de pequenino trazendo-se à nossa matiné infantil os "Filminhos" da Zero em Comportamento. Uma oferta que se repetirá, até Março, todos os 3.ºs sábados de cada mês. Serão sessões acompanhadas de fichas de actividades possibilitando que o cinema seja vivido e aprendido em família. Nesse sentido são as crianças, de novo, a convidar os pais a vir ao cinema. A cada criança é garantido que os seus pais ou até 2 acompanhantes, podem entrar gratuitamente.



Querendo reforçar os elos com a comunidade promovemos o ciclo “Cinema Fora de Portas” levando a cultura ao encontro das pessoas e dos lugares. Este mês visitamos a Pedrulha, a Escola José Falcão, o Terreiro da Erva e o Jardim Botânico. Após um inesperado percalço elétrico que danificou o nosso material, conseguimos, com o apoio da Cenário Avançado, retomar a actividade.

Assim no próximo sábado, 11 de setembro, exibiremos “Stardust - O Nascer de uma Estrela”, de Gabriel Range, acompanhando a tour “The Man who sold the World” que David Bowie fez antes de se tornar famoso por todo o mundo. No dia seguinte, 12 de Setembro, continuamos a projetar imagens e música com a reposição da exibição de “Bem Bom” de Patrícia Sequeira. As sessões decorrerão, respectivamente, na Escola Secundária José Falcão e na Pedrulha no Polidesportivo ou, caso a meteorologia o justifique, no Centro Social e Paroquial. As exibições de cinema ao ar livre culminarão no dia 18 de Setembro, no Terreiro da Erva, com a exibição de “O Pátio das Cantigas”, de António Lopes Ribeiro. Um filme tanto controverso como adorado, que reunirá diferentes gerações.


As próximas atividades ao ar livre são realizadas na forma de Cine-Concertos, nomeadamente com Marcelo dos Reis a acompanhar as imagens d'A Fonte dos Amores, de Roger Lion, no Jardim Botânico da Universidade de Coimbra a 25 de Setembro, e os Wipeout Beat acompanhar “Os Lobos” de Rino Lupo, em cópia restaurada da Cinemateca Portuguesa. Estes cine-concertos são integrados na 3.ª edição da Mostra Programa!Ação - (Re)Descobrir o Cinema (Novo) Português apoiada pelo programa PAAC+ da Direção Regional de Cultura do Centro.

Esta nota vai longa, mas ainda há espaço para mais novidades. A partir de Setembro a Casa do Cinema de Coimbra conta com um novo inquilino, a Nitrato Filmes. Fundada em 2012 por Américo Santos e Cristina Mota, veio inovar o mercado de distribuição nacional ao olhar para o país como um todo, ao promover estreias em tournée pelo território nacional. Em pouco tempo os filmes da Nitrato são exibidos por todo o país tornando constante a presença de cinema de autor em sala. Nesse percurso muito direccionado para o cinema lusófono, a Nitrato tem conseguido criar um saudável contraponto entre cineastas consagrados e emergentes. Em 2017 abraçou a exibição de cinema ao reabrir o Cinema Trindade, um emblemático cinema tradicional da baixa portuense, e assim propondo uma programação plural sem deixar de ser singular.

No primeiro mês de residência da Nitrato Filmes na Casa do Cinema de Coimbra, é nos proposto um programa plural com várias obras inéditas na região e no país. A longa-metragem “Viajo Porque Preciso, Volto Porque te Amo”, de Karim Aïnouz e Marcelo Gomes, deu o mote que inspirou esta parceria com os Caminhos do Cinema Português. A viagem cinematográfica passa do sertão do nordeste Brasileiro para o drama das paixões e do conflito paixões israelo-palestino, seguido-se uma viagem internacional onde a introspecção sobre a perda, a depressão e a humilhação, mas também as descobertas improváveis e a superação de grandes desafios nos são apresentadas em três perspectivas muito distintas.

Há ainda lugar para a duas retrospectivas a oriente, com as propostas do Centro de Estudos Cinematográficos (CEC) e do Fila K Cineclube. O CEC apresenta uma retrospectiva do cineasta coreano Hong Sang, conhecido pela exploração do “realismo doméstico” e pela informalidade no processo de produção.  O Fila K dedica a sua programação de setembro a Kenji Mizoguchi, cineasta japonês conotado com o neo-realismo japonês durante a transição do feudalismo para o modernismo, retratando o papel das mulheres na sociedade nipónica.

Relembramos que as inscrições na XXVII edição do Caminhos do Cinema Português, terminam a 15 de Setembro.

DATA
HORA
EXIBIDOR
CICLO
TíTULO
REALIZADOR
ANO
PAÍS
DURAÇÃO
Class. Etária

2021-09-01
 
21:30
 

CEC
Retrospectiva Hong Sang-Soo
Mulher na Praia
Hong Sang-Soo
2006
Coreia do Sul
127'
M/14

2021-09-02
 
21:30
 

Nitrato Filmes
INÉDITO NA REGIÃO
Viajo Porque Preciso, Volto Porque te Amo
Karim Aïnouz e Marcelo Gomes
2009
Brasil
71'
M/12

2021-09-03
 
21:30
 

Caminhos
Retrospectiva João Braz - Montador
Terra Franca
Leonor Teles
2018
Portugal
82'
M/12

2021-09-08
 
16:30
 

CEC
As Mulheres Fazem Cinema!
Women Make Film 1
Mark Cousins
2018
Reino Unido
60'
M/16

2021-09-08
 
21:30
 

CEC
Retrospectiva Hong Sang-Soo
O Filme de Oki
Hong Sang-Soo
2011
Coreia do Sul
80'
M/12

2021-09-09
 
21:30
 

Nitrato Filmes

O Caso de Sarah e Saleem
Muayad Alayan
2018
Palestina
127'
M/14

2021-09-10
 
16:30
 

CEC
As Mulheres Fazem Cinema!
Women Make Film 2
Mark Cousins
2018
Reino Unido
60'
M/16

2021-09-10
 
21:30
 

Caminhos
Retrospectiva João Braz - Montador
O Dia do Meu Casamento
João Canijo e Anabela Moreira
2016
Portugal
26'
M/12

2021-09-10
 
21:30
 

Caminhos
Retrospectiva João Braz - Montador
Fantasia Lusitana
João Canijo
2010
Portugal
67'
M/14

2021-09-11
 
21:30
 


Cinema Fora de Portas
Stardust - Nascer de uma Estrela
Gabriel Range
2020
Reino Unido
108'
M/12

2021-09-12
 
21:30
 

Caminhos
Cinema Fora de Portas
Bem Bom
Patrícia Sequeira
2021
Portugal
111'
M/14

2021-09-14
 
21:30
 

Fila K
Ciclo Kenji Mizoguchi
Contos da Lua Vaga
Kenji Mizoguchi
1953
Japão
96'
M/12

2021-09-15
 
21:30
 

CEC
Retrospectiva Hong Sang-Soo
O Dia em que ele chega
Hong Sang-Soo
2011
Coreia do Sul
79'
M/12

2021-09-16
 
21:30
 

Nitrato Filmes

Chien
Samuel Benchetrit
2017
França
94'
M/16

2021-09-18
 
10:30
 

CCP
Matiné Infantil
Filminhos Infantis
Vários
2000
Internacionais
60’
M/3

2021-09-18
 
21:30
 


Cinema Fora de Portas
O Pátio das Cantigas
António Lopes Ribeiro
1942
Portugal
105'
M/12

2021-09-21
 
21:30
 

Fila K
Ciclo Kenji Mizoguchi
Os Amantes Crucificados
Kenji Mizoguchi
1954
Japão
102'
M/12

2021-09-22
 
16:30
 

CEC
As Mulheres Fazem Cinema!
Women Make Film 3
Mark Cousins
2018
Reino Unido
60'
M/16

2021-09-22
 
21:30
 

CEC
Retrospectiva Hong Sang-Soo
A Mulher que Fugiu
Hong Sang-Soo
2020
Coreia do Sul
80'
M/12

2021-09-23
 
21:30
 

Nitrato Filmes

Mãe Há Só Uma
Anna Muylaert
2016
Brasil
82
M/14

2021-09-24
 
16:30
 

CEC
As Mulheres Fazem Cinema!
Women Make Film 4
Mark Cousins
2018
Reino Unido
60'
M/16

2021-09-24
 
21:30
 

Caminhos
Retrospectiva João Braz - Montador
Filme do Desassossego
João Botelho
2010
Portugal
90'
M/12

2021-09-25
 
21:30
 


Programa!Ação 3 - Cine-Concerto
Marcelo dos Reis + "A Fonte dos Amores"
Roger Lion
1924
Portugal
94'
M/12

2021-09-28
 
21:30
 

Fila K
Ciclo Kenji Mizoguchi
Rua da Vergonha
Kenji Mizoguchi
1956
Japão
86'
M/12

2021-09-29
 
16:30
 

CEC
As Mulheres Fazem Cinema!
Women Make Film 5
Mark Cousins
2018
Reino Unido
60'
M/16

2021-09-29
 
21:30
 

CEC
Programa!ação 3
Belarmino
Fernando Lopes
1964
Portugal
72'
M/12

2021-09-30
 
21:30
 

Nitrato Filmes
Estreia Nacional
Um Monstro de Mil Cabeças
Rodrigo Plá
2015

México
 

76
M/14

Setembro

O mês de Setembro tradicionalmente é um mês de retoma da actividade, trazendo consigo várias novidades. Na Casa do Cinema de Coimbra não é diferente. Depois de no quente mês de Agosto termos revisitado alguns dos clássicos do cinema de horror, apresentamos em Setembro um mês pleno de diversidade e ofertas cinematográficas entre a exibição, com um novo inquilino na Casa: a Nitrato Filmes e a realização do 1.º Ciclo “Cinema Fora de Portas”, até à formação conhecendo “As Mulheres fazem Cinema!” de Mark Cousins e o curso de verão “Montagem e Autoria” orientado por Miguel Mira, com palestras de Afonso CruzJosé Filipe Costa e Jerónimo Rocha. As novidades continuam com os cine-concertos que abrem caminho para a 3.ª mostra Programa!Ação.

Assim, iremos promover durante o mês de setembro sessões de terça a sábado sempre às 21h30. Bilhetes a partir de 3€, com condições privilegiadas para os nossos associados.

 

O acesso às sessões de cinema promovidas no contexto da “Casa do Cinema de Coimbra” são acessíveis a todos os públicos, podendo-se adquirir ingressos individuais a 4€, passe de 10 sessões a 20€ ou o passe mensal por 30€. Estão previstos preços reduzidos para membros de entidades parceiras, estudantes, desempregados, cineclubistas, seniores, grupos ≥ 10, profissionais do espetáculo.
 
Os Sócios de cada entidade promotora têm entrada livre nas suas sessões. Os Associados da Caminhos do Cinema Português que pagam quota anual têm livre-trânsito em todo o programa.

O programa de Setembro cruza vários ciclos importantes para o aprofundamento da cinefilia. O ciclo mais duradouro é apresentado pel’ “As Mulheres que fazem Cinema” de Mark Cousins que nos dá a ver o importante trabalho das mulheres para a construção da linguagem cinematográfica através de mais de 1000 referências de trabalhos de realizadoras dos cinco continentes. Para ver nos dias 08, 10, 22, 24, 29 de Setembro, 01, 06, 08, 13, 15, 20, 22, 27, e 29 de Outubro às 18h00.

2021 08 25 CCC Set Out TUDO16 2

Olhando de forma continuada à formação de públicos, promovemos ainda o curso de verão “Montagem e Autoria” de 14 a 17 Setembro, na Sala 6 da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Neste conjunto de actividades coordenado por Miguel Mira, serão apresentadas técnicas e perspectivas de como a montagem é uma ferramenta expressiva da linguagem e se articula através da associação de ideias, descrições e elementos. Assim é possível apresentar ao leitor ou ao espectador de uma obra um conjunto de sensações e intuições sobre o que lhe é dado a ver. O curso além de uma oficina prática de montagem, traz-nos 3 palestras sobre o tema do curso na perspectiva de Afonso Cruz, autor literário, José Filipe Costa, realizador e Jerónimo Rocha, realizador e montador. Clique aqui para mais informações

banner

 

Paralelo a este curso promovemos o ciclo retrospectivo da obra de montagem de João Braz com a exibição de 4 filmes: “Terra Franca”, de Leonor Teles; “O Dia do Meu Casamento”, de Anabela Moreira e João Canijo; “Fantasia Lusitana” de João Canijo; e, “O Filme do Desassossego”, de João Botelho. João Braz estará presente na sessão deste último filme, no dia 24 de Setembro.

 

2021 08 25 CCC Set Out TUDO producao@caminhos.info 22962021 08 25 CCC Set Out TUDO producao@caminhos.info 2262021 08 25 CCC Set Out TUDO100

 

A aprendizagem e gosto pelo cinema faz-se de pequenino trazendo-se à nossa matiné infantil os “Filminhos” da Zero em Comportamento. Uma oferta que se repetirá, até Março, todos os 3.ºs sábados de cada mês. Serão sessões acompanhadas de fichas de actividades possibilitando que o cinema seja vivido e aprendido em família. Nesse sentido são as crianças, de novo, a convidar os pais a vir ao cinema. A cada criança é garantido que os seus pais ou até 2 acompanhantes, podem entrar gratuitamente.

MATINE INFANTIL 19201080

Querendo reforçar os elos com a comunidade promovemos o ciclo “Cinema Fora de Portas” levando a cultura ao encontro das pessoas e dos lugares. Este mês visitamos a Pedrulha, a Escola José Falcão, o Terreiro da Erva e o Jardim Botânico. Após um inesperado percalço elétrico que danificou o nosso material, conseguimos, com o apoio da Cenário Avançado, retomar a actividade. 

Assim no próximo sábado, 11 de setembro, exibiremos “Stardust – O Nascer de uma Estrela”, de Gabriel Range, acompanhando a tour “The Man who sold the World” que David Bowie fez antes de se tornar famoso por todo o mundo. No dia seguinte, 12 de Setembro, continuamos a projetar imagens e música com a reposição da exibição de “Bem Bom” de Patrícia Sequeira. As sessões decorrerão, respectivamente, na Escola Secundária José Falcão e na Pedrulha no Polidesportivo ou, caso a meteorologia o justifique, no Centro Social e Paroquial. As exibições de cinema ao ar livre culminarão no dia 18 de Setembro, no Terreiro da Erva, com a exibição de “O Pátio das Cantigas”, de António Lopes Ribeiro. Um filme tanto controverso como adorado, que reunirá diferentes gerações. 

CCC 2021 CFP TUDO2 1 CCC 2021 CFP TUDO16 CCC 2021 CFP TUDO23     

As próximas atividades ao ar livre são realizadas na forma de Cine-Concertos, nomeadamente com Marcelo dos Reis a acompanhar as imagens d’A Fonte dos Amores, de Roger Lion, no Jardim Botânico da Universidade de Coimbra a 25 de Setembro, e os Wipeout Beat acompanhar “Os Lobos” de Rino Lupo, em cópia restaurada da Cinemateca Portuguesa. Estes cine-concertos são integrados na 3.ª edição da Mostra Programa!Ação – (Re)Descobrir o Cinema (Novo) Português apoiada pelo programa PAAC+ da Direção Regional de Cultura do Centro. 

CCC 2021 CFP TUDO30  2021 08 25 CCC Set Out TUDO135CCC 2021 CFP TUDO372021 08 25 CCC Set Out TUDO177

Esta nota vai longa, mas ainda há espaço para mais novidades. A partir de Setembro a Casa do Cinema de Coimbra conta com um novo inquilino, a Nitrato Filmes. Fundada em 2012 por Américo Santos e Cristina Mota, veio inovar o mercado de distribuição nacional ao olhar para o país como um todo, ao promover estreias em tournée pelo território nacional. Em pouco tempo os filmes da Nitrato são exibidos por todo o país tornando constante a presença de cinema de autor em sala. Nesse percurso muito direccionado para o cinema lusófono, a Nitrato tem conseguido criar um saudável contraponto entre cineastas consagrados e emergentes. Em 2017 abraçou a exibição de cinema ao reabrir o Cinema Trindade, um emblemático cinema tradicional da baixa portuense, e assim propondo uma programação plural sem deixar de ser singular. 

No primeiro mês de residência da Nitrato Filmes na Casa do Cinema de Coimbra, é nos proposto um programa plural com várias obras inéditas na região e no país. A longa-metragem “Viajo Porque Preciso, Volto Porque te Amo”, de Karim Aïnouz e Marcelo Gomes, deu o mote que inspirou esta parceria com os Caminhos do Cinema Português. A viagem cinematográfica passa do sertão do nordeste Brasileiro para o drama das paixões e do conflito paixões israelo-palestino, seguido-se uma viagem internacional onde a introspecção sobre a perda, a depressão e a humilhação, mas também as descobertas improváveis e a superação de grandes desafios nos são apresentadas em três perspectivas muito distintas. 

2021 08 25 CCC Set Out TUDO16 12021 08 25 CCC Set Out TUDO23 12021 08 25 CCC Set Out TUDO30 2

 

2021 08 25 CCC Set Out TUDO MESMO2 32021 08 25 CCC Set Out TUDO MESMO2 22021 08 25 CCC Set Out TUDO MESMO2 1
 

Há ainda lugar para a duas retrospectivas a oriente, com as propostas do Centro de Estudos Cinematográficos (CEC) e do Fila K Cineclube. O CEC apresenta uma retrospectiva do cineasta coreano Hong Sang, conhecido pela exploração do “realismo doméstico” e pela informalidade no processo de produção. 

2021 08 25 CCC Set Out TUDO65

O Fila K dedica a sua programação de setembro a Kenji Mizoguchi, cineasta japonês conotado com o neo-realismo japonês durante a transição do feudalismo para o modernismo, retratando o papel das mulheres na sociedade nipónica. 

2021 08 25 CCC Set Out TUDO58 2021 08 25 CCC Set Out TUDO72

 

Saiba mais em https://www.caminhos.info/2021/setembro-na-casa-do-cinema/

 

 

Clássicos do Horror · Quartas 21h30

transferir (56).jpg

 

Este mês, na Casa do Cinema de Coimbra, exibimos o ciclo "Clássicos do Horror”. As sessões decorrerão todas quartas-feiras às 21h30, com entrada livre para os sócios dos Caminhos do Cinema Português, Centro de Estudos Cinematográficos e Fila K Cineclube. 

Os bilhetes pontuais estão fixados em 4€. O Bilhete com preço reduzido - 3€ -  é reservado a membros de entidades parceiras, estudantes, desempregados, cineclubistas, grupos ≥ 10, profissionais do espetáculo.

Coimbra recebe Salvador Sobral para concerto único em homenagem a Jacques Brel

Coimbra 2027_Salvador Sobral Canta Brel.jpg

 

 

Evento: Salvador Sobral Canta Brel

Local: Convento São Francisco

Data: Sábado, 31 de julho

Hora: 21h00

 

É já este sábado, 31 de julho, que o Convento São Francisco, em Coimbra, recebe o espetáculo “Salvador Sobral Canta Brel”, naquela que é a única data, em 2021, prevista para a apresentação deste projeto ao vivo. Além de integrar a programação do Semestre Europeu – A Europa em Coimbra 2021 (iniciativa criada pela Câmara Municipal de Coimbra – no âmbito da candidatura da cidade a capital europeia da Cultura em 2027 –, o espetáculo assinala, também, o encerramento da sétima edição do festival “Montepio Às Vezes o Amor”.

 

O projeto “Salvador Sobral Canta Brel” foi criado pelo cantor português para homenagear aquele que é um dos nomes basilares da cultura francófona, conhecido pelas suas performances intensas que imortalizaram êxitos como “Ne me quite pas” ou “La valse à mille temps”. Para “Cantar Brel”, Salvador Sobral rodeia-se dos músicos Samuel Lercher (piano e Moog), Nelson Cascais (contrabaixo e baixo elétrico), Joel Silva (bateria), André Santos (guitarra e cordofones madeirenses), Inês Vaz (acordeão), Diogo Duque (trompete, Fliscorne e flauta transversal) e Ana Cláudia Serrão (violoncelo). O concerto está agendado para as 21h00. Mais informação aqui.

 

Primeiro Encontro Literário Internacional “Cidades Invisíveis” arranca amanhã em Coimbra

 

Evento: I Encontro Literário Internacional “Cidades Invisíveis”

Data: De 26 a 29 de maio

 

I Encontro Literário_Coimbra 2027.jpg

 

É já amanhã, quarta-feira, 26 de maio, que tem início a primeira edição do Encontro Literário Internacional “Cidades Invisíveis”, iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Coimbra e que integra o programa da candidatura da cidade a Capital Europeia da Cultura 2027. Durante quatro dias – de 26 a 29 de maio –, o evento oferece atividades gratuitas, abertas ao público e que decorrem em vários locais da cidade de Coimbra. Do programa, destaque-se a homenagem aos 40 anos de carreira da escritora Teolinda Gersão, a visita à exposição “O Livro Transformado”, que ficará patente no Convento São Francisco até 5 de setembro, ou, ainda, a visita à exposição "Diário de um Orfeu Rebelde. 80 anos da publicação do 1.º volume do Diário de Miguel Torga".

 

O Encontro Literário, que tem como objetivo percorrer as relações múltiplas entre a Cidade e a Literatura, terá uma periodicidade anual e cada edição contará com escritores convidados de uma cidade diferente. Para o ano de estreia da iniciativa, foi escolhida Santiago de Compostela, contando o evento com a presença de vários escritores galegos, como Teresa Moure, Susana Sanchéz Arins, Elias Torres Feijó, Cesáreo Sánchez Iglesias e Carlos Quiroga – que realizará uma residência literária na Casa da Escrita, em Coimbra, e que participará nas atividades culturais da cidade. A representar a literatura nacional, estarão presentes os escritores Marlene Ferraz, Vasco Pereira da Costa, José Manuel Mendes, Viale Moutinho, Francisco Duarte Mangas, entre outros. Mais informações disponíveis aqui.

 

Sessões Cineclubistas no Cinema Avenida (Coimbra)

 

Museu”, “Aznavour por Charles”, “Adeus à Noite” e “Corpus Christi” são os filmes com que o Centro de Estudos Cinematográficos encerra 2020. Na sexta e no sábado desta e da próxima semana, a programação cineclubista é retomada com alguns dos títulos internacionais mais marcantes dos dois últimos anos. Pelo ecrã do Estúdio 2 das Galerias Avenida vão passar, entre outros, um nomeado ao Óscar de Melhor Filme Internacional (2020) e um vencedor do Urso de Prata para Melhor Argumento no Festival de Cinema de Berlim (2018).

É com um assalto amador — mas nem por isso menos “badalado” — ao Museu Nacional de Antropologia da Cidade do México que a programação arranca na noite de 11 de dezembro. Gael García Bernal e Leonardo Ortizgris dão vida aos “estudantes-salteadores” responsáveis pelo roubo de valiosos artefactos. O argumento do “
Museu” de Alonso Ruizpalacios venceu mesmo o Urso de Prata para Melhor Argumento no Festival de Cinema de Berlim de 2018.

Passando do drama ao documentário, a noite de sábado traz-nos “
Aznavour por Charles”. A película resulta da edição de longas horas de filmagens feitas pelo próprio Charles Aznavour na sua primeira câmara de filmar — uma Paillard que lhe fora oferecida por Edith Piaf. O filme conta, por isso, com a assinatura do próprio cineasta, mas também com o nome de Marc di Domenico.

Adeus à Noite”, em exibição a 18 de dezembro, apresenta Catherine Deneuve no papel de Muriel, uma avó que, intrigada com o comportamento do próprio neto, vem a descobrir uma realidade desesperante e que a impele a agir. Tendo André Téchiné na cadeira de realização, o filme foi lançado no verão deste ano.

Se foi um drama a inaugurar a programação cineclubista deste final de mês, é também este o género que a encerra na noite de 19 de dezembro. Pelas 20h30, os espectadores podem conhecer a história do jovem Daniel que, depois de uma “experiência espiritual transformadora” num centro de detenção juvenil, decide tornar-se padre. Tal ambição não é, no entanto, concretizável em virtude do seu antecedente criminal. “
Corpus Christi”, do polaco Jan Komasa, foi nomeado para o Óscar de Melhor Filme Internacional (2020).

A Programação é exibida no Estúdio 2 das Galerias Avenida

11 de dezembro, 20h30
Museu, de Alonso Ruizpalacios

12 de dezembro, 20h30
Aznavour por Charles, de Charles Aznavour e Marc di Domenico

18 de dezembro, 20h30
Adeus à Noite, de André Téchiné

19 de dezembro, 20h30
Corpus Christi, de Jan Komasa

Os ingressos têm um custo de 4€ para o público-geral, sendo que os
 sócios do CEC, Estudantes e Comunidade da Universidade de Coimbra têm acesso por 3€. Estão disponíveis ainda packs de 10 sessões e Livre-Trânsitos Mensais.

Lu Mourelle apresenta seus novos trabalhos em “Femmina”

Samira__100cmx100cm_LuMourelle.jpg

 



Exposição individual da artista em Coimbra mescla personagens femininas e outros ícones que habitam o universo da mulher contemporânea

A artista plástica Lu Mourelle apresenta as mais novas criações na exposição “Femmina”, patente na Galeria Pinho Dinis, na Casa Municipal da Cultura de Coimbra. Entre 06 e 30 de outubro o público poderá mergulhar no universo da pintora, que tem se destacado por apresentar uma leitura muito particular do universo feminino.

A exposição abrange 45 pinturas de dimensões variadas. Entre as telas estão as já famosas personagens marcadas na identidade da artista – são mulheres criadas de maneira subjetiva, multicoloridas e abertas à interpretação do público.

“Além das Madames, como eu costumo chamá-las, conjugo outras obras figurativas e até abstratas onde faço a ligação com o vibrante universo muliebre. São pequenas pitadas de interferências e atributos que envolvem a existência feminina”, conta Lu Mourelle.

É a primeira vez que artista mostra seu trabalho ao público de Coimbra. A maioria das obras é mesmo recente – foram concluídas entre março e agosto deste ano. Além das inéditas, outras estiveram em exposição na Lu Mourelle Art Gallery, espaço que a artista ocupa sob a forma de residência artística na Cidadela Art District, em Cascais.

“Minhas obras também estão online nestes tempos onde todos recorrem à internet. No entanto, nada como ver a obra original. O impacto é outro. O sentimento também. Por isso faço questão de expor em locais físicos para que o público possa ter contato com a energia que coloco sobre a tela”, completa a artista.

Femmina

de 06 a 30 de outubro

Galeria Pinho Dinis - Casa Municipal da Cultura de Coimbra - R. Pedro Monteiro 64, 3000-329 Coimbra  

horários: seg a sex, 9h00 às 19h30 / sab, 11h00 às 13h00 - 14h00 às 19h00

Entrada gratuita