Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Maia Blues Fest | 18-20 de set. | Grande Auditório Fórum da Maia |

cdd3937a-1712-44a4-984c-6bee75fdeb55 (1).jpeg

 

Face às condições meteorológicas previstas para este fim-de-semana, a Câmara Municipal da Maia, informa que os espetáculos da II edição do Maia Blues Fest, agendados para o Auditório Exterior do Fórum da Maia, serão realizados no Grande Auditório do Fórum da Maia.

Mais se informa, que os mesmos espetáculos continuam a respeitar as orientações previamente estabelecidas no âmbito do controlo da pandemia (Covid-19).

Ainda a este respeito, reforçamos que a Câmara Municipal da Maia organiza o espaço para que todos os espetáculos possam ser desfrutados com todas as condições de segurança, no entanto, cabe a cada um de nós, enquanto membros do público da iniciativa, zelar pela nossa proteção e pela dos outros, numa afirmação inequívoca de responsabilidade cívica.

Os espetáculos que integram a iniciativa “Maia Blues Fest”, agendados para os dias 18, 19 e 20 de setembro, terão entrada livre, condicionada à lotação do espaço.

A entrada do público no recinto será realizada de forma ordeira, orientada pelos técnicos da Divisão da Cultura e da Polícia Municipal, de acordo com a ordem de chegada, respeitando as distâncias físicas de segurança e das orientações e recomendações emanadas pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nomeadamente:

Delimitação do recinto;
Lotação limitada;
Uso obrigatório de máscara;
Marcação dos lugares sentados;
Distanciamento físico obrigatório;
Disponibilização de solução à base álcool para higienização das mãos;
Cumprimento da etiqueta respiratória;
Sinalização de circuitos de entrada e saída do público;
Reforço de higienização dos espaços entre espetáculos.

Maia Blues Fest 2020 | Os Blues no Grande Auditório do Fórum da Maia!

 

cdd3937a-1712-44a4-984c-6bee75fdeb55.jpeg

 

 
 
Face às condições meteorológicas previstas para este fim-de-semana, a Câmara Municipal da Maia, informa que os espetáculos da II edição do Maia Blues Fest, agendados para o Auditório Exterior do Fórum da Maia, serão realizados no Grande Auditório do Fórum da Maia.

Mais se informa, que os mesmos espetáculos continuam a respeitar as orientações previamente estabelecidas no âmbito do controlo da pandemia (Covid-19).

Ainda a este respeito, reforçamos que a Câmara Municipal da Maia organiza o espaço para que todos os espetáculos possam ser desfrutados com todas as condições de segurança, no entanto, cabe a cada um de nós, enquanto membros do público da iniciativa, zelar pela nossa proteção e pela dos outros, numa afirmação inequívoca de responsabilidade cívica.

Os espetáculos que integram a iniciativa “Maia Blues Fest”, agendados para os dias 18, 19 e 20 de setembro, terão entrada livre, condicionada à lotação do espaço.

A entrada do público no recinto será realizada de forma ordeira, orientada pelos técnicos da Divisão da Cultura e da Polícia Municipal, de acordo com a ordem de chegada, respeitando as distâncias físicas de segurança e das orientações e recomendações emanadas pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nomeadamente:

Delimitação do recinto;
Lotação limitada;
Uso obrigatório de máscara;
Marcação dos lugares sentados;
Distanciamento físico obrigatório;
Disponibilização de solução à base álcool para higienização das mãos;
Cumprimento da etiqueta respiratória;
Sinalização de circuitos de entrada e saída do público;
Reforço de higienização dos espaços entre espetáculos.

 
 

Maia Blues Fest 2020 | Em Setembro a Maia sorri para os Blues... Novamente!

cdd3937a-1712-44a4-984c-6bee75fdeb55 (1).jpeg

 

Nos dias 18, 19 e 20 de setembro, a Câmara Municipal da Maia, através do Pelouro da Cultura, com produção da Trovas Soltas, promove a segunda edição do Maia Blues Fest - Festival Internacional de Blues.

Numa altura em que uma pandemia assola o mundo e que, em Portugal estivemos confinados às nossas casas por mais de 3 meses, é de louvar todas as ações que nos permitam regressar a uma certa normalidade. Um dos aspetos dessa normalidade são os concertos ao vivo e não apenas online.

Enquadrado nas comemorações dos “500 Anos do Foral da Maia”, este evento com acesso gratuito, é mais uma realização que corporiza a estratégia de aproximação dos maiatos à cultura nas suas múltiplas expressões, potenciando a elevação social, a criatividade e multiculturalidade.

Salientamos desde que já, que todas as medidas aconselhadas pela Direção Geral de Saúde foram e serão tomadas em conta durante a duração do Maia Blues Fest - Festival Internacional de Blues. A entrada do evento é livre, mas a lotação do espaço é limitada.

Maia Blues Fest 2020

Dias: 18, 19 e 20 de setembro 2020
Local: auditório exterior do Fórum Maia

18 setembro [sexta-feira]
Peter Storm & The Blues Society
18:00
Veronica Sbergia Blues Quartet
21:30

19 setembro [sábado]
The Dynamite Blues Band
18:00
Velma Powell and Bluedays
21:30

20 setembro [domingo]
The Dixie Boys
16:30

O festival MUSCARIUM#6 começa já amanhã!!!

d69ef3f6864ff294b13988b3257294d5.png

 

Temos consciência que esta pandemia afetou (infetou) também o modo como vivemos o Teatro, a Dança, a Música, o Cinema, mas queremos relevar o gesto de  insistir em organizar um festival de artes performativas durante duas semanas, com propostas artísticas tão distintas apresentadas em espaços dispersos por boa parte do território sintrense, como um ato de resistência e de amor. Não vamos parar de criar e não vamos deixar de querer marcar encontro regular com os nossos públicos, e, cada vez mais, o MUSCARIUM assinala apenas o início de uma longa temporada do teatromosca e do espaço que, tão afetuosamente, chamamos AMAS.

14.ª edição do MOTELX arranca hoje. Destaques diários (7-14 Setembro)

 

 

Cartaz_Digital.jpeg

 

 

 

 

São 8 dias e mais de 70 sessões para matar saudades do grande ecrã e mostrar o lugar único que o cinema de terror tem no mundo de hoje. Com segurança reforçada mas o ADN de sempre, a 14.ª edição do MOTELX começa hoje e prolonga-se até à próxima segunda-feira (14 de Setembro), sempre no Cinema São Jorge.

Destaques diários

Segunda-feira, 7 de Setembro
Numa edição que apresenta filmes dos cinco continentes, a primeira noite de MOTELX traz a estreia mundial de “A Beast in Love”, pérola negra do veterano do terror japonês Koji Shiraishi. “Malasaña 32”, do catalão Albert Pintó, é o filme de terror paranormal que marca a já esgotada sessão de abertura do Festival, a que se segue o road movie sul-africano “Fried Barry” (Ryan Kruger). A primeira sessão de meia-noite do Festival mostra “Hunted”thriller de Vincent Paronnaud (co-realizador de “Persepolis”) que recupera a história do Capuchinho Vermelho na era me too.

Terça-feira, 8 de Setembro
Depois de servidas as primeiras “Curtas ao Almoço” (diariamente às 13h), o segundo dia de MOTELX apresenta mais uma estreia mundial: “History of the Occult”, uma história surpreendente do argentino Cristian Jesús Ponce sobre a relação sombria entre a política e o fenómeno das bruxas. O conto gótico “Sanzaru”, do americano Xia Magnus, surge em estreia europeia, e começa a competição pelo Prémio MOTELX – Melhor Longa de Terror Europeia/Méliès d’argent com títulos como “Sputnik” (Egor Abramenko), um híbrido sci-fi- terror passado na União Soviética da Guerra Fria. “White Dog”, de Samuel Fuller (1982), é o primeiro dos sete filmes da retrospectiva “Pesadelo Americano: Racismo e Cinema de Terror”, eixo central do Festival.

Quarta-feira, 9 de Setembro
O terceiro dia do MOTELX começa com uma sessão do Lobo Mau dedicada aos mais novos e termina com “First Love” em sessão de meia-noite, o 103.º filme de um dos grandes favoritos dos festivais de cinema de género, Takashi Miike. Pelo meio há filmes como “Pelican Blood”, de Katrin Gebbe, e “Relic”, de Natalie Erika James, dois dos títulos da nova vaga de terror feminino que este ano ocupa um lugar de destaque no MOTELX.

Quinta-feira, 10 de Setembro
Em 2020, a programação do MOTELX não poderia ignorar o terror da crise pandémica. Na quinta-feira o Festival exibe “Epidemic” de Lars von Trier, filme desconcertante de 1987 em que o realizador interpreta um médico à procura da vacina para uma epidemia que saltou de um guião de terror para a realidade. O dia termina com “Host” de Rob Savage, uma aterradora sessão espírita filmada pelo Zoom durante a quarentena, mas antes há propostas como “Amulet”, estreia da actriz Romola Garai na realização, e “Teddy”, filme francês de lobisomens inspirado em Stephen King (Ludovid e Zoran Boukherma).

Sexta-feira, 11 de Setembro
Sexta-feira traz uma das estreias mais aguardadas do MOTELX: “Saint Maud”, de Rose Glass, uma visão original e corajosa sobre fé e loucura com carimbo dos estúdios A24. Num registo de comédia, monstros prostéticos e gore“Psycho Goreman” de Steven Kostanski é aposta segura para encerrar a noite. Outros destaques incluem a primeira de duas sessões de curtas experimentais de terror“La Llorona” de Jayro Bustamante, uma metáfora da história recente da Guatemala e das suas feridas políticas, e o clássico “Candyman” (1992, Bernard Rose), que este ano conhecerá uma nova versão pela mão de Jordan Peele.

Sábado, 12 de Setembro
Sábado reserva um dos momentos altos da 14.ª edição do MOTELX: Pedro Costa estará presente no Festival para conversar sobre a sua declarada afinidade com o universo do terror e do fantástico. Uma sessão integrada na secção Quarto Perdido, este ano intitulada “Pedro Costa: Filmar as Trevas”. Num dia recheado de propostas, há a destacar a estreia de “Antebellum”, filme sobre as tensões raciais na América com Janelle Monáe no seu primeiro papel principal, o êxito indonésio “Impetigore” (Joko Anwar), o clássico “The Intruder” de Roger Corman (convidado do MOTELX em 2017), e “Macabro”, filme de Marcos Prado baseado numa história real que chocou o Brasil nos anos 90.

Domingo, 13 de Setembro
À semelhança de Sábado, Domingo traz a oportunidade de assistir a uma sessão dedicada às curtas portuguesas em competição pelo Prémio MOTELX – Melhor Curta de Terror Portuguesa/Méliès d’argent, seguida por uma conversa com os realizadores moderada pelo Shortcutz Lisboa. Logo depois há masterclass com a produtora Bro Cinema sobre as aventuras de filmar “Color Out of Space” em Sintra com os excêntricos Richard Stanley e Nicolas Cage (e alpacas). Na secção “Doc Terror” será possível ver “Leap of Faith”, documentário de Alexandre O. Philippe sobre “O Exorcista”. Destaques de ficção incluem a fantasia japonesa “Dancing Mary” e “AV: The Hunt”, corajoso thriller turco que retrata a luta de uma mulher numa sociedade patriarcal. Descrito pela crítica como “Psycho para a era do alojamento local”, “The Rental”, de Dave Franco, é o filme escolhido para a sessão de encerramento do MOTELX.

Segunda-feira, 14 de Setembro
Este ano o MOTELX termina pela primeira vez com um dia em que será possível ver ou rever alguns dos filmes mais populares do Festival, incluindo o filme vencedor do Prémio MOTELX – Melhor Longa de Terror Europeia. Mas também há lugar para novidades nas curtas e na secção Doc Terror. “Scream, Queen! My Nightmare on Elm Street” é um documentário sobre Mark Patton e o seu papel enquanto primeiro Scream Queen masculino do cinema de terror. Por fim, e para fechar o ciclo “Pesadelo Americano: Racismo e Cinema de Terror”, será possível voltar a ver no grande ecrã o já clássico “Get Out” (Jordan Peele, 2017).

Os bilhetes para o MOTELX estão à venda no Cinema São Jorge, na Ticketline e em pontos de venda associados. As medidas de segurança em vigor durante o Festival podem ser consultadas em www.motelx.org.

MUSCARIUM#6

0a0d58bd-bf58-40a8-bd83-ed2233906aed.jpg

REGRESSA EM SETEMBRO O MAIOR FESTIVAL EM SINTRA

O festival MUSCARIUM mantém a sua periodicidade anual e, em 2020, decorrerá entre 17 e 27 de setembro. A atuação inaugural estará a cargo do Quorum Ballet, uma das mais importantes companhias de dança nacionais. Este ano, tendo em conta as contingências sociais e sanitárias, consideramos ainda mais urgente enaltecer as principais caraterísticas do festival que se pretende orgânico e vivo, promovendo um acesso cada vez mais democratizado à cultura, através da programação de um conjunto de espetáculos multidisciplinares que serão apresentados em diferentes espaços do concelho de Sintra. Neste sentido, apostámos numa programação maioritariamente nacional contando com um muito aguardado concerto de Surma no Palácio Nacional de Queluz e ainda com espetáculos das companhias de teatro: Trincheira Teatro, Visões Úteis, Teatro do Silêncio, Companhia Mascarenhas Martins, Musgo - Produção Cultural e o próprio teatromosca em coprodução com o Centro Dramático Rural.

Primeira Semana da 17ª Edição do IndieLisboa

 

transferir (6).jpg

 

Após uma semana intensa e surpreendente de festival, com várias sessões esgotadas, e muitos reencontros entre realizadores, programadores e espectadores, preparamo-nos para o arranque da segunda semana, com mais 6 dias na Culturgest, no Cinema São Jorge, na Cinemateca Portuguesa, no Cinema Ideal e no Capitólio. 
 
Depois de 14 sessões e 2 oficinas esgotadas até agora e muitas outras muito cheias, o sentimento transmitido pelos espectadores do IndieLisboa é de completa segurança dentro das salas (que seguem todos os procedimentos indicados pela Direcção Geral de Saúde) e de grande apreço pelos filmes já vistos e escolhidos pela equipa de programação. Queremos agradecer ao público esta confiança demonstrada e estamos ainda mais expectantes para a segunda semana de festival. 
 
Para além da sessão de abertura, com La Femme de Mon Frère, um filme de Monia Chokri, destaca-se o interesse nas estreias mundiais de Ana e Maurizio, de Catarina Mourão, Entre Leiras, de Cláudia Ribeiro, e O Fim do Mundo, de Basil da Cunha, destacam-se as sessões Todos os Mortos, de Caetano Gotardo e Marco Dutra, filme que integra a secção Silvestre, as sessões Guelwaar e Borom Sarret + La Noire De...+ Tauw, ambas parte integrante da retrospectiva do Ousmane Sembène, a conversa sobre as retrospectivas presentes este ano no festival, a única das Lisbon Talks que decorreu de forma presencial na Esplanada da Cinemateca, "Forum 50 & Ousmane Sembène: O Cinema como Forma de Reflexão e Acção Política", que se prolongou até ao cair da noite e teve o apoio do Instituto Goethe e a Associação São Bartolomeu dos Alemães. No universo do IndieMusic, é de sublinhar o White Riot, sessão esgotada no passado dia 28 de Agosto, e que passa novamente hoje, dia 1 de Setembro, às 21h30 no Capitólio, assim como Show Me The Picture: The Story of Jim Marshall, sessão também ela esgotada que volta a repetir no próximo dia 3 de Setembro, às 21h30 no Capitólio. 
 
Com o chegar do primeiro fim-de-semana, acolhemos o público mais jovem, tendo esgotado todas as oficinas, recebemos o filme mais longo do festival, com 8 horas, The Works and Days (Of Tayoko Shiojiri in the Shiotani Basin), e filmes muito estimulantes como Vendrá La Muerte y Tendrá tus Ojos, de José Luis Torres Lleiva, A Febre, de Maya Da-Rin, Rizi, de Tsai Ming-Liang, e Si Yo Fuera el Inviero Miesmo, de Yasmin López. 
 
Foto: Uma sessão a acontecer na Esplanada da Cinemateca Portuguesa
 

Novas datas | 3ª EDIÇÃO, CUMPLICIDADES 2020 - Festival Internacional de Dança

A 3ª edição do CUMPLICIDADES - Festival Internacional de Dança Contemporânea de Lisboa, regressará em Setembro após suspensão devido à situação pandémica do COVID-19.

ISABEL COSTA ©leonorfonseca.jpg

 

É com entusiasmo que anunciamos que a programação do Cumplicidades será retomada ainda este ano, acontecendo em tempos diferentes, em articulação com as entidades parceiras. Haverá um primeiro momento entreSetembro e Outubro deste ano, e a conclusão será entre Fevereiro e Março de 2021

 

Programação Set/Out 2020:

 

_YOUR TEACHER PLEASE | ANA RITA TEODORO (PT)
Largo de Residências - Palácio Visconde da Graça
23, 24, 25 Set > 19h30 | M/6 | 80 minutos

_ESTÚDIOS ABERTOS | CAL - Primeiros Sintomas:

FRAMEWORK | MÁRIO AFONSO (PT)
23 Set > 20h30 | 40 minutos | M/18

KAMA | ANA RENATA POLÓNIA (PT)
23 > 21h30 | 30 minutos | M/18

_DREAM IS THE DREAMER | CATARINA MIRANDA (PT)
CAL - Primeiros Sintomas - Estreia em Lisboa
25 e 26 Set > 21h30 | 27 Set > 19h30 | M/6 | 45 minutos

_UMA TARDE NO MUNDO. MUSEU DE LISBOA , 03 Out > A partir de 15h

SEM TÍTULO (####) | VÂNIA ROVISCO (PT)
SALÃO PARA O SÉCULO XXI | ISABEL COSTA (PT)
SEM TÍTULO (REENCONTROS NO PALÁCIO DE VERÃO) | RITA VILHENA (PT)
INSÓLIDO | SÉRGIO MATIAS (PT)
A BESTA, AS LUAS (trabalho em processo) | ELIZABETE FRANCISCA (PT)
ATO INVISÍVEL | SEZEN TONGUZ (PT)

_TALK on-line sobre o seu trabalho | SINA SABERI (IR)
04 Out > 16h | 30 minutos | Plataforma www.festivalcumplicidades.pt 

_HIP. A PUSSY POINT OF VIEW | PINY (PT)
CENTRO CULTURAL DE BELÉM/ BLACK BOX
30 e 31 Out > 19h | M/16 | 60 minutos
31 Out > Período da manhã | Workshop

 

 

 

 

+ infos em www.festivalcumplicidades.pt   

LISBOA MÁGICA 2020 | A MAGIA acontece na rua

LISBOA MÁGICA
Street Magic World Festival
8ª Edição | 25 de Agosto a 30 de Agosto de 2020

8c3efb2f-246a-46f1-9437-e1a54fed5e4a.jpg

 

O Festival Internacional de Magia de Rua de Lisboa, surgido em 2006, regressa na sua 8ª Edição, no âmbito do programa "Lisboa na Rua" da EGEAC, trazendo o que de melhor se faz no âmbito da Magia de Rua a nível mundial, numa celebração da universalidade e intemporalidade da linguagem artística, em absoluta e surpreendente interacção com o espaço público. Sob a direcção artística de Luis de Matos, 15 artistas, oriundos de 7 países, apresentarão 150 espectáculos repartidos por 7 locais da cidade.
Os artistas convidados são:

ADRIAN CONDE | ARGENTINA

ANDRÉLY | BRASIL

CLIFF | INGLATERRA

DANI GARCIA | ESPANHA

DISGUIDO | ITÁLIA

FLIP MATTIA | ITÁLIA

GAZZO | INGLATERRA

GISELL | PERÚ

JOSÉ DE LEMOS | PORTUGAL

KAYTO | ESPANHA

LUIGI LUDUS | ESPANHA

MAGO RAFA | ESPANHA

NANDO CANECA | ESPANHA

PAU SEGALÉS | ESPANHA

 

Este ano, com o país a atravessar uma situação de incerteza relativamente ao curso da pandemia Covid-19, o programa e os locais foram adaptados por forma a cumprir todas as regras de segurança determinadas pela DGS, em que os locais serão devidamente controlados com contagem de número de pessoas a assistir e colocação de dispensadores de álcool gel desinfetante. Estarão igualmente disponíveis máscaras, caso algum elemento do publico se tenha esquecido. Serão colocadas alcatifas redondas com diâmetro de 1 metro, distanciadas entre si por 1,5 metros (ou outra medida entretanto decidida) por forma a garantir o determinado afastamento físico. Cada alcatifa poderá ser ocupada por um único espectador ou partilhada por membros do mesmo agregado familiar, até ao limite da lotação prevista para cada local. Os espectáculos terão lugar na Praça do Município, na Biblioteca dos Olivais, no Jardim da Galeria Quadrum, no Jardim do Palácio Galveias, no Jardim do Palácio Pimenta, no Museu da Marioneta e no Palácio Baldaya. O acesso é GRATUITO, mediante reserva de lugar em Ticketline.pt

 

906009bc-69a1-4d3b-8148-394f0787d469.jpg

 

O Festival Internacional de Magia de Rua de Lisboa surgiu em 2006 pela mão do Eng. Carmona Rodrigues, então Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, tendo-lhe dado continuidade, nos anos de 2007 a 2010, o Dr. António Costa. Em 2018 o LISBOA MÁGICA regressou à programação cultural da cidade integrado no programa “Lisboa na Rua” da EGEAC, tal como acontece de novo em 2019.

O Indie vai entrar no 1º fim de semana!

transferir.jpg

Com o primeiro fim-de-semana a chegar, destacamos várias sessões que irão decorrer durante estes três dias na Culturgest, no Cinema São Jorge, na Cinemateca Portuguesa, no Cinema Ideal e no Capitólio, tais como: 
 
28/8 - Sexta-feira
18:50 | IndieJúnior: Cinema Simultâneo @ Cinema São Jorge | Bilhetes
19:15 | Silvestre: Responsabilidad Empresarial, Jonathan Perel @ Cinema São Jorge | Bilhetes
21:30 | IndieMusic: White Riot, Rubika Shah @ Cinema São Jorge | Bilhetes
21:30 | Retrospectivas: Guelwaar, Ousmane Sembène @ Cinemateca Portuguesa (Ao Ar Livre) | Bilhetes
 
29/8 - Sábado
15:30 | IndieJúnior: Tudo em Família + Festa ao Ar Livre (+3 anos) @ Culturgest | Bilhetes
18:30 | CI Longas: Lúa Vermella, Lois Patiño @ Culturgest | Bilhetes
19:15 | IndieMusic: Eletronica:Mentes, Dácio Pinheiro/Denis Giacobelis/Paulo Beto @ Cinema São Jorge | Bilhetes
21:30 | Retrospectivas: Emitaï, Ousmane Sembène @ Cinemateca Portuguesa (Ao Ar Livre) | Bilhetes
22:00 | Silvestre: Tipografic Majuscul, Radu Jude @ Cinema Ideal | Bilhetes
 
30/8 - Domingo
11:30 | IndieJúnior: Faz e Filma em Família (Oficina +3 anos) @ Cinema São Jorge | Bilhetes
15:30 | IndieJúnior: Com os Pés na Natureza (+ 5 anos) @ Cinema São Jorge | Bilhetes
18:00 | Silvestre: Rizi, Tsai Ming-Liang @ Cinema São Jorge | Bilhetes
19:30 | CI Longas: Si Yo Fuera El Invierno Mismo, Jazmin López @ Cinema Ideal | Bilhetes
21:30 | Boca do Inferno: The Other Lamb, Malgorzata Szumowska @ Capitólio (Ao Ar Livre) | Bilhetes