Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Richard Zimler na última sessão do ano do “365 Dias de Romance”

 

 

365 Dias de Romance.jpg

A última sessão deste ano do “365 Dias de Romance: Conversas Literárias” decorre a 10 de dezembro, às 17h00, na Biblioteca Municipal de Palmela, e tem como escritor convidado Richard Zimler, que vai apresentar o livro “A Aldeia das Almas Desaparecidas I: A Floresta do Avesso”.

Richard Zimler nasceu em 1956, em Nova Iorque. Fez o bacharelato em Religião Comparada na Duke University e o mestrado em Jornalismo na Stanford University. Trabalhou como jornalista durante oito anos, principalmente na região de São Francisco. Em 1990, foi viver para o Porto, onde lecionou Jornalismo, primeiro na Escola Superior de Jornalismo e depois na Universidade do Porto. Tem, atualmente, dupla nacionalidade, americana e portuguesa. Desde 1996, publicou 12 romances, uma coletânea de contos e seis livros para crianças. A sua obra está traduzida para 23 línguas.

 A sessão, presencial, vai ter transmissão em direto no Facebook Palmela Município e moderação a cargo de João Céu e Silva.

“365 Dias de Romance: Conversas Literárias” é uma iniciativa da Câmara Municipal de Palmela, em parceria com a Culsete Livraria e com o apoio da Casa Ermelinda Freitas (ao abrigo do programa “Mecenas de Palmela”).

Mais informações e inscrições: 212 336 632 ou bibliotecas@cm-palmela.pt.

Biblioteca de Palmela recebe apresentação do livro “Dançando entre as Nuvens”

Apresentação livro.jpg

 

A Biblioteca Municipal de Palmela recebe, no dia 11 de dezembro, das 15h30 às 17h30, a apresentação do livro “Dançando entre as Nuvens”, que vai contar com a presença da autora, Zélia Alves, e vai estar a cargo da conhecida poetisa e autora Alexandrina Pereira.

Através de uma narrativa simples, mas emotiva, Zélia Alves dá a conhecer os protagonistas deste romance, nos quais as/os leitoras/es se podem rever, seja pela descoberta do amor ou pela perda de um ente querido.

Zélia Alves, que já viveu em Palmela, dedica-se à escrita há vários anos e partilha, diariamente, um poema nas redes sociais. Gosta de ler, escrever e viajar.

A entrada na sessão é gratuita (sem necessidade de marcação) e o livro pode ser adquirido no local.

 

Sinopse

 

«No Portinho, a água está quase sempre gelada, mas nada que estes jovens com o sangue à flor da pele e já muito apaixonados não aguentassem. E para que o banho não se tornasse tão frio, e sem qualquer combinação prévia, mergulharam em simultâneo, abraçaram-se e…».

Grândola | Feira do Livro: este fim de semana há teatro com Cristina Paiva

Feira do Livro:  Este fim de semana há teatro com Cristina Paiva

 

 

A Biblioteca e Arquivo do Município de Grândola, no novo espaço cultural situado no centro da Vila Morena, promove a 35ª edição da Feira do Livro, que decorre de 25 de novembro a 8 de dezembro e apresenta um vasto programa cultural paralelo, com diversas atividades agendadas.

Este fim de semana o Cine Granadeiro Auditório Municipal recebe dois espetáculos da Andante, Associação Artística, com entrada gratuita.

 

UMA ODISSEIA: O CADÁVER, O PORCALHÃO E A MUSA

Convites-feira-livro2022-04.png

No sábado à noite, dia 26, pelas 21h00 a proposta cult6ura é o espetáculo de teatro e promoção da leitura «Uma Odisseia: O Cadáver, o Porcalhão a Musa» com encenação de Rodolfo Castro; Interpretação: Cristina Paiva, Lia Vohlgemuth (dança) e João Brás e  música com  Joaquim Coelho.

«Fala-me, Musa, do homem versátil que tanto vagueou». Assim começa a Odisseia de Homero.

Sinopse: Vamos contar uma história, uma odisseia, uma viagem pela literatura portuguesa e pela história da leitura.

E vamos rir. Sim, rir. Não conhecemos nada tão eficaz para lutar contra o medo. Porque é disso que queremos falar. Porque é disso que fala a literatura. Uma mulher (Penélope?) conta a história (fia e desfia) de uma viagem inventada. As palavras que usa para a contar são de Camões, Gil Vicente, Almeida Garrett, Eça de Queirós, Camilo Castelo Branco, Fernando Pessoa, etc. Enquanto conta, podemos descobrir uma história da leitura. E durante uma hora, o tempo que dura o espetáculo, havemos de rir com as venturas e desventuras destes personagens convocados. Havemos de rir com os seus planos, as suas lutas, as suas aspirações, os seus amores e desamores, com as suas quedas. E a rir, havemos de aprender qualquer coisa. A lermo-nos melhor, por exemplo. E a lutar contra o medo com armas melhores do que pistolas e espadas.

 

Duração: 60 minutos | Público em geral

AFINAL… O GATO?

Convites-feira-livro2022-05.png

A Atriz Cristina Paiva regressa ao Cine Granadeiro no domingo, dia 27, pelas 11h00 para interpretar o espetáculo  de promoção da leitura para bebés  «Afinal…O Gato» com participação limitada  a 20 bebés dos 6 meses aos 3 anos acompanhados pelos pais, obedecendo a inscrição antecipada para o email: biblioteca@cm-grandola.pt ou através do 269 450 081.

Sinopse: «Gato que brincas na rua como se fosse na cama». É a partir daqui que tudo começa.

Mas afinal onde está o gato? Dentro do sapato? Dentro do poema? Dentro do livro? Dentro de nós?

Vamos jogar com ele às escondidas? Vamos?

Vamos brincar com os sons, com as palavras, com as sensações, com o impossível, com o que não há?

Será que no final vamos saber onde está e quem é o gato?

“A nossa imaginação do impossível não é porventura própria, pois já vi gatos olhar para a lua, e não sei se não a quereriam.»                     Fernando Pessoa. Livro do desassossego.

 

Espetáculo com a atriz Cristina Paiva, poesia de Fernando Pessoa, música de Joaquim Coelho e imagem de Mafalda Milhões.

Duração: 30 minutos

Feira do Livro abre ao público com um vasto programa cultural

 

 

 

Programa_feira-livro2022.png

Programa_feira-livro2022.png

A Biblioteca e Arquivo do Município de Grândola, no novo espaço cultural situado no centro da Vila Morena, promove a 35ª edição da Feira do Livro, que abre ao público na próxima sexta-feira, dia 25 de novembro, às 18h, com centenas de livros que traduzem a participação de várias dezenas de editoras. Na sala polivalente estão expostos livros para jovens e adultos e na sala de exposições os livros para a infância.

 

Até 8 de dezembro, a Feira do Livro, uma das principais iniciativas culturais do Município de Grândola, pretende fomentar a cultura e hábitos de leitura, apresentando aos visitantes propostas desde os clássicos da literatura às mais recentes novidades editoriais.

 

A Feira do Livro apresenta um vasto programa cultural paralelo, com diversas atividades como os Sábados na Biblioteca com o Centro de Ciência Viva do Lousal, o  Ciclo «Cinema e Literatura» com a exibição de quatro filmes, Teatro com Cristina Paiva da Andante que interpreta os espetáculos «Uma Odisseia: O Cadáver, o Porcalhão e a Musa», «Afinal…O Gato» e «Quem quer ser Saramago» e Ana Rita Janeiro que dinamiza «Uma Casinha de Ratos» sessão de contos e oficina para crianças dos jardins de infância do concelho. Completam o programa as sessões de apresentação dos livros «Policias, Ladrões, & Outras Revelações. Arquivo Histórico Fotográfico do Museu de Polícia Judiciária, 1912-1945» pela autora Leonor Sá, «Comporta Aberta – Retratos de uma Comporta Antiga» pela autora Cidalisa Guerra e «Frederico e Constantina» pela autora Ana Rita Janeiro.

 

Convidamos a que visite a Feira do Livro e assista às iniciativas agendadas.

A entrada na Feira do Livro é gratuita

 

Horário da Feira do Livro:

2ª a 6ª feira das 09h30 às 20h

sábados, domingos e feriados das 10h às 20h

“Semana(s) da Dança”: livro “Dança” apresentado na Biblioteca de Palmela

 

Apresentação do Livro Dança.jpg

O livro “Dança” vai ser apresentado no Auditório da Biblioteca Municipal de Palmela, pela autora, Inês Fonseca Santos, e pelo ilustrador, André Letria, no dia 26 de novembro, às 16h00.

A sessão é destinada a crianças e famílias e a participação é gratuita, mediante inscrição através dos contactos 212 336 630 ou cultura@cm-palmela.pt.

A apresentação integra o programa das “Semana(s) da Dança”, que a Passos e Compassos/DançArte e a Câmara Municipal de Palmela promovem até ao final do mês, com espetáculos, ateliês, bailes, encontros, exposições e outras iniciativas em todo o concelho. Consulte a programação completa em www.cm-palmela.pt.

 

Sinopse

 

«O ser humano dança desde que começou a bater mãos e pés para comunicar ou aquecer-se. Que arte é, então, esta que anima os corpos, que faz do movimento uma linguagem, que já serviu para erguer muros e que hoje une as pessoas? E, se a dança nasceu connosco, não devíamos ser todos bailarinas/os? Podemos ser, tentamos ser, em diferentes medidas e de diferentes formas. Junta-te, por isso, à dança. Pode ser a solo, aos pares ou em grupo, mas prepara-te para piruetas, pliés e moonwalks. Os ensaios, as marcações e os agradecimentos ficam por nossa conta, os aplausos ficam do teu lado.

“Dança” fala-nos de uma arte tão antiga como a humanidade, uma arte que se renova dia após dia em cada espetáculo que sobe ao palco, noite após noite em cada abertura de pista».

 

 

Feira do Livro de Fotografia de Lisboa

FEIRA DO LIVRO DE FOTOGRAFIA DE LISBOA REGRESSA AO ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA
DIAS 25, 26 E 27 DE NOVEMBRO

A ENTRADA É LIVRE E ABERTA A TODOS

Entre 25 e 27 de novembro, o Arquivo Fotográfico vai receber a 12ª edição da Feira do Livro de Fotografia de Lisboa. Assumindo-se como um espaço experimental de exposição, venda, discussão e debate em torno do livro de fotografia e das diferentes formas que este pode assumir, constitui-se como um ponto de encontro para os apaixonados pelo Livro de Fotografia, grande público e profissionais.

Organizada por um grupo informal, este é um evento anual que reúne autores, editores independentes e livreiros, especializados em publicações fotográficas, fotolivros e fotozines, que conta com o apoio institucional e colaboração do Arquivo Fotográfico desde 2015. 

Com entrada livre, esta iniciativa - marcada por um ambiente de proximidade, informal e intergeracional em torno do fotolivro, onde se facilita a comunicação direta e a partilha - tem-se constituído como um polo dinamizador e valorizador da criação editorial no domínio fotográfico em Portugal, contando com uma significativa adesão de públicos.

A colaboração com o Arquivo Municipal de Lisboa, favorece esse encontro em torno do livro de fotografia e lembra, a cada um dos amantes da fotografia, a relevância cultural deste espaço, evidenciando uma vez mais, que o Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico é a única instituição pública na capital integralmente dedicada à fotografia.

Para além das suas facetas de divulgação, pretende-se que esta edição continue a desempenhar um papel agregador e dinamizador na construção, transmissão e distribuição do Livro de Fotografia, de modo a gerar o interesse da comunidade vinculada à linguagem fotográfica, incentivando novos projetos e continuando a favorecer a criação de novos públicos.

Do programa da Feira fazem parte um mercado de fotolivros, que conta com a presença de editores, livreiros e alfarrabistas; uma exposição de maquetas - mostra de dummies / fotolivros em fase de projeto; haverá um espaço para autores e pequenos editores, com a venda de publicações / fotolivros auto-editados e a apresentação de projetos potográficos autorais, em desenvolvimento ou já concluídos.

O espaço pode ser visitado na sexta-feira, dia 25, entre as 18:00 e as 20:00; e ao sábado e domingo, dias 26 e 27, das 11:00 às 20:00.

No domingo, pelas 10:30, será promovida uma oficina de conservação preventiva de álbuns fotográficos. A iniciativa é de entrada livre mas necessita de marcação prévia através do email arquivomunicipal.se@cm-lisboa.pt.

Catarina Gomes é a convidada de novembro do “365 Dias de Romance”

365 Dias de Romance.jpg

 

Catarina Gomes é a escritora convidada da sessão deste mês do “365 Dias de Romance: Conversas Literárias”, marcada para 19 de novembro, às 17h00, na Biblioteca Municipal de Palmela. A autora vai apresentar o seu primeiro romance, “Terrinhas” (Gradiva), vencedor do Prémio Revelação Agustina Bessa-Luís.

Nascida em Lisboa, em 1975, Catarina Gomes é autora de três livros de não ficção: “Coisas de Loucos” (Tinta da China, 2020), “Furriel não é nome de pai” (Tinta da China, 2018) e “Pai, Tiveste Medo?” (Matéria-Prima, 2014). As três obras fazem parte do Plano Nacional de Leitura.

Foi Jornalista do Público durante quase 20 anos e as suas reportagens receberam alguns dos prémios nacionais mais importantes da área, como o Prémio Gazeta. A nível internacional, foi duas vezes finalista do Prémio de Jornalismo Gabriel García Márquez e recebeu o Prémio Internacional de Jornalismo Rei de Espanha.

A sessão, presencial, vai ter transmissão em direto no Facebook Palmela Município e moderação a cargo de Pedro Miguel Silva.

“365 Dias de Romance: Conversas Literárias” é uma iniciativa da Câmara Municipal de Palmela, em parceria com a Culsete Livraria e com o apoio da Casa Ermelinda Freitas (ao abrigo do programa “Mecenas de Palmela”).

Mais informações e inscrições: 212 336 632 ou bibliotecas@cm-palmela.pt.

Dulce Garcia é a próxima convidada do “365 Dias de Romance”

365 Dias de Romance.jpg

A próxima sessão do “365 Dias de Romance: Conversas Literárias”, a 29 de outubro, às 17h00, na Casa Ermelinda Freitas (Fernando Pó), tem como escritora convidada Dulce Garcia, que vai apresentar o seu segundo romance, “Olho da Rua” (Companhia das Letras). A sessão, presencial, vai ter também transmissão em direto na página de Facebook Palmela Município.

Dulce Garcia nasceu em 1970. Foi jornalista entre 1991 e 2017, tendo passado por publicações como o Diário Económico e a Sábado (de que foi fundadora e subdiretora) e colaborado com as revistas Elle, GQ, Vogue, Máxima, entre outras. Foi também editora de ficção portuguesa do grupo editorial Planeta. Atualmente, é assessora de imprensa na área da política. Em 2017, estreou-se na ficção com “Quando perdes tudo não tens pressa de ir a lado nenhum”.

O “365 Dias de Romance: Conversas Literárias” é uma iniciativa dinamizada pelo Município de Palmela, em parceria com a Culsete Livraria e com o apoio da Casa Ermelinda Freitas (ao abrigo do Programa Mecenas de Palmela).

Mais informações e inscrições: 212 336 632 ou bibliotecas@cm-palmela.pt.

 

 

FRANCISCA GRAÇA APRESENTA “O SAL DAS PALAVRAS” NA BIBLIOTECA DE LOULÉ

o sal das palavras.jpg

A 17 de setembro, pelas 15h00, regressa à Biblioteca Municipal Sophia de Mello Breyner Andresen, em Loulé, a rubrica “Livros Abertos”. Neste dia, é apresentado o livro “O Sal das Palavras”, da autoria de Francisca Graça.

Francisca Graça nasceu em Selmes, uma aldeia do concelho da Vidigueira, em maio de 1945. Sempre se interessou pela leitura, pelas artes plásticas e trabalhos manuais. Da sua vasta experiência fazem parte alguns workshops de aprendizagem de confeção de bombons, sabonetes e escrita criativa. Por se considerar incompleta no seu todo, divulgou alguns dos seus escritos em prosa e pretende agora fazê-lo em poesia, através do livro “O Sal das Palavras”.

Esta sessão contará com a animação do Grupo de Cavaquinhos da UATI (Universidade do Algarve para a Terceira Idade).

A apresentação da obra está a cargo de Joaquim Teixeira.

A entrada é livre.

 

A maior Feira do Livro de Lisboa com a melhor programação de sempre

  • segunda a quinta-feira - das 12h30 às 22h00;
  • sextas-feiras - das 12h30 às 00h00;
  • sábados - das 11h00 às 00h00;
  • domingos - das 11h00 às 22h00.