Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Comemorações do Dia Nacional do Azulejo | Visitas e conferência sobre património azulejar do concelho de Palmela com o Dr. José Meco

 

 

Comemorações do Dia Nacional do Azulejo

Município de Palmela promove duas visitas/conferência temáticas sobre património azulejar

 

 

No âmbito das comemorações do Dia Nacional do Azulejo, assinalado a 26 de maio, o Município de Palmela promove duas visitas/conferência temáticas sobre o património azulejar de Palmela, orientadas pelo Dr. José Meco.

A conferência “A produção azulejar de Maria Keil para a Colónia de Férias da EDP, em Palmela” decorre às 10h30, na Colónia de Férias da EDP, em Palmela (Estrada Nacional 379) e, mais tarde, às 15h30, a antiga Estação Ferroviária de Pinhal Novo (em musealização) acolhe a conferência/visita “Os azulejos da antiga Estação de Caminhos de Ferro de Pinhal Novo, no contexto da épica e da arquitetura ferroviária”.

Com entrada gratuita, a participação nas visitas/conferência está sujeita a inscrição prévia, entre 21 e 24 de maio, através do e-mail patrimonio.cultural@cm-palmela.pt ou do telf. 212336640.

 

 

Comemorações do 44.º aniversário do 25 de abril em Palmela | Destaques de programação

25_abril.jpg

 

 

44.º aniversário da Revolução dos Cravos assinalado por todo o concelho

 

O 44.º aniversário do 25 de abril é comemorado em todo o concelho de Palmela, com um vasto conjunto de iniciativas, promovidas pela Câmara Municipal, Juntas de Freguesia e Movimento Associativo. O extenso programa que assinala o aniversário da Revolução dos Cravos, em todas as freguesias, inclui atividades que abrangem diversas áreas de expressão cultural e artística e de convívio, prolongando-se além do mês de abril. Destacam-se as exposições “A PIDE em Pinhal Novo – Para que a Memória não esmoreça” e “Dançar Abril”; os espetáculos musicais com a Banda do Andarilho, a Orquestra Ligeira da SIM e o Conservatório Regional de Palmela, a oficina infantil “Zeca Afonso. Sabes quem é?” e a habitual sessão solene da Assembleia Municipal de Palmela.

                É, também, de sublinhar o início de duas importantes obras para a comunidade – a Unidade de Saúde Familiar de Pinhal Novo sul e a continuação da Ecopista de Pinhal Novo.

           

 

Destaques de programação:

 

3 abril a 11 maio | Foyer do Cine-teatro S. João, Palmela

Exposição “A PIDE em Pinhal Novo – Para que a Memória não esmoreça”

Homenagem aos presos políticos de Pinhal novo, vitimas, ao longo de 48 anos, dos horrores da ditadura fascista, que esmagou os direitos cívicos sociais e humanos do povo português.

 

 

22 abril | 10h00 | Centro Comunitário de Águas de Moura

22 abril |15h00 | Sociedade Recreativa e Cultural do Povo do Bairro Alentejano

Oficina Infantil “Zeca Afonso. Sabes quem é?”

Nesta oficina, descobre-se Zeca Afonso a partir de um livro ilustrado da canção “O Homem da Gaita” editado pela Associação Zeca Afonso. Esse livro, acompanhado pela voz de Zeca, será o ponto de partida para a oficina. O público irá representar e musicar a partir de um conjunto de exercícios de expressão dramática e musical.

Os instrumentos Orff irão ajudar a dar corpo à canção, acompanhada e apreendida pelos participantes. Depois, como atores, representarão a história ilustrada. Assim se conhece Zeca Afonso terminando numa performance musical executada pelo próprio público. E… (quase) sem querer, aprende-se música.

 

 

22 abril | 10h30 | Largo S. João

Actividade aberta de Zumba

Programa Desenvolvimento da Ginástica

Org: Sociedade Filarmónica Palmelense “loureiros”

 

 

23 abril | 17h30

Lançamento da primeira pedra da Unidade de Saúde Familiar de Pinhal Novo Sul

Rua Manuel Veríssimo da Silva, Pinhal Novo

 

 

23 abril | 18h30

Lançamento da primeira pedra da segunda fase da Ecopista de Pinhal Novo

 

 

24 abril | 22h00 | Auditório Municipal de Pinhal Novo

“Canções de Abril” - Banda do Andarilho

As composições do Zeca Afonso foram a inspiração para o nome da Banda do Andarilho, assim designada na sequência do “Cantares do Andarilho”, um dos primeiros trabalhos discográficos do Zeca.

O que vos trazemos é a música portuguesa, nas palavras de José Afonso, Fausto, José Mário Branco, Sérgio Godinho e Adriano Correia de Oliveira.

O Zeca Afonso alertou-nos para a necessidade de “… um novo tipo de canção, cuja atualidade se repercuta no espírito do público, molestando-lhe a consciência em vez de o distrair.”

 

 

24 abril | 22h00 | Sociedade de Instrução Musical – Quinta do Anjo

Orquestra Ligeira da SIM - “Abril, Som e Palavra”

A Orquestra, criada em 2010, tem direção do Maestro Carlos Cardoso e é composta por 23 músicos.

 

 

25 abril | 11h00 | Biblioteca Municipal de Palmela

Sessão Solene da Assembleia Municipal

 

 

25 abril | 19h30 | Centro Cultural de Poceirão

Inauguração da exposição fotográfica “Dançar Abril”

De 25 abril a 2 junho

 

25 abril | 21h30 | Cine-teatro S. João

Conservatório Regional de Palmela – “Canções da Nossa Gente”

O Conservatório Regional de Palmela foi criado no ano letivo de 2001-2002 pela Sociedade Filarmónica Humanitária, com a finalidade de proporcionar aos jovens uma formação especializada na área da música com certificação oficial. Atualmente, o Conservatório Regional de Palmela conta com 420 alunos.

 

 

COMUNIDADE EDUCATIVA

 

26 abril | 10h10 | Escola Secundária de Palmela

Sessão Comemorativa do 25 de Abril " À Conversa com ...” Professora Irene Pimentel, Universidade Nova de Lisboa, Vereador Adilo Costa, Câmara Municipal de Palmela, Dr. José António Cabrita, Dr. João Reis Ribeiro, Dra. Ana Catarina Gualberto e Odete Graça Rito, aluna de Interdom - International school of Ivanovo (Russia).

Vamos falar da PIDE/DGS e do Estado Novo e de outros temas relacionados.

Org.: Escola Secundária de Palmela

 

 

Comemorações do 44.º aniversário do 25 de abril em Palmela | destaques de programação

44.º aniversário da Revolução dos Cravos assinalado por todo o concelho

 

25_abril.jpg.png

 

O 44.º aniversário do 25 de abril é comemorado em todo o concelho de Palmela, com um vasto conjunto de iniciativas, promovidas pela Câmara, Juntas de Freguesia e Movimento Associativo.

            O extenso programa que assinala o aniversário da Revolução dos Cravos, em todas as freguesias, inclui atividades que abrangem diversas áreas de expressão cultural e artística e de convívio, prolongando-se além do mês de abril. Destacam-se as exposições “A PIDE em Pinhal Novo – Para que a Memória não esmoreça” e “Dançar Abril”; os espetáculos musicais com a Banda do Andarilho, a Orquestra Ligeira da SIM e o Conservatório Regional de Palmela; a Oficina Infantil “Zeca Afonso. Sabes quem é?” e a habitual sessão solene da Assembleia Municipal de Palmela.

           

Destaques de programação

 

3 de abril a 11 de maio | Cine-teatro S. João, Palmela

Exposição “A PIDE em Pinhal Novo – Para que a Memória não esmoreça”

 

22 de abril

10h00 | Centro Comunitário de Águas de Moura

15h00 | Sociedade de Cultura e Recreio do Povo do Bairro Alentejano

Oficina Infantil “Zeca Afonso. Sabes quem é?”

 

24 de abril

22h00 | Auditório Municipal de Pinhal Novo

Banda do Andarilho

 

22h00 | Sociedade de Instrução Musical, Quinta do Anjo

Orquestra Ligeira da SIM

 

25 de abril a 2 de junho | Centro Cultural de Poceirão

Exposição Fotográfica em grande formato “Dançar Abril”

 

25 de abril

11h00 | Biblioteca Municipal de Palmela

Sessão solene da Assembleia Municipal

 

21h30 | Cine-teatro S. João, Palmela

Espetáculo musical - Conservatório Regional de Palmela

 

Queima do Judas em Palmela

queima do judas_promo.jpg

 

Com número recorde de grupos

Queima do Judas anima ruas do Centro Histórico

 

A Queima do Judas regressa às ruas do Centro Histórico de Palmela, no dia 31 de março, numa iniciativa da Câmara Municipal com o movimento associativo do concelho.

Com animação assegurada pelos Bardoada – Grupo do Sarrafo, o percurso tem início às 21h30, no Largo dos Loureiros e passagem por várias “estações” para a queima do “boneco” e a leitura do seu testamento. Este ano, a Queima conta com um número recorde de 17 grupos: Bardoada – Grupo do Sarrafo (animação), Grupo Coral “Ausentes do Alentejo” (bar), Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros”, Sociedade Filarmónica Humanitária, Passos e Compassos/ Grupo das Férias Culturais, Grupo de Teatro da Associação dos Serviços Sociais e Culturais dos Trabalhadores do Município de Palmela, ATA – Acção Teatral Artimanha, Associação Teatro Sem Dono, Sociedade Columbófila de Palmela, Associação de Escoteiros de Portugal – Grupo 40 de Palmela, INdiferentes, Associação de Idosos de Palmela, Moto Clube de Palmela, TELA – Teatro Extremamente Louco e Absurdo, Teatro da Vila, Avózinhas e PIA – Projectos de Intervenção Artística (Judas final).

O percurso finaliza no Largo de S. João, onde a Orquestra e os Diabos do Bardoada – Grupo do Sarrafo apresentam uma animação que antecederá o testamento da Câmara Municipal e a Queima do Judas, terminando com um espetáculo de fogo de artifício.

Recuperado em 1995, o Ritual da Queima do Judas tem origens pagãs, ligadas à celebração da Primavera, e é parte integrante do Programa Municipal de Teatro. A iniciativa continua a inspirar as associações locais e os grupos de teatro de amadores do concelho, contribuindo para a preservação do nosso património cultural.

 

 

Trânsito e estacionamento condicionados

 

 

A circulação  de trânsito e o estacionamento irão sofrer alguns condicionamentos no dia 31 de março:

 

Corte e condicionamento de circulação de veículos

Largo do Município

Praça Duque de Palmela

Rua do Castelo

Rua Contra-Almirante Jaime Afreixo

Rua Luís de Camões

Rua Hermenegildo Capelo

Largo D’El Rei D. Afonso Henriques

Largo do Mercado

Rua Coronel Galhardo

Rua Joaquim Brandão

Rua de Olivença

Largo D. João I

Rua Mouzinho de Albuquerque

Largo do Passo da Formiga

 

 

Proibição de estacionamento de veículos das 14h00 às 00h00                                                         

Largo do Mercado

Largo dos Loureiros

Largo do Município

Largo D’El D. Afonso Henriques

Largo D. João I

Rua Hermenegildo Capelo

Rua Mouzinho de Albuquerque

Rua Joaquim Brandão

Rua Coronel Galhardo

Rua Contra-Almirante Jaime Afreixo

Rua 31 de Janeiro

Rua de Olivença

ALEGRO ALFRAGIDE E PARQUE EM FORMA DECATHLON LANÇAM DESAFIO “GINCANA EM FORMA”

Cartaz-dia-do-pai_Alegro Alfragide.jpg

 

 

Dia do Pai celebrado com atividade física

 

ALEGRO ALFRAGIDE E PARQUE EM FORMA DECATHLON LANÇAM DESAFIO “GINCANA EM FORMA”

 

Para celebrar o Dia do Pai nada melhor que um fim de semana inesquecível e repleto de energia. O Centro Comercial Alegro Alfragide e o Parque em Forma Decathlon prepararam uma Gincana, onde a atividade física e a boa disposição estão garantidas.

 

Em parceria com o Parque em Forma Decatlhon, pais e filhos vão ser desafiados a realizar uma gincana com várias atividades, como tiro com arco, andar de trotineta, saltar à corda, entre outras. Adicionalmente, estes jogos vão dar direito a prémios, basta provar que Pais e Filhos fazem a equipa perfeita!

 

A Gincana em Forma tem lugar no fim de semana de 17 e 18 de março, das 15h00 às 17h00, na Praça Principal do Alegro Alfragide, e promete transportar os pais e filhos para jogos que lhes lembram a infância, brincadeiras de recreio, sempre com muita agilidade para conquistar o primeiro lugar!

 

Para participar nesta iniciativa, que pode valer prémios como Cartão Oferta Alegro no valor de 50€, Aulas de Deslize na Decathlon Amadora e Vouchers Cinema+LoginLaserTag, basta aparecer na Praça Principal do Alegro Alfragide e inscrever a sua equipa. A inscrição é gratuita*.  

 

Exercício físico e muita energia vão marcar esta tarde de diversão, que pode tornar-se no melhor presente que os pais podem querer.

 

(*) Consulta de regulamento obrigatória. Idade: entre os 3 e 14 anos

 

 

Comemorações do Dia Internacional da Mulher - Mulheres com Garra!

cartaz_dia da mulher.jpg

 

 

No âmbito das comemorações do Dia Internacional da Mulher, no próximo dia 9 de março, pelas 21h30, na sala de sessões dos Paços do Concelho, terá lugar a Cerimónia “Mulheres com Garra!”, uma homenagem realizada pelo Município do Barreiro a cinco mulheres que, diariamente, fazem a diferença na comunidade. Através desta homenagem pretende-se, também, “homenagear todas as mulheres barreirenses!”.

A entrada é livre.

 

Patrícia Gaspar, 2ª Comandante Operacional Nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Sara Oliveira, Provedora da Santa Casa da Misericórdia do Barreiro, Ana Paula Pona, Diretora do Serviço de Urgência do Centro Hospitalar Barreiro-Montijo, Joana Piteira, Capitã da Equipa de Basquetebol Feminino do GDESSA e Silvana Sebastião, Árbitra de futebol, são as “Mulheres com Garra”.

 

De referir que esta Cerimónia contará com um apontamento musical realizado pela Escola de Jazz.

 

Visitas às escolas

A partir de hoje e até 9 de março, as escolas do Concelho recebem as visitas de Patrícia Gaspar, Sara Oliveira e Ana Paula Pona. Nesta iniciativa, os alunos ficam a conhecer os seus percursos profissionais e podem colocar as suas questões, “percebendo que as diferenças entre sexos, muitas vezes, no exercício das profissões, são ténues e assim devem ser”.

De referir que esta atividade, promovida pelo Município do Barreiro, destina-se aos alunos das escolas do Concelho.

Dia Internacional da Mulher: Investigadoras inspiram jovens na Academia das Ciências de Lisboa

CV-BANNERkit_web-2-01.png

 

 



Na próxima quinta-feira, 8 de Março, às 11.00, seis investigadoras portuguesas e cinco deputados da Comissão de Educação e Ciência vão estar à conversa com estudantes do Ensino Secundário dos Liceus Pedro Nunes e Passos Manuel na Academia das Ciências de Lisboa.


No Dia Internacional da Mulher, a Ciência Viva e a Academia das Ciências de Lisboa prestam assim homenagem às mulheres cientistas portuguesas, que representam 45% do total de investigadores no nosso país e cujo trabalho notável tem sido fundamental para o progresso que a Ciência e a Tecnologia nacionais registaram nas últimas décadas.


A neurofarmacologista Cláudia Cavadas, a bióloga Maria Salomé Pais, a engenharia electrotécnica Isabel Trancoso, a bióloga marinha Maria João Bebianno, a engenheira agrónoma Amarilis de Varennes e a astrobióloga Zita Martins irão partilhar com os estudantes os seus projectos de investigação e as motivações que estiveram na base da escolha de uma carreira científica. Para tal, foram desafiadas a eleger para este encontro um objecto e/ou fotografia que servirá de mote para a conversa.


Esta iniciativa contará com as intervenções dos deputados Ana Mesquita (PCP), Porfírio Silva (PS), Luís Monteiro (BE), Nilza de Sena (PSD) e Ana Rita Bessa (CDS-PP), da comissão parlamentar de Educação e Ciência.


Estarão também presentes a Secretária de Estado da Ciência, Fernanda Rollo, o Presidente da Comissão Parlamentar de Educação e Ciência, Alexandre Quintanilha, o Presidente da Academia das Ciências, Artur Anselmo de Oliveira Soares, a Presidente da Ciência Viva, Rosalia Vargas, e a Presidente da Academia Nacional de Belas Artes, Natália Correia Guedes.


Programa detalhado aqui.

CONCELHO DE MAFRA CELEBRA O NATAL

image003.jpg

 

 

“O Natal chegou à Vila” está de regresso ao Concelho de Mafra de 1 a 23 de dezembro de 2017, trazendo um programa variado em que a música e as tradições desta quadra assumem lugar de destaque. No âmbito deste programa organizado pela Câmara Municipal, a tradicional “Feira de Natal” decorre em Mafra, no Terreiro D. João V, e também na Ericeira, na Praça da República (Jogo da Bola), sendo que a edição de 2017 traz mais expositores e atividades de animação. A sessão de abertura realiza-se no dia 1 de dezembro às 18 horas em Mafra e às 19h30 na Ericeira.

 

Em 2017, a “Feira de Natal” regista, nos dois locais, 58 participações de artesãos e de produtores regionais, para além de 13 instituições locais de solidariedade social, contribuindo para fazer, desta época festiva, um duplo momento de promoção da solidariedade e da identidade cultural local.

A iniciativa será complementada com atividades de animação: no Terreiro D. João V, em Mafra, os mais pequenos poderão brincar no Carrossel e na Oficina do Pai Natal, bem como desfrutar das diversas atividades de animação, sendo que o programa foi enriquecido, para além das atuações dos cavalinhos das bandas filarmónicas e orquestra do Concelho, com animações de rua, jogos de Natal e oficinas infantis. Também na Praça da República, na Ericeira, a animação inclui música, jogos e oficinas.

 

A par destes locais, a programação é descentralizada, contemplando sessões de contos no Claustro Sul do Palácio Nacional de Mafra e na Biblioteca Municipal da Ericeira, espetáculos de teatro infantil nos auditórios municipais de Mafra e da Ericeira, assim como exposições temáticas: “Peças de Alma feitas com o coração”, na Loja do Cidadão, em Mafra; e “A Árvore que dava olhos”, no Claustro Sul do Palácio Nacional de Mafra.

 

300 anos do Real Edifício de Mafra celebrados a 17 de novembro

O dia 17 de novembro ficou, para a História de Portugal, marcado pelo início da construção do Real Edifício de Mafra. Numa celebração solene, de carácter simultaneamente sacral e profano, com a presença do Primeiro Patriarca de Lisboa, de toda a corte e de numeroso povo, lançou D. João V a fundação do maior monumento do Barroco português. Volvidos três séculos, no dia 17 de novembro de 2017 e culminando um ano de intensas comemorações, o Real Edifício de Mafra assinala o seu aniversário com arte, terminando com um concerto a seis órgãos e coro, organizado pela Câmara Municipal, e que, devido à elevada afluência registada, é igualmente transmitido, em direto e partir das 22 horas, através de ecrã gigante instalado no exterior da Basílica.

 

image002.jpg

 

O programa do concerto, sob a coordenação de João Vaz, foi criteriosamente selecionado para evocar este momento histórico, evidenciando-se um conjunto de secções do ordinário da missa, de um autor anónimo do século XVIII, cujo manuscrito se encontra na Biblioteca Nacional de Portugal e tendo sido composto propositadamente para a Real Basílica de Mafra. Da escrita sobressai a utilização única que o autor faz do espaço litúrgico, tirando partido da relação entre os órgãos e a disposição do coro. Do programa fazem igualmente parte melodias de Cantochão, com os acompanhamentos escritos por Frei José de Santo António, em 1761, para esta Basílica, bem como a Sinfonia para a Real Basílica de Mafra de António Leal Moreira, composta por ocasião da conclusão do atual conjunto organístico em 1807.

 

Este concerto conta com a participação do Coro Voces Caelestes e dos organistas Sérgio Silva, Inês Machado, David Paccetti Correia, Margarida Oliveira, Diogo Rato Pombo e Daniela Moreira, sob a direção de Sérgio Fontão.

Além do referido concerto, as comemorações englobam, no dia 17 de novembro, um conjunto de eventos promovidos pelo Palácio Nacional de Mafra. A conferência “Do Tratado à Obra: Génese da Arte e da Arquitetura no Palácio de Mafra”, com início às 9h15m, conta com a presença de diversos investigadores nacionais e estrangeiros. Às 18 horas será apresentada a revista Monumentos’35, cuja edição é integralmente dedicada ao Real Edifício de Mafra nas suas vertentes histórica, artística e arquitetónica. Pelas 19 horas é inaugurada a exposição “Do Tratado à Obra: Génese da Arte e da Arquitetura no Palácio de Mafra” que evoca a génese do pensamento e da cultura artística e arquitetónica Barroca, que estão na base da construção da Real Obra de Mafra, o desenho do arquiteto João Frederico Ludovice, a competência construtiva de Custódio Vieira, engenheiro-mor do reino, e a arte presente na construção.

 

As comemorações do tricentenário do lançamento da primeira pedra do Real Edifício de Mafra, que têm vindo a decorrer entre 17 de novembro de 2016 e 17 de novembro de 2017, são uma organização conjunta das entidades com responsabilidades na gestão deste conjunto patrimonial: Direção Geral do Património Cultural/ Palácio Nacional de Mafra, Câmara Municipal de Mafra, Escola das Armas, Paróquia de Mafra e Tapada Nacional de Mafra.