Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Passatempo MALLU MAGALHÃES - Cine Teatro de Estarreja

O Blog Cultura de Borla em parceria com o CINE TEATRO DE ESTARREJA tem bilhetes duplos para o concerto da MALLU MAGALHÃES   para dia 30 de MAIO às 21h30, no CINE TEATRO DE ESTARREJA aos primeiros leitores que de 5 em 5 participações:

 

 Enviem um email para o culturadeborla@sapo.pt com a frase "Eu quero ir ao concerto da MALLU MAGALHÃES com o Cultura de Borla" com nome, BI e nº de telefone.

 

ATENÇÃO

Só é aceite uma resposta válida por endereço de e-mail e por concorrente pelo que não adianta enviar mais do um e-mail.

Excepto em casos de força maior que deverão ser atempadamente comunicados através do email culturadeborla@sapo.pt, contamos que os participantes aproveitem os bilhetes que ganharam, portanto concorra apenas se tem a certeza que pode estar presente.

Reservamo-nos o direito de excluir de futuros passatempos todos os que não procederem desta forma.

 

image005.jpg

 

MÚSICA | 75 MIN | M/6

Quarta, 30 de maio às 21h30

 

 

 

 

Sinopse

 

 

O sucessor de Pitanga (2011) traz inéditos da artista de São Paulo, com residência em Portugal e conta com produção de Marcelo Camelo. Após as apresentações a solo na digressão "Saudade" (formato voz e viola) e os concertos de "Vem" (com banda de 6 elementos), sempre com salas esgotadas em Portugal, os milhares de seguidores da artista de São Paulo têm mais do que motivos para seguir de perto a carreira de Mallu Magalhães.

 

 

 

 

CTE | MÚSICA | BIG BAND ESTARREJAZZ CONVIDA JOÃO MORTÁGUA | PASSATEMPO | DOMINGO 29 ABRIL | 17H00 |

O Blog Cultura de Borla em parceria com o CINE TEATRO DE ESTARREJA tem bilhetes duplos para o concerto da BIG BAND ESTARREJAZZ CONVIDA JOÃO MORTÁGUA para dia 29 de Abril às 17h, no CINE TEATRO DE ESTARREJA aos primeiros leitores que de 5 em 5 participações:

 

 Enviem um email para o culturadeborla@sapo.pt com a frase "Eu quero ir ao concerto da BIG BAND ESTARREJAZZ CONVIDA JOÃO MORTÁGUA com o Cultura de Borla" com nome, BI e nº de telefone.

 

 

BIG BAND ESTARREJAZZ CONVIDA JOÃO MORTÁGUA

Dia Internacional do Jazz

 

MÚSICA  | 60 MIN | M/4

Sábado, 29 de abril às 17H00

 

 

image001.jpg

 

 

A aposta na música jazz é uma realidade inseparável da política cultural do Município de Estarreja.

 

Estreada em novembro de 2013, no âmbito do festival que lhe dá nome, a Big Band Estarrejazz volta a apresentar-se no auditório do Cine-Teatro de Estarreja para celebrar o Dia Internacional do Jazz, já no próximo domingo, dia 29 de abril, às 17h00. O Jazz será comemorado num concerto que conta com o saxofonista João Mortágua como convidado.

 

João Mortágua, estarrejense e membro da Big Band Estarrejazz, músico diplomado em jazz pela ESMAE e que tem estado ativo numa grande diversidade de projetos, é o convidado de honra num serão de tributo ao jazz, dirigido por Carlos Azevedo. João Mortágua foi o vencedor do Prémio RTP/Festa do Jazz "Artista do Ano".

 

Aquecimento para o ESTARREJAZZ’2018

 

Em 2012, a UNESCO decretou o dia 30 de abril como Dia Internacional do Jazz, por ser uma expressão musical que promove a liberdade e o diálogo entre culturas. Em Estarreja, desde 2005 o Cine-Teatro de Estarreja acolhe, anualmente, o Estarrejazz – Festival de Jazz de Estarreja. Trata-se de um evento dedicado ao jazz que acontece no início do mês de novembro, com um cartaz composto por concertos de grandes músicos contemporâneos e ainda uma forte componente formativa que, em 2012, levou à formação da Big Band Estarrejazz.

 

Ao longo de várias edições, doze, o Estarrejazz recebeu nomes como Maria João, Bernardo Sassetti, Mário Laginha, André Fernandes, Nelson Cascais, Carlos Barretto, Carlos Bica, Samuel Lercher, Carlos Azevedo, Luisa Sobral, Charles Mingus, The Mingus Project, Lokomotiv, Pedro Calero, Colina, Miralta, Sambeat Trio, Coro do Conservatório de Música de Aveiro de Calouste Gulbenkian,  Zé Eduardo, sem esquecer as presenças de luxo de Kurt Elling, as portuguesas Cristina Branco e Rita Maria, a sueca Lina Nyberg, a espanhola Mili Vizcaíno, a carioca Paula Morelenbaum em concerto exclusivo com Ralf Schmid.

 

O festival de jazz continua a afirmar-se pela qualidade das propostas e pela vertente pedagógica, através dos workshops e masterclasses de instrumento e ensemble. Este ano, o Estarrejazz decorrerá entre 4 a 13 de outubro.

 

CTE | TEATRO | SWEET HOME EUROPA | PASSATEMPO | SÁBADO 21 ABRIL | 21H30

O Blog Cultura de Borla em parceria com o CINE TEATRO DE ESTARREJA tem bilhetes duplos para SWEET HOME EUROPA para dia 21 de Abril às 21h30, no CINE TEATRO DE ESTARREJA aos primeiros leitores que de 5 em 5 participações:

 

 Enviem um email para o culturadeborla@sapo.pt com a frase "Eu quero ir ver SWEET HOME EUROPA com o Cultura de Borla" com nome, BI e nº de telefone.

 

 

image001.jpg

 

SWEET HOME EUROPA

De onde vimos e para onde estamos a ir?

Teatro Nacional D. Maria II

TEATRO  | 100 MIN | M/14

Sábado, 21 de abril às 21h30

 

 

 

 

Sinopse

 

"Sweet Home Europa: De onde vimos e para onde vamos?" aborda o abismo da relação entre dois seres humanos é a fronteira entre os países. Nesta fábula, o amor é o ato político que calibra o bem-estar económico da comunidade; cada indivíduo, a memória de um povo; o capital, o prato na mesa. Sweet Home Europa é um projeto da Europa em crise – sentimos o tremor da sua estrutura e é-nos revelada a sua singularidade. Davide Carnevali descreve o extremo em que a Europa se encontra, o crepúsculo, talvez o sítio de onde podemos ver melhor de onde vimos e para onde estamos a ir, numa visão cáustica do sonho Europeu.”

CTE | DANÇA | SOMBRA COM ALDARA BIZARRO | PASSATEMPO | SÁBADO 14 ABRIL | 21H30

O Blog Cultura de Borla em parceria com o CINE TEATRO DE ESTARREJA tem bilhetes duplos para SOMBRA para dia 14 de Abril às 21h30, no CINE TEATRO DE ESTARREJA aos primeiros leitores que de 5 em 5 participações:

 

 Enviem um email para o culturadeborla@sapo.pt com a frase "Eu quero ir ver SOMBRA  com o Cultura de Borla" com nome, BI e nº de telefone.

 

SOMBRA

De ALDARA BIZARRO

DANÇA  | 60 MIN | M/12

Sábado, 14 de abril às 21h30

 

 

evento_1526_destaque_2.jpg

 

 

 

Sinopse

"SOMBRA é um espetáculo de dança que pretende investigar sobre a sombra, enquanto luz, ou a ausência dela, bem como, a sombra, o lado escuro das pessoas e da natureza que muitas vezes é mal visto e posto de lado mas que pode ser necessário abordar ou até mesmo aceitar para atingir determinado equilíbrio na natureza. É um projeto criado para jovens e público em geral que apela à participação do público, através da utilização de uma ferramenta a que os jovens estão muito habituados a utilizar e que tem uma enorme expressão no quotidiano deste grupo: a tecnologia.”

Este espetáculo é antecedido, na sexta-feira, dia 13 de abril, 18H00, de um Workshop de DançaA DANÇA E A SOMBRA” com Aldara Bizarro. A participação é gratuita mas obriga a inscrição e tem lotação limitada.

Com a Primavera, um novo e longo ciclo de espetáculos no Cine-Teatro de Estarreja!

 

 

Uma nova temporada, abril/ julho, um novo e longo ciclo de espetáculos, como sempre, transversal às diferentes áreas culturais,  com a forte aposta em alargar cada vez mais a “família” CTE” e melhorar a oferta cultural pensada e executada em equipa, para todos.

 

Da nova MPB, ao soul e ao jazz, com Mallu Magalhães, HMB, Big Band Estarrejazz e João Mortágua, passando pela música filarmónica com o FIMFAB

 

Na música,  a iniciar  abril,  o 2º Festival Internacional de Música Filarmónica Francisco Bingre (FIMFAB) (7 e 8 abril);  grandes nomes como a brasileira Mallu Magalhães ( 30 maio) que nos apresenta ao vivo o seu novo disco “VEM”; a Big Band Estarrejazz que convida o estarrejense, e seu membro, João Mortágua para juntos comemorarmos o Dia Internacional do Jazz ( 29 abril), ou os HMB, a banda mais soul da música portuguesa,  que sobe ao palco para encerrar mais um Ciclo de Concertos Íntimos (19 maio).

 

Em julho não podia faltar mais uma edição do “Festim” – Festival Intermunicipal de Músicas do Mundo, com La Yegros, a alegre, vibrante e carismática argentina (13 julho), e o angolano Waldemar Bastos, um dos mais consagrados artistas lusófonos, (20 julho).  Os mais pequenose família, têm um concerto com os Gira Sol Azul que apresentam “Pequenos Piratas”(20 de maio).

 

Arte maior com Teatro Nacional D. Maria II e Joaquim Monchique

 

O Teatro Nacional D. Maria II, diz presente, com“Sweet Home Europa: De onde vimos e para onde estamos a ir?”; quando o abismo da relação entre dois seres humanos é a fronteira entre os países, numa visão caustica do sonho Europeu, a partir de um texto de Davide Carnavali (21 abril); Joaquim Monchique, a comemorar 30 anos de carreira, que sobe ao palco com “Mais Respeito que Sou Tua Mãe” (12 maio), são sugestões abrangentes aos diversos públicos desta Arte maior.

 

A linguagem das sombras na dança, com Aldara Bizarro

 

Na dança, SOMBRA, com Aldara Bizarro (14 abril), criado para jovens e público em geral, que nos fala da sombra enquanto luz, ou a ausência dela. De salientar que do elenco faz parte um nome incontornável da dança, na vertente do sapateado: Michel. Este espetáculo é antecedido de um Workshop sobre “A Dança e a Sombra” (13 abril), inserido na programação do LAC, Laboratório de Aprendizagem Criativa.

 

Commédia a la Carte e Ponto de Fuga ou o Stand Up e a Magia, com os melhores do mundo

 

O Stand Up chega-nos com “Commedia a la Carte” (24 abril), que estreia o novo espetáculo “Os Melhores do Mundo”, com os melhores improvisadores do mundo, César Mourão e Carlos M. Cunha que se fazem acompanhar do argentino Gustavo Miranda.A Magia acontece com “Ponto de Fuga” (6 de julho), a mais recente criação de Hélder Guimarães, campeão mundial  desta Arte de fascinação, distinguido por duas vezes como ‘Mágico Parlour’ do Ano pela Academia de Artes Mágicas de Hollywood e vencedor do Prémio Ascanio. Um espetáculo verdadeiramente original e inesquecível.

 

Ano Europeu do Património Cultural com Programação em Rede da Região de Aveiro

 

Um intenso fim de semana de Programação Cultural em Rede da Região de Aveiro, em que o património cultural é colocado ao serviço da atratividade turística, através de diversificados formatos de visitação, no ano que se comemora o Ano Europeu do Património Cultural.  A abrir, “4 Mãos: Os Esteiros na Ponta da Caneta” (4 maio), um concerto para piano e caneta digital que promove a redescoberta das memórias do património do território de Estarreja. Segue-se Celina da Piedade, que convida os A Par d’Ilhós, Grupo de Musica Popular Portuguesa, para seus parceiros, numa viagem pelas memórias da música de raiz portuguesa (5 maio). O fim-de-semana encerra com “Plaina” pela Cia Umpor1, umespetáculo de circo contemporâneo que retrata o quotidiano de uma sociedade ribeirinha, numa clara alusão aos esteiros concelhios (6 maio). Uma excelente proposta, com bilhete passe geral, para disfrutar em família.

 

O CTE comemora 13 anos com Teatro do Desassossego e…SIMONE DE OLIVEIRA!

 

Em junho, com mais um aniversário do Cine -Teatro, o 13º desde a sua reabertura, é com grande Honra que cantamos os Parabéns com a apresentação de “O Coro dos Maus Alunos” de Tiago Rodrigues com o Teatro do Desassossego (16 junho), Companhia de Teatro jovem do município, e com uma das figuras impares da cultura portuguesa: SIMONE DE OLIVEIRA ! (22 julho)

 

A Sétima Arte presente no CTE com filmes de culto, estreias e Óscars!

 

No Cinema, as Quintas de Cinema compeliculas europeias ou de autor; o Cinema Infantil com estreias de sucesso, como “A Idade da Pedra”, “Peter Rabbit”, e Cinema em Cartaz aos domingos, com filmes acabados de estrear, e também oscarizados:  “A Forma da Água”.

 

Cine- Teatro de Estarreja oferece serviço gratuito de Babysitting Cultural

Para que as famílias possam usufruir plenamente dos espetáculos, colocamos à disposição o serviço de babysitting cultural gratuito,  válido para crianças dos 3 aos 10 anos, pretendendo desta forma dar uma resposta de qualidade às necessidades dos que desejem assistir aos eventos CTE. A inscrição deve ser formalizada até 48 horas antes do espetáculo na bilheteira do Cine- Teatro de Estarreja, através de contacto telefónico 234811300/ 915651668 ou do envio da ficha de inscrição para o email bilheteira@cineteatroestarreja.com.

 

Este resumo não dispensa a consulta da AME-Agenda Municipal de Estarreja.

 

As escolhas e reserva atempada dos espetáculos, pode feita através da Bilheteira CTE, e em caso de dúvida  podem sempre contactar-nos.

 

Bons espetáculos!

 

 

CTE ABRE NOVA TEMPORADA C/ CINEMA PORTUGUÊS!

 

CÁRCERE

image004.jpg

 

  Com Vinícius Piedade

Quinta, 29 de março às 21h30

“Eu preferia tocar piano e dizer o que tenho pra dizer em ritmo e disritmia, mas como aqui não tem piano eu escrevo, mesmo sem saber fazer poesia”.

 

Reflexão sobre a liberdade através dos olhos de um pianista privado da mesma, e do seu piano, a partir da teatralização do seu diário escrito, enquanto esteve preso, numa semana em que viveu uma espécie de contagem regressiva. Após ter tentado viver da sua arte e confrontado com imensas dificuldades, acaba por aceitar o convite de um “amigo” que lhe oferece um “biscate”

de venda de drogas, aproveitando o facto de ter contato com muitas pessoas nos bares onde toca.

 

 

Quintas de Cinema - RAMIRO

  

image014.jpg

 

Quinta, 7 de abril às 21h30

Com a Primavera, um novo e longo ciclo de espetáculos no

Cine -Teatro de Estarreja! E a iniciar  abril, Cinema português, RAMIRO de Marco Pozos com  António Mortágua, descendente

de estarrejenses, Madalena Almeida e Fernanda Alves.

 

Ramiro é alfarrabista em Lisboa e poeta em perpétuo bloqueio criativo. Vive, algo frustrado, algo conformado, entre a sua loja e a tasca, acompanhado pelo cão, pelos fieis companheiros de copos e pelas vizinhas: uma adolescente grávida e a avó a recuperar de um AVC. De bom grado continuaria nesse quotidiano pacato e algo anacrónico, se eventos dignos da telenovela da noite não invadissem essa bolha.

 

 

Sextas Com 7ª Arte! - AS 50 SOMBRAS LIVRE

image005.jpg

 

Sexta, 23 de março às 21h30

Acreditando que  deixaram as figuras sombrias do seu passado, os recém-casados Christian e Ana abraçam completamente  uma ligação indestrutível e uma vida de luxo partilhada. Mas, assim como ela entra no seu papel como Sra. Gray e ele relaxa numa estabilidade desconhecida, novas ameaças podem comprometer um final feliz antes mesmo de começar.

          

Black Panther no Cine Teatro de Estarreja

image007.jpg

 

De regresso a casa, na afastada e tecnologicamente avançada nação africana de Wakanda, para tomar o seu lugar como Rei, T’Challa vê reaparecer um velho inimigo, o que vai testar a sua coragem como rei e Pantera Negra, sendo atraído para um conflito que coloca o destino do país e do mundo em risco.

 

    Este campeão de bilheteira chega ao Cine- Teatro no início da  interrupção letiva das férias da Páscoa! 

DENTRO DO ABRAÇO Companhia de Dança de Almada no Cine Teatro de Estarreja

image004.jpg

 

 Sábado, 17 de março às 21h30

"Dentro do Abraço" é um espetáculo coreográfico que resulta do cruzamento entre os universos pessoais dos artistas da Companhia de Dança de Almada e elementos da população local que, através de laboratórios itinerantes, integram o processo de criação de um objeto artístico. Uma peça que funciona como um percurso pela micro-geografia emocional do Abraço, um elemento universal de união, concílio, partilha e emoção.

CTE | DANÇA | DENTRO DO ABRAÇO com CIA DANÇA DE ALMADA | PASSATEMPO | SÁBADO 17 MARÇO| 21H30

O Blog Cultura de Borla em parceria com o CINE TEATRO DE ESTARREJA tem bilhetes duplos para DENTRO DO ABRAÇO pela Companhia de Dança de Almada  para dia 17 de Março às 21h30, no CINE TEATRO DE ESTARREJA aos primeiros leitores que de 5 em 5 participações:

 

 Enviem um email para o culturadeborla@sapo.pt com a frase "Eu quero ir ver DENTRO DO ABRAÇO  com o Cultura de Borla" com nome, BI e nº de telefone.

 

image003.jpg

 

 

DANÇA  | 60 MIN | M/6

Sábado, 17 de março às 21h30

 

 

 

 

Sinopse

"Dentro do Abraço" é um espetáculo coreográfico que resulta do cruzamento entre os universos pessoais dos artistas da Companhia de Dança de Almada, e elementos  da população local que, através de laboratórios itinerantes, integram o processo de criação de um objeto artístico. Uma peça que funciona como um percurso pela micro-geografia emocional do Abraço, um elemento universal de união, concílio, partilha e emoção.”