Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Miguel e João esgotam concerto em 1h30 no Casino Estoril. Data Extra anunciada!

Miguel e João esgotam concerto em 1h30 no Casino Estoril. Data Extra anunciada!

Miguel e João.JPG

 

A dupla alentejana que deu que falar no "The Voice Portugal" vai estar em concerto dia 29 e 30 de Janeiro, pelas 20h, no palco do Lounge D do Casino Estoril. A primeira data (29) foi ontem anunciada e esgotou os lugares em apenas 1h30. A cultura é segura e a entrada é livre.

Miguel Costa é natural de Beja e João Maria Baião da Vidigueira, tem ambos 19 anos, e conquistaram os quatro mentores logo no primeiro dia ao virar as quatro cadeiras. Seguiram até à final, no último domingo, onde ficaram em 4ºlugar.

Nesse dia foram convidados pela mentora Aurea a participarem no seu concerto no próximo dia 15 de Janeiro no Campo Pequeno. No dia 29 e 30 estão anunciados no Casino Estoril onde prometem levar convidados especiais que serão revelados mais em cima da data.

Conhecem-se desde pequenos, mas foi apenas por volta dos 12 anos de idade que a amizade cresceu, altura em que João começou a ter aulas em Beja e a aproveitar o tempo livre para estar com Miguel. Juntos dedicaram-se à música, começaram a tocar e a cantar em grupos de jovens da igreja e aos 15 anos decidiram criar um grupo musical em conjunto com mais dois amigos, ao qual deram o nome de "Los Colchoneros". Desde aí nunca mais se separaram. Já atuaram em várias palcos no Alentejo e também em Lisboa, mas o "The Voice" foi o primeiro grande palco que pisaram.

Dia 29 e 30 de Janeiro no Casino Estoril a entrada é gratuita. Garanta o seu lugar ao fazer a reserva de mesa pelo 214 667 815. Lotação limitada de acordo com as normas da DGS.

De salientar que o Casino Estoril foi distinguido com o certificado “Clean & Safe” do Turismo de Portugal e aderiu ao serviço COVID OUT, Selo de Confiança, Clean Surfaces Safe Places, emitido pelo ISQ.

Com novo horário de funcionamento, o Casino Estoril abre agora às 11h e encerra às 22 horas. O acesso ao Lounge D do Casino Estoril é para maiores de 14 anos, ou maiores de 10 quando acompanhados pelos pais. Nas áreas de Jogo só é permitida a entrada a maiores de 18 anos.

Jovens Solistas da Metropolitana apresentam-se no Museu do Oriente

Entrada gratuita

 

metropolitana_14jan.JPG

 

Os Jovens Solistas da Metropolitana sobem ao palco do Museu do Oriente, na quinta-feira 14 de Janeiro, às 19.00, com um programa ligeiro e divertido capaz de mostrar todo o virtuosismo das cordas, dos instrumentos de sopro e do piano. A entrada é gratuita.

 

Percorrendo composições de Debussy, Koechlin, Telleman e Crusell, entre outros, os alunos da Academia Nacional Superior de Orquestra demonstram por que esta é a mais premiada escola portuguesa nesta área. Desenvolvendo uma ponte pedagógica inédita entre a prática e o ensino musical, a ANSO é a única escola do país que forma maestros, instrumentistas de orquestra e pianistas vocacionados para música de câmara. Ao longo dos seus 25 anos tem vindo a mudar o panorama cultural em Portugal, com muitos dos seus alunos a ingressar nas mais exigentes instituições de ensino e formações internacionais.

 

O Museu do Oriente cumpre todos os requisitos de higiene e limpeza para prevenção e controlo da COVID-19, tendo recebido o Selo Clean & Safe para Museus, Palácios, Monumentos e Sítios Arqueológicos, atribuído pelo Turismo de Portugal em articulação com o Ministério da Cultura, às entidades que cumprem as recomendações da Direcção-Geral da Saúde.

 

Jovens Solistas da Metropolitana

14 de Janeiro, quinta-feira

19.00

Entrada gratuita

 

Programa

  1. P. Telemann |Concerto para 4 Violinos, TWV 40:202 (arra. para 4 flautas) (1)
  2. CrusellDivertimento para Oboé e Cordas, Op. 9 (2)

    C.-P. Taffanel | Quinteto de Sopros (3)

  1. ArnoldDivertimento para Flauta, Oboé e Clarinete, Op. 37 (4)
  2. Debussy2 andamento do Trio com Piano em Sol Maior (5)
  3. KoechlinQuatro Pequenas Peças para Piano, Violino e Trompa, Op. 32 (6)

 

(1) Ana Clara SousaGonçalo ReisCatarina SilvaHélio Santos (flautas)

(2) Pedro Capelão (oboé), Carolina Duarte (violino), Beatriz Tomás (violino), Ana Russo (viola), Beatriz Lousan (violoncelo)

(3) Beatriz Marques (flauta), Rodrigo Marques (oboé), Guilherme Duque (clarinete), Sara Maia (fagote), César Luís (trompa)

(4) Carolina Rosa (flauta), Guilherme Cruz (oboé), Joana Neves (clarinete)

(5) Bernardo Sousa (violino), Tiago Mirra (violoncelo), André Rodrigues (piano)

(6) Ana Ferreirinho (piano), Cristiana Herculano (violino), Helena Gabriela (trompa)

 

www.museudooriente.pt

METROPOLITANA | "Café com Mozart" nas manhãs de janeiro > 11H. Teatro Thalia

transferir (3).jpg

 

Parte da reputação da tradição musical clássica constrói-se com base nos valores da transcendência estética e de uma doutrina humanista que a razão não alcança. Justifica-se, por isso, que os nomes dos compositores e os títulos das obras se sobreponham frequentemente à mais descontraída experiência de ouvir música no dia a dia, seja pelo simples prazer contemplativo ou por quaisquer motivações de circunstância. Não esquecemos, porém, que, por intermédio das gravações e dos novos formatos que a música ao vivo desbravou recentemente, esse imenso repertório dispensa com facilidade a reverência formal para preencher momentos improváveis das nossas rotinas.

Neste caso, propõe-se um curto ciclo de concertos que convida a despertar com música de câmara de Wolfgang Amadeus Mozart. São trios, quartetos e quintetos que, apesar de terem sido compostos há mais de duzentos anos, mantêm uma frescura que combina na perfeição com um bom café expresso bebido em frias manhãs de inverno.

PROGRAMAÇÃO DO 1º TRIMESTRE | CASA DAS ARTES DE FAMALICÃO

A programação do primeiro trimestre de 2021 da Casa das Artes de Famalicão - ano dos 20 anos de atividade deste teatro municipal - conta com seis coproduções, três das quais em estreia.

 

Janeiro

Teatro, cinema, dança e música fazem parte da oferta deste teatro municipal, que inicia, nos dias 14 e 15 de janeiro, com À Espera de Godot, numa encenação de António Parra, coprodução Casa das Artes de Famalicão e ACE Escola de Artes de Famalicão.

Depois, nos dias 13, 15 e 16 de janeiro, apresenta-se a primeira réplica do o quinto episódio do CLOSE-UP, com um panorama de sessões orientadas sob o mote do Cinema na Cidade, onde a produção do presente a e a história do cinema se encontraram.

Para o público geral, encontraremos Luis Buñuel e Nanni Moretti: OS ESQUECIDOS, a 15 de janeiro; e QUERIDO DIÁRIO, no dia 16 de janeiro.

Para o público escolar do Agrupamento de Escolas de Ribeirão, no dia 13 de janeiro, é exibido o filme OS RESPIGADORES E A RESPIGADORA de Agnès Varda.

No dia 17 de janeiro, atuam no Grande Auditório da Casa das Artes, Álvaro Cortez (percussão) e Isabel Romero (piano), com um reportório de musica contemporânea onde pontuam John Cage, Avner Dorman, entre outros.

CA_Flyer_Álvaro_Isabel.jpg

 

Com a autoria e encenação de Elmano Sancho, interpretação de Custódia Gallego, Elmano Sancho, João Gaspar e Lucília Raimundo, nos dias 22 e 23 de janeiro, sobe a palco mais uma coprodução do Teatro da Trindade, Casa das Artes de Famalicão, Loup Solitaire, em MARIA, A MÃE.

MARIA, A MÃE, segundo texto da trilogia sobre a família, é um texto sobre a perda, a dor, a solidão, a velhice, o esquecimento e a morte.

CA_Flyer_MARIA.jpg

 

A 29 de janeiro, NOITE DE PRIMAVERA de Luís Mestre é a escolha programática da Casa das Artes de Famalicão para mais uma noite de teatro. NOITE DE PRIMAVERA, a segunda noite da Tetralogia das Estações do dramaturgo Luís Mestre, mergulha-nos num arquivo de memórias, ambições e visões da juventude que assombram quatro vidas numa noite intensa deflagrada pela insónia.

CA_Flyer_NoitePrimavera.jpg

 

No dia 30 de janeiro, o Cinema Digital na Casa das Artes propõe o filme As Bruxas de Roald Dahl, de Robert Zemeckis.

MANUEL JOÃO VIEIRA, com a Anatomia do Fado, encerra com música, no dia 30 de janeiro, a programação deste mês. Manuel João Vieira - o mentor de projetos como Ena Pá 2000 ou Os Irmãos Catita - apresenta-se agora a solo e em nome próprio com o duplo álbum Anatomia do Fado, um trabalho, como o nome indica, dedicado ao fado, mais em concreto ao fado humorístico, muito em voga no século passado, mas, entretanto, caído em desuso.

CA_Flyer_ManuelJoãoVieira.jpg

 

 

Fevereiro

A programação de fevereiro abre, no dia 5, com o concerto de TIAGO BETTENCOURT, com 2019 Rumo ao Eclipse, o seu mais recente disco de originais. A música continua na programação da Casa das Artes, no dia 12 de fevereiro, com TRÊS TRISTES TIGRES e a sua Mínima Luz, um disco de rock mais rugido e delirante, contaminado com circuitos eletrónicos, e outros temas mais ambientais e lentos.

A 19 de fevereiro, sobe a palco a primeira produção da Companhia Intrazyt, em coprodução: Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão / Casa das Artes de Famalicão, Câmara Municipal de Loulé / Cineteatro Louletano. INTRAZYT 0.0 é a primeira estreia de 2021 na Casa das Artes de Famalicão. Intrazyt - estreia o seu primeiro programa – Intrazyt 0.0 - composto por três peças coreográficas que abrem caminho à linha artística e estética da companhia, sendo duas delas estreias nacionais e uma estreia absoluta.

Aliás, fevereiro é um mês de estreias e no dia 26 é a vez de estrear Como Perder um País, o segundo espetáculo do ciclo “Democracia e os filhos dos anos 90”, numa coprodução: Momento - Artistas Independentes, Casa das Artes de Famalicão, Teatro Municipal do Porto e Teatro Municipal Baltazar Dias.

 

Março

O mês de março arranca com a presença da Companhia Nacional de Bailado na Casa das Artes de Famalicão, no dia 5, com o espetáculo Dançar em Tempo de Guerra, que inclui CHRONICLE, da coreografia americana Martha Graham e A MESA VERDE do coreografo alemão Kurt Jooss.

No dia 12 é a vez de estrear TRIPLO, a nova criação da KALE Companhia de Dança para 2021, numa coprodução com a Casa das Artes de Famalicão. Desde 2018 que a KALE colabora com o projeto de cooperação transfronteiriço REGARDS CROISÉS (Malandain Ballet Biarritz), convidando 3 coreógrafos de cada país representado - França, Espanha, Portugal - a desenvolver uma criação original para os intérpretes da companhia.

No dia 13, surge a segunda réplica do quinto episódio (5.1) do Close-Up, que arrancou em outubro passado, com a proposta entre o caloroso retrato de uma família brasileira e do seu quotidiano de dificuldades, em BENZINHO, e com Marcello Mastroianni a orientar-nos num mundo e num cinema em mudança, na Roma de Fellini, em LA DOLCE VITA. Esta réplica tem ainda projetado reiterar, para o público escolar, em data e estabelecimento escolar a anunciar, a memória da passagem dos 75 anos do fim da 2.ª Guerra Mundial, com a projeção de #ANNE FRANK - VIDAS PARALELAS, com condução de Helen Mirren, para alunos do 3.º ciclo e do secundário.

No dia 19, é a vez dos CLÃ atuarem na Casa das Artes, trazendo a Famalicão o seu mais recente trabalho “Véspera”, lançado em pleno confinamento, naquele que é o nono disco da banda.

Clã #1 _ créditos João Octávio Peixoto.jpg

 

EU NUNCA VI UM HELICÓPTERO EXPLODIR, é a proposta da Casa das Artes de Famalicão para os dias, 25, 26 e 27 de março. Trata-se de uma peça teatral de Catarina Ferreira de Almeida e Joel Neto, que cruza as linguagens do  teatro, do cinema, da rádio, da televisão, da internet, numa coprodução da Narrativensaio-AC com a Casa das Artes de Famalicão e o Teatro Municipal de Angra do Heroísmo. EU NUNCA VI UM HELICÓPTERO EXPLODIR dá oportunidade para ver de novo em palco atores como António Durães e Filipa Guedes, devidamente “assessorados” pela voz do jornalista Fernando Alves.

Na programação de cinema da casa das Artes de Famalicão, ao longo de todo o ano, destaque para a escolha do Cineclube de Joane, com sessões regulares para o público de cinéfilos.

 

 

Câmara Municipal de Palmela | “Janeiras” e concerto com Pedro Mestre recriam Noite de Reis no Cine-Teatro S. João

00“Janeiras” e concerto com Pedro Mestre recriam Noite de Reis

no Cine-Teatro S. João

 

Janeiras.jpg

 

Devido ao contexto pandémico, a tradição das “Janeiras”, que habitualmente percorria as ruas do Centro Histórico de Palmela, no dia 6 de janeiro, ficará em 2021, centrada no Cine-Teatro S. João, com um espetáculo, às 21h00, que reunirá os votos de bom ano do Movimento Associativo, mas em formato vídeo. A Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros”, Sociedade Filarmónica Humanitária, Centro Social de Palmela, Grupo 40 de Palmela da Associação de Escoteiros de Portugal, Grupo Modalentejo e o Grupo Coral “Ausentes do Alentejo são os participantes na edição 2021.

 

O espetáculo - uma organização da Câmara Municipal de Palmela com o Movimento Associativo - contará, ainda, com o concerto de Pedro Mestre “Folclore de Natal, Janeiras e Reis”, onde o cante a vozes e a viola campaniça são protagonistas.

 

“Há 25 anos a cantar a música tradicional do Alentejo, pioneiro do projeto de salvaguarda do Cante, fundador e ensaiador de corais alentejanos, Pedro Mestre é um dos principais responsáveis pelo surgimento de novas gerações na música tradicional do Alentejo, levando o Cante Coral alentejano para as escolas, onde, desde 2006, ensina a tradição a alunas/os do 1.º ciclo, em várias escolas do Baixo Alentejo.

 

Paralelamente ao cante, Pedro Mestre tem trabalhado na preservação e salvaguarda da viola campaniça, instrumento tradicional do Alentejo. Aprendeu com os mestres tocadores a arte de construir e dedilhar esta peculiar viola de arame e, para além de a ensinar nas escolas, já levou este instrumento aos quatro cantos do mundo”.

 

O espetáculo tem entrada livre, mediante levantamento de bilhete. Mais informações/reservas: 212 336 630.

 

As “Janeiras” fecham o programa “Viva o Natal em Palmela”, iniciativa da Câmara Municipal com vários parceiros locais, que tem proporcionado  às famílias diversas atividades para celebração desta quadra, em todas as freguesias do concelho.

 

 

Participe, mantenha viva esta tradição!

 

 

https://pt-pt.facebook.com/Pedro-Mestre-228883907161419/

 

 

 

 

 

Câmara Municipal de Palmela | “Janeiras” e concerto com Pedro Mestre recriam Noite de Reis no Cine-Teatro S. João

 

“Janeiras” e concerto com Pedro Mestre recriam Noite de Reis

no Cine-Teatro S. João

 

Janeiras.jpg

 

Devido ao contexto pandémico, a tradição das “Janeiras”, que habitualmente percorria as ruas do Centro Histórico de Palmela, no dia 6 de janeiro, ficará em 2021, centrada no Cine-Teatro S. João, com um espetáculo, às 21h00, que reunirá os votos de bom ano do Movimento Associativo, mas em formato vídeo. A Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros”, Sociedade Filarmónica Humanitária, Centro Social de Palmela, Grupo 40 de Palmela da Associação de Escoteiros de Portugal e o Grupo Coral “Ausentes do Alentejo são os participantes na edição 2021.

 

O espetáculo - uma organização da Câmara Municipal de Palmela com o Movimento Associativo - contará, ainda, com o concerto de Pedro Mestre “Folclore de Natal, Janeiras e Reis”, onde o cante a vozes e a viola campaniça são protagonistas.

 

“Há 25 anos a cantar a música tradicional do Alentejo, pioneiro do projeto de salvaguarda do Cante, fundador e ensaiador de corais alentejanos, Pedro Mestre é um dos principais responsáveis pelo surgimento de novas gerações na música tradicional do Alentejo, levando o Cante Coral alentejano para as escolas, onde, desde 2006, ensina a tradição a alunas/os do 1.º ciclo, em várias escolas do Baixo Alentejo.

 

Paralelamente ao cante, Pedro Mestre tem trabalhado na preservação e salvaguarda da viola campaniça, instrumento tradicional do Alentejo. Aprendeu com os mestres tocadores a arte de construir e dedilhar esta peculiar viola de arame e, para além de a ensinar nas escolas, já levou este instrumento aos quatro cantos do mundo”.

 

O espetáculo tem entrada livre, mediante levantamento de bilhete. Mais informações/reservas: 212 336 630.

 

As “Janeiras” fecham o programa “Viva o Natal em Palmela”, iniciativa da Câmara Municipal com vários parceiros locais, que tem proporcionado  às famílias diversas atividades para celebração desta quadra, em todas as freguesias do concelho.

 

 

Participe, mantenha viva esta tradição!

 

 

https://pt-pt.facebook.com/Pedro-Mestre-228883907161419/

 

 

 

 

Câmara Municipal de Palmela | “Janeiras” e concerto com Pedro Mestre recriam Noite de Reis no Cine-Teatro S. João

 

“Janeiras” e concerto com Pedro Mestre recriam Noite de Reis

no Cine-Teatro S. João

 

Janeiras.jpg

 

Devido ao contexto pandémico, a tradição das “Janeiras”, que habitualmente percorria as ruas do Centro Histórico de Palmela, no dia 6 de janeiro, ficará em 2021, centrada no Cine-Teatro S. João, com um espetáculo, às 21h00, que reunirá os votos de bom ano do Movimento Associativo, mas em formato vídeo. A Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros”, Sociedade Filarmónica Humanitária, Centro Social de Palmela, Grupo 40 de Palmela da Associação de Escoteiros de Portugal e o Grupo Coral “Ausentes do Alentejo são os participantes na edição 2021.

 

O espetáculo - uma organização da Câmara Municipal de Palmela com o Movimento Associativo - contará, ainda, com o concerto de Pedro Mestre “Folclore de Natal, Janeiras e Reis”, onde o cante a vozes e a viola campaniça são protagonistas.

 

“Há 25 anos a cantar a música tradicional do Alentejo, pioneiro do projeto de salvaguarda do Cante, fundador e ensaiador de corais alentejanos, Pedro Mestre é um dos principais responsáveis pelo surgimento de novas gerações na música tradicional do Alentejo, levando o Cante Coral alentejano para as escolas, onde, desde 2006, ensina a tradição a alunas/os do 1.º ciclo, em várias escolas do Baixo Alentejo.

 

Paralelamente ao cante, Pedro Mestre tem trabalhado na preservação e salvaguarda da viola campaniça, instrumento tradicional do Alentejo. Aprendeu com os mestres tocadores a arte de construir e dedilhar esta peculiar viola de arame e, para além de a ensinar nas escolas, já levou este instrumento aos quatro cantos do mundo”.

 

O espetáculo tem entrada livre, mediante levantamento de bilhete. Mais informações/reservas: 212 336 630.

 

As “Janeiras” fecham o programa “Viva o Natal em Palmela”, iniciativa da Câmara Municipal com vários parceiros locais, que tem proporcionado  às famílias diversas atividades para celebração desta quadra, em todas as freguesias do concelho.

 

 

Participe, mantenha viva esta tradição!

 

 

https://pt-pt.facebook.com/Pedro-Mestre-228883907161419/

 

 

 

 

Duetos Crossover de Yolanda Soares e Bruno Correia sobem ao palco do Casino Estoril já no próximo Domingo, dia 10 de Janeiro.

Duetos Crossover de Yolanda Soares e Bruno Correia sobem ao  palco do Casino Estoril já no próximo Domingo, dia 10 de Janeiro.

transferir (8).jpg

 

SOBRE O ESPETÁCULO

A Ópera e a música Pop/rock juntam-se neste espectáculo para uma apresentação arrebatadora e única no país. Duas das melhores vozes nacionais , dois dos artistas mais carismáticos em Portugal, unem-se para criar momentos arrebatadores junto do público com alguns dos temas mais conhecidos do mundo!

Yolanda Soares e Bruno Correia regressam para mais um espectáculo com interpretações extraordinárias, num espectáculo especial de Natal que traz ao público outro olhar sobre a música clássica.

 

João Farinha | 6 Janeiro às 18h00 ao vivo na Rádio Amália [entrevista e mini concerto]

Em Dia de Reis o fadista de Coimbra vai estar na rádio da "Rainha"

Dia 6 de Janeiro, a partir das 18h00, João Farinha é a "Estrela da Tarde" na Rádio Amália, com Ana Meixedo. O fadista de Coimbra vai marcar presença para entrevista e mini concerto ao vivo. O destaque será o novo álbum, "Solto" (Disco Antena 1), que foi lançado no dia 4 de Dezembro.
João Farinha promete ainda homenagear Carlos do Carmo, um dos mais reconhecidos, premiados e aclamados fadistas de sempre.

Em "Solto", o segundo álbum a solo de João Farinha e, como tantos projetos artísticos e criações, condicionado pela pandemia em que vivemos, o fadista apresenta 11 temas em que desbrava novos caminhos para uma música que é (ainda) fado: através da fusão com outros instrumentos, mas também da colaboração com artistas que admira. Neste "Solto", juntam-se a João Farinha as guitarras de Hugo Gamboias e Diogo Passos, o baixo de Ricardo Melo, a percussão de Quiné Teles e instrumentos como o ukulele e a guitarra elétrica. 
 
Entre os convidados, para além de José Rebola [Anaquim], que escreveu a letra do tema que dá título ao disco - "Solto" -, João Farinha conta com Tiago Nogueira [Os Quatro e Meia] na interpretação de "Pepa", tema com o qual regressa à poesia de Antero de Quental. Também Viviane [Entre Aspas] marca presença a cantar "Entre o sono e o sonho", mais uma revisitação, agora à obra imensa de Pessoa. Do lado de lá do Atlântico, surge o artista brasileiro Betto do Bandolim a participar no tema "Vira dos Desamores". Por fim há ainda o belíssimo "Embalando o Menino", com música de António Fragoso.

transferir (7).jpg

 

TRICKY COM DOIS CONCERTOS EM PORTUGAL EM 2021

O artista referência do trip-hop inglês regressa a Portugal no próximo ano para dois concertos: 30 de novembro no Porto (Hard Club) e 01 de dezembro em Lisboa (LAV). 

Bilhetes disponíveis a partir de amanhã em www.houseoffun.pt e nos locais habituais.

 

transferir (3).jpg

 

Falar da cena trip-hop dos anos 90 e não falar de Tricky é praticamente impossível. O artista referência de Bristol, cuja última visita a Portugal data de 2018, vai visitar as cidades do Porto e Lisboa para dois concertos que já se anteveem arrebatadores. A 30 de novembro Tricky sobe ao palco do Hard Club, no Porto, reservando a noite de 1 de dezembro para um espetáculo no Lisboa ao Vivo.   

Nestes concertos, o artista irá apresentar o seu 14.º álbum - Fall to Pieces -, lançado no passado mês de setembro, depois de em março ter lançado o EP 20 20. O seu mais recente trabalho, que aborda essencialmente auto reflexões do artista e explora as suas visões em determinados tópicos, foi gravado em Berlim e conta com a colaboração de Marta Złakowska na voz, cantora que Tricky conheceu durante uma das suas tours europeias, depois de ficar sem vocalista no dia de estreia.

Os bilhetes para os concertos de Tricky em Portugal ficam disponíveis amanhã, em: 
www.houseoffun.pt
www.masqueticket.com
https://www.meoblueticket.pt/Event/5324 (Hard Club, Porto)
https://www.meoblueticket.pt/Event/5325 (Lisboa)
Bem como nos restantes locais habituais.