Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Agosto com muito folclore no Concelho de Loulé

Folclore Colômbia.jpg

 

O FolkFaro está de volta ao concelho de Loulé nos dias 18, 19, 20, 22, 23 e 24 de agosto com várias propostas de músicas e danças de várias partes do mundo, sem esquecer os grupos locais.

Integrados na descentralização deste evento que constitui o maior festival de folclore do Sul do país, 300 participantes irão celebrar a união e o encontro dos povos através da expressão das suas culturas identitárias das quais se destaca o folclore. Os grupos internacionais convidados terão como anfitriões os ranchos do concelho mas é de destacar ainda a integração do 10º Festival Internacional de Folclore do Rancho Folclórico e Etnográfico de São Sebastião a este programa.

No arranque, dia 18, a Casa do Povo de Boliqueime recebe o grupo argentino Asociación “Nuestras Raíces” (Rosário – Santa Fé) que terá ao seu lado o Rancho Folclórico da Casa do Povo de Boliqueime, para uma atuação conjunta que acontece no âmbito do BFF – Boliqueime Food Festival.

No dia 19, o Folkfaro junta, no palco natural da Fonte Grande de Alte, o folclore da Eslováquia com o grupo FS Rozmarija (Presov) ao melhor do corridinho representado pelo Grupo Etnográfico da Serra do Caldeirão.

Salir é ponto de passagem deste programa, no dia 20, com a atuação do Ballet Folclórico Nacional Jaime Orozco, de Bogotá, Colômbia, e do Rancho Folclórico “As Mondadeiras das Barrosas”, na escola primária de Salir.

No dia 22, o Rancho Folclórico Infantil de Loulé é o anfitrião de uma noite que terá como convidado o grupo turco Penfolk Sarfolk (Pendik – Istambul), na Praça do Mar, em Quarteira.

Ubuhle Be Afrika (Port Elizabeth), da África do Sul, sobe ao palco instalado no Largo da Igreja de Querença, no dia 23, ao lado do Grupo Etnográfico da Serra do Caldeirão.

Na noite de encerramento, dia 24, o Folkfaro associa-se ao 10º Festival Internacional de Folclore do Rancho Folclórico e Etnográfico de São Sebastião. No recinto da junta de freguesia, para além dos promotores desta iniciativa, vão atuar o Ballet Folclórico Nacional Jaime Orozco (Bogotá, Colômbia), o Grupo de Danzas Adolfo de Castro (Cádiz, Espanha), o Rancho Folclórico de Macau e o Rancho Folclórico da Ria Formosa (Olhão)

Refira-se que o FolkFaro é o único festival do sul de Portugal com a certificação internacional do CIOFF-Conselho Internacional das Organizações de Festivais de Folclore e Artes Tradicionais, uma organização não-governamental (ONG) com relações formais de consulta com a UNESCO, criada em 1970 com o objetivo de salvaguardar a promoção e difusão da cultura tradicional e do folclore.

 

CML/GAP /RP

Liga de Verão no Vale da Amoreira

cartaz liga de verão.jpg

 

Durante o mês de agosto, as crianças e jovens, com idades entre os 6 e os 14 anos, vão poder participar gratuitamente na "Liga de Verão", no Vale da Amoreira. São 19 as atividades desportivas e culturais preparadas para animar as férias de verão dos mais novos.

As atividades, em áreas como o desporto, artes, livros, dança e música, vão decorrer em cinco espaços diferentes: Biblioteca Municipal do Vale da Amoreira, Centro de Experimentação Artística - CEA, Polidesportivo junto às Instalações ACDRVA (EX-CAVA), Campo Municipal do Vale da Amoreira e no Polidesportivo junto à Escola Secundária da Baixa da Banheira. Para participar basta selecionar as atividades preferidas e aparecer na hora e local indicados.

O programa é promovido pela Câmara Municipal da Moita, em parceria com a União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira, o Centro Social O Bom Samaritano, a Associação Cultural Desportiva e Recreativa do Vale da Amoreira – ACDRVA, o Grupo Desportivo e Recreativo Portugal e o Projeto Escolhas VA 2835.

Mais informações sobre as iniciativas podem ser obtidas na Biblioteca Municipal do Vale da Amoreira (T: 212 020 021) e no Centro de Experimentação Artística (T: 211 810 030).

 

Programa

 

Biblioteca Municipal do Vale da Amoreira

 

2 e 23 de agosto | 10:00h às 12:00h

8 de agosto | 14:00h às 16:00h

Oficina de Construção de Fantoches

Dinamização: Centro Social O Bom Samaritano

 

5 de agosto | 15:00h/17:00h

Hora do Conto "A Bruxa Arreganha Dentes"

de Tina Meroto e adaptação de Dora Batalim

Dinamização: Câmara Municipal da Moita

 

7 de agosto | 14:30h

Maré de Histórias com a escritora Manuela Ribeiro

Dinamização: Câmara Municipal da Moita

 

22 de agosto | 15:00h às 17:00h

Oficina de escrita e ilustração "Dos Sons Nasce a História"

Dinamização: Câmara Municipal da Moita

 

28 e 29 de agosto | 15:00h às 17:00h

Oficina de Jogos de Computador

Dinamização: Câmara Municipal da Moita

 

Centro de Experimentação Artística – CEA

 

5, 6, 8, 9, 12 e 13 de agosto | 15:00h às 17:00h

Oficina das Artes, com Pedro Pinhal

Desenho, pintura e pintura de T-shirt

Dinamização: Câmara Municipal da Moita

 

5 e 9 de agosto | 10:00h às 12:00h

16 de agosto | 14:00h às 16:00h

Oficina de Dança

Dinamização: Centro Social O Bom Samaritano

14 de agosto | 10:00h às 12:00h

Oficina de exploração da Arca do Mundo

Dinamização: Câmara Municipal da Moita

 

14 de agosto | 14:00h às 16:00h

Oficina Regresso à Poesia (RAP)

Dinamização: Projeto Escolhas VA 2835

 

26 de agosto | 15:00h às 17:00h

Oficina de bateria e percussão

Dinamização: Câmara Municipal da Moita

 

Polidesportivo junto às instalações ACDRVA (ex-CAVA)

 

1, 2 e 5 de agosto | 9:30h às 12:00h

Oficina de Street Basket

Dinamização: Câmara Municipal da Moita

 

6 de agosto | 9:30h às 11:00h

Jogos Gímnicos

Dinamização: Câmara Municipal da Moita

 

10 de agosto | 17:00h

Jogo do Uril

Dinamização: Associação Cultural Desportiva e Recreativa do Vale da Amoreira - ACDRVA

 

17 e 18 de agosto | 9:00h

Torneio de Futsal

Dinamização: Associação Cultural Desportiva e Recreativa do Vale da Amoreira - ACDRVA

 

19, 20, 21, 22 e 23 de agosto | 9:30h às 12:00h

Semana do Futebol

Dinamização: Câmara Municipal da Moita

 

21 de agosto | 14:30h às 15:15h

Oficina de Dança

Dinamização: Projeto Escolhas VA 2835

 

24 de agosto | 9:00h

Passeio de Bicicleta

Dinamização: Associação Cultural Desportiva e Recreativa do Vale da Amoreira - ACDRVA

 

Campo Municipal do Vale da Amoreira

 

12, 13, 14 e 16 de agosto | 18:00h

Treinos de Captação - dos 7 aos 10 anos

Dinamização: Grupo Desportivo e Recreativo Portugal

 

8 de agosto | 9:30h às 11:00h

Jogos Gímnicos

Dinamização: Câmara Municipal da Moita

 

Polidesportivo junto à Escola Secundária da Baixa da Banheira

27 e 30 de agosto | 9:30h às 11:00h

Kids Athletics – Torneio de Corridas, Saltos e Lançamentos

Dinamização: Câmara Municipal da Moita

Folclore filipino junta-se ao Folkfaro em Loulé

Folclore Filipinas.jpg

 

Por razões alheias à organização, o grupo Ubuhle Be Afrika (Port Elizabeth), da África do Sul, cancelou o espetáculo agendado para o Largo da Igreja de Querença, no dia 23 de agosto, às 21h30, no âmbito do Folkfaro, sendo substituído pelo Fiesta Filipina Dance Troupe of Canada.

Fundado em 1966, é o primeiro grupo de dança tradicional filipina da América do Norte, tornando-se um embaixador tanto do Canadá como das Filipinas devido, sobretudo, às muitas participações em eventos realizados em todo o mundo. Os Fiesta Filipina Dance Troupe of Canada encantam as audiências com um repertório excecional do folclore filipino e já pisaram palcos em Portugal, França, Itália, Grécia, Áustria, Espanha, Polónia, Brasil, México, Estados Unidos e, naturalmente, nas Filipinas.

Em Querença, irão partilhar o palco com o Grupo Etnográfico da Serra do Caldeirão.

A entrada é livre.

 

CML/GAP /RP

 

“Música e Dança com Areia no Pé” na Praia do Rosário

“Música e Dança com Areia no Pé” na Praia do Rosário

Praia do rosário.jpg

 

No âmbito do programa “Cultura em Movimento”, a Praia Fluvial do Rosário recebe, no dia 3 de agosto, a partir das 19:00h, a Mostra de Projetos de Jovens Artistas Locais “Música e Dança com Areia no Pé”.

 

Dirigida ao público em geral, esta iniciativa é organizada pela Câmara Municipal da Moita, com o apoio da União de Freguesias de Gaio-Rosário e de Sarilhos Pequenos.

 

Recorde-se que o projeto Cultura em Movimento surgiu em 2016 e é um programa organizado em parceria pela Câmara Municipal, Juntas de Freguesia e Movimento Associativo, cujo objetivo é dinamizar o espaço público e permitir o acesso de todos os munícipes a um conjunto de iniciativas e espetáculos que decorrem durante os meses de verão. Artes performativas, cinema, música, teatro e muita animação invadem diferentes espaços públicos em todas as freguesias do município. O programa completo pode ser consultado em www.cm-moita.pt.

Dancem Todos em Matosinhos

Dancem_Todos©FranciscoTeixeiraCMM.JPG

 

Sexta-feira, 12 de julho // 21 horas // Escadaria da Casa do Design

Duas centenas e meia de alunos de dez escolas de dança de Matosinhos apresentam-se esta sexta-feira, 12 de julho, para mais uma edição do festival Dancem Todos, que há 13 anos dá a conhecer o trabalho coreográfico realizado pelos jovens bailarinos do concelho. O espectáculo, de entrada livre, voltará este ano a ter como palco o anfiteatro formado pela escadaria da Casa do Design, com a fachada norte do edifício dos paços do concelho a servir de cenário à graciosa movimentação dos corpos.

 

Promovido pela Câmara Municipal de Matosinhos, em parceria com escolas de dança do concelho, o Dancem Todos constitui uma mostra da atividade realizada ao longo do ano letivo, reunindo a comunidade ligada à dança, em franco crescimento ao longo dos últimos anos, mas também todos os interessados no fenómeno cultural e nesta expressão artística em particular, na qual se harmonizam várias artes do espetáculo, da música à encenação.

 

O Dancem todos contará este ano com mais duas escolas participantes, o Double Dance Studio e a academia Attitude, que se somam à Just Dance School, à Ballet Art, à Academia de Dança de Matosinhos, à escola Le Petit Pas, à Eu Danço, à Escola de Ballet de Leça da Palmeira, à Dance 4U e à Academia de Dança do Norte nesta grande celebração.

 

Criado em 2006, o Dancem Todos conta também, desde 2009, com uma edição de inverno, no Teatro Municipal de Matosinhos-Constantino Nery, afirmando a dança como uma das grandes apostas da Câmara Municipal de Matosinhos, reforçada nos últimos anos com a concretização do festival internacional Dias da Dança, em colaboração com as autarquias do Porto e de Gaia.

 

“O Dancem Todos tem vindo a impor-se como um dos mais significativos momentos de celebração da nossa comunidade educativa, nomeadamente daqueles e daquelas que se dedicam ao ensino e à aprendizagem da dança. Celebra-se, neste momento tão especial, o talento e a graciosidade dos corpos em movimento, o ritmo feito carne, mas também a partilha dos resultados de um ano de trabalho intenso e de dedicação a uma arte na qual se condensam a música e a dramaturgia, mas também a coordenação motora, o trabalho conjunto e árduo, a sociabilização e o processo de aprendizagem”, realça a presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro.

Centro de Experimentação Artística: Impro Wise - Oficina de dança, movimento, teatro e técnicas de improvisação

em branco 1 - a noite.jpg

 

O Centro de Experimentação Artística, no Vale da Amoreira, recebe, no dia 6 de julho, das 15:30h às 17:30h, a Oficina de dança, movimento, teatro e técnicas de improvisação “Impro Wise”.

Dirigida a maiores de 16 anos de idade (até 15 participantes), esta oficina é dinamizada por Marina Nabais.

As inscrições podem ser efetuadas até ao dia 4 de julho no CEA, pelo telefone 21 181 0030 ou pelo email cea@mail.cm-moita.pt.

Trata-se de uma sessão de improvisação em dança, onde o movimento é a base da pesquisa e criação. Pretende-se que esta sessão seja um encontro, dando espaço para a partilha e para a relação criativa entre pessoas com diferentes idades, experiências de vida e formas de comunicar com o corpo.

De referir que Marina Nabais irá estar em residência artística no CEA, de 25 de junho a 4 de julho, com o projeto “A Noite”. O espetáculo será apresentado no CEA no último trimestre de 2019, em data a anunciar em breve. O ensaio aberto, intitulado “A Noite”, realiza-se, no CEA, no dia 4 de julho, pelas 15:00h, e tem entrada livre.

Marina Nabais nasceu em Luanda e viveu no Rio de Janeiro e em Amesterdão. Reside atualmente em Lisboa, onde desenvolve o seu trabalho artístico e pedagógico. É Mestre em Artes Performativas – Teatro do Movimento, na Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa (2011/2013). Desde 2008 começou o seu percurso como coreógrafa com as seguintes peças: Avesso (2008), Por um Rio (2011), Notocorda (2012), O Peso de uma Semente (2013), Sediela, Dançário, Miocárdio (2014), De Seda (2015).

 

Processos contínuos ● Julho na Rua das Gaivotas 6

por-Filipe-Cunha01.jpg

 

SPOKEN WORD
MOTORES GERAIS
Burgueses Famintos
4 julho | quinta | 21h30
5€


Nascidos entre o Porto e Lisboa, os Burgueses Famintos mexem-se por territórios híbridos entre texto, som e imagem. Tendo como base o erro e o caos do improviso, o percurso do projeto dá primazia à construção de um momento irrepetível e, por isso mesmo, raro, em que poema repetido, reformulado ou modulado, se alia a música e sons, criados em tempo real, tal como sucede com o vídeo.
Apresentam MOTORES GERAIS, o 2° registo do colectivo, sucessor de SAMO.
 
 
 
 

embedded-image-1561648948.png

 

CONFERÊNCIA-PERFORMANCE
YOUNG EMERGING PERFORMERS

ÍMPAR
Mafalda Banquart
& Tiago Jácome
18-21 julho | quinta-domingo | 21h30
5€ | 50min | M/12
 
Desenhar uma genealogia autoral de uma relação amorosa através de um caso particular e específico, o nosso. 
Ímpar não é uma ode à nossa relação amorosa, nem um balanço dessa relação, nem uma forma criativa de festejar um aniversário de namoro ou um pedido de casamento extravagante.
 
Este projecto é o resultado de mais uma edição do programa YEP - Young Emerging Performers. Foi desenvolvido durante a residência artística n'O Espaço do Tempo e estreia agora na Rua das Gaivotas 6.
 

embedded-image-1561649029.png

DANÇA
CAPRICHO #12
JOGO DE ESPELHOS
Sílvia Pinto Coelho
& Ricardo A. Freitas

25-28 julho | quinta-domingo | 21h30
5€ | 60 min | M/10
 
Começámos pela rotina em torno de detalhes que caracterizam as improvisações no campo da dança e as improvisações no campo da música – um ensaio por mês, entre Janeiro e Dezembro de 2018, com um intuito meramente exploratório. O estúdio-casa-de-espelhos tornou-se motor de um capricho de descoberta alimentado por “improvisação”. A possibilidade da divisão dramatúrgica em doze meses potenciou a proliferação das imagens e da ficção. “12” passou a ser sinónimo de plural, uma pluralidade virtual, a imagem desdobrada garantindo a multiplicação de hipóteses e jogos jogados a partir de “uma dobra caprichosa”.
 
 

 

UAU | Histórias clássicas em bailado no Teatro Tivoli BBVA, em Dezembro

TeatroTivoliBBVA_BelaAdormecida_Lago_dos_Cinses_NL

 

 

Os bailados “A Bela Adormecida” e “O Lago dos Cisnes” ganham vida no palco do Teatro Tivoli BBVAna quadra natalícia. Em contagem decrescente para Dezembro está já a Russian National Ballet, de Sergei Radchenko, que se apresentará, uma vez mais, em Portugal, anunciando os clássicos que compõem a tradição do mês das festividades em família e fortalecendo a parceria com a UAU, que se estende desde 2013.

 

 

Assim sendo, nos dias 5 e 6 de Dezembro, uma princesa enfeitiçada cai num sono profundo, e só um príncipe a poderá despertar com o beijo do verdadeiro amor. É esta, pois, a história de “A Bela Adormecida”, a adaptação do clássico “La Belle au bois dormant”, de Charles Perrault, que chegará aos palcos lisboetas em Dezembro, sob a forma de bailado em três actos, com música de Pyotr Ilyich Tchaikovsky e, libreto de Marius Petipa e Ivan Vsevolojsky. Apresentado pela Russian National Ballet, companhia fundada por um dos mais respeitáveis solistas do Teatro Bolshoi de Moscovo, Sergei Radchenko, terá o Teatro Tivoli BBVA como palco, para encantar todos os fãs deste clássico intemporal, numa dança única onde a imaginação não tem limites.

 

 

Depois de assistir a um dos contos de fadas mais icónicos, contemplar o “O Lago dos Cisnes” pode ser uma das suas últimas resoluções do ano que finda. Um dos bailados mais famosos de sempre, apresentado pela primeira vez a 4 de Março de 1877, também no conceituado Teatro Bolshoi, na Rússia, conta com música de Pyotr Tchaikovsky, libreto de Vladimir Begitchev e coreografia de Marius Petipa e Lev Ivanov. A história representa uma dualidade entre o bem e o mal, representados respectivamente pela pureza do cisne branco e pela duplicidade do cisne negro, um príncipe e uma rapariga-cisne que vivem um amor impossível. À semelhança de “A Bela Adormecida”, “O Lago dos Cisnes” chegará ao Tivoli BBVA com apresentação da Russian National Ballet, de Sergei Radchenko.

 

 

“A Bela Adormecida” estará em cena nos dias 5 e 6 de Dezembro, com sessões às 21 horas. Já “O Lago dos Cisnes” tem sessões marcadas para as 17 e 21 horas de dia 7 de Dezembro e para as 11, 15 e 18h30 de dia 8 de Dezembro. Os bilhetes estão à venda nos locais habituais.

 

 

Teatro Tivoli BBVA

 

“A Bela Adormecida”

5 e 6 de Dezembro | 21h

Preços entre 20€ e 37,50€

M/3

 

“O Lago dos Cisnes”

7 de Dezembro | 17h e 21h

8 de Dezembro | 11h, 15h e 18h30

Preços entre 20€ e 37,50€

M/3

Dança Tradicional da Tailândia no Museu do Oriente | Espectáculo por Land of Arts a 28 e 29 de Junho

Dança Tradicional da Tailândia-min.jpg

 

O Museu do Oriente recebe o espectáculo de abertura do Festival da Tailândia em Portugal, pela troupe de dança tradicional da Tailândia, Land of Arts, nos dias 28 e 29 de Junho.

 

Land of Arts Troupe é um colectivo de artistas de palco, jovens e criativos, que apostam na combinação entre a tradição tailandesa e os movimentos da dança moderna e contemporânea. O resultado é uma apresentação inovadora da cultura de dança tailandesa.

 

Também conhecidos por Gai Keaw Karn Lakorn, os Land of Arts foram fundados em 2004 pelo Dr. Surat Jongda, actual director artístico. As actuações dramáticas, figurinos criativos e autenticidade valeram-lhes elevados reconhecimentos da sua Tailândia natal.

 

O Festival da Tailândia em Portugal decorre em Belém, de 28 a 30 de Junho.

 

Dança Tradicional da Tailândia

28 Junho | 21h00

29 Junho | 19h00

Preço: 8 €

Duração: 75’

Direcção artística: Dr. Surat Jongda

 

 

www.museudooriente.pt

O Hip Hop vai invadir o Museu Nacional Soares dos Reis

First Steps Porto.png

 

 

EM JULHO, O HIP HOP VAI INVADIR O MUSEU NACIONAL DE SOARES DOS REIS

First Steps volta à cidade do Porto, dia 13 de julho, para um dia dedicado às cinco vertentes artísticas da cultura Hip Hop - a dança, o djing, o mcing, o beatbox e o graffiti.

Esta edição traz consigo novas atividades, cujo objetivo é incentivar a nova geração na prática destas vertentes, através de formações, contacto com artistas profissionais, competições de cariz leve e espaço para divulgarem o seu trabalho.

Aliado a este objetivo, o evento também se carateriza pelo seu cariz social, sendo que os fundos angariados nesta edição reverterão para o Projecto Ciga Giro.