Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

A FNAC celebra o Dia Mundial do Livro com oferta de livros no Metro de Lisboa

Dia Mundial do Livro – Ação com o Metro de Lisboa e com a Cabify – 23 de abril 

 

A FNAC celebra o Dia Mundial do Livro com oferta de livros no Metro de Lisboa

 

O Dia Mundial do Livro vai ser comemorado fora de portas pela FNAC com várias ações que se irão desenvolver ao longo do dia. A FNAC preparou um roteiro com várias surpresas para os amantes de livros. 

 

Numa iniciativa solidária e de incentivo à leitura, a FNAC planeou uma ação conjunta com o Metropolitano de Lisboa e com a AMI, a decorrer no dia 23 de abril entre as 8h e as 11h. Ao início do dia, quem apanhar o metro na estação de Entrecampos, em Lisboa, deparar-se-á com uma banca FNAC repleta de livros, onde os transeuntes ao partilharem uma dica de “como ter tempo para ler”, poderão requisitar um livro à sua escolha, com o compromisso de o entregarem até ao dia 31 de maio numa loja FNAC. Os livros devolvidos vão ser oferecidos à AMI para as suas bibliotecas. 

 

Haverá também um passatempo nas redes sociais: quem partilhar uma foto a ler o livro recolhido da banca do metro, colocar o tag da FNAC Portugal e o hashtag #Tempoparalernometro na descrição, habilita-se a ganhar 1 de 2 cartões de 20€, o passatempo premeia as duas melhores fotos.

 

Ainda na estação de metro de Entrecampos, a jornalista e blogger Helena Magalhães, irá esconder alguns livros pelo local, dando seguimento à ação através de pistas no Instagram da FNAC Portugal. Os participantes que encontrarem os livros poderão ficar com eles.  

 

Mas o metro não será o único transporte público que dará a oportunidade de ganhar um livro, os carros da Cabify terão 10 cartões-oferta escondidos (5 em Lisboa e outros 5 no Porto) no valor de 30€ cada. 

 

Ainda neste dia dedicado à literatura, os livreiros FNAC vão estar disponíveis no chat da fnac.pt, das 10h às 21h, para dar dicas e sugestões de livros adequados ao perfil de cada cliente. 

Dia Mundial do Livro assinalado na Biblioteca Municipal de Palmela | Feira do Livro de 21 a 28 de abril

Biblioteca de Palmela.jpg

 

 

O Município de Palmela assinala o Dia Mundial do Livro (23 de abril) com uma Mini Feira do Livro, que pode ser visitada entre os dias 21 e 28 de abril, na Biblioteca Municipal de Palmela. A iniciativa é organizada em parceria com o Grupo Porto Editora, decorrendo durante o horário de funcionamento da Biblioteca (terça, quinta e sexta-feira, das 10h30 às 19h00, e quarta-feira e sábado, das 14h00 às 19h00, encerrando aos domingos, segundas-feiras e feriados).

Também no âmbito do Dia Mundial do Livro, a Autarquia está a promover a iniciativa “Um livro para um novo leitor”, que incentiva à adesão de novos leitores à Rede Municipal de Bibliotecas Públicas, através da oferta de livros. Até dia 28 de abril, é oferecido um livro aos primeiros dois utentes que se inscrevam como leitores da Rede, em cada um dos quatro escalões: 0 aos 6, 7 aos 12, 13 aos 17 e mais de 17 anos de idade. “Um livro para um novo leitor” conta com o apoio da livraria Ronda das Letras.

O Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor foi instituído pela UNESCO em novembro de 1995, procurando fomentar o gosto pela leitura e, simultaneamente, respeitar a obra daqueles que, pela escrita, têm contribuído para o progresso social e cultural da Humanidade.

 

 

Apresentação do livro “Pedaços de Escrita”

cartaz_apresentação_Pedacos.jpg

 

O Auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro irá acolher a apresentação do livro de poesia “Pedaços de Escrita”, de Emanuel Góis, no dia 5 de maio, sábado, pelas 16h00.

A sessão terá como oradora Helena Gonçalves, Magistrada do Ministério Público, e conta com a participação, ao piano, de Marco Rodrigues.

A entrada é livre.

 

Biografia de Emanuel Góis

“Emanuel Góis é natural do Barreiro, cidade onde tem vivido, excetuando três anos em Cernache do Bonjardim e Santarém, altura em que cursava o antigo ensino liceal.

Licenciou-se em Direito pela Faculdade de Direito de Lisboa, passando a exercer advocacia até hoje.

Prestou serviço na Força Aérea durante seis anos na especialidade de Controlo de Tráfego Aéreo.

Foi jornalista desportivo durante doze anos (entre 1970 e 1982), colaborando nos jornais “Record” e nos extintos “Diário Popular” e “Século”, tendo ainda publicado alguns textos na “Gazeta da Sertã”, ”Jornal do Barreiro” e “Revista da Força Aérea”.

Foi autor da última peça de teatro carnavalesco representada na SIRB “Os Penicheiros”, do Barreiro, no Carnaval de 1974.

Lecionou História no ensino particular noturno.

Na área desportiva, a que tem dedicado grande parte da sua vida, foi atleta, treinador, dirigente de clube, de Associações Distritais e Federações, nas modalidades de futebol e basquetebol.

Na área cívica foi cofundador da Associação Cívica do Barreiro e da Persona- Associação de Apoio a Doentes Mentais Crónicos, onde durante vários anos desempenhou diversos cargos diretivos.

Foi vereador da Câmara Municipal do Barreiro no período de 1997/2001.

Distinguido pelo Jornal “Rostos Online” como Rosto do Ano de 2016, na área Escritor”.

 

Sinopse do livro

“Com a publicação da presente obra, voltou o autor à sua vertente poética como forma de exprimir na escrita aquilo que considera serem – “Pedaços” das minhas vivências” – emprestando a cada poema os seus sentimentos reveladores da sua faceta romântica.

Como o próprio autor refere – ser poeta não é escrever; ser poeta é sentir.

Em “Pedaços de escrita” encontra-se refletido, nalguns dos seus poemas, o lado melancólico e nostálgico do poeta”.

 

 

A reprodução textual da informação implica a referência da sua autoria: CMB

Um fim de semana dedicado aos livros com Pedro Mexia, Cuca Roseta e Rui Zink na FNAC

Fórum Livros ’18 – Eventos FNAC Colombo e FNAC NorteShopping – Dias 20, 21, 22 e 23 de abril 

Fórum_Livros.JPG

 

Um fim de semana dedicado aos livros:

 Pedro Mexia, Cuca Roseta e Rui Zink dão voz às histórias das nossas vidas 

O Dia Mundial do Livro vai ser celebrado a rigor nos Fóruns FNAC. Durante este fim de semana, nos dias 20, 21, 22 e 23 de abril, a FNAC Colombo e a FNAC NorteShopping receberão eventos dedicados, em exclusivo, à literatura.

 

A FNAC Colombo recebe uma “Maratona de Leitura” onde, durante cinco horas, se celebrará as letras pelas vozes de individualidades culturais, como Cuca Roseta, Pedro Mexia, Rui Zink, Ana Laíns, entre outros, que vão surpreender o público com a interpretação de textos à sua escolha. O evento decorre no dia 23 de abril a partir das 16h. 

 

No Norte, Pedro Mexia, uma das grandes personalidades do panorama cultural português, apresenta o seu livro “Lá Fora”, na FNAC NorteShopping no dia 21 de abril, às 21h30. O encontro do lançamento do livro - de crónicas melancólicas, dedicado à descrição de lugares, tanto físicos como mentais, nunca esquecidos pelo autor - contará com a moderação do ator e encenador português Ricardo Pais. 

 

Num tributo a todos os portugueses que combateram na Grande Guerra e aos pioneiros da aviação portuguesa, Jaime Martins, apresenta a sua mais recente obra, “Heróis do Mar”, na FNAC NorteShopping, no dia 21 de abril, às 16h. 

 

A FNAC Colombo receberá, no dia 20 de abril às 18h30, uma tertúlia onde vários bloggersvão apresentar as suas obras favoritas sob o mote “Os Nossos Livros”, e no dia 22 de abril pelas 18h30, o workshop “LER PARA ESCREVER ESCREVER”, dedicado à escrita criativa, pela escola Escrever Escrever.

 

Conheça a programação completa dos eventos deste fim de semana dedicado ao Dia Mundial do Livro: 

 

Fórum Livros ’18 – FNAC Colombo

Sexta-feira – Dia 20 de abril 

Apresentação – “Os Nossos Livros”, Tertúlia de bloggers – FNAC Colombo, às 18h30 

 

Sábado – Dia 21 de abril 

Apresentação – “Como ter tempo para ler”, por Fernanda Martins – FNAC Colombo, às 17h 

 

Domingo – Dia 22 de abril 

Fórum Miúdos - “Hora do Conto”, por Edite Vicente– FNAC Colombo, às 11h30

 

Apresentação– “Romeu e Julieta”, Estúdio de Teatro Musical Primeiro Acto – FNAc Colombo, às 16h 

 

Apresentação – “Workshop LER PARA ESCREVER ESCREVER”, por Escrever Escrever – FNAC Colombo, às 18h30 

 

Segunda-feira – Dia 23 de abril

Apresentação– “Maratona de Leitura” – FNAC Colombo, a partir das 16h 

 

Fórum Livros ’18 – FNAC NorteShopping

Sexta-feira – Dia 20 de abril

Apresentação – “Workshop de Escrita Criativa & Storytelling”, por Lúcia Vaz Pedro – FNAC NorteShopping, às 21h30

 

Sábado – Dia 21 de abril 

Apresentação– “Quem tem medo dos livros?”, workshop de leitura para crianças. Por ForBabies. – FNAC NorteShopping, às 11h30 

 

Lançamento – “Heróis do Mar”, livro de Jaime Martins – FNAC NorteShopping, às 16h

Apresentação – “Chá das Seis – Literatura e Degustação”, por Maria Ana Silva Vieira. Apresentação do livro “Receitas à Volta do Chá” – FNAC NorteShopping, às 18h 

 

Lançamento– “Encontro com Pedro Mexia”, lançamento do livro “Lá Fora”. Encontro moderado por Ricardo Pais – FNAC NorteShopping, às 21h30

 

Domingo – Dia 22 de abril 

Apresentação– “História de um amor irracional”, livro infantil de Cristina Cidnay e Ana Beatriz Marques – FNAC NorteShopping, às 11h30 

 

Apresentação – “Literatura de Viagem”, com Gonçalo Cadilhe e Maria Palha. Conversa moderada pelo jornalista Sérgio Almeida – FNAC NorteShopping, às 17h

 

Segunda-feira – Dia 23 de abril

Apresentação – “Dia Mundial do Livro”, performance literária pelo coletivo Poetry Slam – FNAC NorteShopping, às 12h30 

 

Lançamento – “Encontro com Raul Minha’alma”, Lançamento do livro – “Dá-me um dia para mudar a tua vida” – FNAC NorteShopping, às 18h30 

 

 

Imprensa Nacional lança o Diário 2000-2015, de João Bigotte Chorão

Imprensa Nacional lança o Diário 2000-2015, de João Bigotte Chorão 

 

A mais recente obra do escritor João Bigotte Chorão foi editada pela Imprensa Nacional. O lançamento está agendado para o próximo dia 26 de abril, às 18 horas, na Biblioteca da Imprensa Nacional, e contará com a apresentação do Embaixador Marcello Mathias.

 

 

No seguimento do estilo diarístico do seu último livro, o escritor João Bigotte Chorão lançará a sua mais recente obra Diário 2000-2015, partilhando com todos os leitores alguns textos íntimos redigidos durante os primeiros quinze anos do século XXI.

 

Com uma linguagem pessoal e intimista, o autor de obras como O Escritor na Cidade (1986) e Além da Literatura (2014) evoca, no Diário 2000-2015, alguns momentos e confidências do seu percurso de vida, partilhando o seu universo cultural e referenciando diversos escritores que influenciaram e marcaram a sua vida pessoal e profissional.

 

A par da carreira de escritor, João Bigotte Chorão é também historiador da literatura, ensaísta, professor do ensino particular e diretor literário da Editorial Verbo, tendo já colaborado em diversos jornais e revistas com artigos, entre os quais se destacam os textos sobre a obra de Camilo Castelo Branco.

 

 

Lançamento do livro Diário 2000-2015, de João Bigotte Chorão

26 de abril | 18h00

Biblioteca da Imprensa Nacional

Rua da Escola Politécnica, 135, 1250-100 Lisboa

 

editora Quinta Essência – novidades de Abril

 

 

Afinal, o que fica para trás quando perseguimos um sonho?

Após conhecermos O Magnata e o Barão, Joanna Shupe apresenta-nos o terceiro livro da série Knickerbocker Club, Um Homem Poderoso. Calvin Cabot, nasceu na pobreza e só graças à sua determinação se transformou num empresário de sucesso, dono de três dos jornais mais lidos nos EUA. Claro que foi obrigado a abdicar de certas coisas…

Mas Lillian Davies encontra-se em apuros. O seu irmão, Tom, foi raptado, e só há uma pessoa que a pode ajudar a encontrá-lo. Mas trata-se da única pessoa que ela jurou nunca mais ver na vida: o seu ex-marido, Calvin Cabot, um traidor da pior espécie.

Com o tempo está a escassear, Lillian não tem mais a quem recorrer… Numa escaldante aventura que percorre as ruas de Nova Iorque e os meandros da máfia chinesa, conseguirão eles resgatar Tom sem que os velhos rancores e mágoas venham ao de cima? Ou mostrar-se-ão capazes de voltar a confiar um no outro?

Joanna Shupe tem o dom de evocar como ninguém o glamour de uma era perdida.

 

A Emily Foster, conhecida no mundo real como Emily Nagoski, terapeuta sexual e autora bestseller de não-ficção, regressa com continuação da história realista e poderosa sobre amor, confiança e entrega emocional… A Memória do Amor.

Quando a estudante de Medicina Annie Coffey decidiu entregar-se a Charles Douglas, o atraente médico inglês com quem trabalhava, pretendia apenas viver uma aventura breve e puramente física. Mas a situação rapidamente se complicou.

 Como manter as emoções à distância? Como sair ilesa de uma situação de tanta intimidade? Inevitavelmente, foram revelados segredos, desejos… Inevitavelmente, o coração de Annie acabou por sofrer… E a jovem foi obrigada a afastar-se de um homem que julgava não ser capaz de lhe dar aquilo de que ela precisava.

 Mas uma coisa é afastar-se, outra é esquecer. E, quando ambos se reencontram numa conferência em Londres, é impossível negar que a química se mantém. Aos poucos, Annie vai tendo um vislumbre do verdadeiro Charles, desde o seu passado às suas motivações, e embora a sua vontade seja entregar-se de corpo e alma… primeiro tem de perceber se o seu coração lhe mentiu, ou se vale mesmo a pena lutar por este amor.

 

Aproveite a chegada da Primavera, como boas leituras, pois não há o momento certo para nos apaixonarmos!

 

LITERATURA - "Até que as ondas percam o sal": o resgate da vida apresenta Danilo de Albuquerque a Portugal.

Obra literaria.jpg

 

“Até que as ondas percam o sal”: o resgate da vida
apresenta Danilo de Albuquerque a Portugal

Primeiro romance do escritor brasileiro é lançado no próximo dia 19 de Maio, pelas 18h30, na FNAC do Norteshopping

“Até que as ondas percam o sal” é o primeiro romance do autor brasileiro Danilo de Albuquerque, que será lançado em Portugal no próximo dia 19 de Maio, pelas 18h30, na FNAC do Norteshopping. Com a chancela da editora Luz da Razão, este é o primeiro livro que o autor lança no nosso País.

Nesta obra, Danilo de Albuquerque traça um retrato da vida contemporânea e os seus reflexos na dignidade humana, assumindo uma projecção universal, muito além das questões culturais brasileiras. “O nosso quotidiano tem vindo a tornar-se cada vez mais veloz e as informações, distribuídas freneticamente em forma de pílulas e recheadas de interesses escusos, têm afectado sobremaneira a capacidade reflexiva das pessoas”, diz o autor, frisando que “o valor que se tem atribuído ao indivíduo é cada vez mais relativizado em nome das convenções”. Daí que quando o peso de uma decepção é insuportável, retomar o protagonismo da própria vida trata-se de uma questão de sobrevivência.

É esta a premissa a partir da qual se desenvolve o enredo de “Até que as ondas percam o sal”. Um homem de trinta e poucos anos muda-se para uma comunidade caiçara em Ilhabela e entre praias paradisíacas e porções intocadas da Mata Atlântica transforma a sua concepção do mundo, à medida que explora o local e investiga alguns mitos. Ninguém sabe o seu nome, passado, nem o seu maior segredo. Até que aparece Morgana, uma jovem professora, que desbrava as regiões mais obscuras das suas inquietações. “Até que as ondas percam o sal” é, assim, um romance envolvente e repleto de surpresas, que trata sobretudo da dignidade humana, dos processos de amadurecimento pessoal e dos absurdos da vida contemporânea.

Pela primeira vez editado em Portugal, Danilo de Albuquerque é uma das novas revelações das letras brasileiras e promete conquistar os leitores portugueses. No que diz respeito aos autores lusos, tem em José Saramago o escritor com quem mais se identifica. “O Evangelho Segundo Jesus Cristo impactou profundamente a minha visão do mundo”, diz o escritor brasileiro, que ultimamente se tem debruçado sobre outras referências da literatura portuguesa, como João Tordo ou Valter Hugo Mãe.

O autor

Danilo de Albuquerque nasceu em São José do Rio Preto, Brasil, corria o ano de 1983. Trinta anos volvidos muda-se para o Rio Grande do Sul, onde continua a residir. Formado em Direito, tem uma pós-graduação em Direito Penal Económico pela Universidade de Coimbra, exercendo ainda funções na área do ensino, como professor. Desde cedo que escreve ficção, sendo que as suas primeiras histórias remontam a 1994. Estreou-se na edição em 2015 com a colectânea de contos “Punhos de Palha”, editado pela Amazon. “Até que as ondas percam o sal” é o seu primeiro romance.

 

Imprensa Nacional – Casa da Moeda distingue obras literárias em Moçambique

livros moçambique.png

 

As obras distinguidas na 1.ª edição do Prémio Literário INCM/Eugénio Lisboa–Mundo Grave, de Pedro Pereira Lopes (obra vencedora), e Bebi do Zambeze, de António Manna (menção honrosa) – vão ser apresentadas em Maputo, Moçambique, no dia 17 de abril, às 18 h (hora local).

 

O galardão, destinado a trabalhos em prosa inéditos de autores moçambicanos, foi instituído em 2017 pela Imprensa Nacional-Casa da Moeda (INCM), com o apoio do Camões, I. P., dando corpo à sua missão de promoção e preservação da língua portuguesa.

Além de procurar incentivar a criação literária moçambicana, através da edição das obras distinguidas e da atribuição de 5 mil euros ao vencedor, o Prémio presta ainda homenagem à figura de Eugénio Lisboa, enquanto cidadão e homem de cultura nascido em Moçambique.

A promoção da criação literária em língua portuguesa, acolhendo novos títulos e autores do mundo, faz parte das atribuições da INCM, que, além do Prémio INCM/Eugénio Lisboa, instituiuem 2010 o Prémio INCM/RuyCinatti, para Timor-Leste, e criou, em parceria com a Imprensa Nacional de Cabo Verde, o Prémio Literário Arnaldo França, que irá distinguir anualmente autores cabo-verdianos.

Prémio INCM/Eugénio Lisboa 2017 – apresentação das obras premiadas

17 de abril | 18h00 | Camões – Centro Cultural Português, Maputo

Embaixada de Portugal, Av.JuliusNyerere, 720 - 1º, Maputo, Moçambique

 

Sobre a INCM

Inovação, segurança, internacionalização e dedicação à causa pública, sem esquecer a prestação de serviços de qualidade e fiabilidade a empresas privadas, bem como a promoção da língua e cultura portuguesas, são os principais eixos estratégicos da Imprensa Nacional-Casa da Moeda (INCM). Com cerca de 600 trabalhadores, a INCM é uma sociedade anónima de capitais públicos e resulta da fusão, em 1972, da Imprensa Nacional e da Casa da Moeda. Herdeira de oito séculos de atividade das entidades que lhe deram origem, a empresa tem sido pioneira no desenvolvimento e produção de bens e serviços fundamentais para o funcionamento do Estado. O cartão de cidadão e o passaporte eletrónico são apenas dois exemplos desse pioneirismo.

Daniel Sampaio, Gustavo Santos e Pedro Chagas Freitas nas lojas FNAC em abril

De 5 a 15 de abril de 2018 nas FNAC de todo o país 

 

Daniel Sampaio, Gustavo Santos e Pedro Chagas Freitas nas lojas FNAC em abril

daniel sampaio.png

 

Lançamentos literários para todos os gostos e interesses marcam a primeira quinzena de abril dos Fóruns FNAC. 

 

Dois anos após o lançamento do seu último livro, Daniel Sampaio está de regresso com a obra, “Do Telemóvel para o Mundo”, que retrata a atual problemática da relação dos jovens com a internet e as redes sociais. A conversa com o público e a apresentação da obra está marcada para os dias 5 de abril, às 18h30, na FNAC Chiado, e 13 de abril, às 19h, na FNAC Madeira. 

 

Pedro Chagas Freitas apresenta o seu mais recente livro “Prometo Amar”, da tão aclamada saga “Prometo”. O escritor tem encontro marcado com os seus fãs, no dia 7 de abril na FNAC NorteShopping, às 17h, e no dia 11 de abril, na FNAC Colombo, às 19h. 

 

“Era uma vez um Amor”, é o novo projeto de Gustavo Santos, onde o autor expressa o seu amor pelo filho, bem como a necessidade de uma nova visão sobre a forma de educar os mais novos. O lançamento é no dia 12 de abril, na FNAC Colombo, às 18h30. 

 

“Lobos que Foram Homens – A História dos Moonspell”, é, tal como o nome indica, o mais recente livro dedicado à história da banda do vocalista Fernando Ribeiro. A apresentação da biografia dos Moonspell, escrita por Ricardo S. Amorim, tem lançamento marcado para o dia 7 de abril, na FNAC Santa Catarina, pelas 16h, e terá a apresentação de Álvaro Costa.  

 

Hélder Reis, o repórter da RTP1, lança o seu mais recente livro, onde reúne mitos e histórias divertidas sobre Portugal, passadas de geração em geração. “Lendas, Ditos e Mitos de Portugal” tem apresentação marcada para a FNAC Chiado a partir das 18h30.

 

Conheça os restantes lançamentos de livros da primeira quinzena de abril: 

 

Grande Lisboa

Quinta-feira, dia 5 de abril 

Lançamento – “Do Telemóvel para o Mundo”, livro de Daniel Sampaio – FNAC Chiado, às 18h30 

Segunda-feira, dia 9 de abril 

Lançamento – “Dá-me um dia para mudar a tua vida”, livro de Raul Minh’alma – FNAC Colombo, às 18h30 

Quarta-feira, dia 11 de abril 

Lançamento – “Lendas, Ditos e Mitos de Portugal”, livro de Hélder Reis – FNAC Chiado, às 18h30 

Quarta-feira, dia 11 de abril 

Lançamento – “Prometo Amar”, livro de Pedro Chagas Freitas – FNAC Colombo, às 19h 

Quinta-feira, dia 12 de abril

Lançamento – “Era uma vez o amor”, livro de Gustavo Santos – FNAC Colombo, às 18h30 

Quinta-feira, dia 12 de abril

Apresentação – “Encontro com Hyoenseo Lee”, em parceria com National Geographic Summit 2018. Apresentação do livro “A Mulher com Sete Nomes” - FNAC Chiado, às 18h30 

Sábado, dia 14 de abril

Lançamento – “Perigo! Duas Caras”, livro de Margarida Vieitez - FNAC Colombo, às 17h00 

 

 

Região Norte – Porto 

Sábado, dia 7 de abril

Lançamento – “Lobos que foram Homens”, livro de Ricardo S. Amorim. Apresentado pelo jornalista Álvaro Costa – FNAC Santa Catarina, às 16h

Sábado, dia 7 de abril

Lançamento – “Prometo Amar”, livro de Pedro Chagas Freitas - FNAC NorteShopping, às 17h 

Sexta-feira, dia 13 de abril

Lançamento – “5295”, livro de César Rodrigues. Apresentado por Carlos Daniel (RTP) e José Manuel Ribeiro (O Jogo) – FNAC NorteShopping, às 18h30 

Domingo, dia 15 de abril

Lançamento – “Cem Mitos Sem Lógica”, livro de Sara Sá e Pedro Ferreira -  FNAC Santa Catarina, às 18h

 

Centro – Coimbra, Leiria e Viseu

Sábado, dia 14 de abril 

Apresentação - “Olhares da Minha Janela”, livro de Ana Teresa Santos – FNAC Leiria, às 21h

 

Sul – Algarve 

Sábado, dia 14 de abril 

Apresentação –“A Bordo da Positividade”, livro de Mauro Seralo – FNAC AlgarveShopping, às 16h 

 

Madeira

Sexta-feira, dia 13 de abril 

Lançamento - Encontro com Daniel Sampaio, “Do Telemóvel para o Mundo” – FNAC Madeira, às 19h 

 

14 de Abril - 16H - Lançamento do Livro "No Lamaçal da Primavera" de Alice Ruivo; 21H15 - IV Festa MaZéi - Para Lá de Alcanhais

c3deb728-903f-4c0d-8074-36ac099bb3f9.jpg

 

f6bfb6d9-f458-4d4c-93bd-bdd5e37efc4f.jpg

 

14 Abril 

16h00
Lançamento do Livro "No Lamaçal da Primavera", de Alice Ruivo

Este sábado, dia 14 de Abril, pelas 16h00, a Casa do Alentejo promove a Sessão de Apresentação do livro "No Lamaçal da Primavera", de Alice Ruivo.

21h15
IV Festa MaZéi - Para Lá de Alcanchais
 

Já pelas 21h15, a Casa do Alentejo recebe a IV Festa MaZéi - Para Lá de Alcanhais.