Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

CM Grândola | #BEACTIVE é o lema para a Semana Europeia do Desporto!

semEuroDesporto.jpg

Grândola associa-se uma vez mais à Semana Europeia do Desporto (SED) - uma iniciativa desenvolvida pela Comissão Europeia, que tem como objetivo promover o desporto e a atividade física em toda a Europa, junto de todos os cidadãos.

#BEACTIVE é a identificação global deste programa, que em Grândola será assinalado com um conjunto de iniciativas desportivas, destinadas à população em geral ou, em algumas das atividades a grupos específicos.

O programa arranca já no próximo dia 23 de setembro, dia este que é dedicado ao FITNESS. O Centro Municipal de Marcha e Corrida de Grândola irá realizar uma atividade de treino de marcha e corrida, completada com exercícios de força e flexibilidade, entre as 18h45 e as 20h30, no Parque Desportivo Municipal de Grândola. É para participantes a partir dos 16 anos.

Sábado, dia 24, assinala-se o DESPORTO EM FAMÍLIA com a realização de um Peddy Paper pela vila de Grândola. O local de partida é na Biblioteca e Arquivo do Município de Grândola, pelas 18h00. Espera-se um final de tarde diferente para toda a família!

Domingo, dia 25, é dedicado ao DESPORTO NAÚTICO e ao DESPORTO NA NATUREZA. Estão previstas atividades como o Stand Up Paddle, a partir das 9h30, na Lagoa de Melides. Para os que gostam de uma boa caminhada, podem sempre juntar-se ao grupo e percorrer cerca de 12 km pela Serra de Grândola. A partida é às 8h30 na sede dos Caminheiros de Grândola (R. João Pinto Ribeiro, Grândola). Estas atividades destinam-se à população em geral.

Ainda na manhã de domingo, desafiamos os mais novos a experimentar a Gincana Infantil de Bicicletas. O local de encontro é junto ao Complexo Desportivo Municipal José Afonso, pelas 10h00. É necessário levar capacete e bicicleta. Destina-se a crianças e jovens até aos 16 anos.

No dia 26 de setembro assinala-se o dia do DESPORTO NO TRABALHO, com um torneio de jogos tradicionais destinado à participação de trabalhadores das diversas divisões e setores que integram a estrutura orgânica da Câmara Municipal.

Terça-feira, dia 27, assinalam-se os DESPORTOS URBANOS com a promoção de uma ação de Surf Skate no Parque Desportivo Municipal de Grândola, entre as 16h00 e as 20h00. Esta atividade destina-se à população em geral.

O dia 28 de setembro é dedicado ao DESPORTO INCLUSIVO, com a realização de uma atividade de Surf adaptado na Praia do Pego. Destina-se à participação dos utentes da CERCI Grândola.

A terminar a semana dedicada ao desporto e no dia em que se assinala o DESPORTO SÉNIOR e o DIA MUNDIAL DO CORAÇÂO (29 de setembro), irá realizar-se uma caminhada pela vila de Grândola. A concentração é às 9h00 junto ao Complexo Desportivo Municipal José Afonso. A III Caminhadas Europeias das Universidades Seniores está integrada na SED.  Destina-se a todos os alunos da Universidade Sénior (USG) e à população em geral. A inscrição deve ser efetuada na USG, presencialmente ou através do nº 269 448 031.

Por último no dia 30, decorrerá o III Fórum Nacional de Desporto para Todos, desenvolvido pelo Instituto Português do Desporto e Juventude e que encerrará a 8ª Semana Europeia do Desporto (SED) em Lisboa. Para mais informações consultar beactiveportugal.ipdj.pt/

Todas as atividades são gratuitas e as inscrições podem ser efetuadas previamente através do email desporto.juventude@cm-grandola.pt ou no dia da respetiva atividade no local.

Seja ativo! Participe. Comece agora e dê continuidade à prática da atividade física ao longo do ano!

 

Município de Grândola associa-se à Semana Europeia do Desporto | #BEACTIVE - 23 a 30 de setembro

Desporto no Trabalho.jpg

A Semana Europeia do Desporto – SED é uma iniciativa desenvolvida pela Comissão Europeia, que tem como objetivo promover o desporto e a atividade física em toda a Europa, junto de todos os cidadãos. Com o lema #BEACTIVE, entre os dias 23 e 30 de setembro, a SED pretende sensibilizar os cidadãos, as organizações e as empresas, para a importância da adoção de estilos de vida ativa e saudável, ao longo de todo o ano.

 

O município irá promover um conjunto de atividades tais como fitness, desporto em família, desporto náutico e desporto na natureza, desporto no trabalho, desportos urbanos, desporto inclusivo, e desporto sénior, destinadas à população em geral ou, em algumas situações, a grupos específicos.

 

Seja ativo! Fique atento, inscreva-se e participe!

Grândola acolhe ECP - Encontro da Canção de Protesto, de 16 a 18 de setembro

Cartaz_Programa2022-Concertos (1).png

A edição deste ano do ECP reúne sessões testemunhais, de cinema documental e canto livre, colóquios, exposições e concertos, e é dedicado à Canção de Protesto na Ditadura Brasileira e na Era de Bolsonaro, à Canção de Protesto em Portugal no Abraço Europeu e à relação entre Música e Conflito.

O Encontro começa no dia 16 com a abertura da exposição Cantigas do Fogo e da Guerra”, produzida pelo Observatório da Canção de Protesto, dedicada à associação entre música e conflito, seguindo-se um concerto intitulado A História Musical Ditadura Brasileira, produzido pelo Instituto Memória Musical Brasileira especificamente para o Observatório da Canção de Protesto, e um espetáculo musical protagonizado pelo grupo italiano de combat folk designado Modena City Ramblers.

O sábado (17 de Setembro) será uma vez mais dedicado a sessões de testemunho e de cinema documental, terminando com uma sessão canto livre — espetáculo musical anualmente concebido pelo Observatório da Canção de Protesto — em que irão participar Dominique Grange e Jacques Tardi, Maria del Mar Bonet e Borja Penalba, Marina Rossell e Zeca Medeiros com a convidada Filipa Pais.

No dia 18 de Setembro, a Biblioteca e Arquivo do município de Grândola acolhe o colóquio Música & Conflito, com as participações de Mário Vieira de Carvalho, Rui Vieira Nery, Salwa Castelo- Branco e Nuno Pacheco, seguindo dois espetáculos sobre esta temática: o primeiro, da Casa da Achada, sobre a crise da habitação; o segundo, de Kateryna Àvdysh, dedicado à interpretação de canções próprias e populares ucranianas.

O Encontro da Canção de Protesto, com realização anual, resulta da atividade do Observatório da Canção de Protesto — organismo constituído pelo Município de Grândola, entidade promotora, a Associação José Afonso, a Sociedade Musical Fraternidade Operária Grandolense, e os institutos da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa nomeados Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM), Instituto de Etnomusicologia – Centro de Estudos em Música e Dança (INET-md), e Instituto de História Contemporânea (IHC).

 

Grândola acolhe ECP - Encontro da Canção de Protesto, de 16 a 18 de setembro

Cartaz_Programa2022-Concertos.png

 

A edição deste ano do ECP reúne sessões testemunhais, de cinema documental e canto livre, colóquios, exposições e concertos, e é dedicado à Canção de Protesto na Ditadura Brasileira e na Era de Bolsonaro, à Canção de Protesto em Portugal no Abraço Europeu e à relação entre Música e Conflito.

O Encontro começa no dia 16 com a abertura da exposição Cantigas do Fogo e da Guerra”, produzida pelo Observatório da Canção de Protesto, dedicada à associação entre música e conflito, seguindo-se um concerto intitulado A História Musical Ditadura Brasileira, produzido pelo Instituto Memória Musical Brasileira especificamente para o Observatório da Canção de Protesto, e um espetáculo musical protagonizado pelo grupo italiano de combat folk designado Modena City Ramblers.

O sábado (17 de Setembro) será uma vez mais dedicado a sessões de testemunho e de cinema documental, terminando com uma sessão canto livre — espetáculo musical anualmente concebido pelo Observatório da Canção de Protesto — em que irão participar Dominique Grange e Jacques Tardi, Maria del Mar Bonet e Borja Penalba, Marina Rossell e Zeca Medeiros com a convidada Filipa Pais.

No dia 18 de Setembro, a Biblioteca e Arquivo do município de Grândola acolhe o colóquio Música & Conflito, com as participações de Mário Vieira de Carvalho, Rui Vieira Nery, Salwa Castelo- Branco e Nuno Pacheco, seguindo dois espetáculos sobre esta temática: o primeiro, da Casa da Achada, sobre a crise da habitação; o segundo, de Kateryna Àvdysh, dedicado à interpretação de canções próprias e populares ucranianas.

O Encontro da Canção de Protesto, com realização anual, resulta da atividade do Observatório da Canção de Protesto — organismo constituído pelo Município de Grândola, entidade promotora, a Associação José Afonso, a Sociedade Musical Fraternidade Operária Grandolense, e os institutos da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa nomeados Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM), Instituto de Etnomusicologia – Centro de Estudos em Música e Dança (INET-md), e Instituto de História Contemporânea (IHC).

 

Grândola acolhe ECP - Encontro da Canção de Protesto, de 16 a 18 de setembro

Cartaz_Programa2022-Concertos.png

 

A edição deste ano do ECP reúne sessões testemunhais, de cinema documental e canto livre, colóquios, exposições e concertos, e é dedicado à Canção de Protesto na Ditadura Brasileira e na Era de Bolsonaro, à Canção de Protesto em Portugal no Abraço Europeu e à relação entre Música e Conflito.

O Encontro começa no dia 16 com a abertura da exposição Cantigas do Fogo e da Guerra”, produzida pelo Observatório da Canção de Protesto, dedicada à associação entre música e conflito, seguindo-se um concerto intitulado A História Musical Ditadura Brasileira, produzido pelo Instituto Memória Musical Brasileira especificamente para o Observatório da Canção de Protesto, e um espetáculo musical protagonizado pelo grupo italiano de combat folk designado Modena City Ramblers.

O sábado (17 de Setembro) será uma vez mais dedicado a sessões de testemunho e de cinema documental, terminando com uma sessão canto livre — espetáculo musical anualmente concebido pelo Observatório da Canção de Protesto — em que irão participar Dominique Grange e Jacques Tardi, Maria del Mar Bonet e Borja Penalba, Marina Rossell e Zeca Medeiros com a convidada Filipa Pais.

No dia 18 de Setembro, a Biblioteca e Arquivo do município de Grândola acolhe o colóquio Música & Conflito, com as participações de Mário Vieira de Carvalho, Rui Vieira Nery, Salwa Castelo- Branco e Nuno Pacheco, seguindo dois espetáculos sobre esta temática: o primeiro, da Casa da Achada, sobre a crise da habitação; o segundo, de Kateryna Àvdysh, dedicado à interpretação de canções próprias e populares ucranianas.

O Encontro da Canção de Protesto, com realização anual, resulta da atividade do Observatório da Canção de Protesto — organismo constituído pelo Município de Grândola, entidade promotora, a Associação José Afonso, a Sociedade Musical Fraternidade Operária Grandolense, e os institutos da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa nomeados Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM), Instituto de Etnomusicologia – Centro de Estudos em Música e Dança (INET-md), e Instituto de História Contemporânea (IHC).

 

Grândola | Biblioteca e Arquivo do Município Inaugura Exposição "LUGARES_ morfologias e afectos"

convite_horiz 2-01.jpg

“LUGARES_ morfologias e afectos” é uma exposição de Salomé Nascimento a inaugurar no dia 6 de agosto, às 18 horas, na Biblioteca e Arquivo do Município de Grândola. A abertura conta com a colaboração do músico de jazz Carlos Martins, numa performance de pintura ao vivo e criação musical. 

 

O projeto apresenta trabalhos realizados nos últimos 3 anos de vivência da artista no território. Inclui uma seleção de elementos recolhidos na paisagem, numa eclética representação/interpretação com recurso a variados mediadores, como pintura, fotografia, desenho, encáustica e vídeo, aos quais se acrescenta uma coleção de textos (palavras), pensamentos, excertos de autores, fragmentos de diálogos, questões, relatos, leituras e outras associações mentais originadas no desenrolar do processo.

 

“Na interseção entre o espaço físico e um indivíduo estabelece-se um emaranhado de situações afectivas que possibilitam múltiplas maneiras de expressar a experiência dos lugares.

Este projecto recria a minha relação com o meio envolvente e assume-se como um documento composto por múltiplos fragmentos dessas vivências subjectivas e interpretações do olhar.”

 

Salomé Nascimento vive e trabalha entre a Comporta e Lisboa. Artista-empreendedor, a sua ação profissional desdobra-se numa multiplicidade de projetos criativos transdisciplinares. A sua prática, dificilmente sintetizada num estilo ou tema, manifesta-se num pluralismo mutante e permeável, uma extensão do seu pensamento crítico e experiência fenomenológica, num overlap entre a vida e trabalho. Apresenta um corpo de trabalho multidisciplinar, que engloba pintura, fotografia, vídeo, e instalação, e ações participativas com foco na dimensão relacional. Interessa-se pelas intersecções entre ciência contemporânea, filosofia e estudos de consciência, abordando e integrando as ideias de observador, realidade relativa e universo consciente. 

 

Para visitar até 11 de setembro no seguinte horário:

segunda a sexta-feira: 09h30 às 19h00

sábados: 10h00 às 13h00

Encerra ao domingo

 

Feira de Agosto | Contagem decrescente para a grande festa de verão! 25 a 29 | agosto

programaAgosto2022.jpg

 

A grande Feira do Litoral Alentejano abre portas no próximo dia 25 de agosto. Cerca de 500 expositores distribuídos pelo grande recinto do Parque de Feiras e Exposições e um programa de animação com espetáculos diários com grandes nomes da música nacional, animação itinerante, atividades no picadeiro e conversas sobre o mundo rural preenchem a tão esperada edição 2022 da Feira de Agosto. Local de grande convívio e animação, o evento pretende ser também a principal montra das potencialidades e recursos, promovendo e potenciando o concelho junto dos milhares de visitantes.

 

O melhor da música nacional no palco principal

O evento arranca no dia 25 de agosto com a Festa M80 - Tour 15 Anos, uma das festas mais lendárias de todo o país, sobe ao palco principal da Feira de Agosto e traz consigo uma banda ao vivo, bailarinos, os fantásticos DJ's M80 e muitas outras surpresas! Maninho o cantor do grande sucesso “ Pode tentar” é o segundo artista a subir ao palco. No dia 27, silêncio que se vai cantar o fado! Cuca Roseta, uma das mais marcantes e reconhecidas vozes do Fado da atualidade, apresenta-se em Grândola, pela primeira vez. No dia 28, os Expensive Soul prometem um espetáculo inesquecível e totalmente criado à sua imagem e personalidade. A encerrar a Feira de Agosto, o artista que dispensa apresentações: Rui Veloso! O pai do rock português, com mais de 40 anos de carreira, sobe ao palco no dia 29.

 

Palco bar e animação de rua

Antes e depois dos espetáculos no palco principal há mais música para ver e ouvir no palco bar e muita animação de rua pelo recinto da Feira. A animação itinerante vai ter lugar todos os dias às 20h30. No primeiro dia com os Dixit; dia 26 é a vez dos Bardoada; dia 27 I Brass; dia 28 Agarra-te O’Brass e no último dia os Original Bandalheira. Os concertos no Palco bar acontecem de sexta a domingo às 23h45 e encerram as noites da feira. No dia 26 há SKA Rock com os Skalibans; dia 27 a banda de covers Oh My Dog promete muita animação e no dia 28 sobem ao palco os Triskle – banda de covers –  com sons de pop/ rock.

 

 

Promoção das tradições rurais

A Feira de Agosto volta a apostar na realização do Festival Hípico. A 24ª edição da prova desportiva, uma das principais atrações da Feira, vai decorrer na tarde de sábado a partir das 15h00, no Picadeiro. Um espaço que será dinamizado ao longo do certame com atividades diárias que incluem batismos equestres, reprise equestre e freestyle Canino. Situada entre o Picadeiro e o Jardim das Oliveiras, a Praça Rural da Feira de Agosto volta a apresentar a Tenda Animal com exposição de gado bovino, ovino e caprino e conta com a participação dos principais representantes das marcas ligadas ao setor. Este ano, pela primeira vez, este espaço vai ser dinamizado com um conjunto de conversas sobre a Proteção do Sobreiro e do Pinheiro em modo ecológico/resíduo zero; a importância dos microrganismos no solo e Pastagens e forragens.

 

Gastronomia Regional, Espaço Vínico e Artesanato numa das Maiores Feiras Francas do País

O melhor da gastronomia regional pode ser apreciado nos restaurantes e bares localizados ao longo do grande recinto da Feira de Agosto e na zona das tasquinhas e de produtos regionais. No espaço da nave central – entre os dois pavilhões de expositores – o espaço vínico “A Gosto” dinamizado pela Associação de Produtores de Vinho da Costa Alentejana conta com a participação dos produtores: A Serenada, Companhia Agrícola da Barrosinha, Herdade de Canal Caveira, Monte da Carochinha e Herdade do Brejinho da Costa e vai promover também o recente projeto “Vinho da Mina”.

Numa Feira que conjuga tradição e modernidade poderá presenciar o trabalho de artesãos e artesãs. Estrategicamente localizados na entrada principal do certame estarão mais de 30 artesãos. Aqui poderá encontrar brinquedos em madeira, trabalhos em cortiça, ferro forjado, joalharia, cestaria e cerâmica. Nos dois pavilhões de expositores encontram-se os principais agentes económicos do concelho. Na Zona da Feira franca encontra mais de 200 feirantes.

 

Aposta na sustentabilidade

Nesta edição o Município vai fornecer 50 mil copos reutilizáveis aos bares centrais da praça de espetáculos e aos bares junto à zona dos divertimentos para serem disponibilizados de forma gratuita aos visitantes da Feira. Neste primeiro ano, a utilização de copos reutilizáveis será feita de forma gratuita e nos bares de maior consumo de bebidas, mantendo-se ainda a possibilidade de utilização de copos de plástico. Pretende-se, no futuro, implementar em todos os eventos organizados pelo Município a utilização apenas de copos reutilizáveis substituindo os habituais copos de plástico descartáveis. Nesse sentido, este teste piloto a realizar na Feira de Agosto será fundamental para avaliar a implementação desta medida de sustentabilidade ambiental que visa a consciencialização de todos para a necessidade de redução do consumo de plástico.

 

Parque de Diversões para toda a família

A edição de 2022 apresenta uma oferta bastante diversificada no que toca a divertimentos. São 16 o número de divertimentos que preenchem por completo esta zona da Feira, para adultos e crianças, desde a clássica Pista de Carros de Choque à imponente Roda Gigante, que volta a Grândola, maior, com ar condicionado e acesso e entrada gratuita a pessoas com mobilidade reduzida.

 

Comodidade e Acessibilidade

Nesta edição, a Feira conta ainda com um Espaço Bebé pensado para a comodidade de pais e filhos, ideal para momentos de descanso, alimentação, entre outras necessidades dos mais pequenos. Entre as melhorias implementadas na Feira, destaque também para o reforço da rede wifi e de ATM’S no recinto (dois equipamentos no exterior e o habitual no pavilhão 2) e colocação de sinalética direcional. Durante todo o certame, o Município de Grândola disponibiliza gratuitamente dois “Comboios da Feira” que efetuam o trajeto entre a Feira de Agosto e vários pontos estratégicos da vila.

 

A entrada na Feira de Agosto é gratuita!

 

Exposição de Escultura "À Superfície" para visitar na Biblioteca e Arquivo do Município de Grândola

IMG-20220624-WA0002.jpg

A Biblioteca e Arquivo do Município de Grândola abre ao público no próximo dia 6 de julho pelas 18 h 00 a Exposição de Escultura “À Superfície”, constituída por trabalhos elaborados por alunos da Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa.

 

ENQUADRAMENTO DA EXPOSIÇÃO

A povoação mineira do Lousal tem a sua história ligada à exploração mineira da pirite desde o final do século XIX. O seu passado reflete-se hoje na memória de uma estrutura urbana marcada pela radical transformação da paisagem ao longo do tempo e na organização doutrinada do aglomerado residencial. A imagem urbana do Lousal está irremediavelmente marcada pelos projetos de crescimento e planeamento nos anos 50, num momento da história da mina caracterizado pelo forte incremento da extração com efeitos no crescimento do povoado. E é formado hoje, por conjuntos habitacionais que foi sendo reestruturado de acordo com a organização cadastral e a renovação geracional do lugar, desde o encerramento da mina que ocorreu em 1988. A Câmara Municipal de Grândola e a Fundação Fréderic Velge, proprietária do complexo através da empresa SAPEC, protocolaram no fim do século passado, um programa de revitalização urbana e patrimonial da povoação mineira, demolindo construções e readequando um conjunto significativo de edifícios do complexo de modo a aproveitar as suas potencialidades turísticas e museológicas.

Hoje, através de entidades e organizações formais e não formais que atuam no terreno, trabalha-se na procura de soluções para atuar positivamente sobre uma realidade sociocultural e demográfica herdeira da atividade mineira secular.

Foi em confronto com esta realidade que se estabeleceu um protocolo entre a Faculdade de Belas Artes e o Município de Grândola em 2017, para que, a partir de uma abordagem   socialmente comprometida, se propusesse o desenvolvimento de um programa de arte pública no Lousal, que implicasse a chamada da comunidade e das entidades presentes no terreno para a programação e implementação de diversos projetos no Lousal. Com o projeto À Superfície, que envolve estudantes da Licenciatura de Escultura, procuramos incentivar nos jovens artistas uma atitude socialmente desperta, contando com o apoio e participação direta e indireta de uma amostra populacional diversa e heterogénea. Esta opção foi um fator importante para fomentar uma relação critica, criativa e positiva entre os artistas e o território sobre o qual trabalharam.

A exposição na Biblioteca Municipal de Grândola é um complemento da instalação de obras de arte no território do Lousal. Aldeia pensada como um lugar de várias interações, de diálogo das obras produzidas especificamente para determinados espaços, com as vivências dos seus habitantes e com a realidade urbana do Lousal. São um conjunto de propostas que pressupõem diferentes abordagens e linguagens, em suportes considerados os apropriados para expressar uma ideia.

As obras presentes nestas duas mostras, trazem ao público uma reinterpretação do que poderão ser referências identitárias do passado mineiro da povoação. As exposições, constituim-se assim, como ferramenta pedagógica para o estudo da transmissão da memória coletiva e da diversidade de usos e apropriações do espaço público hoje. Apresentando hipóteses de diálogo entre a vertente física e imaterial, cultural e social no Lousal, garantindo novas formas de leitura do território através da arte.

 

A exposição “À Superfície” pode ser visitada até 30 de julho, no seguinte horário:

Segunda a sexta-feira | 09h30 às 19h00

Sábados | 10h00 às 13h00

Encerra ao domingo

A entrada é gratuita

"Vivam as Férias de Verão" com inscrições abertas a partir de hoje!

VivamFérias @ Programação_Prancheta 1.png

O verão a começar e as férias a chegarem! A pensar nos tempos livres dos jovens do concelho de Grândola, o município promove o seu projeto de carácter regular – Vivam as Férias de Verão – com uma programação vasta para o mês de julho e agosto.

PASSEIOS | PRAIA | PISCINAS | OFICINAS E WORKSHOPS | SESSÃO DE CONTOS | TEATRO | ATIVIDADES DESPORTIVAS E MUITO MAIS

As inscrições abrem hoje! Inscreve-te já nas tuas atividades preferidas!

Podes inscrever-te no Estúdio Jovem – Complexo Desportivo Municipal José Afonso, ligar para o nº 269 450 083 ou enviar e-mail para gab.jovem@cm-grandola.pt, ou na Biblioteca e Arquivo Municipal, no caso das atividades neste espaço, através do nº269 450 080 ou e-mail biblioteca@cm-grandola.pt.

Algumas atividades têm inscrições limitadas, por isso não te demores.

O Programa “Vivam as Férias” dá resposta ao nível da ocupação em tempo de férias escolares, a um número bastante considerável de jovens. Este programa está cada vez mais descentralizado da sede de concelho, de forma a proporcionar iguais oportunidades aos/às jovens que não residem na vila de Grândola, realizando também atividades nas outras freguesias do concelho e noutros locais.

*Informa-se que durante a realização das atividades e as várias iniciativas serão recolhidas imagens fotográficas/vídeo, em nome do município de Grândola, com a finalidade de arquivo e divulgação da atividade municipal.

 

Município de Grândola apresenta espetáculo dedicado à interpretação integral do disco John Wesley Harding, de Bob Dylan

 

 

Em 23 de Julho, às 22h00, no Parque de Feiras e Exposições de Grândola, o município de Grândola irá apresentar um espetáculo dedicado à interpretação integral do disco John Wesley Harding, de Bob Dylan, Prémio Nobel da Literatura.

Atuarão neste concerto a Banda Filarmónica da Sociedade Musical Fraternidade Operária Grandolense e um conjunto de músicos que em 2017 editou um álbum de tributo a Bob Dylan, com prefácio de Álvaro Costa, recriando as canções que constituem aquele disco e dando-lhes novos significados.

Entrada gratuita

O espetáculo tem o apoio da Antena 1