Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Exposição "O Fazer da Pintura" | Ricardo Marcelino

RICARDO MARCELINO

O FAZER DA PINTURA

111f142f-faf7-4e1c-9ef5-912e2118fee5.jpg

 

© Ricardo Marcelino, Paisagem à noite", 2020 

 

Inauguração:  quinta-feira, 12 novembro | 12:30h às 20:00h


Exposição:  13 novembro a 18 dezembro 2020 | Segunda a Sexta, 14h30 - 19h

Espaço Camões da Livraria Sá da Costa

Largo de Camões 22, 4º Dt., 1200-994 Lisboa

 

No próximo 12 de novembro, entre as 12:30h e as 20:00h, inaugura a exposição "O Fazer da Pintura" do artista Ricardo Marcelino, no Espaço Camões da Livraria Sá da Costa.

Nesta exposição o artista mostra-nos um conjunto de pinturas recentes sobre diferentes suportes, com técnicas e formatos variáveis; auto-retratos, retratos, objectos quotidianos e paisagens que refletem sobre a formação da identidade. Obras muito texturadas e matéricas que revelam uma aturada insistência no fazer da pintura, refletindo sobre o tópico da representação e da constituição do símbolo.

"Esta mostra é sobre uma viagem. Viagem de elementos aparentemente aleatórios, que são espasmos, reflexos de uma actividade imersiva de atelier. A aleatoriedade é algo que o trabalho prático exigiu, para que se mantivesse uma busca plenamente subjectiva em toda a sua objectividade.(...)

No início, o pintor observou objectos presentes no atelier, figurados nas primeiras pinturas, e que são sobre a afecção do seu olhar, logo após tê-los esboçado, desenhando em papéis de vários formatos. Depois de perceber a inerência da figura pintada, passou para a pintura de retrato, retratando as pessoas próximas. Numa identificação cada vez maior com o que observava, relevava-se assim a coincidência do visto com aquele que vê, progressivamente demorando cada vez mais em cada pintura para uma depuração crescente dessa identificação. Foi aumentada a escala de uma paisagem, na esperança não expectante de depurar esse fazer demorado (...).”

Ricardo Marcelino in Dissertação de Mestrado em Pintura, julho 2020

Organizada pela Ocupart e pela Sá da Costa Arte esta exposição poderá ser visitada até 18 dezembro, de segunda a sexta, das 14h30 às 19:00 horas, no Espaço Camões da Livraria  Sá da Costa, localizada no Largo de Camões, 22, 4º Dt., 1200-994 Lisboa, ou noutro horário mediante marcação prévia para geral@ocupart.pt / a.sadacosta.mi@gmail.com.

 

Ricardo Marcelino, nasceu em Lisboa 1990, onde vive e trabalha.

Licenciado em Pintura, pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, em 2017, Ricardo Marcelino obteve  o grau de  Mestre em Pintura, em 2020, na mesma faculdade.

Exposição Individual:
“Da Pintura”, Galeria Monumental, Lisboa 2017; 
 
Exposições Colectivas:
“Fourth Room: oucupação da casa da dona Laura, Campolide, Lisboa, 2018”
“O Escritório”, Conde Redondo, Lisboa 2018; “Locus 19”, Santos, Lisboa 2018;
“A dispensa”, CHLP Julio de Matos, Lisboa 2017;
“Pequenos Formatos”, Galeria Monumental, Lisboa 2016;
“Prémio Paula Rego”, Casa das Histórias Paula Rego, Cascais 2016;
Exposição colectiva na Galeria Shair (Braga) 2013

 

Organizada pela Ocupart e pela Sá da Costa Arte, a exposição poderá ser visitada até 18 de dezembro, no Espaço Camões da Livraria Sá da Costa, de segunda a sexta das 14h30 às 19:00h, ou noutro horário mediante marcação para geral@ocupart.pt ou a.sadacosta.mi@gmail.com.

 

"Paisagem à noite", 2020
 óleo sobre tela, 30 x 40 cm

 
 
Ocupart I Arte em Espaços Improváveis
Praça Luís de Camões, 22, 4º andar, 1200-243 Lisboa 

Festival World Academy | 13 a 16 e 18 Outubro | Convite

imagem
 
imagem
FESTIVAL WORLD ACADEMY 2020
O Festival World Academy é um grande evento aberto a toda a comunidade da escola e ao público em geral e que este ano decorre de 13 a 16 e 18 de OutubroTem como objetivo principal colocar em prática as aprendizagens adquiridas pelos alunos e mostrar os melhores trabalhos, desenvolvidos ao longo do ano letivo.

A programação, produção e promoção estão a cargo das turmas dos cursos de Produção de Eventos e Espetáculos e de Produção e Promoção de Música. Tal como nos anos anteriores a programação aposta na multiculturalidade e na diversidade de temas e trabalhos apresentados. 

Esta será a 5ª edição e este ano o Festival atravessa a rua e ocupa o Teatro Ruy de Carvalho em Carnaxide.

Os bilhetes já estão à venda em Blue Ticket e tem um custo de 4€ cada evento.

DRIVE IN - Cinema ao ar livre | Entrada livre | Grandes êxitos actuais do cinema | Caparica e Albufeira | Outubro | Fundação INATEL

DRIVE IN - CINEMA AO AR LIVRE

2 a 5 de outubro | INATEL Caparica | 21h30
9 a 11 de outubro | INATEL Albufeira | 21h30

A Fundação INATEL e a GALP promovem, em 2020, a 1ª edição do DRIVE IN, uma iniciativa de entrada livre que pretende levar ao público êxitos actuais do cinema.

O evento decorre num momento especial, pautado pela redução da oferta cultural face ao surto pandémico, pelo que se reveste de uma maior importância na fruição e acesso gratuito à cultura.

A iniciativa consiste na exibição de cinema ao ar livre, em modo drive in e com plateia para público pré-inscrito*, decorrendo de 2 a 5 de outubro na Caparica e de 9 a 11 de outubro em Albufeira, às 21h30, nos espaços abertos das unidades hoteleiras da INATEL sediadas na Costa da Caparica e Albufeira.

A selecção de filmes a projectar tem em conta a diversidade de gostos do público, optando por comédias, acção e filmes para famílias.

Será ainda disponibilizado serviço de restauração e bebidas não alcoólicas.

Face à situação de saúde pública, a organização elaborou um plano de contingência que assegura o cumprimento das normas e regras de segurança e higiene quer do público quer dos colaboradores e serviços.

Esta é uma iniciativa organizada em estreita parceria com os Municípios de Almada e Albufeira

Para mais informação aceda ao link DRIVE IN - Cinema ao ar livre<http://www.inatel.pt/Fundacao/INATEL-(2)/Drive-in.aspx>

*INFORMAÇÕES SOBRE RESERVAS
Entrada livre mediante reserva obrigatória através do 210 027 148 / 210 027 150 (para evento na Costa da Caparica e Albufeira)
___________________________________________________________________________________________________________

PROGRAMA

INATEL Caparica | 21h30
2 outubro | "Ousadas e Golpistas" | Comédia dramática
3 outubro | "O teu melhor amigo" | Comédia familiar
4 outubro | "Bad Boys para sempre" | Comédia, Ação
5 Outubro | "Feito na China" | Comédia dramática

INATEL Albufeira | 21h30
9 outubro | "Ousadas e Golpistas" | Comédia dramática
10 outubro | "Bad Boys para sempre" | Comédia, Ação
11 outubro | "Quem é que manda aqui?" | Comédia

 

image003.jpg

Drive IN_ sinopses  filmes.jpg

Cartaz Drive IN.jpg

 

Exposição ORDEM MILITAR DA TORRE E ESPADA - 80 ANOS DO GRANDE-COLAR

OrdemTE_3.JPG

 

Por ocasião dos 80 anos do Grande-Colar da Ordem Militar da Torre e Espada (2019), o Museu organiza uma exposição evocativa da condecoração mais alta do Estado português. 
O Presidente da República é por inerência o Grão-Mestre das Ordens Honoríficas Portuguesas, que se constituem como um dos núcleos permanentes do Museu e, portanto, uma área de interesse e investigação da colecção.
Na exposição, pode acompanhar a evolução e história da condecoração, conhecer o seu valor simbólico e todos os agraciados, bem como, o seu valor artístico e os experientes artífices que lhe dão forma.
EXPOSIÇÃO - ORDEM MILITAR DA TORRE E ESPADA - 80 ANOS DO GRANDE-COLAR
LOCAL - Museu da Presidência da República
DATA - 1 de agosto a 1 de novembro
HORÁRIO - 10h00 às 13h00 e 14h00 às 18h00
Entrada incluída no bilhete do Museu
Contactos - 21 361 46 60 | museu@presidencia.pt | sítio web | facebook

Lourenço de Castro | Plantar um jardim dentro de uma Janela


LOURENÇO DE CASTRO


PLANTAR UM JARDIM DENTRO DE UMA JANELA

c15096c6-f924-402d-8858-66825fc5dc7e.jpg

 

 

© Lourenço de Castro

 

Inauguração:  quinta-feira, 12 novembro | 12:30h às 20:00h


Exposição:  13 novembro a 18 dezembro 2020 | Segunda a Sexta, 14h30 - 19h

Espaço Camões da Sá da Costa

Largo de Camões 22, 4º Esq., 1200-994 Lisboa

 

No próximo 12 de novembro, entre as 12:30h e as 20:00h, inaugura a exposição "Plantar um jardim dentro de uma janela" do artista Lourenço de Castro, no Espaço Camões da Sá da Costa.

Nesta exposição o artista apresenta uma série de sequências narrativas visuais, dispostas no espaço de um modo linear.

"As séries agrupadas por afinidades visuais exploram, cada uma à sua maneira, a transformação de um modo de constituir uma imagem, sugerindo assim movimento, deslocação.
As imagens, consideradas individualmente, têm uma composição orgânica e são sempre o resultado da sobreposição de camadas, tanto visuais como matéricas. A noção de limite, de janela, de limiar para outro espaço, é uma constante e é um elemento estruturante na constituição da cada imagem, enquanto sistema pictórico.  
Por fim, a ideia de jardim sugere a possibilidade de um desenvolvimento orgânico infinito, neste caso, enquadrado por um legado cultural associado à ideia de Janela.”
 
Lourenço de Castro

Organizada pela Sá da Costa Arte e pela Ocupart, esta exposição poderá ser visitada até 18 dezembro, de segunda a sexta, das 14h30 às 19:00 horas, no Espaço Camões da Sá da Costa, localizada no Largo de Camões, 22, 4º Esq., 1200-994 Lisboa, ou noutro horário mediante marcação prévia para a.sadacosta.mi@gmail.com ou geral@ocupart.pt.

 

Lourenço de Castro, nasceu em Lisboa 1972, onde vive e trabalha.

Concluiu a Licenciatura em Arquitetura, na Universidade Lusíada – Lisboa, em 1996. No âmbito das artes visuais, concluiu o Curso Regular de Pintura em 2000, e depois em 2002, o Curso Avançado de Artes Plásticas, ambos no Ar.Co (centro de arte & comunicação visual).
 
Tem exposto regularmente desde o início do século, sendo estas as suas últimas exposições:
 
Individuais: 
‘’Becoming Screen’’, na Galeria Monumental em Lisboa, 2018;
‘’Atlas 2009 / 2017’’, na Galeria da Livraria Sá da Costa em Lisboa, 2017; 
‘’Dust is everywhere”, no Museu Geológico em Lisboa, 2016; 
“Sem Estilo – Modo Heterogéneo”, na Fundação D. Luís I em Cascais, 2015; 
 
Coletivas: 
12º Prémio Amadeo de Souza-Cardoso, Amarante, em 2020; 
Drawing Room Madrid 2020; 
Drawing Room Madrid 2019; 
JustLX - Lisboa Contemporary Art Fair, em 2018; 
“Apropriação, Desejo e Memória", XIX Bienal Internacional de Arte de Cerveira, em 2017.

Lu Mourelle apresenta seus novos trabalhos em “Femmina”

Samira__100cmx100cm_LuMourelle.jpg

 



Exposição individual da artista em Coimbra mescla personagens femininas e outros ícones que habitam o universo da mulher contemporânea

A artista plástica Lu Mourelle apresenta as mais novas criações na exposição “Femmina”, patente na Galeria Pinho Dinis, na Casa Municipal da Cultura de Coimbra. Entre 06 e 30 de outubro o público poderá mergulhar no universo da pintora, que tem se destacado por apresentar uma leitura muito particular do universo feminino.

A exposição abrange 45 pinturas de dimensões variadas. Entre as telas estão as já famosas personagens marcadas na identidade da artista – são mulheres criadas de maneira subjetiva, multicoloridas e abertas à interpretação do público.

“Além das Madames, como eu costumo chamá-las, conjugo outras obras figurativas e até abstratas onde faço a ligação com o vibrante universo muliebre. São pequenas pitadas de interferências e atributos que envolvem a existência feminina”, conta Lu Mourelle.

É a primeira vez que artista mostra seu trabalho ao público de Coimbra. A maioria das obras é mesmo recente – foram concluídas entre março e agosto deste ano. Além das inéditas, outras estiveram em exposição na Lu Mourelle Art Gallery, espaço que a artista ocupa sob a forma de residência artística na Cidadela Art District, em Cascais.

“Minhas obras também estão online nestes tempos onde todos recorrem à internet. No entanto, nada como ver a obra original. O impacto é outro. O sentimento também. Por isso faço questão de expor em locais físicos para que o público possa ter contato com a energia que coloco sobre a tela”, completa a artista.

Femmina

de 06 a 30 de outubro

Galeria Pinho Dinis - Casa Municipal da Cultura de Coimbra - R. Pedro Monteiro 64, 3000-329 Coimbra  

horários: seg a sex, 9h00 às 19h30 / sab, 11h00 às 13h00 - 14h00 às 19h00

Entrada gratuita

Maat celebra 4.º aniversário com três dias de entrada livre

 

 

O maat – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia celebra o seu 4º aniversário no fim de semana de 3 a 5 de outubro, com três dias de entrada livre no maat e na Central, entre as 11:00 e as 19:00.

A par das visitas às exposições patentes nos dois edifícios – incluindo as recém inauguradas Ballad of Today, de André Cepeda e Festa. Fúria. Femina. – obras da Coleção FLAD – a programação inclui também visitas guiadas aos jardins do campus da Fundação EDP e visitas temáticas de arquitetura. Música itinerante com Farra Fanfarra e Swing na Guelra, teatro para crianças, oficinas e conversas compõe as propostas para este fim de semana. 

As várias atividades têm lotação limitada de forma a garantir o plano de segurança e a seguir as recomendações da DGS e da legislação em vigor no âmbito das medidas de prevenção da COVID – 19. 

O maat foi inaugurado no dia 5 de outubro de 2016. Da autoria da arquiteta inglesa Amanda Levete, o novo edifício situa-se na frente ribeirinha da zona história de Belém, convivendo com a Central Tejo, um dos exemplos nacionais de arquitetura industrial da primeira metade do século XX.

Programação detalhada emwww.maat.pt

 

 

Instituto organiza três webinars focados em diferentes temas do universo educativo

 

 

Piaget debate educação no ensino superior

 

Com o novo ano letivo a arrancar também no ensino superior, o Instituto Piaget promove esta semana três webinars na área da educação. Num ano que se prevê igualmente complexo, tendo em conta as exigências geradas pela atual pandemia da Covid-19, o Piaget propõe três debates sobre temas com máxima atualidade: a educação b-learning (semipresencial), a docência no ensino superior, e a gestão e administração escolar. 

 

O primeiro webinar, com o tema “Educação B-Learning: Oportunidades e Desafios”, realiza-se já esta segunda-feira, a partir das 18 horas. Considerando as atuais circunstâncias, os estudantes são cada vez mais desafiados a elevar os seus níveis de participação e compromisso, ao mesmo tempo que os docentes assumem um papel ativo no apoio e motivação dos seus alunos.

 

Daí que no debate sobre este formato semipresencial de cursos, o objetivo seja discutir tanto a perspetiva dos docentes, mas também a dos estudantes que têm vivenciado as experiências dos seus cursos enquanto atores principais. O Instituto Piaget dispõe atualmente de uma vasta oferta formativa à distância, tanto nos regimes de e-learning como b-learning – entre os quais o mestrado em Educação, cuja coordenadora, Alda Bernardes, será uma das participantes do webinar.

 

Na terça-feira, dia 29, às 19h30, o tema será a “Docência no Ensino Superior – Metodologias de Aprendizagem”. Em debate estará o novo paradigma de ensino-aprendizagem, num mundo em profunda mudança, que obriga a reconsiderar a multidimensionalidade da ação profissional no ensino superior. Os saberes profissionais, necessários ao exercício da docência, transcendem hoje os domínios dos conteúdos específicos da sua área científica de especialidade, para abranger também a construção do conhecimento didático-pedagógico associado ao seu campo de base, bem como a produção de conhecimento através da investigação, incluindo ainda as questões éticas e deontológicas.

 

Em jeito de mesa-redonda virtual, Rosa Nogueira, coordenadora da pós-graduação em Docência no Ensino Superior, ministrada no Instituto Piaget de Almada em regime de e-learning,  irá explicitar, juntamente com as restantes participantes no webinar, os princípios que norteiam atualmente as pedagogias de ensino, estabelecendo ao mesmo tempo o confronto com as práticas individuais.

 

Finalmente, na quarta-feira, dia 30, a partir das 19h30, o tema em debate será a “Gestão e Administração Escolar Frente aos Desafios Atuais”. Este encontro virtual visa trazer à reflexão temas da atualidade e o seu impacto direto na gestão e administração de instituições escolares, vivenciados de forma concreta por gestores, diretores, administradores e mesmo membros dos conselhos diretivos ou de gestão. Tratar-se-á de uma sessão aberta à interação do público, por meio de uma troca ativa de experiências e saberes.

 

No evento, serão igualmente apresentadas as dinâmicas da pós-graduação de Gestão e Administração Escolar, lecionada no Piaget de Almada, pela voz da sua coordenadora e de uma docente deste curso.

 

Todos os webinars têm acesso gratuito, através de inscrição prévia no site do Instituto Piaget.

 

 

A cultura não para: FNAC Live Box Edition com 2 palcos, 7 concertos e entrada gratuita

443b2083-73e0-4a4e-82c0-49879dce14cb.jpg

 

No dia 1 de outubro, Dia Mundial da Música, o Coliseu dos Recreios vai encher-se de talento para um festival único, o FNAC Live Box Edition. Num ano marcado pela suspensão dos festivais de verão, a FNAC mantém o seu compromisso em promover a cultura portuguesa, numa iniciativa que combina, entre dois palcos, nomes consagrados da música e talentos emergentes do panorama musical nacional. 

O FNAC Live Box Edition arranca às 21h no palco principal do Coliseu com o vencedor do concurso Novos Talentos FNAC 2020, Castilho, seguindo-se a atuação de Grand Sun no palco Novos Talentos. Às 21h45, é a vez dos Clã subirem ao palco principal. Segue-se a atuação de David Fonseca e, a fechar esta noite memorável, Lena D’Água. Entre as atuações destes grandes nomes da música portuguesa, Neon Soho e Maudito atuam no palco Novos Talentos. 
 
Ao longo da noite, Salvador Martinha e Inês Lopes Gonçalves vão também fazer um acompanhamento especial do festival. 
 
Para garantir a segurança de todos e seguindo as normas atuais, não haverá circulação de pessoas entre palcos, mas cada plateia terá acesso ao que se está a passar no outro palco através de uma projeção em direto. 
 
A entrada, como habitualmente, será gratuita e o Coliseu terá uma lotação de 1300 pessoas. Em breve serão divulgados todos os detalhes sobre quando e onde poderão ser levantados os bilhetes de acesso ao festival. 
 
O FNAC Live Box Edition conta com o patrocínio da Repsol, com os apoios do Sapo, Antena 3, Radar | Oxigénio, Hipnose e com o parceiro de bilheteira FNAC, o Coliseu dos Recreios.
 

No Centro de Experimentação Artística - Vale da Amoreira: Município da Moita implementa projeto multidisciplinar “Sons, Ritmos e Cores”

No Centro de Experimentação Artística - Vale da Amoreira

CEA.jpg

 

O Município da Moita viu aprovada a candidatura ao Programa Operacional Portugal 2020 (Fundos Europeus Estruturais e de Investimento - PorLisboa2020), Prioridade de Investimento 9.1 do programa Cultura para Todos, com o projeto "Sons, Ritmos e Cores”. Com áreas de intervenção na música, dança e imagem, este projeto multidisciplinar visa a capacitação dos participantes nestas vertentes artísticas e o desenvolvimento de competências pessoais e sociais.

A definição destas três áreas partiu do reconhecimento da sua centralidade no campo das práticas artísticas com expressão no território do concelho da Moita, tendo como duplo objetivo alcançar membros da comunidade mais afastados dos circuitos habituais das práticas culturais, mas também aprofundar a participação daqueles que, formal ou informalmente, mantêm algum tipo de ligação.

 

Com esta candidatura, a autarquia pretende assim promover a inclusão social através das práticas artísticas, contribuindo para a aquisição de competências no domínio social, pessoal e técnico, com vista à promoção da igualdade de oportunidades, à participação ativa e à melhoria da empregabilidade. Por considerar que as artes e a cultura são condições essenciais para o desenvolvimento pessoal e participação plena dos indivíduos na sociedade contemporânea, o Município da Moita pretende, com este projeto, em particular, que esses sejam recursos privilegiados de capacitação e empoderamento social.

 

O projeto “Sons, Ritmos e Cores”, que será desenvolvido no Centro de Experimentação Artística, no Vale da Amoreira, irá incluir a instalação de um Estúdio Comunitário e a realização de Oficinas de Captação, Mistura e Masterização, Produção Musical, Escrita Criativa, Voz, Teoria Musical, Dança e Vídeo, e tem como destinatários jovens e adultos a partir dos 14 anos, sem limite de idade.

A participação é gratuita.

Mais informações podem ser obtidas pelo T. 211 810 030 ou 936 866 903 ou email cea@mail.cm-moita.pt.