Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Guimarães recebe exposição dos 100 anos da Travessia Aérea do Atlântico Sul

O GuimarãeShopping junta-se às celebrações e dá palco à “Exposição Itinerante dos 100 anos da Travessia Aérea do Atlântico Sul”.

 

O GuimarãeShopping junta-se às celebrações do centenário da viagem icónica que ligou pela primeira vez Lisboa ao Rio de Janeiro e recebe, a partir de hoje, 2 de setembro, a “Exposição Itinerante dos 100 anos da Travessia Aérea do Atlântico Sul”. É no Piso 0 do centro comercial que será possível descobrir esta mostra de entrada livre.

 

A exposição é composta por 18 painéis, divididos por áreas temáticas que começam por apresentar os heróis desta história, Gago Coutinho e Sacadura Cabral e descrevem os vários passos da preparação e do estudo que foi necessário para realizar a travessia. Ao longo da mostra, os visitantes podem ainda ficar a conhecer os pormenores da viagem e as reações da imprensa ao sucesso desta conquista.

 

A viagem que teve início a 30 de março de 1922, em Lisboa, e imortalizou a primeira ligação aérea entre a Europa e a América do Sul vai contar com um completo programa de celebrações e de homenagens aos pilotos portugueses que a realizaram — além da exposição no GuimarãeShopping, haverá outros momentos a decorrer cidade, nos dias 10, 11 e 13 de setembro, desde conversas aos concertos.

 

Data: 2 a 28 de setembro

Local: Guimarães, GuimarãeShopping, Piso 0

Entrada: livre

ESPAÇO GUIMARÃES RECEBE O VERÃO COM VÁRIAS ATIVIDADES NO SEU SUMMER TERRACE

Os fins de semana de julho e agosto vão ser uma animação no centro comercial vimaranense. Atividades como showcookings, aulas de dança, stand-up comedy, animação infantil e atuações de DJ vão ter lugar na esplanada mais divertida da cidade de Guimarães.

descarregar (18).jpg

Verão é sinónimo de Summer Terrace no Espaço Guimarães. O centro comercial da Klépierre – proprietária e gestora de mais de 100 centros comerciais na Europa – criou um calendário de ações destinadas a tornar os finais de tarde mais divertidos e dinâmicos. Das 18h às 22h, a esplanada localizada no piso 1 receberá um conjunto de atividades para todas as idades e géneros!

 

Haverá três ações de showcooking, onde os visitantes poderão aprender a fazer receitas ideais para os dias mais quentes de verão. A primeira será já no dia 9 de julho, às 11h com a criadora de conteúdos e chefe de pastelaria Inês Cunha. As outras duas ocorrem dia 6 de agosto, pelas 11h poderá apender com a criadora de conteúdos Maria Melo Falcão e pelas 14h com a Lígia Santos, vencedora da primeira edição do programa Master Chef Portugal, que juntamente com jovens da Associação de Intervenção Psico-social ACIP, ensinará alguns dos seus truques culinários.

 

Em todos os fins de semana de julho e agosto, as tardes têm direito a sunset party com o DJ residente do Espaço Guimarães. Para além desta atuação recorrente, no dia 3 de julho, das 11h às 13h haverá animação infantil, com workshop de bolas de sabão gigantes e oferta de balões com formas animadas, no dia 9 de julho haverá um workshop de Dança Latina Africana para mais tarde pôr em prática estes dance moves nas festas de verão.

 

No fim de semana seguinte, sábado, 16 de julho, termina com a atuação do duo Pink Sinatra, que dão vida a músicas dos mais famosos cantores de todos os tempos. O momento de stand-up comedy será no dia 24 de junho com o artista João Seabra.

 

O último fim de semana de julho tem animação a dobrar. O ponto de encontro no sábado e domingo é no Espaço Guimarães. Dia 30 de julho termina com noite de fado pela voz de Carla Cortez e domingo de manhã é dedicado aos mais pequenos, novamente com o workshop de bolas de sabão gigantes e a oferta de balões com formas animadas.

 

Agosto continua com os momentos de stand-up comedy, logo no dia 7 de agosto com Ricardo Leite. Os fãs de karaoke vão delirar no dia 13 de agosto, pois poderão interpretar os seus artistas preferidos e cantar as canções das suas vidas. No sábado, dia 20, Denize Trio ocupa o palco com a sua atuação musical, e no último dia de atividades, dia 28 de agosto, o final de tarde é acompanhado pela voz de José Carlos Mãozinhas.

 

Venha desfrutar do spot mais divertido, refrescante e instagramável de Guimarães e fique a par de todas as atividades de verão através das redes sociais do Espaço Guimarães.

5ª edição do Vai-m'à Banda dia 27 de Agosto

descarregar.png

Vai-m’à Banda volta a trocar os palcos convencionais pelas tascas e a juntá-las à música na sua 5ª edição, que acontece no dia 27 de agosto, em algumas das tascas mais emblemáticas da cidade de Guimarães. Bonga, Fumo Ninja, DJ Marfox, Tomás Wallenstein, April Marmara e DJ Quesadilla são as bandas e os artistas que marcam presença este ano.
 
O evento é gratuito. As pulseiras que darão acesso ao teleférico entre Guimarães e a Montanha da Penha são distribuídas a partir das 15:00, na Tasca Expresso, e têm um número limitado. A viagem tem um custo de 1,50€ e o regresso à cidade terá de ser feito até antes das 19:30, hora de encerramento do teleférico.

 

O encontro à mesa, a música, a preservação de espaços emblemáticos como as tascas de Guimarães, são tudo características do Vai-m’à Banda. O regresso a uma edição livre de restrições faz-se este ano na Tasca Expresso, na Casa do Ermitão, nos Amigos da Penha e no Largo do Trovador nas tascas Tio Júlio e Taberna do Trovador.
 
Dj Quesadilla, figura incontornável do panorama underground português, inaugura com um set a 5ª edição do Vai-m’à Banda, pelas 15:00, na Tasca Expresso.
 
April Marmara é Beatriz Diniz e a artista que irá passar pela Casa do Ermitão, às 16:30. A cantora e compositora portuguesa estreou-se em 2018 com o seu primeiro LP, New Home e, desde então, tem continuado o trabalho com inúmeras atuações ao vivo mantendo um registo marcado pelo folk.

Vocalista, guitarrista e letrista da banda Capitão Fausto, Tomás Wallenstein marca presença na Adega Amigos da Penha, para um concerto, às 17:30. 
 
A partir das 22:00, o ponto de encontro é no Largo do Trovador, nas tascas Tio Júlio e Taberna do Trovador, ao som de Fumo Ninja, Bonga e Dj Marfox. Fumo Ninja, os agentes secretos já conhecidos do Vai-m’à Banda, regressam no ano de lançamento do álbum Olhos de Cetim. Uma estreia de Norberto Lobo, Ricardo Martins, Leonor Arnaut, Raquel Pimpão em conjunto num disco marcado por um imaginário onírico.
 
Referência incontornável da música e da cultura angolana, Bonga traz a alegria dos ritmos do Semba ao Largo Trovador, pelas 23:00, acompanhado por uma banda composta por guitarrista, baixista, acordeonista e baterista.
 
A fechar a 5ª edição do Vai-m’à Banda estará o DJ Marfox, às 00:00. Do percurso profissional de Marlon Quintas dos Santos e Silva destaca-se o rol de remisturas com tUnE-yArDs, Capicua, Panda Bear, Elza Soares, Fever Ray, entre outros, assim como a participação enquanto autor convidado para o Festival da Canção 2022, com o tema Dégrá.dê, interpretado por Pongo e Tristany.
  
O evento tem início às 15:00 de sábado na Tasca Expresso, onde serão distribuídas pulseiras - gratuitas - que darão acesso à viagem de teleférico para a Montanha da Penha por apenas 1,50€. O número de pulseiras é limitado pelo que se recomenda pontualidade na chegada. O regresso à cidade de Guimarães terá de ser feito até antes das 19:30, hora de encerramento do teleférico.
 
Programa:

Tasca Expresso
15:00 DJ Quesadilla

Casa do Ermitão
16:30 April Marmara
 
Amigos da Penha
17:30 Tomás Wallenstein
 
Largo do Trovador
22h Fumo Ninja
23h Bonga
00h DJ Marfox

CLAV LIVE SESSIONS ANUNCIAM PRIMEIROS NOMES DE 2022

 

7 JAN | 21h30m | Bia Maria

21 JAN | 21h30m | Labaq

10 FEV | 21h30m | Surma

25 FEV | 21h30m | Minta

 

As CLAV Live Sessions apresentam mais 4 concertos entre Janeiro e Fevereiro de 2022 e o seu regresso será marcado pela música no feminino.

 

Depois de duas temporadas em 2021 com um total de 20 concertos, as CLAV Live Sessions regressam para a sua 40ª emissão já no dia 7 de Janeiro com Bia Maria, depois a 21 de Janeiro com Labaq, em Fevereiro o primeiro concerto acontece dia 10 de Fevereiro com Surma e terminam o mês com o concerto de Minta no dia 25.

 

Esta nova edição tem algumas novidades: as transmissões online passarão exclusivamente para o canal do YouTube do CLAV - Centro e Laboratório Artístico de Vermil e será lançada em Janeiro uma CALL que visa apoiar a edição de 4 projetos musicais emergentes em formato de residências de criação sustentável no espaço CLAV.

 

O diretor artístico do CLAV, Alberto Fernandes, reforça que “a ideia fundamental das CLAV Live Sessions é o apoio ao tecido musical emergente em Portugal, dando a conhecer ao público os novos valores, bem como, dar acesso aos criadores de produzir, no espaço CLAV, produtos artísticos que lhe permitam promover as suas criações em qualquer lado. As CLAV Live Sessions já são consideradas em Portugal uma plataforma de lançamento para a música“Fico muito satisfeito ao perceber que todos os projetos que passam por aqui, logo a seguir estão a tocar nos grandes espaços culturais espalhados pelo País”, afirma Alberto Fernandes.

 

Esta edição conta ainda com o apoio do Estado Português - Fundo de Fomento Cultural (Garantir Cultura), do Município de Guimarães e da União de Freguesias de Airão e Vermil e possui como parceiros de comunicação a Antena 3, o Alma Lusa e o FreePass Guimarães.

 

As CLAV Live Sessions são já uma referência a nível nacional na programação e promoção da música em Portugal. Ficam na história da música como sendo o único projecto em Portugal que não parou em tempo de pandemia, sendo ainda considerado o pioneiro na programação de concertos em formato misto (com público e transmissão on-line). É ainda um projeto descentralizado e muito longe dos grandes centros numa tentativa de fazer algumas correcções de assimetrias, sejam elas culturais, sociais ou económicas.

 

PROGRAMA – JANEIRO E FEVEREIRO 2022

 

7 de Janeiro de 2022 - Bia Maria  

CLAV em Vermil - Guimarães

21h30 - Lotação 15 pessoas e por marcação prévia

 

21 de Janeiro -  Labaq

CLAV em Vermil - Guimarães

21h30 - Lotação 15 pessoas e por marcação prévia

 

 

10 de Fevereiro -  Surma

CLAV em Vermil - Guimarães

21h30 - Lotação 15 pessoas e por marcação prévia

 

25 de Fevereiro -  Minta

CLAV em Vermil - Guimarães

21h30 - Lotação 15 pessoas e por marcação prévia

 

*É necessário apresentar certificado digital ou em alternativa teste ao COVID negativo, válido.

Programação e agenda da Educação e Mediação Cultural (EMC) d'A Oficina set’21–jul’22 apresentada em Guimarães

descarregar (2).jpg

Teatro Oficina e Amarelo Silvestre estreiam novo espetáculo, “1/2 Kg de Carne”

transferir (16).jpg

 

A companhia de teatro de Guimarães, Teatro Oficina, desafiou a companhia de teatro de Canas de Senhorim, Amarelo Silvestre, a pensar um espetáculo criado a partir do território e o resultado é “1/2 Kg de Carne”, um corpo feito de várias vozes que são as de todos nós. Atores e público, juntos na caixa de palco do Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor, irão desvendar o peso de um coração, em estreia absoluta, a 8 e 9 de outubro, a partir das 19h30.

Com encenação de Rafaela Santos e apoio dramatúrgico de Fernando Giestas, ambos responsáveis para direção artística da Amarelo Silvestre, “1/2 Kg de Carne” conta com a interpretação de Haroldo Ferrari e de vários elementos do ‘Gangue de Guimarães’: Luísa Maria, Mário Alberto Pereira, Rita Morais, Sara Costa e Zé Ribeiro.

 

Centro Cultural Vila Flor convida público a celebrar o seu 16º aniversário a 17 de setembro com espetáculo de La Ribot, Mathilde Monnier e Tiago Rodrigues

CCVF assinala aniversário com Please Please Please, espetáculo da autoria do galardoado trio que aqui cruza a dança com o teatro para refletir sobre o destino do nosso mundo

 

transferir (19).jpg

 

Esta sexta-feira, 17 de setembro, o Centro Cultural Vila Flor (CCVF) celebra 16 anos de atividade com um espetáculo que resulta da colaboração entre a coreógrafa francesa Mathilde Monnier, a coreógrafa hispano-suíça La Ribot e o encenador português Tiago Rodrigues. Criado antes da pandemia, Please Please Please propõe uma reflexão sobre um mundo que pode estar à beira da catástrofe. Depois de grande parte da sua digressão europeia ter sido suspensa devido à Covid-19, o espetáculo sobe ao palco do CCVF com redobrada pertinência. Numa jornada de tirar o fôlego, os corpos e vozes de Mathilde Monnier e La Ribot dialogam sobre a evolução do mundo e uma possível e lenta extinção do planeta. Este espetáculo é apresentado às 19h30 no Grande Auditório do CCVF e a entrada é gratuita, até ao limite da presente lotação da sala. 


O multifacetado e galardoado trio responsável pela criação desta obra que cruza a dança com o teatro – Mathilde Monnier, coreógrafa com colaborações com artistas notáveis relacionados com diversas disciplinas artísticas; La Ribot, coreógrafa, bailarina e artista visual; Tiago Rodrigues, encenador, ator, dramaturgo, produtor teatral e diretor artístico do Teatro Nacional D. Maria II recentemente nomeado para dirigir o Festival de Avignon – propõe-nos em palco um mundo que pode estar à beira da catástrofe ou ser já o que resta de um grande desastre mundial.  

Um mundo em que duas mulheres se dirigem aos seus filhos e filhas, com uma mensagem para as futuras gerações, uma mensagem do presente que é enviada no tempo, um diálogo sobre o mundo que está por vir, exprimindo através da voz e do corpo aquilo que fizemos e não fizemos para preservar este mundo, para que as abelhas e os ursos vivam, para que um desastre não aconteça, para continuar a acreditar, para esperar. 

Em Please Please Please, a ligação das manifestações coreográficas de Mathilde Monnier e de La Ribot com a imaginação, experiências e aspirações dos textos de Tiago Rodrigues questiona e indaga sobre os mundos, sociedades e histórias que iremos deixar às futuras gerações e que imagens e caminhos de esperança dividem as mesmas, gerando uma empolgante viagem onde a reflexão e o fantástico têm lugar marcado e em que as coreógrafas e bailarinas em palco dão formas à matéria textual das histórias face a um destino fatídico e frágil que se agiganta a cada passo. Da autoria de La Ribot, Mathilde Monnier e Tiago Rodrigues e com as duas primeiras a assumirem também a responsabilidade da interpretação e dos figurinos, Please, Please, Please conta com cenografia de Annie Tolleter e música de Nicolas Houssin e Béla Bartók (excertos), sendo o resultado do trabalho desenvolvido por uma extensa equipa. 

 

Esta ampla coprodução – Théâtre le Quai – CDN Angers - Pays de la Loire, Teatros del Canal, Madrid (Espagne), Théâtre Vidy-Lausanne, Centre national d’art et de culture Georges-Pompidou, Paris, Festival d’Automne à Paris, Comédie de Genève, Teatro Nacional D. Maria II, Teatro Nacional São João, Le Parvis scène nationale Tarbes Pyrénées, Theaterfestival Boulevard, Les Hivernales – CDCN d’Avignon, BIT Teatergarasjen, Bergen (Norvège), Compagnie MM, La Ribot-Genève – é dirigida a maiores de 12 anos de idade e a entrada para assistir ao espetáculo é gratuita, até ao limite da lotação da sala, sendo possível realizar a reserva antecipada de bilhetes (máximo de 2 por pessoa) através do e-mail bilheteira@aoficina.pt ou do telefone 253424700. O levantamento presencial de bilhetes é possível a partir das 16h30 do dia do espetáculo, na bilheteira do CCVF, mediante disponibilidade de lotação no período de abertura da bilheteira (16h30 – 21h30). As reservas antecipadas não levantadas até 30 minutos antes do início do espetáculo serão automaticamente canceladas, abrindo disponibilidade para demais público interessado levantar ingressos para o mesmo. 

 

Pelo princípio de precaução em Saúde Pública, para acesso ao espetáculo é necessário apresentar Certificado Digital COVID da EU ou Teste para SARS-CoV-2 com resultado negativo, de acordo com as normas em vigor, nos termos fixados na Norma 019/2020 da DGS. Os denominados autotestes não são válidos.

Este espetáculo é apresentado a 17 de setembro pelas 19h30, assumindo o palco do Grande Auditório deste espaço cultural que agora completa 16 anos de atividade, o Centro Cultural Vila Flor. Um espaço que já foi e é casa de milhares de artistas e centenas de espetáculos, entre variadas outras iniciativas culturais, nas quais se incluem os momentos em que foi epicentro da Capital Europeia da Cultura em 2012.  

Gerido e programado pela cooperativa vimaranense A Oficina desde o seu surgimento, em 2005, aqui é apresentada desde então uma programação regular no domínio das artes do espetáculo – contemporânea, internacional e com um foco na nova criação –, sendo igualmente espaço (composto por dois auditórios, um café concerto e elogiados jardins que dão vida ao Palácio Vila Flor, edifício do século XVIII) para festivais como GUIdance, Westway LAB, Festivais Gil Vicente, Manta, Guimarães Jazz, os quais são organizados pela referida cooperativa que assume a responsabilidade de os levar a cabo numa natureza de ação designada de serviço público, onde também cabem numerosas coproduções artísticas a cada ano, cumprindo as várias faces da sua dedicação às artes e à cultura, com crescente amplitude, diversificação e continuidade.


16 anos percorridos, imensas continuam a ser as possibilidades geradas neste equipamento cultural vivo, de âmbito geográfico regional, nacional e internacional, pronto a continuar a receber público e artistas numa simbiose que se adivinha auspiciosa e geradora de uma sociedade mais forte e melhor para todos.

Há teatro itinerante para ver no GuimarãeShopping

As sessões estão marcadas para 5 e 26 de setembro. Também este mês, o centro comercial vai receber a exposição “Gualterianas”.

 

O GuimarãeShopping continua empenhado em tornar a arte e cultura mais acessível à sua comunidade e o programa “Viver Guimarães” de setembro no centro comercial é prova disso. Nos dias 5 e 26, primeiro e último domingo do mês, o GuimarãeShopping recebe teatro itinerante para toda a família.

 

O espetáculo interativo está a cargo do Somnium que conta com quatro atores e um fantoche. Estão marcadas três atuações em ambos os domingos, às 15h00, 17h00 e 19h00. Acontece nos Pisos 0 e 1 do centro comercial.

O espetáculo desenvolve-se em torno de Gnoa, Glum, Gorgo e Glaya, gnomos responsáveis por cuidar e proteger toda a natureza e animais que aqui habitam, com um amigo muito especial, o Plog, que odeia ver lixo no chão. Juntos constituem a Brigada do Lixo, com a missão de fazer do planeta mais feliz.

 

Além das artes teatrais, o GuimarãeShopping vai receber a exposição “Gualterianas”, a partir de 10 de setembro, no Piso 0 e no Piso 1, que reúne vários trabalhos dos obreiros da Casa da Marcha de Guimarães nos últimos anos, desde o Cruzeiro da Oliveira à Fachada dos Antigos Paços do Concelho. Estas peças únicas podem ser visitadas no centro comercial até ao dia 19 de setembro.

 

Ambas as ações culturais do GuimarãeShopping para setembro são gratuitas e abertas a todos os visitantes.

Para Miguel Castro, diretor do GuimarãeShopping, “o centro servir de palco para estes artistas, reforça a determinação do GuimarãeShopping em divulgar o melhor que se faz na nossa cidade. Além disso, é mais um passo do centro no sentido de apoiar o setor da cultura e tornar a arte acessível a todos.”

Estas ações fazem parte da iniciativa “Cultura no Centro”, o projeto da Sonae Sierra que tem como objetivo apoiar artistas e entidades nacionais de âmbito cultural. Em 2021, serão realizadas várias atividades e movimentos artísticos nos centros comerciais geridos pelo grupo, de forma a levar a arte e cultura a todos os portugueses, de norte a sul do país.