Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Renato Albani em Portugal

Me Tornei Quem Eu Mais Temia
Renato Albani em Portugal 

05975bc2-c5ef-48da-8ec2-56332b2b48fe.jpeg

 

 
Renato Albani, o jovem brasileiro formado em engenharia que decidiu deixar tudo para se dedicar ao stand-up, apresenta agora a Portugal com a sua mais recente tour Me Tornei Quem Eu Mais Tema

A sensação capixaba que é um verdadeiro fenómeno na internet e nos palcos brasileiros, chegou para conquistar terras lusitanas, e vai passar por várias cidades do nosso país.
 
No seu terceiro show a solo, Renato Albani fala sobre tornar-se um adulto responsável, e fazer tudo o que sempre criticou, como tomar conta da casa, comprar coisas de crescidos e fazer as coisas que os seus pais faziam e ele próprio odiava. Ainda hoje em dia, tem algumas recaídas “infantis” e coloca-se em algumas situações das quais se arrepende e depois não sabe como sair. Retrata também situações de convívio com pessoas mais jovens e tudo o que se tem passado com o avanço da idade.
 
Não perca este espectáculo que promete, e com o qual, entre risos e gargalhadas, todos nos poderemos relacionar.

 

CoolWool Covilhã || Oficinas criativas

Coolwool-WorkshopFotografia.jpg

 

No dia 1 de Junho, no âmbito do CoolWool, convidam-se pais e filhos a (re)descobrirem o New Hand Lab, numa experiência imersiva no dia Mundial da Criança. Como um dos exemplos de património industrial da Covilhã, esta é uma oportunidade de contemplar o espólio material e imaterial da Fábrica António Estrela I Júlio Afonso (fábrica que acolhe o coletivo New Hand Lab), com a orientação do fotógrafo João Pedro Silva.

DISCOTEXAS - Tour 10 Anos Discotexas arranca amanhã

4bc7b666-a909-437b-b3c0-68e0c77c3671.png

 

 

 

10COTEXAS

DISCOTEXAS 10 YEAR PARTIES ARRANCAM JÁ AMANHÃ NO LUX

 

Comemorações passarão na próxima semana por Porto e Covilhã antes de voltar a Lisboa no início de Junho.

 2017 é um ano importante. Foi há dez anos que Moullinex e Xinobi criaram a Discotexas, e por muito que soe a lugar-comum, a verdade é que ninguém imaginava que 10 anos depois a Discotexas ainda existisse e muito menos alcançado tudo o que alcançou.

Para comemorar, este ano será uma festa constante e para o primeiro evento 10cotexas em Lisboa, no Lux, juntam-se Moullinex, Xinobi e Bufi, todos eles com edições novas em 2017. Moullinex edita o terceiro álbum em Setembro e até lá vai lançando pistas em formato single como “Open House” ou “Love Love Love”. Xinobi editou o segundo álbum “On The Quiet”, e tem os novos temas “Skateboarding”, com a participação de Ian Mackaye (Fugazi/Minor Threat), “Far Away Place” ou “Searching For”. Bufi vem do México e faz parte de uma nova vaga de produtores mexicanos a saltar fronteiras. Depois do excelente álbum “Revelación” ter saído com selo Discotexas em 2016, em 2017 é tempo de editar alguns EPs de remisturas.

O programa de festas continuará no Porto no dia 19 e na Covilhã no dia 20. Dia 26 sairá a Colectânea DISCOTEXAS que tem já como primeiro single "Family Affair" e será pretexto para uma grande festa com The Discotexas Band, dia 7 de Junho, no Musicbox em Lisboa

WOOL | ARTE URBANA extra NA COVILHÃ

extra%20WOOL%20-%20PROMO%2001.jpg

 

Entre o dia 19 (próxima 2ºfeira) e 25 de Outubro, o centro da Covilhã volta a acolher o WOOL – Festival de Arte Urbana da Covilhã, numa edição EXTRA, que sendo de menor dimensão, terá como protagonistas 2 (dois) dos artistas urbanos portugueses mais reconhecidos e activos internacionalmente, PANTÓNIO e SAMINA.

 

Após o sucesso e enorme destaque nacional e internacional da edição 2014 do WOOL (ON RESIDENCE), tendo inclusivamente, uma das peças produzidas (‘Owl Eyes’ por Bordalo II) sido reconhecida como uma das melhores e mais populares peças de Arte Urbana de 2014, a organização continua a não conseguir obter os fundos necessários para a realização contínua do festival na dimensão e formato desenhado.

 

No entanto, a paixão e vontade que tem caracterizado esta organização leva-nos a não desistir, mas sim em persistir, fazendo aquilo a que nos propusemos em 2011, com a fundação do WOOL na Covilhã, a construção de um roteiro de arte urbana na cidade, capaz de despertar o interesse da comunidade pela Cultura e a Arte Contemporânea, neste caso, a Arte Urbana.

 

Desta forma, PANTÓNIO e SAMINA estarão a realizar peças MURAIS pelo centro histórico da cidade da Covilhã e peças de menor escala que integrarão uma pequena EXPOSIÇÃO.

 

No leque de actividades abertas a toda a população e interessados, poderemos ainda encontrar PALESTRAS e as VISITAS GUIADAS