Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

As Avenidas Novas estão em festa no mês de junho

 

Os Santos Populares estão a chegar para animar a cidade de Lisboa e a freguesia de Avenidas Novas não podia ficar de fora. De 8 a 30 de junho, venha celebrar o Santo António com o Arraial Santos ao Rego.

 

 

Santos Populares são sinónimo de sardinha assada, música a ecoar pelas ruas e muita diversão. Este ano, das 17h00 às 00h00 (e dia 12 de junho até às 02h00 da manhã), pode vir celebrar o Santo António na companhia da Junta de Freguesia de Avenidas Novas, que contará com música ao vivo e, claro, como as famosas sardinhas, em diversos pontos da freguesia.

 

A passagem Pedonal do Rego será o primeiro palco da festa que se estende até ao final do mês de junho, passando também pelos Elevadores e pelo Mercado do Bairro Santos.

 

A par das festividades nestas zonas da freguesia, também os jardins do Campo Pequeno estarão em festa, uma vez que se irá realizar o Grande Arraial, convidando todos os cidadãos a juntarem-se à festa e a celebrar o Santo António.

Também o Grupo Excursionista "Os Económicos" se junta à festa, promovendo o Arraial'IN e contando com o apoio da Junta de Freguesia de Avenidas Novas

 

 

 

 

Mercado do Bairro Santos
Rua Cardeal Mercier | 12, 15 e 16 junho

 

Junto aos Elevadores e Passagem Pedonal do Rego
Rua da Beneficência | 8, 9, 12, 15 e 16 junho

 

Arraial’IN 
Rua da Beneficência, 115 | Sede do Grupo Excursionista “Os Económicos” | 8 a 30 de junho

As Festas continuam

c2892200-49de-458e-be61-28049bc09f77.jpg

 

Esta semana vamos ouvir Fado no Castelo, cantar os parabéns a Fernando Pessoa e muito mais
 

O Castelo de S. Jorge volta a ser palco de encontros improváveis, juntando nomes maiores do Fado a músicos convidados.

Esta noite Carlos do Carmo convida António Serrano, na sexta Carminho estará acompanhada de Filipe Cunha Monteiro e no sábado Camané canta ao lado de Laurent Filipe. Três concertos especiais num cenário único, a não perder, a partir das 22h.  

Ao longo do mês, propomos uma outra viagem pelas sonoridades do Fado, desta vez através de uma coleção de instrumentos como pianolas, fonógrafos, gramofones e realejos para ver e ouvir na exposição O maravilhoso mundo da música mecânica, no Museu do Fado, entre as 10h e as 18h.

Esta semana celebramos, na Casa Fernando Pessoa, os 130 anos do poeta português, com uma programação que passa naturalmente pela literatura, mas também pela música, atividades e espetáculos para crianças.

À beira-rio, o fim de semana será duplamente festivo e multicultural com a Festa da Diversidade que irá levar até à Ribeira das Naus nomes como Guto Pires, Tocá Rufar e Carlão, e a Festa do Japão, no Parque das Nações, numa oportunidade para conhecer melhor diferentes tradições.

O cinema e a literatura estão em destaque no Cinema São Jorge. Entre os dias 14 e 16 o Cinema de Escrita apresenta três filmes alusivos a grandes clássicos e, paralelamente a uma feira do livro que se prolonga até dia 29.

No sábado, as Marchas infantis de Lisboa reúnem-se na Praça do Império, a partir das 17h, para uma exibição sob o lema “Lisboa, cidade de Tradições”.

As Festas continuam, assim, com propostas gratuitas e variadas em diversos locais da cidade.

As Festas de Lisboa prosseguem e já falta pouco para o Desfile das Marchas Populares na Avenida

90e7c1fb-811a-47d6-a30a-b1603ee0c7b8.jpg

 

As Festas de Lisboa prosseguem esta semana com novas sugestões culturais e já falta pouco para o Desfile das Marchas Populares na Avenida
 
Em Lisboa, as Festas continuam a preencher vários locais da cidade com a sua programação variada e com entrada livre.

A inauguração de uma exposição de fotografia de rua, comemorativa dos 20 anos da EXPO’98, e o festival Lisboa Mistura, na Ribeira da Naus, estão em destaque esta semana.

A partir desta quinta feira, dia 7, e durante quatro dias, o Festival Lisboa Mistura volta a ser palco de encontros musicais com artistas e projetos de diferentes universos. Uma festa que junta sons urbanos a projetos como a OPA – Oficina Portátil de Artes que desenvolve trabalhos artísticos com jovens de diversas origens e bairros da Área Metropolitana de Lisboa.

No sábado, a partir das 10h30, inauguramos a exposição Você Não Está Aqui do fotógrafo Bruno Portela, composta por 78 fotos em grande escala que mostram como era a zona oriental da cidade, antes da renovação urbana no âmbito da Exposição Mundial de 98. Uma mostra documental que irá ocupar sete núcleos expositivos em vários locais do Parque das Nações.

Também no Parque das Nações, no Jardim do Arboreto, terá lugar uma encenação sobre a vida de Frida Kahlo. Depois da escritora brasileira Clarice Lispector, é a vez da artista mexicana, da coleção Antiprincesas, com sessões na quinta e sexta feira, às 10h30 (para escolas) e no fim de semana, às 11h e às 16h, para toda a família. No dia 12, haverá uma sessão extra, dedicada ainda a Clarice Lispector, no Parque José Gomes Ferreira, a partir das 10h30.

Os concertos da Trezena para Santo António, continuam na Igreja e no Museu de Santo António. Até dia 12, às 18h30, 19h ou 20h, podemos assistir a espetáculos de nomes como Lenita Gentil, Mafalda Arnauth e Ana Free. 

Na próxima semana o Santo António é o rei das Festas, com os tradicionais casamentos e uma exposição dedicada à procissão do santo casamenteiro que terá lugar no Largo de S. Julião, junto aos Paços do Concelho, com mais de 300 figuras tradicionais de barro.

Na noite de Santo António, mantendo a tradição, terá lugar o grande Desfile das Marchas Populares na Avenida da Liberdade que este ano conta com 27 marchas participantes, 23 a concurso, 3 extraconcurso e uma Marcha convidada: a Marcha da Vila da Lousã.

22.ª edição das Festas Populares de Pinhal Novo | 7 a 12 de junho

Cultura caramela em destaque

Festas Populares de Pinhal Novo têm início a 7 de junho

 

Entre os dias 7 e 12 de junho, Pinhal Novo vive a 22.ª edição das suas Festas Populares, numa iniciativa da Associação das Festas Populares de Pinhal Novo – Desenvolvimento e Cultura Local.

Momento alto de afirmação da cultura caramela e de valorização da vocação agrícola, mas, também, ferroviária desta freguesia, esta festividade é montra privilegiada do dinamismo cultural, desportivo, associativo e económico daquele que é o maior núcleo urbano do concelho de Palmela. A gastronomia e, em particular, a Sopa Caramela, continuam a assumir um papel de peso nestes dias de festa e convívio, que contam com um extenso programa de animação, onde não vai faltar música para todos os gostos, nos diversos palcos. João Pedro Pais, Jorge Fernando, Anselmo Ralph e Tributo a Queen com os One Vision e a Banda da SFUA são os nomes mais sonantes do programa, onde é de destacar, também, o desfile que marca o 20.º aniversário do Bardoada – Grupo do Sarrafo, com centenas de participantes, entre bombos, gaitas e gigantones. A Manhã Sénior, no dia 8 de junho, é uma novidade, sendo, também, de realçar o Festival de Folclore, no dia 9, e o Piquenique Caramelo João Henrique e o 9.º Passeio das Pasteleiras, ambos no 10 de junho.

O Município de Palmela apoia as Festas Populares de Pinhal Novo, tendo atribuído um apoio financeiro de 36 mil euros, sendo 14 mil destinados a atividade e 22 mil para comparticipação na contratualização de instalação da infraestrutura elétrica. Além do apoio financeiro, será prestado apoio logístico estimado em 12.200 euros.

 

Arraial Santos da Filho Único - 12 Junho - Palácio do Machadinho, Madragoa

PosterArraialSantos2018WEB.jpg

 

A partir das 17h, com serviço de bar e grelha, com: 
 
Varela (dj) - 
citando o Lux Frágil que ofereceu no limão “Ele tem um bocadinho de tudo: piada, humanidade, espírito crítico - e uma sensibilidade incomparável para escolher e tocar música.”
 
MIGAS (concerto)
duo de Primeira Dama e Kerox, tropas da Xita Records, trazem-nos a sua música de baile caseira que há já algum tempo não mostram na Lisa.
 
Chalo Correia (concerto)
cantor e compositor angolano em Lisboa que se tem afirmado como uma das vozes mais importantes a trazer-nos a história, valor e ginga das músicas tradicionais angolanas nas suas canções originais.
 
Hipster Pimba (dj)
 
 
nome escolhido por Chico Correia (Smiley Face, Cafetra Records) para a sua paixão operativa de preservar e promover a colecção de cassetes de música ligeira portuguesa que o seu pai foi comprando e coleccionando ao longo do tempo. 
 
Éme & Moxila (concerto)
parceiros no amor e na música, prometem neste arraial apresentar um concerto especial de repertório comum mais swingante e versionar clássicos de bailarico tuga preferidos.
 
Banda Equador (concerto)
maravilhosa formação de São Tomé e Príncipe dedicada a aquela rumba são tomense, como os África Negra escreveram o livro, revigorada com as novas formas que tomam as bênçãos e maleitas de hoje em dia. A gente em palco chega a ser uma dezena, é ver em quantos se vão aprumar pra nos oferecer uma viagem iridescente por aquele som leve leve eterno.
 
Rita Só (dj)
apaixonada colecionadora e divulgadora de músicas de Cabo Verde e Angola, nações lusófonas em que investe o seu tempo e viagens há procura de pérolas fonográficas e estórias orais que as romantizam. 
 
Poster por Júlia Reis
 
ARRAIAL SANTOS DA FILHO ÚNICO
Local: Palácio do Machadinho - R. Machadinho, 20 na Madragoa
Data: 12 de Junho
Horário: 17h > 02h
Entrada: LIVRE
 
 

RFM Beach Power

Imagem1.jpg

 

Dia 28 de julho (sábado), volta o evento, RFM Beach Power, desta feita em mega formato, com uma nova localização.

Deslocando-se para as “avenidas que ladeiam a piscina da Ribeira grande, uma forma de potenciar o local e mudar para um novo rumo que se liga ainda mais a frente mar, local maior, o dobre em tamanho do que o areal de Santa Barbara (com o mesmo número de entradas pagas como nos outros anos), convém comprar depressa antes que os ingressos esgotem.

A zona lounge, agora, vai contar com cerca de meio quilometro e um palco, para sons lounge e relax.

Uma vista do mar em 180º graus fazem deste algo lugar o novo sítio do RFM Beach Power, um clima “tropical” da Dance musica, já em julho.

 

Os convivas agora vão poder circular e encontrar em cada recanto dance performers, e música total, “uma nova cidade norte”, supera a dinâmica com um cartaz que conta com as atuações de Firebeatz, Gregor Salto, Joe Stone, Rich Mendes, Pedro Cazanova e André N, e ainda a prata da casa.

 

As Festas começam sexta feira com múltiplas propostas culturais gratuitas

1283d4b7-31f1-48c3-8174-74508e0d9a4c.jpg

 

É com Marchas Populares que arrancam as Festas de Lisboa. A competição do Concurso das Marchas Populares tem início nos dias 1, 2 e 3, na Altice Arena que ao longo destes três dias vai ser palco das primeiras exibições públicas de 23 Marchas e três extraconcurso: Marcha Infantil A Voz do Operário, Marcha dos Mercados e Marcha Santa Casa.
 
Como já é tradição, acompanhadas pelos seus padrinhos, as Marchas desvendarão este fim de semana os temas, figurinos, músicas e coreografias que irão colorir o desfile na Avenida na noite de Santo António.
 
O concerto de abertura das Festas deste ano acontece sábado, dia 2, a partir das 19h30. A Praça do Comércio será palco para um espetáculo único com as Orquestras Geração e Gulbenkian, num concerto para toda a família para ouvir grandes composições clássicas, desde A Abertura 1912 de Tchaikovsky à Guerra das Estrelas de John Williams.

Ainda antes, no Dia Mundial da Criança – abrimos as portas de um novo teatro na cidade. O LU.CA, o renovado Teatro Luís de Camões, na Calçada da Ajuda, apresentará ao longo de três dias um programa para toda a família com concertos, visitas guiadas, animação de rua, exposições e uma biblioteca.

Por falar em crianças, regressamos à coleção Antiprincesas, sobre a vida de quatro grandes mulheres, sem coroas nem castelos, para apresentar a mais popular escritora brasileira, Clarice Lispector, desta vez através de uma leitura dramatizada ao ar livre que terá lugar de 1 a 6, com sessões para escolas e para as famílias, no Parque José Gomes Ferreira, em Alvalade.

As melhores sardinhas desta edição do Concurso Sardinhas Festas de Lisboa estarão durante todo o mês de junho na Galeria Millennium, este ano com ateliers que, com a ajuda de conhecidos ilustradores nacionais, convidam miúdos e graúdos a desenhar sardinhas.

A partir deste fim de semana, há também arraiais populares e os Tronos de Santo António vão estar espalhados pela cidade, em mais uma exposição de rua, cumprindo assim o ritual desta tradição popular anual.

As Festas de Lisboa estão a chegar

 

90e7c1fb-811a-47d6-a30a-b1603ee0c7b8.jpg

 

Está quase a chegar o mês de junho e com ele as Festas de Lisboa, com música, cinema, exposições e muitas atividades culturais gratuitas, em vários locais da cidade, para todos os gostos e idades.

As Festas arrancam no dia Mundial da Criança, 1 de junho, com a abertura de um novo teatro na cidade, dedicado aos mais novos. O LU.CA - Teatro Luís de Camões - na Ajuda, irá ao longo do mês apresentar vários espetáculos gratuitos e possibilitar visitas a este novo espaço cultural de Lisboa.

No dia 2, a Orquestra Geração – projeto de inclusão social que forma jovens músicos de comunidades desfavorecidas – sobe ao palco com a Orquestra Gulbenkian no Terreiro do Paço, com um programa musical para toda a família que inclui o repertório de filmes como a Guerra das Estrelas.

A acompanhar os arraiais e os casamentos, retomamos a recuperação dos Tronos de Santo António com o Museu de Lisboa e apresentamos as Marchas Populares que este ano são inspiradas por Vasco Santana, no ano em que se assinalam os 120 anos do seu nascimento e 60 do seu desaparecimento. Vasco é Saudade é o tema vencedor da Grande Marcha, que será interpretado por todas as Marchas Populares na noite de Santo António.

Esta edição das Festas não poderia passar ao lado dos 20 anos da Expo ’98, um momento de viragem na vida cultural da cidade. Através de um espetáculo multimédia e o regresso dos Olharapos, na Pala do Pavilhão de Portugal, vamos recordar a Expo ’98. Nas ruas do Parque das Nações será também possível ver a exposição Você Não Está Aqui, que reúne cerca de 70 fotografias de Bruno Portela que relembram como era a zona antes da intervenção urbana da Expo.

A diversidade cultural da cidade estará presente com o Festival Lisboa Mistura e a Festa da Diversidade, na Ribeira das Naus, e no Castelo será possível assistir a concertos de nomes tão emblemáticos do fado como Carminho, Camané e Carlos do Carmo.
 
Com as ilustrações de Lisboa de Rui Sousa em pano de fundo nesta edição das Festas de Lisboa, vamos conhecer as cinco sardinhas vencedoras de 2018, eleitas pelo júri, e também as cinco menções honrosas escolhidas pelo público. A partir do dia 1 de junho e durante todo o mês, vai poder ver de perto, as vencedoras e muitas outras dezenas, na exposição Salvem a Sardinha que terá lugar na Galeria Millenium bcp, na Baixa.
 
As Festas despedem-se com Gilberto Gil no Jardim da Torre de Belém, no dia 30. Refavela 40 traz-nos um concerto de entrada livre que promete contagiar com os sons quentes do reggae, samba e funk americano.

Senhor de Matosinhos

 

Não é exagero nenhum dizer que Matosinhos vai viver uma semana explosiva. O melhor da animação da romaria do Senhor de Matosinhos vai arrancar na quinta-feira, com as primeiras classificativas do Rally de Portugal e com o início da semana mais animada da programação da festa. O ponto alto acontecerá à meia-noite de sábado, com o retumbante fogo-de-artifício que é uma das imagens de marca da romaria, e terminará com as explosões do Fogo de Bonecos, às 19 horas do dia 22. Pelo meio haverá ainda a música de Aurea e de Richie Campbell, as celebrações religiosas e mais – muito mais.

 

Na quinta-feira, 17 de maio, pelas 22 horas, Richie Campbell sobe ao palco montado nos jardins da Biblioteca Municipal Florbela para o primeiro grande concerto desta edição do Senhor de Matosinhos. No dia seguinte, à mesma hora, será a vez de Aurea trazer a Matosinhos alguns dos seus maiores êxitos e também as músicas do novíssimo “Confessions”.

 

Na sexta-feira haverá também espaço para a inauguração no Museu da Quinta de Santiago, pelas 18h30, da exposição “Brinquedos para Ícaro – Leques da colecção de arte contemporânea Boti Llanes”, que contará com a presença do diretor do Museu Nacional de Belas Artes de Havana, Jorge Antonio Fernández Torres.

 

Já amanhã, 16 de maio, pelas 21 horas, no Teatro Municipal de Matosinhos-Constantino Nery, terá lugar a Gala Cinescolas, que mostra as dez curtas-metragens feitas por alunos das escolas do ensino básico. Na sexta-feira, no mesmo local e à mesma hora, terá lugar a Gala 7/1, onde vão ser apresentadas as seis curtas-metragens produzidas pelos alunos das escolas secundárias do concelho.

 

O sábado arranca com os bombos dos Zés Pereiras, logo a partir das 9 horas, e incluirá, a partir das 14 horas, a comemoração do Dia Municipal de Bombeiro. O programa para este dia é extenso (ver http://www.cm-matosinhos.pt/uploads/writer_file/document/18306/Programa_-_Senhor_de_Matosinhos_2018.pdf) e terminará, à meia-noite, com o espetáculo de pirotecnia e música que este ano contará com 531.138 disparos de fogo-de-artifício. Uma parte dos efeitos será produzido a partir de uma torre com 80 metros de altura. Absolutamente imperdível.

 

No domingo, pelas 10 horas, far-se-á a tradicional Entrada no Arraial do Senhor de Matosinhos das autoridades civis e militares, estando a Igreja do Bom Jesus de Matosinhos ricamente decorada com flores. Da parte da tarde, pelas 16 horas, acontecerá a procissão solene entre a igreja e o Senhor do Padrão, estando também marcado, para as 21h30, o arranque do Festival de Folclore Luso-Espanhol no palco das festas.

 

Na segunda-feira, 21 de maio, pelas 21h30, haverá a habitual noite de fados, antecedendo o feriado municipal de terça-feira, marcado pela eucaristia solene, às 11 horas, pelo lançamento do livros das festas, “Avenida Saudade”, de Joaquim Queirós, e pelo Fogo de Bonecos. O regresso desta tradição pirotécnica, única no país, está marcado para as 19 horas, no Parque 25 de Abril, este ano renovado e ainda mais aprazível.

 

Também não faltam, claro, a sardinha assada e as farturas, a Feira de Artesanato e a Feira da Louça, os matraquilhos, os carrosséis, os carros-de-choque e os divertimentos mais radicais. Com tanta animação, não espanta que, conforme pode ser visto numa das exposições patentes na Casa do Design, a romaria do Senhor de Matosinhos seja considerada “a mais importante do Norte do país” pelo menos desde a década de 1950.

 

São Gonçalo em festa entre os dias 10 e 13 de maio | Concelho de Palmela, freguesia de Quinta do Anjo

 

 

São Gonçalo em festa entre os dias 10 e 13 de maio

 

As tradicionais Festas de São Gonçalo vão animar aquela localidade, em Cabanas, freguesia de Quinta do Anjo, entre os dias 10 e 13 de maio. O certame é organizado pela Associação de Festas de São Gonçalo, contando com o apoio do Município de Palmela.

As festas apresentam um programa cultural diversificado que, a par da componente religiosa, de homenagem ao padroeiro São Gonçalo, integra também as tradicionais largadas de touros, atividades desportivas, equestres e vários espetáculos musicais, com destaque para os artistas Fernando Correia Marques, no primeiro dia, e Toy, no encerramento.

O Município atribui um apoio financeiro no valor de mil euros e um apoio logístico estimado em 6.500 euros, para além da cedência de ocupação de espaço público (importante apoio à atividade, que permite o aluguer de terrados e consequente arrecadação de receita).

 

Programa

 

10 de maio

20h00 - Inauguração da festa, com a presença das entidades oficiais e religiosas

21h00 - Sevilhanas El Camino

           - Fernando Correia Marques

           - Tunas

 

11 de maio

17h30 - Largada de touros

21h00 - B in tune

           - Oitentamente

 

12 de maio

15h00 - Demonstração equestre (Quinta dos Barreiros)

16h00 - Grupo de Hip Hop “Dance For It” e Danças Sociais, Workshop de Danças de Salão (Centro Cultural e Desportivo de Brejos de Azeitão)

17h30 - Largada de touros

21h00 - Procissão de Velas em Honra de Nossa Senhora de Fátima

21h00 - Guitarras da Sociedade de Instrução Musical de Quinta do Anjo

           - RED

           - Dj Deim ON

 

13 de maio

08h00 - 1.º Passeio de BTT

09h00 - 1.º Passeio a Cavalo

10h00 - Ginásio para Tod@as (Organização: Junta de Freguesia de Quinta do Anjo, Movimento Associativo, Palmela Desporto)

15h30 - Procissão em Honra de São Gonçalo

17h00 - Missa na Capelinha de São Gonçalo

18h00 - Leilão

20h00 - Espetáculo Equestre Emoções Lusitanas, por João Rafael

21h00 - À Variações (Tributo a António Variações)

            - Toy

00h00 - Encerramento da festa