Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Fotografia e cinema são tema de Conversa no Museu de Lamego

CicloCinema2018_Conversa_A4.jpg

 

No próximo dia 17 de agosto, o Museu de Lamego abre as portas para uma conversa sobre cinema e fotografia. A partir das 21h30 vai falar-se da tradição do cinema em Lamego, pela voz de Fernando Cabral do Cine Clube de Lamego, e da fotografia nos filmes de Ingmar Bergman, pelo fotógrafo Júlio de Matos, numa iniciativa integrada no Ciclo de Cinema 2018 e do Dia Internacional na Fotografia.

Concurso de Fotografia | 5ª Edição do Mês da Fotografia 2018

Concurso de Fotografia

5ª Edição do Mês da Fotografia 2018

 

cartaz Net_MFB_18.png

 

Estão abertas as inscrições para o Concurso de Fotografia 2018, promovido pela Câmara Municipal do Barreiro. As Normas de Participação podem ser consultadas em www.cm-barreiro.pt e em anexo.

“O objetivo deste concurso consiste na procura de novos valores, fomentar, reconhecer, premiar e difundir a criatividade e sentido estético da produção fotográfica contemporânea. Pretende-se ainda incentivar a produção fotográfica proporcionando a sua apresentação pública”, referem as Normas de Participação.

De salientar que o tema do concurso é livre, sendo a inscrição gratuita. A entrega de candidaturas decorre até dia 5 de outubro de 2018.

As candidaturas devem ser enviadas por correio registado ou entregues presencialmente, durante o horário de funcionamento do Auditório Municipal Augusto Cabrita (3ª a domingo, das 14h às 20h – encerra à 2ª feira).

Concurso | Mês da Fotografia 2018

Auditório Municipal Augusto Cabrita

Av. Esc. Fuzileiros Navais | Parque da Cidade

2830 – 150 Barreiro

 

Durante o Mês da Fotografia 2018, a decorrer durante em novembro, realizar-se-á uma exposição constituída por 10 projetos fotográficos, previamente selecionados pelo júri do concurso.

 

Prémios

1º Prémio - Atribuição de 750€ e Exposição individual no Auditório Municipal Augusto

Cabrita, em data a acordar posteriormente;

Jovem Revelação - (Destinado a jovens fotógrafos até 30 anos) - Atribuição de 250€;

Caso se justifique, o júri poderá atribuir até três menções honrosas.

 

CMB

World Press Photo' 18 no Forum Algarve | Mais importante exposição de fotojornalismo do mundo

Mais importante exposição de fotojornalismo do mundo

“WORLD PRESS PHOTO ´18” NO FORUM ALGARVE

29 junho a 22 julho | Forum Algarve | Entrada Gratuita

 

World Press Photo 2018 Forum Algarve.jpg

 

A mais importante exposição de fotojornalismo do mundo, World Press Photo ´18, estará presente no Forum Algarve, de 29 de junho a 22 de julho, na Praça Central. A entrada é gratuita durante o horário de funcionamento do centro, das 10h00 às 24h00.

De entre as centenas de imagens que será possível encontrar, os visitantes poderão conhecer ao vivo a grande imagem vencedora, do fotógrafo venezuelano Ronaldo Schemidt, da agência France-Presse, captada no auge dos protestos contra o presidente Nicolás Maduro.

 

Aquela que é considerada uma das mais importantes exibições mundiais de fotojornalismo marcará presença no Forum Algarve, permitindo ao público viver e sentir através da expressão fotográfica a realidade política e social vivida em todo o mundo.

 

O convite é para que todos visitem a maior e mais conceituada exposição de fotojornalismo do mundo no Forum Algarve!

 

ESTAL promove dois cursos de Verão de Iniciação à Fotografia

image001.jpg

 

 

A ESTAL promove, entre 9 e 13 de Julho e 16 e 20 de Julho, nas suas instalações, dois Cursos de Verão de iniciação à fotografia, com coordenação de Filipe Figueiredo.

O primeiro curso de "Iniciação à fotografia 01 – fotografia no laboratório", tem início já no próximo dia 9 de Julho, segunda-feira. O segundo curso de “Iniciação à fotografia 02 - iniciação com digital” tem início marcado para o dia 16 do mesmo mês.

CURSO DE VERÃO
INICIAÇÃO À FOTOGRAFIA 01 - FOTOGRAFIA NO LABORATÓRIO

Duração: 1 semana (manhãs) 9-13 julho
Horário: 9h30-12h30
Total horas: 15h
Mínimo/máximo participantes: 4/10

Preço: 50€.

Conteúdos:
- iniciação às bases da fotografia preto e branco em laboratório;
- desenhar com papel fotográfico: fotogramas e quimigramas;
- fotografar com filme (condicional);

Evento Facebook: https://www.facebook.com/events/2096614527230145/

CURSO DE VERÃO
INICIAÇÃO À FOTOGRAFIA 02 - INICIAÇÃO COM DIGITAL

Duração: 1 semana (manhãs) 16-20 julho
Horário: 9h30-12h30
Total horas: 15h
Mínimo/máximo participantes: 4/10

Preço: 50€.
Material necessário: câmara fotográfica, se possível.

Conteúdos:
- bases simples da fotografia com câmara digital;
- documentar na rua;
- fazer um mini projecto;

Encontro de Fotografia Industrial no Espaço Memória | 16 de junho, no Barreiro

Espaco Memoria_Barreiro.jpg

 

16 de junho, no Barreiro

Encontro de Fotografia Industrial no Espaço Memória

 

O Espaço Memória vai receber um Encontro de Fotografia Industrial, no dia 16 de junho, a partir das 15h00. Dirigido ao público em geral, este encontro tem entrada gratuita.

 

A fotografia teve sempre uma presença muito marcante no Barreiro. Este Encontro é dedicado a dois dos temas mais queridos do Concelho: a Fotografia e o Património. Uma simbiose que marca alguns dos traços identitários mais fortes do Concelho.

 

A reprodução textual da informação implica a referência da sua autoria: CMB

 

CMB

IMARGEM > ARTE EM FESTA - Convite ARTE EM FESTA Encontro “Fotografia” com Pedro Soares I Sexta 15 de junho, 21h30 I Na Meia Volta de Úrano - Casa das Artes, Cacilhas

ARTE EM FESTA

Encontro“Fotografia”com Pedro Soares

Na Meia Volta de Úrano - Casa das Artes, Cacilhas

Sexta 15 de junho, 21h30

ARTE EM FESTA Fotografia PSoares.jpg

 

Pedro Soares desenvolve fotografia nas áreas do retrato, paisagem urbana e rural, teatro e dança. Cultiva o simples e o contraste , persegue a cor, aponta sinais de vida. Mistura com prazer luz natural e luz artificial, respeita os materiais que usa, cultiva valores não cotados em bolsa.

A fotografia é lugar de convergência e vistas largas.

 

APOIO CÂMARA MUNICIPAL DE ALMADA

 

 

MEIA VOLTA DE ÚRANO - CASA DAS ARTES

rua Cândido dos Reis 49 - Almada

__________________________________

Imargem - Associação de Artistas Plásticos do Concelho de Almada

rua Torcato José Clavine nº19 Piso 03 2804-501 Pragal

21 273 12 72 I imargem.arte@gmail.com I www.imargem82.wordpress.com

Horário: terças 14h-20h quintas 9h30-13h

 

Canon organiza Workshop de Fotografia Urbana com Fernando Guerra

 

Banner_IGStorie_Workshop_FernandoGuerra.jpg

 

Nos próximos dias 22 e 23 de junho, a Canon leva a cabo um Workshop focado na Fotografia de Arquitetura com o fotógrafo e embaixador da marca, Fernando Guerra.

 

O Workshop está dividido em duas fases, sendo a primeira dedicada ao conteúdo teórico, que decorre no dia 22 às 18h00 na Academia Colorfoto em Lisboa. A componente prática decorre no dia 23 e inclui um tour fotográfico pela cidade de Lisboa com início às 09h30 e duração de um dia. Durante o percurso serão realizadas paragens e passeios por alguns sítios estratégicos e interessantes do ponto de vista fotográfico.

 

As inscrições para o Workshop têm um custo de 150,00€ e são limitadas às 20 vagas. O transporte durante a tour e o almoço aos participantes são suportados pela Canon.

Exposição fotográfica “Dançar Abril” patente até 2 de junho | Centro Cultural de Poceirão

 

 

A exposição fotográfica “Dançar Abril”, inaugurada no dia 25 de abril, no âmbito das comemorações do 44.º aniversário da Revolução dos Cravos, promovidas pelo Município de Palmela, Juntas de Freguesia e Movimento Associativo do concelho, vai ficar patente no Centro Cultural de Poceirão até dia 2 de junho.

                A mostra apresenta fotografias de grande formato, da autoria de Paulo Nobre (Câmara Municipal de Palmela) e Mário Carromeu (Associação de Cultura e Desporto de Poceirão), instaladas em vários pontos exteriores do Centro Cultural. As imagens recordam o espetáculo de dança com o mesmo nome, realizado durante as comemorações do 25 de abril e do Dia Mundial da Dança de 2015.

Realizado no Centro Cultural de Poceirão, o espetáculo contou com direção artística de Sofia Belchior, da Passos e Compassos/DançArte, e teve a participação especial do bailarino José Lobo. Tratou-se de um espetáculo onde a dança se assumiu como a expressão dos valores de abril e em que o desafio consistiu em criar a simbiose perfeita entre o movimento e a liberdade. Esta iniciativa, de cariz comunitário, contou com a participação de 58 elementos, de diferentes associações locais, nomeadamente, da Associação de Cultura e Desporto de Poceirão, do Rancho Folclórico de Poceirão, da Associação “Os Amigos das Lagameças” e do Grupo Desportivo e Recreativo Águias da Aroeira, tendo contado com o apoio da artista Ana Nogueira (Oficina de Artes Visuais) e da União de Freguesias de Poceirão e Marateca.

Três anos depois, o espetáculo é recordado através da exposição fotográfica “Dançar Abril”, com o objetivo de manter viva esta memória e de lançar uma semente para o futuro, com vista a dar continuidade a projetos deste cariz, envolvendo a comunidade.

 

 

Prémio Casa do Alentejo 2018 - Concurso de Fotografia "Estações de Caminho de Ferro e Apeadeiros Alentejanos"

9195ee5e-7a59-4b6a-b6e1-3c724690d255.jpg

 

Regulamento

A Casa do Alentejo festeja o seu 95.º aniversário, no dia 10 de junho de 2018.
O Prémio Casa do Alentejo é uma das iniciativas tradicionais e de grande impacto nos aniversários da nossa Casa.
Para 2018 foi escolhido para concurso:
- A modalidade FOTOGRAFIA
- O tema “Estações de Caminho de Ferro e Apeadeiros Alentejanos”
“Em 1856, foi inaugurado o primeiro troço do caminho de ferro português, de Lisboa ao Carregado.
A nova e revolucionária acessibilidade estendeu-se, a pouco e pouco, por todo o país, ajudando a transformar as vidas e os locais por onde foi passando. Desde logo, há a construção ferroviária que tem o seu epicentro na estação do comboio ou no apeadeiro, locais que se tornam centros importantes no quotidiano das populações.
A “estação” é o meio de comunicar com o mundo, a ela chegam e partem gentes, a horas certas, apontadas no grande relógio que marca as vidas. Os rituais do comboio são ouvidos ao longe e tornam-se parte dos quotidianos. A estação é bonita. Foi decorada com azulejaria portuguesa, admirada e estimada por todos os habitantes. A estação é a porta da diáspora, por ela passam os sonhos de ir à procura duma vida melhor, mas também da saudade que fica ali, à espera.”
 

  1. Condições de Admissão
    1. O concurso é aberto a todos os fotógrafos amadores e profissionais, residentes em Portugal.
    2. Está vedada a participação aos membros do júri, aos corpos sociais e aos empregados da Casa do Alentejo.
  2. Modalidade e Temática
    1. Modalidade fotografia
    2.  O tema do concurso é “Estações de Caminho de Ferro e Apeadeiros Alentejanos”.
    3.  Os trabalhos podem ser apresentados a cores e/ou preto e branco.
    4.  Os trabalhos têm de ser apresentados com formato de 20x30 cm ou 30x40 cm.
    5.  No verso de cada fotografia deverá constar em letra legível o título do trabalho, a indicação do local da recolha da imagem e o pseudónimo do concorrente.
  3. Condições de Participação
    1. Cada participante pode apresentar 2 trabalhos em cada modalidade (preto e branco e cores).
    2.  Só serão aceites trabalhos que não tenham sido premiados noutros concursos.
    3.  Os trabalhos deverão ser entregues em sobrescrito fechado, em cujo exterior figurará apenas o pseudónimo do concorrente.
    4.  Dentro do sobrescrito fechado devem constar os seguintes dados do concorrente: nome, idade, profissão, morada, e-mail (caso possua) e o n.º de telefone. 
  4. Prazo e Recepção dos Trabalhos
    1.  Os trabalhos deverão ser entregues na Casa do Alentejo, juntamente com a ficha de inscrição, de 1 a 30 de Maio de 2018
    2.  O local de recepção é a Casa do Alentejo – Rua Portas de Santo Antão, 58, 1150-268 Lisboa.
    3.  Os trabalhos enviados por correio têm de ser acompanhados com ficha de inscrição.
  5. Direitos
    1. Os trabalhos premiados no concurso passarão a ser parte patrimonial da Casa do Alentejo. Esta, no âmbito das suas actividades, poderá fazer uso desse património sempre com a salvaguarda da identificação do seu autor.
    2.  Para todos os efeitos, a organização considera que a partir do momento em que os trabalhos sejam entregues, os concorrentes aceitam os termos deste regulamento.
  6. Seguros
    1. A organização compromete-se a tratar com o maior zelo e cuidado as obras recebidas.
    2.  Caso o fotógrafo o desejar poderá assegurar as suas obras.
    3.  A organização não se responsabiliza por quaisquer danos ou furtos das obras entregues.
  7. Constituição e Competências do Júri
    1.  O júri é composto por individualidades de reconhecida competência e idoneidade, um dos quais membro da Direção da Casa do Alentejo.
    2.  Das decisões do júri, não cabe recurso, resolvendo o mesmo eventuais casos omissos neste regulamento.
    3.  As decisões do júri tomadas no âmbito do Regulamento serão inscritas em ata cuja minuta se tornará pública.
  8. Prémios
    1. Serão atribuídos os seguintes prémios:

 

Preto e Branco - 1.º Prémio – 250 euros; 2.º Prémio; – 150 euros; 3.º Prémio – 50 euros

 

Cores - 1.º Prémio – 250 euros; 2.º Prémio – 150 euros; 3.º Prémio – 50 euros

 

  1.  O júri poderá atribuir, se assim o entender, menções honrosas.
  2.  Os prémios serão entregues aos vencedores (ou a quem devidamente credenciado o representar) no dia 10 de junho do corrente ano, durante a sessão solene do 95.º Aniversário da Casa do Alentejo, sendo os premiados atempadamente avisados.
  3.  A todos os distinguidos serão atribuídos diplomas da sua participação.
  1. Exposição e Devolução de Obras
    1.  As obras premiadas serão expostas, no Páteo da Casa do Alentejo, de 10 a 25 de Junho de 2018.
    2.  As obras não premiadas deverão ser levantadas de 28 de junho a 31 de agosto de 2018. Finda essa data, os trabalhos revertem para o acervo da Casa do Alentejo.
  2. Disposições finais
    1. A apresentação dos trabalhos pressupõe a plena aceitação do presente Regulamento.
    2.  Os casos omissos do presente Regulamento serão resolvidos pelo júri. 

CBRE REVELA VENCEDORES DO CONCURSO URBAN PHOTOGRAPHER OF THE YEAR 2018

CBRE REVELA VENCEDORES DO CONCURSO URBAN PHOTOGRAPHER OF THE YEAR 2018

Richard Morgan foi eleito o vencedor da edição de 2018. A competição recebeu um número recorde de inscrições na sua 11ª edição.

 

 

Richard  Morgan_What Are You Looking At_.jpg.png

 

 

 Com mais de 80.000 participações de 180 países de todo o mundo, a 11ª edição do concurso “Urban Photographer of the Year” da CBRE fica marcada como a maior e mais abrangente de sempre. Richard Morgan, natural do Reino Unido, foi eleito o grande vencedor mundial da competição. A sua imagem "Para onde está a olhar?" captou uma cena fascinante de rua em Poznan, na Polónia, que mostra uma multidão a olhar fascinada para uma atração turística, onde sobressai um olhar direto para a câmara.

Mel Chennell, também do Reino Unido, foi condecorada vencedora na categoria Mobile. A fotografia “Verdadeiramente conectados?”, mostra uma estação de comboios em Londres e incentiva o espectador a questionar o verdadeiro significado das ligações entre mundo físico e digital.

 

A competição distinguiu ainda diversos vencedores regionais. O prémio das Américas foi entregue a Alec Herrera, dos Estados Unidos, com a sua fotografia "Bom dia, Auckland", que mostra o horizonte da cidade na perspetiva de um campista. O prémio Ásia-Pacífico foi para M Yousuf Tusha, do Bangladesh, pela imagem, “Betel Nut”, uma fotografia impressionante de um agricultor mergulhado num mar de nozes em Cox's Bazar, Bangladesh. Na região EMEA, o título de melhor fotografia foi atribuído a Ian Harper, do Reino Unido, pela sua imagem, "Barcelona vista de Cima", uma fotografia que mostra a beleza e a simetria da cidade quando vista de uma altura vertiginosa.

 

A competição, que mostra visões poderosas sobre o dia-a-dia nas cidades, é realizada anualmente pela CBRE, consultora imobiliária líder a nível mundial. Este ano, fotógrafos amadores e profissionais foram desafiados a capturar momentos de ligação e interatividade urbana através do tema “Cidades em movimento: Pessoas, Lugares e Perspetivas”.