Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Lu Mourelle apresenta seus novos trabalhos em “Femmina”

Samira__100cmx100cm_LuMourelle.jpg

 



Exposição individual da artista em Coimbra mescla personagens femininas e outros ícones que habitam o universo da mulher contemporânea

A artista plástica Lu Mourelle apresenta as mais novas criações na exposição “Femmina”, patente na Galeria Pinho Dinis, na Casa Municipal da Cultura de Coimbra. Entre 06 e 30 de outubro o público poderá mergulhar no universo da pintora, que tem se destacado por apresentar uma leitura muito particular do universo feminino.

A exposição abrange 45 pinturas de dimensões variadas. Entre as telas estão as já famosas personagens marcadas na identidade da artista – são mulheres criadas de maneira subjetiva, multicoloridas e abertas à interpretação do público.

“Além das Madames, como eu costumo chamá-las, conjugo outras obras figurativas e até abstratas onde faço a ligação com o vibrante universo muliebre. São pequenas pitadas de interferências e atributos que envolvem a existência feminina”, conta Lu Mourelle.

É a primeira vez que artista mostra seu trabalho ao público de Coimbra. A maioria das obras é mesmo recente – foram concluídas entre março e agosto deste ano. Além das inéditas, outras estiveram em exposição na Lu Mourelle Art Gallery, espaço que a artista ocupa sob a forma de residência artística na Cidadela Art District, em Cascais.

“Minhas obras também estão online nestes tempos onde todos recorrem à internet. No entanto, nada como ver a obra original. O impacto é outro. O sentimento também. Por isso faço questão de expor em locais físicos para que o público possa ter contato com a energia que coloco sobre a tela”, completa a artista.

Femmina

de 06 a 30 de outubro

Galeria Pinho Dinis - Casa Municipal da Cultura de Coimbra - R. Pedro Monteiro 64, 3000-329 Coimbra  

horários: seg a sex, 9h00 às 19h30 / sab, 11h00 às 13h00 - 14h00 às 19h00

Entrada gratuita

ANFITEATRO DA QUINTA DAS LÁGRIMAS RECEBE CONCERTO EM HOMENAGEM A BERNARDO SASSETTI

Auditorium_Qta das Lágrimas.jpg

 

No ano em que se assinalariam os 50 anos de vida do compositor e pianista Bernardo Sassetti, o Anfiteatro Colina de Camões, nos Jardins da Quinta das Lágrimas, recebe um concerto em sua homenagem, no sábado, dia 5 de setembro. Para todas as reservas feitas para esse fim-de-semana, o Hotel Quinta das Lágrimas, parceiro da iniciativa, oferece 2 bilhetes para os seus hóspedes assistirem a este momento único.

 

As entradas oferecidas pela unidade cinco estrelas são válidas para todas as reservas feitas para as noites de 4 e 5 de setembro (sexta-feira e sábado), que desta forma garantem a presença num evento exclusivo e que promete um fim-de-tarde inesquecível.

 

Organizado pela Associação Cultural Quebra Costas e Fundação Inês de Castro, com o apoio da Câmara Municipal de Coimbra, o concerto ao ar livre realiza-se pelas 18h30 no Anfiteatro Colina de Camões, espaço inaugurado em 2008 precisamente num dueto para dois pianos de Bernardo Sassetti com Mário Laginha do qual resultou a suite "Lágrimas".

 

Este concerto ao ar livre que pretende homenagear o compositor e pianista que marcou para sempre a música portuguesa, viajando muito para além do Jazz de onde partiu, e deixando um espólio verdadeiramente único e belo que valerá sempre a pena revisitar, contará com a participação de grandes amigos de Sassetti que com ele tocaram e partilharam o palco. É o caso do Trio Paulo Bandeira, formado pelo baterista Paulo Bandeira, João Paulo Esteves da Silva (piano) e Bernardo Moreira (contrabaixo) aos quais se juntam dois convidados especiais: o fadista Camané e João Moreira, um dos melhores trompetistas nacionais.

 

Numa fusão entre Fado e Jazz, serão interpretados alguns dos temas que Camané cantou com Bernardo Sassetti, mas também temas originais do Trio Paulo Bandeira e de outros compositores, num repertório jazzístico, mas com raízes e estéticas europeias.

 

O concerto, que faria parte integrante, em simultâneo, do programa da 12.ª edição do Festival das Artes e do Festival QuebraJazz 2020, foi escolhido para, simbolicamente, manter viva a música tão abruptamente suspensa pela pandemia. Um acontecimento único e emotivo, num espaço ao ar livre que permite ao público desfrutar com toda a segurança, sob o céu de Coimbra.

 

Este concerto é apoiado pelo Hotel Quinta das Lágrimas e pela Casa Bernardo Sassetti.

 

Contactos para reservas:reservas@quintadaslagrimas.pt | 239 802 380 | www.quintadaslagrimas.pt

 

QUINTA DAS LÁGRIMAS | Situada em emblemática cidade de Coimbra, a Quinta das Lágrimas é sinónimo de História, Elegância, Experiências e Natureza. Membro da Small Luxury Hotels of the World, este outrora palácio do século XVIII, rodeado de 12 hectares de jardins históricos, é uma referência na hotelaria de charme nacional e internacional. O local ideal para desfrutar do melhor que a vida oferece, a Quinta das Lágrimas está agora aberta a todos quantos apreciem a arte de bem viver e que queiram descobrir a lenda de amor de Pedro e Inês.

www.quintadaslagrimas.pt

    
  
   
 

 

Ciclo de Concertos de Coimbra regressa para a sua 5ª edição

"O tempo, esse grande escultor" é o tema do V Ciclo de Concertos de Coimbra 

9a71f3cd-c43c-4091-8baf-71a8bc36e066.jpg

O tema do V Ciclo de Concertos de Coimbra, «O tempo, esse grande escultor», foi inspirado no título de um conjunto de ensaios diversos de Marguerite Yourcenar, cujo fio condutor é a passagem do tempo sobre os seres e as coisas e a beleza que dela pode ressumar. É precisamente esta ideia de erosão regeneradora e (re)criativa do tempo na arte que subjaz ao programa do V Ciclo de Concertos de Coimbra, organizado pela CulturXis, que se estende por três dias, entre 20 e 22 de março, em espaços diversos da cidade como o Museu Nacional Machado de Castro, a Igreja de Santa Cruz, Sé Velha, Sé Nova e Conservatório de Música.

«O tempo, esse grande escultor» é igualmente o mote para assinalar as efemérides 270 anos da morte de J.S. Bach, os 250 anos do nascimento de Beethoven, os 25 anos da morte de Miguel Torga, bem como os 800 anos dos Mártires de Marrocos e os 825 anos do nascimento de Santo António.
 
Será, assim, em tom de celebração de «lugares de memória» musicais (e também literários, dado que a literatura é afinal outra forma de música) e de constante diálogo com o presente que obras do passado irão ser revisitadas e recriadas por intérpretes de várias faixas etárias.

b3b7b076-b1ab-4016-917b-4e57549c8d94.jpg

A Igreja de Santa Cruz recebe o primeiro evento, um intenso momento de sensibilidade e de partilha, com o intuito de assinalar os 250 anos do nascimento de Ludwig Van Beethoven e o Jubileu dos 800 anos do Mártires de Marrocos e de Santo António, sepultados no Mosteiro de Santa Cruz. O programa deste recital levar-nos-á desde o classicismo do génio de Beethoven às elegantes melodias neoclássicas de Rachmaninoff, passando pelo lirismo romântico de Schubert, Grieg e Dvořák pelas mãos dos pianistas Adriano Jordão, Tiago Nunes e António Silva.

No dia 21, às 15:00, o duo Soni Clavium, constituído por Bárbara Serrano e Luís Arede, apresenta um concerto de piano a quatro mãos no Museu Nacional Machado de Castro, a que se segue, às 17:00, a atuação do organista João Santos, na Sé Velha, dois momentos com acesso gratuito.

No mesmo dia, às 21:30, no Conservatório de Música, realiza-se o espetáculo solidário "Os maestros também sabem tocar", uma iniciativa onde, por momentos, estes músicos trocam a batuta e o rigor da direção musical por outros instrumentos, com ingressos a cinco euros, a receita reverte para a Cáritas de Coimbra.

No dia 22, às 15:00, o músico de origem romena Titus Isfan interpreta guitarra clássica no Museu Machado de Castro, antes do recital de piano que no mesmo local, às 16:00, é apresentado por alunos do Conservatório Regional de Artes do Montijo e do Colégio São Teotónio, de Coimbra. A entrada é livre nos dois casos.

Às 17:00, a Sé Nova de Coimbra e o seu órgão recebem o mestre organista, Paulo Bernardino, para um recital num programa onde predominam compositores portugueses de diferentes eras.

860cd1e4-98e5-45ca-b690-2a51a9017232.png

Na hora do adeus, às 18:30, o Conservatório de Música de Coimbra abre as suas portas para a última paragem da viagem musical e lírica deste Ciclo, reunindo em palco dois dos mais conceituados artistas portugueses: o ator António Capelo, no papel de diseur; e o Maestro António Victorino d’Almeida, ao piano, com "Improvisações sobre Miguel Torga" celebrando assim a obra do escritor e poeta.
 
A 5.ª edição do Ciclo de Concertos de Coimbra oferece  um programa muito variado, destinado a toda a família, que encherá Coimbra de música e de poesia ao longo de todo um fim de semana, que se pretende tão mágico quanto memorável.

Odette Ferreira homenageada em Coimbra

4 de Março | 17h30 | Museu da Ciência da Universidade de Coimbra

 

Odette_Ferreira_Coimbra.jpg

 

 

 

 

O Museu da Farmácia inaugura a exposição “Odette Ferreira - Construir Futuros”, dia 4 de Março, às 17h30, no Museu da Ciência da Universidade de Coimbra. A homenagem à cientista e farmacêutica portuguesa insere-se na programação da 22.ª edição da Semana Cultural da Universidade de Coimbra, que tem como mote “Ousadia(s)”. O tema não podia ser mais adequado para celebrar aquela que foi uma das mais reconhecidas cientistas portuguesas. Responsável pela descoberta do vírus VIH-sida de tipo 2, Odette Ferreira coordenou a Comissão de Luta Contra a Sida entre 1992 e 2000.

 

 

A exposição apresenta objectos da vida profissional e pessoal de Odette Ferreira. Será exposto o diário científico, manuscrito onde registou todos os passos da investigação que culminou na descoberta do vírus VIH/sida tipo 2, em 1985. Da exposição fazem parte o microscópio de trabalho e o casaco onde transportou, de forma não convencional, a amostra de sangue para Paris, a partir da qual seria descoberto o vírus. Os visitantes podem ver também o primeiro kit utilizado nas farmácias para o Programa Troca de Seringas.

 

À entrada da exposição, os visitantes vão experimentar o isolamento, solidão e exclusão a que eram sujeitos os doentes seropositivos. Odette Ferreira combateu a ignorância e o preconceito, tendo enfrentado uma sociedade altamente conservadora, na tentativa sempre renovada de salvar vidas humanas. A defesa dos marginalizados mostrou que o seu exemplo de vida ultrapassa e projeta os feitos notáveis alcançados.

 

A professora Maria Odette Ferreira faleceu em 2018, a 7 de Outubro, aos 93 anos.

 

A exposição tem entrada livre.

 

Organização: Área Cultural / Museu da Farmácia

Mais informações: museudafarmacia@anf.pt

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/561573057902270/

Renato Albani em Portugal

Me Tornei Quem Eu Mais Temia
Renato Albani em Portugal 

05975bc2-c5ef-48da-8ec2-56332b2b48fe.jpeg

 

 
Renato Albani, o jovem brasileiro formado em engenharia que decidiu deixar tudo para se dedicar ao stand-up, apresenta agora a Portugal com a sua mais recente tour Me Tornei Quem Eu Mais Tema

A sensação capixaba que é um verdadeiro fenómeno na internet e nos palcos brasileiros, chegou para conquistar terras lusitanas, e vai passar por várias cidades do nosso país.
 
No seu terceiro show a solo, Renato Albani fala sobre tornar-se um adulto responsável, e fazer tudo o que sempre criticou, como tomar conta da casa, comprar coisas de crescidos e fazer as coisas que os seus pais faziam e ele próprio odiava. Ainda hoje em dia, tem algumas recaídas “infantis” e coloca-se em algumas situações das quais se arrepende e depois não sabe como sair. Retrata também situações de convívio com pessoas mais jovens e tudo o que se tem passado com o avanço da idade.
 
Não perca este espectáculo que promete, e com o qual, entre risos e gargalhadas, todos nos poderemos relacionar.

 

Coimbra é a cidade da música entre 1 e 8 de fevereiro. Ministério da Cultura reconhece prestígio nacional e internacional do V Coimbra World Piano Meeting.

primage_40801.png.jpg

Coimbra é a cidade da música entre 1 e 8 de fevereiro. Ministério da Cultura reconhece prestígio nacional e internacional do V Coimbra World Piano Meeting. Mais de 100 pianistas de mais de 20 países participam no evento organizado pela prestigiada Academia Internacional de Música Aquiles Delle Vigne.

A partir deste fim de semana e até dia 8 de fevereiro, Coimbra é a cidade da música. Mais de 100 jovens pianistas dos quatro cantos do mundo e os melhores mestres do piano vão agitar Coimbra no âmbito do V Coimbra World Piano Meeting. A maioria dos concertos é de entrada livre. O programa é vasto e estende-se à Figueira da Foz e ao Sardoal.

O V Coimbra World Piano Meeting, (V Encontro Mundial de Piano de Coimbra) evento inédito que decorre, em Portugal, organizado pela prestigiada Academia Internacional de Música "Aquiles Delle Vigne" (A2DV), irá realizar-se entre os dias 1 e 8 de fevereiro, e terá como palco principal a cidade de Coimbra, classificada como Património Mundial pela UNESCO. 

A 5.ª edição vai acolher o maior número de participantes de sempre: mais de 100 inscritos - jovens pianistas com idades entre os 8 e os 40 anos -, oriundos de mais de 20 países da Europa, Ásia e América do Norte. 

O Concerto de Abertura, organizado em parceria com o Município de Coimbra, está marcado para dia 2 de fevereiro, às 18h00, no Convento São Francisco, em Coimbra, e contará com a Orquestra Clássica do Centro, dirigida pelo maestro Jan Wierzba. No programa será homenageado o compositor Ludwig van Beethoven, no ano de  comemoração dos 250 anos do nascimento do compositor alemão, nascido em dezembro de 1770.

Pela sua grande dimensão, o V Coimbra World Piano Meeting é considerado um evento único à escala mundial que reúne os maiores mestres de piano do mundo, bem como, o maior número de jovens pianistas inscritos que representam mais de 20 nacionalidades. O programa também é vasto e, ao longo dos vários dias, decorrerão Masterclasses, diversos Concertos - dois deles sinfónicos e acompanhados pela Orquestra Clássica do Centro e pela Orquestra Filarmónica das Beiras -, e uma Competição de Piano.

A deslocalização do encontro é outro ponto inovador do certame que, para além de Coimbra, acontece na Figueira da Foz (Prémio Internacional de Piano) e, no Sardoal (Concerto de Jovens Talentos).

 

Ministério da Cultura reconhece prestígio nacional e internacional 

"Em virtude do prestígio nacional e internacional desde evento, impõe-se transmitir as mais elevadas felicitações à Academia Aquiles Delle Vigne por esta iniciativa sublinhando o elevado número de jovens participantes oriundos de mais de 20 países, bem como o alargamento do território onde o mesmo se irá realizar, num esforço claro de alargamento e envolvimento de novos públicos."  refere fonte do Gabinete da Ministra da Cultura, Graça Fonseca. 

 

"Evento que nasceu do zero, do esforço e sangue de uma equipa reduzida" 

De acordo com Manuel Araújo, subdiretor artístico da Academia A2DV: “A V edição do evento está a criar grandes expectativas na organização, orgulhosa de ver instaurado em Portugal, na zona centro, um evento já amplamente reconhecido a nível internacional. Contaremos com mais de 100 participantes, com mais de 20 países representados, que durante vários dias agitarão a cidade de Coimbra, assim como os municípios parceiros da Figueira da Foz e Sardoal. É emocionante ver um evento que nasceu do zero, do esforço e sangue de uma equipa reduzida (que uma mão chegaria para contar) e que pouco mais tinha que o sonho, a atingir hoje a maioridade. Sentimo-nos abraçados pela cidade, por significativos parceiros institucionais, por distintas marcas nacionais e por um grupo impressionante de amigos que nos ajudam a construir. A equipa, este ano, está enriquecida para enfrentar novos desafios. Do ponto de vista artístico, esperamos concertos de primeira qualidade segundo os mais elevados padrões internacionais, alicerçados na quantidade, qualidade e variedade de pianistas inscritos.

 

Sardoal :: Concerto Jovens Talentos | 4 de fevereiro

O Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal, acolhe no próximo dia 4 de fevereiro, pelas 21h30, o Concerto de Jovens Talentos (Young Talents Concert​) integrado no V Coimbra World Piano Meeting, que se marcará pela elevada qualidade artística e técnica dos jovens pianistas.

Este Concerto decorre no âmbito do Protocolo de Colaboração, assinado entre o Município de Sardoal e a Academia Internacional de Música “Aquiles Delle Vigne”, que visa o fomento de atividades culturais que acrescentem valor cultural aos munícipes de Sardoal e de concelhos vizinhos, divulgando, simultaneamente, o trabalho da Academia. A entrada é gratuita.

 

Figueira da Foz :: Prémio Internacional de Piano | 7 de fevereiro

O Centro de Artes e Espectáculos (CAE) da Figueira da Foz, acolhe no próximo dia 7 de fevereiro, pelas 21h00, a final do Prémio Internacional de Piano (Figueira da Foz International Prize)​, integrado no V Coimbra World Piano Meeting, que visa eleger o melhor jovem talento. Este concerto tem a participação da Orquestra Filarmonia das Beiras, sob direção do maestro Rui Pinheiro. A entrada é gratuita.

 

Academia A2DV – referenciada como uma das melhores escolas da Europa -, procura a “verdade da música” e a integridade artística, promovendo concertos dos alunos para o desenvolvimento e aperfeiçoamento de todas as virtudes e técnicas musicais. Experiência, Excelência, Competência Compromisso, Rigor e Reconhecimento fazem parte do ADN da Academia "Aquiles Delle Vigne".

 

Sobre a Academia Internacional de Música Aquiles Delle Vigne: Localizada no distrito de Coimbra, Portugal, a Academia Internacional de Música Aquiles Delle Vigne nasceu de uma parceria entre a ‘Associação António Fragoso’ e a ‘Musici Artis’, de Bruxelas. Assume-se como uma das grandes escolas da Europa, graças ao incrível talento internacional dos seus alunos provenientes da Alemanha, Áustria, Brasil, Bulgária, Canadá, Cazaquistão, China, Colômbia, Coreia do Sul, Espanha, EUA, Finlândia, França, Geórgia, Grécia, Hong Kong, Hungria, Índia, Irão, Israel, Itália, Japão, Lituânia, Luxemburgo, Noruega, Palestina, Polónia, Roménia, Rússia, Suíça, Taiwan, Turquia, Ucrânia e Venezuela, muitos deles premiados em importantes concursos internacionais, aos quais se unem notáveis talentos de Portugal. A Academia tenta apoiar e gerir o percurso dos seus melhores alunos através da organização de concertos, a solo e com orquestra, da produção discográfica e edição literária, através do selo A2DV Generation. Organiza ainda eventos internacionais, como o Coimbra World Piano Meeting e o Encontro Internacional de Piano de Sardoal, convidando os melhores professores do mundo a reunirem-se em Portugal.

Biografias | Direção da Academia Internacional de Música “Aquiles Delle Vigne”:

Aquiles Delle Vigne  

Manuel Araújo

V Coimbra World Piano Meeting junta uma centena de jovens pianistas de mais de 20 países

primage_40736.png

 

O “V Coimbra World Piano Meeting” (V Encontro Mundial de Piano de Coimbra), - evento inédito que decorre, em Portugal, organizado pela prestigiada Academia Internacional de Música "Aquiles Delle Vigne" (A2DV) -, irá realizar-se entre os dias 1 e 8 de fevereiro, e terá como palco principal a cidade de Coimbra.

A 5.ª edição vai acolher o maior número de participantes de sempre: mais de 100 inscritos - jovens pianistas com idades entre os 8 e os 40 anos -, oriundos de mais de 20 países da Europa, Ásia e América do Norte. O Concerto de Abertura está marcado para dia 2 de fevereiro, às 18h00, no Convento São Francisco (Coimbra) e vai homenagear o compositor Ludwig van Beethoven, no ano de comemoração dos 250 anos do nascimento do compositor alemão.

Pela sua grande dimensão e duração, o “V Coimbra World Piano Meeting” é considerado um evento único à escala mundial que reúne os maiores mestres de piano do mundo, bem como, o maior número de jovens pianistas inscritos que representam mais de 20 nacionalidades. O programa também é vasto e, ao longo dos vários dias, decorrerão Masterclasses, diversos Concertos - dois deles sinfónicos e acompanhados pela Orquestra Clássica do Centro e pela Orquestra Filarmónica das Beiras -, e uma Competição de Piano.

A deslocalização do encontro é outro ponto inovador do certame que, para além de Coimbra, acontece na Figueira da Foz (Prémio Internacional de Piano) e, no Sardoal (Concerto de Jovens Talentos).    

Entre os dias 1 e 8 de fevereiro, os jovens pianistas de todo o mundo vão ter a oportunidade de trabalhar com alguns dos mais prestigiados professores nacionais e internacionais e partilhar as suas experiências com estudantes de diversos países. Terão ainda a oportunidade de tocar em palco e em público. No fim, será eleito e premiado o melhor dos melhores jovens talentos. “Temos que encontrar elementos comuns a sensibilidades distintas para eleger o melhor”, salienta Aquiles Delle Vigne, diretor da Academia A2DV, júri e presidente do Coimbra World Piano Meeting.

Entre os docentes, conta-se com Makoto Ueno (Universidade de Artes, Kyoto), Ayami Ikeba (Universidade de Música e Artes Performáticas de Graz, Austria), Marilyn Engle (Universidade de Calgary), Aquiles Delle Vigne, Anne Kaasa (Conservatório Nacional de Lisboa), Gianluca Luisi (Conservatorio Giacchino Rossini, Pesaro, Itália), Niklas Pokki (Sibelius Academy, University of the Arts, Helsínquia) e Frank Hsieh (Zhaoqing University School of Music, Guangdong, China).

 

Evento amplamente reconhecido a nível internacional

De acordo com Manuel Araújo, subdiretor artístico da Academia A2DV: “A V edição do evento está a criar grandes expectativas na organização, orgulhosa de ver instaurado em Portugal, na zona centro, um evento já amplamente reconhecido a nível internacional. Contaremos com mais de 100 participantes, com mais de 20 países representados, que durante vários dias agitarão a cidade de Coimbra, assim como os municípios parceiros da Figueira da Foz e Sardoal. É emocionante ver um evento que nasceu do zero, do esforço e sangue de uma equipa reduzida (que uma mão chegaria para contar) e que pouco mais tinha que o sonho, a atingir hoje a maioridade. Sentimo-nos abraçados pela cidade, por significativos parceiros institucionais, por distintas marcas nacionais e por um grupo impressionante de amigos que nos ajudam a construir. A equipa, este ano, está enriquecida para enfrentar novos desafios. Do ponto de vista artístico, esperamos concertos de primeira qualidade segundo os mais elevados padrões internacionais, alicerçados na quantidade, qualidade e variedade de pianistas inscritos.”A Academia A2DV – referenciada como uma das melhores escolas da Europa -, procura a “verdade da música” e a integridade artística, promovendo concertos dos alunos para o desenvolvimento e aperfeiçoamento de todas as virtudes e técnicas musicais. Experiência, Excelência, Competência Compromisso, Rigor e Reconhecimento fazem parte do ADN da Academia "Aquiles Delle Vigne".

Em encontros entre academias, acabámos por saber que eles acham que nós (Academia "Aquiles Delle Vigne") praticamos o melhor ensino de piano da Europa, e este reconhecimento é muito gratificante”, destaca Eduardo Fragoso, presidente da Associação António Fragoso.

 

Concerto de Abertura :: 2 de Fevereiro

O Concerto de Abertura | Opening Concert - com a Orquestra Clássica do Centro, dirigida pelo maestro Jan Wierzba -, realiza-se no dia 2 de fevereiro, às 18h00, no Convento São Francisco (Coimbra). Este evento conta com o apoio e a coorganização da Câmara Municipal de Coimbra.

O programa musical inclui no repertório Beethoven, uma vez que, em 2020, comemora-se os 250 anos do nascimento do compositor alemão. A entrada é gratuita, mediante levantamento de bilhete a partir do dia 31 de janeiro (máximo 2 bilhetes por pessoa. Não são aceites reservas. Bilhetes disponíveis na bilheteira do Convento São Francisco, diariamente, entre as 15h00 e as 20h00, com lotação limitada.

O V Coimbra World Piano Meeting encerra com a atribuição do Prémio Internacional de melhor jovem talento, no Centro de Artes e Espetáculos (CAE) da Figueira da Foz e conta com a Orquestra Filarmónica das Beiras, dirigida pelo maestro Rui Pinheiro.

De referir que a maioria dos concertos são de Entrada Livre.  

.............................................................................................................

Sobre a Academia Internacional de Música Aquiles Delle Vigne: Localizada no distrito de Coimbra, Portugal, a Academia Internacional de Música Aquiles Delle Vigne nasceu de uma parceria entre a ‘Associação António Fragoso’ e a ‘Musici Artis’, de Bruxelas. Assume-se como uma das grandes escolas da Europa, graças ao incrível talento internacional dos seus alunos provenientes da Alemanha, Áustria, Brasil, Bulgária, Canadá, Cazaquistão, China, Colômbia, Coreia do Sul, Espanha, EUA, Finlândia, França, Geórgia, Grécia, Hong Kong, Hungria, Índia, Irão, Israel, Itália, Japão, Lituânia, Luxemburgo, Noruega, Palestina, Polónia, Roménia, Rússia, Suíça, Taiwan, Turquia, Ucrânia e Venezuela, muitos deles premiados em importantes concursos internacionais, aos quais se unem notáveis talentos de Portugal.

A Academia tenta apoiar e gerir o percurso dos seus melhores alunos através da organização de concertos, a solo e com orquestra, da produção discográfica e edição literária, através do selo A2DV Generation.

Organiza ainda eventos internacionais, como o Coimbra World Piano Meeting e o Encontro Internacional de Piano de Sardoal, convidando os melhores professores do mundo a reunirem-se em Portugal.

 

Biografias | Direção da Academia Internacional de Música “Aquiles Delle Vigne”:

Coimbra recebe o 5th World Piano Meeting

 
 
Coimbra recebe o 5th World Piano Meeting
Evento promovido pela Academia Internacional de Música Aquiles Delle Vigne decorre entre 1 e 8 de fevereiro. Evento inédito acolhe mais de 100 participantes oriundos de mais de 20 países. Programa inclui concertos, masterclasses e um Prémio Internacional de Piano.

primage_40699.png.jpg

 

O “5th Coimbra World Piano Meeting” (V Encontro Mundial de Piano de Coimbra), - evento inédito que decorre, em Portugal, organizado pela prestigiada Academia Internacional de Música "Aquiles Delle Vigne" (A2DV) -, irá realizar-se entre os dias 1 e 8 de fevereiro, e terá como palco principal a cidade de Coimbra, classificada como Património Mundial pela UNESCO. A 5.ª edição vai acolher mais de 100 participantes, jovens pianistas, oriundos de mais de 20 países. O Concerto de Abertura está marcado para dia 2 de fevereiro, às 18h00, no Convento de São Francisco (Coimbra).  

Pela sua grande dimensão e duração, o “5th Coimbra World Piano Meeting” é considerado um evento único à escala mundial que reúne os maiores mestres de piano do mundo, bem como, o maior número de jovens pianistas inscritos que representam mais de 20 nacionalidades. O programa também é vasto e, ao longo dos vários dias, decorrerão Masterclasses, diversos Concertos - dois deles sinfónicos e acompanhados pela Orquestra Clássica do Centro e pela Orquestra Filarmónica das Beiras -, e uma Competição de Piano.

A deslocalização do encontro é outro ponto diferenciador do certame que, para além de Coimbra, acontece na Figueira da Foz (Prémio Internacional de Piano) e, no Sardoal (Concerto de Jovens Talentos).    

Entre os dias 1 e 8 de fevereiro, os jovens pianistas de todo o mundo vão ter a oportunidade de trabalhar com alguns dos mais prestigiados professores nacionais e internacionais e partilhar as suas experiências com estudantes de diversos países. Terão ainda a oportunidade de tocar em palco e em público. No fim, será eleito e premiado o melhor dos melhores jovens talentos. “Temos que encontrar elementos comuns a sensibilidades distintas para eleger o melhor”, salienta Aquiles Delle Vigne, diretor da Academia A2DV, júri e presidente do Coimbra World Piano Meeting.

 

Evento amplamente reconhecido a nível internacional

De acordo com Manuel Araújo, subdiretor artístico da Academia A2DV: “A V edição do evento está a criar grandes expectativas na organização, orgulhosa de ver instaurado em Portugal, na zona centro, um evento já amplamente reconhecido a nível internacional. Contaremos com mais de 100 participantes, com mais de 20 países representados, que durante vários dias agitarão a cidade de Coimbra, assim como os municípios parceiros da Figueira da Foz e Sardoal. É emocionante ver um evento que nasceu do zero, do esforço e sangue de uma equipa reduzida (que uma mão chegaria para contar) e que pouco mais tinha que o sonho, a atingir hoje a maioridade. Sentimo-nos abraçados pela cidade, por significativos parceiros institucionais, por distintas marcas nacionais e por um grupo impressionante de amigos que nos ajudam a construir. A equipa, este ano, está enriquecida para enfrentar novos desafios. Do ponto de vista artístico, esperamos concertos de primeira qualidade segundo os mais elevados padrões internacionais, alicerçados na quantidade, qualidade e variedade de pianistas inscritos.

 

A Academia A2DV – referenciada como uma das melhores escolas da Europa -, procura a “verdade da música” e a integridade artística, promovendo concertos dos alunos para o desenvolvimento e aperfeiçoamento de todas as virtudes e técnicas musicais. Experiência, Excelência, Competência Compromisso, Rigor e Reconhecimento fazem parte do ADN da Academia "Aquiles Delle Vigne".

 

Em encontros entre academias, acabámos por saber que eles acham que nós (Academia "Aquiles Delle Vigne") praticamos o melhor ensino de piano da Europa, e este reconhecimento é muito gratificante”, destaca Eduardo Fragoso, presidente da Associação António Fragoso.

 

O Concerto de Abertura | Opening Concert, com a Orquestra Clássica do Centro, Jan Wierzba, realiza-se no dia 2 de fevereiro, às 18h00, no Convento São Francisco (Coimbra). O programa musical inclui no repertório Beethoven, uma vez que, em 2020, comemora-se os 250 anos do nascimento do compositor alemão.

 

De referir que a maioria dos concertos são de Entrada Livre.  

 

Sobre a Academia Internacional de Música Aquiles Delle Vigne: Localizada no distrito de Coimbra, Portugal, a Academia Internacional de Música Aquiles Delle Vigne nasceu de uma parceria entre a ‘Associação António Fragoso’ e a ‘Musici Artis’, de Bruxelas. Assume-se como uma das grandes escolas da Europa, graças ao incrível talento internacional dos seus alunos provenientes da Alemanha, Áustria, Brasil, Bulgária, Canadá, Cazaquistão, China, Colômbia, Coreia do Sul, Espanha, EUA, Finlândia, França, Geórgia, Grécia, Hong Kong, Hungria, Índia, Irão, Israel, Itália, Japão, Lituânia, Luxemburgo, Noruega, Palestina, Polónia, Roménia, Rússia, Suíça, Taiwan, Turquia, Ucrânia e Venezuela, muitos deles premiados em importantes concursos internacionais, aos quais se unem notáveis talentos de Portugal.

A Academia tenta apoiar e gerir o percurso dos seus melhores alunos através da organização de concertos, a solo e com orquestra, da produção discográfica e edição literária, através do selo A2DV Generation.

Organiza ainda eventos internacionais, como o Coimbra World Piano Meeting e o Encontro Internacional de Piano de Sardoal, convidando os melhores professores do mundo a reunirem-se em Portugal.

ENCONTROS MÁGICOS 2019 | 17 a 22 de Setembro de 2019

f7e12340-4d61-44a4-887f-9ee3b0862f76.png

 

 

Foi em 1992 que a Câmara Municipal de Coimbra organizou o 1º Festival Internacional de Magia de Coimbra. Depois de um interregno de cinco anos, em 1998, o festival renasce integrado no certame, mais abrangente e de maior dimensão, que hoje conhecemos como ENCONTROS MÁGICOS, deixando de consistir numa única Gala Internacional de Magia para passar a estender-se por seis dias de intensa programação.

Como vem sendo hábito, é na terceira semana de Setembro que Coimbra se assume como absoluta capital mundial da magia. Este ano, a 23ª Edição do Festival Internacional de Magia de Coimbra, decorrerá de 17 a 22 de Setembro.   Vinte artistas, oriundos de países como Brasil, Estados Unidos, Chile, Alemanha, Austrália, México, Espanha, Reino Unido, França e Portugal, num total de dez, realizarão cento e seis espetáculos que não acontecerão apenas no centro da cidade mas também em cinco Juntas e Uniões de Freguesias, no sentido da crescente descentralização já iniciada em 2015. 

Este ano, as Grandes Galas Internacionais de Magia terão lugar no Convento São Francisco, nos dias 21 e 22 de Setembro, Sexta-feira e Sábado, respetivamente.

A componente solidária é uma das mais indeléveis marcas dos Encontros Mágicos. A Magia Solidária contará com espectáculos a decorrerem no Estabelecimento Prisional de Coimbra, no Hospital Pediátrico, e no Instituto de Oncologia. 

Os ENCONTROS MÁGICOS arrancam a 17 de Setembro, mas já nos dias 14 e 15 de Setembro, e tal como no ano anterior, terão um pré-programa a decorrer na Figueira da Foz.

Em edições anteriores, os “Encontros Fotográficos de Coimbra” uniram-se aos ENCONTROS MÁGICOS fazendo deslocar a Coimbra centenas de fotógrafos atraídos pelo evento. Este ano, essa iniciativa espontânea e independente estará ainda mais entrosada no Festival.

Na sequência do êxito da iniciativa “Primeira Aula de Magia”, iniciada em 2015, esta repetir-se-á possibilitando a dezenas de jovens um curso de iniciação à Arte Mágica e, ainda, dando continuidade ao trabalho desenvolvido nos anos anteriores, teremos uma vez mais a “Segunda Aula de Magia” destinada aos que frequentaram as aulas em edições passadas. Este ano, tal como no ano passado teremos uma Aula de Magia, Quarta feira 18 de Setembro para crianças com necessidades especiais.

Nesta edição e depois do mega êxito dos anos anteriores voltaremos a receber o espectáculo: ”MAGIA NA ESCURIDÃO com Juan Esteban Varela”!

O reconhecido mago chileno protagoniza uma experiência verdadeiramente inclusiva, sem precedentes, convidando a comunidade invisual a “ver” um espectáculo de magia em que o sentido da visão não intervém. Aos não invisuais serão colocadas vendas para que assistam e vivam esta experiência única em circunstâncias tendencialmente idênticas. Este espectáculo decorrerá de terça a sábado no Convento de S. Francisco.

Ao longo da história dos ENCONTROS MÁGICOS, muitas foram as ocasiões em que o programa foi sendo ampliado no sentido de continuadamente dar resposta à singular e notável criação de públicos que, em cada ano, incrementa os destinatários do Festival Internacional de Magia. Esse crescimento, tanto em público regular como em conteúdos, foi sempre orgânico e resultante da introdução de elementos justificados e que traduziram um extraordinário valor acrescentado quer em dimensão, quer em originalidade.

Na edição de 2019 verifica-se que uma das companhias convidadas (Vik & Fabrini, do Brasil) integra um artista plástico com uma carreira completamente distinta e reconhecida para além do universo da arte mágica. Fabrini Crisci, nascido em São Paulo, no Brasil, em Dezembro de 1964, é um notável artista plástico, pintor ilustrador, com um enorme currículo de exposições em todo o mundo que se iniciou em 2006, ao expor as suas obras em Monte Carlo. Essa exposição resultou num selo postal comemorativo no Mónaco, pessoalmente escolhido pelo Príncipe Alberto II.

Fabrini Crisci mostra o universo em que vive através de sua pintura. Imagens e personagens dos palcos, cabarés e vestiários de todo o mundo são sua inspiração. Cada um de seus personagens tem sua própria história. Os seus sonhos, pesadelos e outras fascinações tomam forma. A sua imaginação torce e remodela imagens de cabarés e fantasias.

Luis de Matos, conhecedor da obra do artista plástico Brasileiro, escolheu 15 lâminas para a exposição “Universos Mágicos” que traz a Coimbra o génio de Fabrini Crisci no âmbito da 23ª Edição do Festival Internacional de Magia de Coimbra e que estará patente no foyer do Convento São Francisco durante toda a duração do certame (17 a 21 de Setembro).

As 15 obras da exposição reproduzem-se aqui podendo melhor conhecer-se o artista no seguinte sítio da internet: https://www.fabriniart.com

 

8062b600-490e-43e6-8859-c2dd4a2c278c.png

A Câmara Municipal de Coimbra e, em especial, o seu pelouro da Cultura, voltaram a confiar à Luis de Matos Produções, Lda. a organização do maior e mais prestigiado evento que, nesta área artístico-cultural, se realiza no continente Europeu.

Na sua 23ª Edição, a programação do Festival continua a ir em busca de todos os tipos de público. Dos acamados aos estudantes, dos transeuntes aos espectadores assíduos, todos irão, uma vez mais, e em mais larga escala, tomar contacto com esta intensa semana mágica que em breve volta a acontecer na cidade de Coimbra. Os ENCONTROS MÁGICOS estão de regresso e vão surpreender uma vez mais!

 

Les Siestes Électroniques anuncia o cartaz para o regresso a Portugal

image001.jpg

 

 

Depois de anunciado o regresso do festival a Portugal para o final de Agosto são agora conhecidos os artistas que passarão pelo palco no jardim da Casa das Artes em Coimbra. O elenco é marcadamente internacional, prometendo repetir a aventura da primeira edição com a aposta em músicos que transcendem géneros e convenções mais imediatas.

AZF, Damien Dubrovnik, D.K., Front de Cadeaux, Gonzo, Joshua Abrams & Natural Information Society, Live Low, Vessel

 

O Les Siestes Électroniques decorre entre 30 de agosto e 1 de Setembro na Casa das Artes Bissaya Barreto com Entrada Livre.

 

 

Sobre os Artistas

 

Damien Dubrovnik

O duo dinamarquês de Christian Stadsgaard e Loke Rahbek está na origem da editora Posh Isolation, sediada em Copenhaga e focada na edição de artistas escandinavos. Os concertos da dupla são únicos e irrepetíveis e não deixam saudades de um concerto clássico. A música deles pode sentir-se como se explodisse alguma coisa a menos de 30 metros.

 

 

D.K.

Produtor residente em Paris, D.K. edita pelas prestigiadas Melody As Truth, Music From Memory’s Second Circle e Antinote, onde editou este ano o EP Riding For A Fall.

As modas retro já não impressionam ninguém e D.K. traz-nos de volta o verdadeiro espírito do house, uma multidão futurista, hedonista, sorridente e sobretudo gente que dança. Música para dar de beber à alma daqueles que querem ser felizes.

 

 

 

Gonzo

O português a viver entre Tenerife e Londres onde fundou a peculiar Discrepant Records.

As suas colagens são uma paisagem com recolhas de sons gravados pelo mundo, música tradicional e de produção própria. De alguma forma tudo isto soa mais natural do que a música deveria ser, como se o som fosse alguém com quem nos cruzamos na rua e olhamos de alto abaixo para depois notar que faz o mesmo.

 

 

Live Low

O quarteto de Ece Canli, Gonçalo Duarte (Equations), Miguel Ramos (Torto, Naco) e Pedro Augusto (Ghuna X) está sediado no Porto onde edita com a conterrânea  Lovers & Lollypops.

Live Low está a criar música popular contemporânea como a música popular devia ter sido sempre. Música com coração e cheia de ideias, onde ouvimos a herança eletro-acústica, muito avant-rock e as recolhas arquivadas por Giacometti e Lopes Graça, como ingredientes para música que perdurará.

 

 

AZF

A histórica DJ francesa é também curadora do festival Qui Embrouille Qui.

Se a sua música fosse um momento era um sábado à noite. Quando as pernas já não obedecem e dançam, dançam tanto que só caindo podemos parar. Catarse e exaustão porque às vezes é disso mesmo que precisamos.

 

 

Joshua Abrams & Natural Information Society

Vindo da cena jazz de Chicago, Joshua Abrams apresenta-se desde 2010 acompanhado por um imprevisível conjunto de músicos, os Natural Information Society.

A América, de onde vem a música de Joshua e dos seus pares vai ser sempre o cenário das nossas aventuras. Pode não ser a terra prometida mas a poesia e os poetas terão sempre ali o seu legado de protesto e amor e é disso que parece ser feita a música deles.

 

Vessel

Conhecemos Seb Gainsborough em 2012 com o EP Order Of Noise já editado pela nova-iorquina Tri Angle de onde mais recentemente publicou o disco Queen Of Golden Dogs.

O tipo é um génio. Álbum após álbum, ele rebenta as expectativas enquanto abraça novas formas de criação para fazer coisas únicas.  A sua música é tão líquida quando sólida, e pode tomar mais formas que o T-1000 enquanto inventa novos significados para a palavra coerência.

 

 

Front de Cadeaux

Ugo e Maurizio estão há 10 anos a aperfeiçoar a forma mais lenta de agitar uma pista de dança tocando discos de 45RPM a 33RPM.

Imaginem que dançam ininterruptamente num grande relvado durante três longas tardes de verão. Front de Cadeaux seriam um beijo suado com que se despedem no fim. Tão lânguido e intenso como um amor de verão. Alguém devia ler um cartaz onde se lesse: vamos amar uma última vez antes que o planeta colapse.